Conheça Persis “Ilia” Khambatta

khambatta2Persis Khambatta é um dos rostos mais conhecidos de Jornada nas Estrelas, devido a seu personagem em “Jornada nas Estrelas: O Filme”, a navegadora Deltana Ilia.

Engana-se quem pensa que a carreira artística de Persis se resumia à personagem sexy e completamente careca. Ela era conhecida como modelo internacional, porta-voz comercial de algumas empresas, pessoa atuante na área de arrecadar fundos para entidades que cuidam de pessoas carentes, e claro, como a Miss Índia de 1965.

khambatta1Nascida em Bombaim, Índia, em 2 de outubro de 1950, Persis foi descoberta pelas lentes dos fotógrafos com apenas 13 anos de idade, em 1963. Aos 15 anos era coroada “Miss Índia”, para rapidamente entrar para o mundo do cinema internacional. Já era também modelo de várias companhias, incluindo a Revlon. Em 1969 fez um filme com o sugestivo título de “Kamasutra” e só voltou a trabalhar no cinema em 1975, em “The Wilby Conspiracy”, fazendo um personagem que levava seu nome, Persis, e contracenando com Michael Caine e Sidney Poitier. Após sua atuação em uma série de TV chamada “The Man with the Power”, como uma princesa de nome Siri, seu próximo trabalho foi em Jornada como Ilia.

Roddenberry a contratou para fazer parte do elenco fixo da nova série de Jornada, Fase II. Persis interpretaria uma nova personagem, a navegadora Ilia, oriunda do planeta Delta. A série foi cancelada, mas o episódio-piloto transformou-se no primeiro filme de Jornada para o cinema, e Persis Khambatta estava nele. A personagem ainda ganhou uma história prévia, envolvendo seu romance com o primeiro-oficial da nave, Willard Decker, interpretado por Stephen Collins.

Porém, para viver Ilia, Persis teve de raspar todo o seu cabelo, já que a personagem era careca. “Eu não tive problemas com isso”, disse ela em uma entrevista. “Era parte do trabalho. Mas enquanto estavam cortando meu cabelo, pedi para que todos os espelhos fossem cobertos com jornal, para que eu não visse. Quando acabou, todos me olhavam com uma cara de espanto. Eu pensei ‘meu Deus, será que ficou tão ruim assim?’. ‘Tirem os jornais, tirem os jornais’, eu disse, pois queria ver. Qual não foi minha surpresa ao notar que todos olhavam com espanto pois ficou muito bom! Eu adorei, ficou fabuloso.”

Persis, além do novo visual, também gostou de seus companheiros no elenco. “Fiquei amiga de todos eles, George [Takei], Nichelle [Nichols], Majel Barrett, Jimmy Doohan… Ele me adotaram! Walter Koenig gostava de beijar minha cabeça dizendo ‘Purrr-sis. Purrr-sis…'”

Em 1980 Persis apresentou, ao lado de William Shatner, a entrega de um prêmio no Oscar daquele ano.

khambatta3

Depois de “Jornada nas Estrelas – O Filme”, ela trabalhou em alguns pequenos filmes de Hollywood e do cinema europeu. Fez ainda participações em séries como “MacGyver”, em 1986, e “Lois e Clark”, em 1993, dessa vez interpretando uma embaixadora indiana no episódio-piloto da série.

khambatta4No final da década de 1980 Persis sofreu um problema cardíaco. Em 1997 escreveu um livro chamado “Pride of India”, que tratava de ex-Misses Índia. O livro foi dedicado à Madre Teresa de Calcutá e parte do valor dos royalties iria para os Missionários da Caridade.

Em uma segunda-feira, 17 de agosto de 1998, Persis Khambatta deu entrada no hospital South Moumbai de Bombaim queixando-se de dores no peito. Na manhã seguinte ela morreria aos 49 anos, vítima de um fulminante ataque cardíaco. Mas não sem antes ser imortalizada nos corações de todos os fãs de Jornada nas Estrelas.

khambatta5

Artigo originalmente publicado no conteúdo clássico do Trek Brasilis em 07 de Janeiro de 2002.

6 Comments on "Conheça Persis “Ilia” Khambatta"

  1. Quando conheci Persis em Star Trek, eu era muito jovem. Mas ela me fez perceber que o cabelo não é tudo, um rosto bonito pode falar mais que um belo penteado.

    Fiquei muito triste em saber que o falecimento se deu tão recentemente, e que tenha partido tão jovem.

    Ela poderia a voltar interpretar próprio V’ger em algum episódio futuro de Star Trek, pois V’ger tinha alcançado a “maturidade existencial” através de Ilia.
    V’ger e Ilia, juntamente com Decker, se tornaram imortais quando, da matéria, se transformaram em “energia”, “consciência pura”.

    Obrigado, Persis.

  2. (só lamento não poder visualizar as fotos da matéria)

  3. Leandro Martins | 26 de dezembro de 2008 at 8:58 am |

    Problema do não carregamento das imagens resolvido…! Mas qualquer coisa, avisem novamente.

  4. Lendo matérias como essa chego a pensar que o dom da vida não é na verdade uma porcaria de um passeio que as vezes acaba antes do tempo previsto, bem no meio do caminho…

    🙁

    O bons logo se vão e os maus ficam para apagar as luzes.

  5. Quando a Ilia chegou na nave, já foi logo avisando pro Kirk que fez voto de celibato… cena estranha…

  6. 5. Valter afirma:

    “”Quando a Ilia chegou na nave, já foi logo avisando pro Kirk que fez voto de celibato… cena estranha…””

    É…

    Nem no dvd colocaram como “cenas cortadas” onde, depois dessa, ele fala:

    “-?????Celibato? …..Que pena!”

Leave a comment

Your email address will not be published.


*