Produtor de New Voyages fará ponta no filme

james-cawley-5.JPGO site The Trek Movie reportou que o produtor do fanfilm Star Trek:New Voyages, James Cawley, foi convidado por J. J. Abrams para fazer uma visita ao estúdio de gravações de Jornada nas Estrelas. Cawley deu sua opinião a respeito dos cenários, uniformes, da atuação do elenco e por fim revelou que terá uma participação especial no filme, fazendo um jovem oficial da Frota.

O jovem produtor conta como foi que teve esse encontro com o diretor de Jornada nas Estrelas, “Quando eu estava passando em frente dos estúdios oito e nove na Paramount, parece que foi a mão do destino que atuou naquela hora. J. J. Abrams estava saindo. Ele olhou para mim, disse que me conhecia e pronunciou o meu nome”, comentou o produtor, que após uma breve conversa foi convidado a entrar em um dos sets de gravação, onde estavam sendo realizadas filmagens da ponte de comando da nave Enterprise.

Cawley disse que não o conhecia pessoalmente, mas com esse encontro saiu com uma boa impressão, “Ele é um cara muito prático. Eu confesso que não sabia o que esperar dele, mas absorver sua experiência e seu humor, foi a melhor coisa que aconteceu”, disse Cawley.

A respeito das idéias de Abrams sobre Jornada, Cawley, que é um ardoroso defensor dos princípios básicos da Série Original, mostrou-se muito animado, “Uma das conversas com J. J. foi sobre seus sentimentos a respeito da franquia”, continuou o produtor. “E isso foi o que absolutamente me atraiu. Ele disse o quanto acredita na filosofia de Gene Roddenberry, na humanidade e na mensagem que a Série Original passou. Esse é o seu foco. Isso tudo vai de encontro ao meu ponto de vista. Eu acho que as coisas não têm de parecer as mesmas enquanto a mensagem e o coração estiver lá. E ele conseguiu isso”.

Quanto a nova ponte de comando da Enterprise, o jovem produtor deu sua opinião, “Eu gostei do cenário. A ponte é espetacular, absolutamente maravilhosa, mas não é o que eu teria feito. No entanto, creio que os fãs irão adorar e acho que as pessoas irão ficar impressionadas. É um bonto cenário”, comentou Cawley dando a entender que o novo cenário não será igual a ponte original da série.

Quanto aos uniformes, disse, “Os uniformes são perfeitos. Eu não teria feito melhor. Quando eu vi o novo visual que Abrams estava preparando, eu disse a mim mesmo que ele havia conseguido”.

E em relação ao desempenho dos elenco? “Brilhante. Eu creio que essas pessoas se encaixaram nos personagens. Elas se encontraram nesses personagens e mantêm neles algo que nos é familiar. O elenco está fazendo seu trabalho no maior respeito e acredito que eles irão chocar muita gente. Quando aparecerem, as pessoas irão se perguntar por que imaginavam que não iriam encontrar ninguém para interpretar os velhos ícones”.

Cawley revelou ainda, que ao final da visita, foi convidado por Abrams a fazer uma participação especial no filme, interpretando um jovem oficial da nave Enterprise. Segundo o produtor, após experimentar o uniforme que mais lhe servia, ele gravou a cena (na quarta), sem revelar detalhes da filmagem.

Mas James faz questão de enfatizar que embora tenha gostado dos cenários e das idéias de Abrams, ele ainda se considera um purista, e que algumas coisas teria feito diferente. “Duas pessoas não podem dividir a mesma idéia. Eu gosto de alguns aspectos dele, muito embora suas escolhas não sejam as minhas escolhas. Se eu estivesse no lugar dele, teria feito coisas um pouco diferentes. J. J. tem uma idéia e irá seguí-la até o fim, o mesmo acontece comigo em New Voyages. Eu posso ter diferentes opiniões e ainda assim gostar de cada trabalho”, finalizou.

Fonte: Trek Movie

20 Comments on "Produtor de New Voyages fará ponta no filme"

  1. A não ser que James Cawley seja um puxa-saco (o que creio não ser), acho que a impressão dele faz muitos de nossos medos e receios ficarem aind amenores.

