AICN revela novas cenas sobre filme de Jornada?

star-trek-poster-3.jpgO site Aint It Cool News (AICN) publicou um artigo em que diz revelar duas cenas passadas no filme de Jornada nas Estrelas. A fonte do site informa ter visto as referidas cenas por cerca de um minuto. O AICN as descreve como uma batalha no espaço, na qual a nave USS Enterprise está presente enfrentando um poderoso inimigo. Estes spoilers são contestados por outro site.

O AICN reporta que o artigo não foi de autoria do editor Harry Knowles, convidado recentemente por J. J. Abrams, mas do Sr. Atoz, fonte do site, que costuma trazer alguns spoilers de filmes, o que não significa que sejam verdadeiros.

O site Entertainment Weekly noticiou que J. J. Abrams pretendia aproveitar a oportunidade, durante sua palestra na ComicCon sobre a série Fringe, e dar alguns detalhes do script de Jornada. Mas a Fox, emissora que passa a série, não permitiu que ele abordasse outro assunto. Já o produtor disse, durante a palestra (ocorrida na sexta), que foi estratégia da Paramount não revelar nada sobre o filme na convenção. Seja de quem foi a ordem, J. J. Abrams e sua equipe realmente não falaram nada de novo sobre o filme.

Quanto as cenas descritas no artigo do AICN, fontes do The Trek Movie informaram que são falsas.  De qualquer modo, estamos repassando o artigo do Sr. Atoz, avisando que o texto abaixo será considerado como rumor.

“A primeira cena começa com um grande comboio de cargueiros, cada um rebocando de 2 ou 3 grandes cargas atrás deles, parecendo caixas, com o raio trator. Eles parecem enormes e se movem lentamente. São de um formato trapezóide com afunilamento na frente. São marrons, caso você esteja querendo saber a cor. Eu diria que havia cerca de 12 a 15 deles na cena, em um tipo de formação não comum. A Enterprise estava perto e atrás, como se assumisse a função de escolta. Todos fizeram o salto de dobra”.

Continuando o Sr. Atoz, “Eu não posso destacar como realmente se parecem. Eles (a produção) usam modelos, sem o puro resplandencente CGI como em Nêmesis. Existe muita luz branca envolvendo as naves, quando fazem o salto de dobra e então a cena corta para o interior da ponte da Enterprise com a câmera se posicionando em frente a tela principal. A tela é muito maior (que a da série original) e mais próxima da cadeira do capitão e dos consoles a frente. A visão é do salto e se parece com a do primeiro filme de Jornada, com correntes principalmente de luz branca, com uma frágil tonalidade de arco iris, formando um túnel. E a visão estremece um pouco para mostrar que a nave está avançando rapidamente. Definitivamente não se parece com a bela navegação suave da série A Nova Geração.

Então, eles retornam do salto para o espaço normal, onde ocorre de repente raios de luz faíscando a frente dos cargueiros desprotegidos, resultando vários deles em chamas (???). Cada um sai abruptamente de dobra.

Na visão da ponte da Enterprise, cada um reage em confusão, tentando descobrir o que está acontecendo. Aparece cada um em uniforme de cadete, exceto pelo cara na cadeira do capitão, que aparenta ter de 30 a 40 anos.

Algo é dito sobre a leitura dos scaners estar sendo bloqueada pelas explosões. Uma frenética conversa a respeito de um sinal da nave Yorktown. “Na tela” é dado o comando e uma outra nave classe Constitution aparece, só que está completamente destruída (realmente não parece toda diferente da velha classe da série original). Todos ficam com respiração profunda.

A cena parece muito real e angustiante, como ver os restos de um arranha-céu desmoronado. Pela visão da tela a Enterprise está ao lado da Yorktown, com a seção de disco a esquerda. As naceles e a metade de cima da parte cilindrica da nave se foram, explodiram, com um fina fumaça espalhada no caminho. A visão da tela muda de repente para mostrar a face do que parece ser definitivamente o cara mau, com um sorriso de triunfo (de certa forma com aparência humana). A cena termina abruptamente antes dele falar”, disse a fonte.

