Ron Moore visita cenário de gravação de Jornada

ron-moore.jpgO site The Watcher publicou uma entrevista exclusiva com o produtor executivo da série de televisão Battlestar Galactica, Ronald D. Moore, na qual, entre outras coisas, revelou que fez uma visita aos estúdios de gravação do novo filme de Jornada nas Estrelas. Ele opinou ainda sobre o estado atual da franquia e o que espera de seu futuro.

O que acha da nova produção de Jornada nas Estrelas? Você verá o filme?

Moore: “Sim. Eu verei o filme. E na verdade fiz uma visita ao set de gravação. Eu consegui essa visita por meio de um amigo e não posso dizer nada a não ser que fiquei muito animado. Foi realmente um prazer pessoal. Me sinto agradecido a Abrams e a Lindelof por fazerem isso acontecer. Eu vi os cenários e achei que os designs de produção estavam incríveis. Eu simplesmente gostei do visual. E a vibração no set era incrivelmente postiva e muito ativa. As pessoas estão se sentindo bem, confiantes e felizes. Isso foi maravilhoso para mim, principalmente estar de volta à Paramount e andar dentro de um estúdio onde havia uma nave da Federação”.

Você acha que a Paramount está fazendo a coisa certa em trazer de fora uma nova “família” para Jornada?

Moore: “Com certeza. Eu creio que foi uma decisão muito esperta. As pessoas adoram todos nós que fizemos essas séries e filmes durante esses anos, mas isso foi há um longo tempo atrás. Havia muita gente cansada. E era hora de trazer novos olhos para tudo isso”.

Ainda sobre trazer uma nova produção para a franquia, continuou Moore. “Eu creio que quando eles trouxeram Harve Bennett para escrever Jornada nas Estrelas II: A Ira de Khan, Gene Roddenberry (o criador) já vivia e respirava Jornada por um longo tempo. Ele fez o primeiro longa-metragem e Jornada nas Estrelas: O Filme é o que é. Eu certamente fui vê-lo e adorei naquele momento, mas foi grande demais, transbordou e havia um sentido de não encontrar sua medida certa ainda. Então quando trouxeram Harve Bennett e o diretor Nicholas Meyer, que não tinham nenhuma conecção com a série original, eles a reinventaram. Eles começaram de novo. Eles fizeram o vestuário diferente, a história, a vibração dela e o estilo da história. Eles resgataram toda a franquia. A Ira de Khan fez todos os subsequentes projetos de Jornada possíveis”.

Sobre o futuro, opinou o produtor. “Eu creio que é onde eles estão com a franquia. Eles trouxeram alguém novo, alguém que não tem nenhuma conexão com o que foi feito antes, e dizendo para esquecer o passado e fazer a versão dele”.

Quanto ao que sabe do script do filme. “Não sei nada, nem mesmo perguntei. Não perguntei nada sobre detalhes da história. Queria apenas dar uma olhada e ser nostálgico”.

Ron D. Moore começou seu trabalho na franquia como roteirista, na série A Nova Geração e nos filmes Jornada nas Estrelas: Generations e Jornada nas Estrelas: Primeiro Contato. Também, já como co-produtor, esteve a frente das séries Deep Space Nine e Voyager.

Fonte: TreWeb

Edição: Nívea Doria

8 Comments on "Ron Moore visita cenário de gravação de Jornada"

  1. Concordo com Ronald D. Moore, a Paramount foi muito feliz em trazer sangue novo para a franquia, com mais energia e vontade de acertar, trazendo novas idéias mas respeitando o conceito original.

  2. Por mais que eu ache uma pena abandonar a continuidade antiga, realmente “havia muita gente cansada”…
    Tanto na produção quanto no público…

  3. Posso estar dando um tiro no próprio pé, mas eu sempre disse que acho mto cedo pra trazer a franquia de volta às telonas.
    Jornada saturou e precisa de um tempo.

    Por mais que eu esteja contente de ver o qnto esse novo filme possa dar, fico ainda receoso.

  4. André M .de Souza | 18 de março de 2008 at 4:21 pm |

    Jornada faz parte da minha vida.Via a série quando criança, vi os filmes na adolescência.Comprei os 4 boxes de ‘Enterprise’.Foi causa dos ‘modelos morais’ propostos por Jornada que eu escolhi minha profissão no serviço público (eu sou Guarda Civil Metropolitano).E foi por causa da série que consegui enveredar pelo mundo incrivel das artes cênicas.Acreditem gente, Jornada mudou a minha vida.E é maravilhoso estar por aqui para ver o 11º filme.

  5. Luís Henrique Campos Braune | 18 de março de 2008 at 5:07 pm |

    Tô achando tudo certo, tem que fazer isso é agora mesmo: lançar este filme, arrebentar nas bilheterias e fazer outros. O lance é aquele: ser fiel ao passado, mas dar uma chacoalhada, mudar um pouco para atrair novos fãs.

    Já falei aqui que a série filme/TV só não espande mais sua base de fãs por que nem todos tem paciência (pra não falar um nome feio) pra papo-cabeça.

    O negócio é andar no meio termo: ação num ritmo legal + o papo cabeça. É agrada todo mundo.

    Esse negócio de só ficar no papo cabeça enjoa até a gente mesmo. De vez em quando tem que ter um pega pra capar, afinal, não podemos ser hipócritas e imaginar que nós, mesmo no futuro, seremos seres cuti-cuti.

  6. Começando denovo, só que agora pode ser ao contrário, da telona para telinha.

  7. é galera….ano que vem teremos um evento no cinema…..até agora nao vi ninguém que visitou o set do filme falar mal…..

  8. concordo com Luís Henrique que é preciso dosar bem o papo cabeça e a ação ,assisti todos os filmes e todas as séries e as que mais me agradaram foi enterprise (3 e 4 ) temporadas e voyager apesar das críticas desfavoráveis,bem como das criticas e do humor da geração classica.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*