    Estou começando a gostar do estilo JJ em Jornada.

  2. Esse pessoal que é fã fica elogiando o que viu e só deixa a gente com mais vontade de ver o filme…

  3. Leandro Martins | 24 de janeiro de 2008 at 9:44 am |

    Mais fácil do que fã de Jornada recusar fazer ponta no filme é o Brannon Braga ganhar um Pulitzer, o Bush entrar para a MENSA ou o Bin Laden virar Grão-Duque da KKK.

    Mas falando sério, o tom dele me pareceu de apoio com reserva polida. Ou seja, ele não iria descer a lenha gratuitamente em alguém que foi tão amigável com ele, mas também não teria razão mesmo para tanto, já que ele gostou do que viu, embora algumas coisas teria feito de outras maneiras por diferenças de visão.

    Até agora, as coisas parecem indo bem, portanto.

  4. Cawley é daqueles que gostaria ver o filme como uma cópia carbono de TOS, tanto no visual quanto na interpretação. Ele chegou a criticar o design exterior da Enterprise e a forma de reboot. Mas ao que parece, ele mudou de idéia. Talvez por ver a grandiosidade da produção do trabalho deles, todo aquele visual e o papo com Abrams. Quem não se empolgaria.
    Acho que Abrams tem todas as condições de fazer um bom trabalho. Tem orçamento de blockbuster, prestígio pessoal, incentivo da Paramount, apoio da mídia. Só não faz um bom filme se não quiser.

  5. Mário Augusto Gomes | 24 de janeiro de 2008 at 12:28 pm |

    Eles tem uma estratégia muito simples: transformar críticos em aliados.
    fazia a mesma coisa há 20 anos quando ia fazer festa na minha Republica, na faculdade. Para não ter problemas com os vizinhos, eu os convidava.
    Inteligente esse JJ Adams, dá uma migalha de ponta pro cara calar a boca.
    Sou cético, tenho muitas ressalvas de reboot.
    Depois de planeta dos macacos eperdidos no espaço, missão impossivel…. bem….
    Acho bem mais legal os episódios originais com remasterização HD.

  6. Leandro Martins | 24 de janeiro de 2008 at 12:30 pm |

    O JJ Abrams quer fazer um filme voltado para todos, e não apenas para o fandom. Contudo, ele demonstra querer o fandom do lado dele. Ou seja, ele não precisa agradar o fandom, mas ele demonstra querer fazer isto assim mesmo. É uma atitude bastante louvável.

  7. Volto a dizer: Tenho toda fé neste filme, e seu um dos maiores fundamentalistas do universo Star Trek gostou do que viu, fico mais satisfeito ainda. Só gostaria de ter a sorte de estar passeando por aí, encontrar J. J. Abrams e ser convidado para conhecer o set…

  8. "Frank" Hollander | 24 de janeiro de 2008 at 2:15 pm |

    Humm… O que um fã não fala de forma a ser convidado para fazer ponta num filme.

  9. Até hoje não entendi como esses caras conseguiram autorização da Paramount para fazer seu próprio StarTrek. Sem dúvida foi um grande feito.

  10. “Quando eu estava passando em frente dos estúdios oito e nove na Paramount, parece que foi a mão do destino que atuou naquela hora. J. J. Abrams estava saindo. Ele olhou para mim, disse que me conhecia e pronunciou o meu nome”

    Vai enganar outro !! Ele deve ter ficado o dia todo na porta do estúdio, e aí no final do expediente, lá pelas tantas, sai o JJ Abrahms e ele diz, com a maior cara de pau, “que coincidência, estava passando por aqui…”

  11. HeHeH também acho que ele já estava rodeando o local à dias tentando descobrir algo sobre a nova produção de J.J. e acabou se dando bem!