A sequência da próxima cena faz referência a uma batalha entre a Enterprise e uma nave hostil, “O capitão (sem sinal do Kirk ainda) está trocando farpas com o cara mau no áudio, quando as naves estão prestes a entrarem em combate. O capitão diz ao cara mau que sua nave não o protegerá. A cena é cortada para mostrar o exterior e a nave em questão estacionária. Ela é longa e pontuda, como uma nave Vulcana, mas tendo a configuração de três naceles. Ela se parece com a Planet Express (do desenho Futurama), só que mais longa e da cor alaranjada. Eu diria que ela tem a mesma massa da Enterprise, mas é mais longa e com mais espaço tomado pelos motores.

Quando, então, a cena é cortada e vemos a Enterprise movendo-se lentamente e disparando um torpedo. Agora, esses torpedos são de brilho vermelho e parecem iguais aos do primeiro filme, exceto por serem realmente grandes. Com duas vezes o tamanho, dirigindo vagarosamente, mas indo diretamente a nave. O torpedo, na verdade, não atinge a nave, mas explode num raio de alcance, e uma vez mais o resultado e grande. Ocorre uma pequena explosão inicial e no centro dela há um tipo de ciclone de fogo de dois lados, os quais giram e crescem em velocidade para gerar uma massiva combustão.

O resultado da explosão é do tamanho da Enterprise. Ela leva cerca de 3 segundos. A Enterprise, então, dispara um feixe de phasers que atingem a nave inimiga e a fazem visivelmente balançar. Os phasers são incríveis e um tanto finos, mas da cor amarelo laranja como de A Nova Geração. A nave dispara contra a Enterprise. Durante essa troca de disparos, você pode ver os escudos de ambas as naves cintilando de um brilho branco elétrico, quando as armas os atingem, igual quando um bulbo de lâmpada explode. Você fica com a impressão de que uma ou outra nave poderia ser destruída por um punhado de tiros dessas armas.

No interior da nave (Enterprise), a coisa está sacudindo toda do primeiro disparo de torpedo. Os cadetes são jogados ao chão (existem muito poucas cadeiras na ponte, onde somente o capitão e dois consoles a frente possuem) e a cena termina”.

A fonte termina dizendo que as cenas a pegaram de surpresa, pelo realismo e dimensão da coisa.

Fonte: TrekWeb

12 Comments on "AICN revela novas cenas sobre filme de Jornada?"

  1. Se a própria Paramount, não deu autorização para que não se revelasse nada a respeito do filme na ComicCon, e vem este site agora com estas informações…

    Acho que até a estréia do filme, muita mentira vai ser contada por certos sites e porque não aproveitaram e colocaram também este “1 minuto de imagem” que eles dizem ter visto na internet também? Acredita quem quer.

  2. É, de fato, muito estranho! As fontes anteriores revelavam imagens e essa fonte nada revelou, o que revala uma farsa!

  3. Ralph Pinheiro | 27 de julho de 2008 at 5:03 pm |

    Esse spoiler tem várias coisas estranhas.
    1) A ponte da Enterprise recheada de cadetes, numa missão perigosa.
    2) O cara mau destruindo um comboio e uma nave da federação, pra quê? Se for Nero, sua nave é temporal ou uma battleship?
    3) Como o Mr. Atoz pode achar que as naves são modelos em miniatura e não CGI apenas vendo o filme?
    4) Por que o cara mau aparece na tela da Enterprise após o ataque ao comboio? Ninguém o chamou. E parece tão banal surgir com um sorriso de “eu sou o cara mau”. Parece vilão de filme B.
    5) Essa nave de formato meio vulcana e com 3 naceles em nada se parece com um spoiler anterior de que a nave de Nero é pequena e se parece com um molusco. Ou é outra nave ou alguém está mentindo, ou tudo é invenção até agora.
    6) Mr. Atoz não reconheceu o ator Bruce Greenwood na cadeira do capitão? Ou seria outro capitão da Enterprise?
    7) Acho incoerente uma nave apenas fazer escolta para 15 naves lentas. Pelo menos se fosse uma battlestar Galatica com seus vipers.
    E por aí vai.

    Porisso acho que tudo é falso mesmo. Dessa vez o AICN foi na fonte errada.

  4. Cortina de fumaça!!!, na minha opinião, é só mais um monte de babozeiras, q o proprio estudio deixa vazar, pra despistar e manter o filme sendo comentado, estão errados?? ñ sei, é meio barato de markting e parece funcionar.
    Só espero que, depois de tanta especulação, lobs pro e contra Shatoner e “cenas vazadas” o que realmente intereça a nós trekkers se realize: um filme que honre Jornada, assim comoo filme do Batman Dark Knigth que é o melhor filme de herois de todos os tempos.

  5. A Enterprise fazendo escolta para um comboio de naves-cargueiro e, de repente, todas as naves dão um salto?!? Ué!!! Isso nem tem cara de Jornada! Será que a tal fonte não viu um videozinho de NBSG e confundiu as bolas? Era só o que faltava: Batlestar Enterprise!!!

  6. Mto estranho.
    E o Sr. Atoz não tem fama de soltar spoiler mentirosos.
    pelo que sei, sua reputação é mto respeitada.

  7. "Frank" Hollander | 28 de julho de 2008 at 9:31 am |

    Parece Fake. Nada condiz com nada que foi divulgado anteriormente. Salvo se tal “enterprise cheia de cadetes” fosse uma nave-escola ou estivessem todos em uma simulação estilo holodeck.

  8. Ralph Pinheiro | 28 de julho de 2008 at 10:04 am |

    Alguns colegas alegam que possa ser uma versão “Kobayashi Maru”. Mas a explicação contrária a isso é que na cena contada pelo Mr. Atoz, embora tenha cadetes e um cara que ele não diz ser o Pike (o que poderia ser um oficial avaliador atuando como capitão), temos uma visão externa das naves e não somente da ponte da Enterprise. Além do que o teste Kobayashi é para avaliar o cadete como capitão, então o cara de 30 a 40 não poderia ser um cadete em teste.

    Essa história da Enterprise ser uma nave escola, treinando cadetes e de repente algo ocorre que a leve a uma missão perigosa, já está batido em Jornada. Não creio que seja isso.

    A não ser que o Abrams jogue o cânon fora e ponha a simulação de holodeck como teste do Kobayashi.

  9. O teste do Kobayashi se dá em simulação de vôo, ou seja, somente interessa criar ilusão de realidade para os que estão dentro da ponte. Não faz sentido gerar um programa de holodeck com cenas espaciais, se ninguém vai “sair” da nave. E a tecnologia do holodeck ainda não era disponível em tempos pré-TNG. Especulações são inevitáveis, ainda mais com o estúdio regulando tanto qualquer tipo de informação. Mas até que gosto do suspense, seria chato esperar até maio de 2009 pra ver um filme a respeito do qual todo mundo já sabe de tudo.

  10. Seguindo esta linha de raciocínio, cenas externas poderiam ser apenas para “enganar” o público que não saberia tratar-se de uma simulação. Cenas externas também poderiam ser acompanhadas por outro avaliador em outra sala. A cena poderia ser uma introdução para os cadetes.

    Vale lembrar que Kobaiashi Maru era (é) o nome da nave que invade a Zona Neutra Klingon. O cadete é colocado em prova numa missão cujo resultado sempre é a destruição da nave. Isso se JJ não inventar outra história (essa da escolta, por exemplo).

  11. Para mim, a resposta está neste vídeo:

    http://www.youtube.com/watch?v=7qKcJF4fOPs

    (apenas para aqueles que já viram In the Pale Moonlight do DS9 e sabem inglês)

  12. "Frank" Hollander | 29 de julho de 2008 at 9:40 am |

    ^11: Só podia ter vindo de outro Romulano… 🙂 A cena diz tudo.

    Sobre a cena: Pena que foi estragada pela dublagem no Brasil, ela ficou… Digamos, soando falsa… Os comentários no YT também estão engraçados.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*