  12. E tem mais… quando estrear o filme, acredito que ninguém vai perceber a presença dele ou lembrar desse comentário!

  13. Luís Henrique Campos Braune | 24 de janeiro de 2008 at 10:26 pm |

    É… eu também achei esquisito esse negócio de coincidência… pode até ser. Se não foi, acho que o cara podia abrir o verbo e falar: pô, fiquei vigiando a entrada do estúdio para pegar o JJ de jeito e consegui… fui persistente!! Acho isso louvável, não há mal algum na pessoa demonstrar que estava se esforçando pra algo e agir com honestidade. Quanto ao lance do cala-boca, pensei nisso também (é possível), mas prefiro acreditar na boa fé de todos e torcer para que tudo dê certo. Uma coisa é certa: se o JJ mostrar o tempo todo que está tentando fazer um bom trabalho, sendo coerente o máximo possível com o canon e ao mesmo tempo tentando atrair o público em geral e isso não der certo, vai ser o maior tiro no pé! Ou seja: o cara vai ficar tão mal visto que toda a sua credibilidade pode ir por água abaixo. Não sei se ele percebeu (realmente), mas este filme é o mais vigiado que ele já fez, de forma que todos perceberão a diferença (se houver) entre o que ele apregoou e o que será visto. O que me deixa calmo em relação a boa aceitabilidade do filme é o seguinte: isso que acabei de dizer, o grande orçamento e a presença de Nimoy. Se JJ contrariar todas as espectativas que ele tá criando, repito, será um grande tiro no pé!

  14. O que eu vejo da proposta desse filme, é que a franquia chegou num ponto em que ou se faz um filme para atrair um maior público, um público novo, renovar a base de fãs e apreciadores ou a franquia iria descansar por um longo tempo, correndo o risco de em uns 10 ou 15 anos se tornar uma referência passada, como filmes e seriados antigos.

    A Nova geração não funcionou no cinema (na verdade acho que ela se transformou em uma velha geração) e tende a ser esquecida daqui pra frente no cinema. Claro, vai continuar no canon e ser lembrada pelos fãs, mas duvido que no futuro tenha alguma preocupação em procurar novos atores para interpretar aqueles personagens.

    Revitalizando a série clássica, com novos atores e fazendo um reboot, eles podem fazer novos filmes daqui pra frente e melhor (se eles tiverem sucesso, claro) não se preocupar com o que foi feito nos filmes anteriores.

    Tomara que eles tenham sucesso. Porque se J.J. Abrams com esse orçamento todo não conseguir, a franquia vai ficar desacreditada comercialmente e vai descansar por um longo tempo…..

  15. “na verdade acho que ela se transformou em uma velha geração”

    Engraçado isso. Podiam chamar o Patrick Steward pra fazer o cap. April então…

    Mas realmente a turma do Picard não tem esse caráter “lendário”…

    A nova geração ficou velha… e eu também…
    tô ficando deprimido…

  16. Os fãs apontavam o sucesso das novas séries como uma prova de que podia existir Jornada sem Kirk e Spock. Será que a longo prazo eles estavam errados?

  17. Eu penso que TNG se saiu muito bem como a série sucessora de TOS, mas não se saiu tão bem como filme é claro, com exceção de “First Contact”, e isso se deve em grande parte não pelos personagens de TNG em si, mas sim pelos roteiros! Os filmes escritos para TNG são piores que os de TOS não pelo elenco, mas pelo roteiro! Histórias forçadas e/ou mal construídas! Eu acredito que o fracasso de TNG no cinema está aí.

  18. Se o roteiro for realmente bom, não importa se é o elenco de TOS ou TNG que está atuando! O Filme será bom! Até mesmo com o elenco das outras séries…e é isso que eu espero para este novo filme! =]

  19. Se o Leonard Nimoy aprovou o roteiro a ponto de participar da produção, acho que será do agrado da maioria dos fâns. Confio no julgamento dele.

  20. Sim, NiCoDeMuS, eu também acho que foi uma inacreditável incompetência dos roteiristas que acabou com a nova geração.

    Quanto ao julgamento do Nimoy, basta lembrar que ele recusou Generations…

Leave a comment

Your email address will not be published.


*