facebook_pixel
  • vr5

    Sobre o final de Enterprise: SERÁ que eles, depois de tantos anos na franquia, e sabendo como o último ano de Enterprise foi bem aceito pelos fãs, não tiveram MESMO um SIMANCOL para prever o fiasco que iam fazer? Será que nunca passou pela cabeça deles fazer (mesmo que “silenciosamente”, “intuitivamente”) uma espécie de “pesquisa” com o fandom, atores, etc? Si não… ESSA não enguli…

    E realmente a enterevista pecou em outra coisa: não foi perguntado UMA LINHA sobre sua relação com o Braga e a antipatia geral que os fãs de Star Trek tem por ele…

  • Carlos José

    vr5, Berman deve ter pensado: “Pô, NA MINHA CABEÇA esse final de ENT ficaria show! Vamos filmar desse jeito! A galera COM CERTEZA vai adorar!”.
    Deu no que deu… Fazer o quê?

  • Antonio de Pádua

    Como dizia um antigo chefe meu “Se tem alguma coisa idiota para ser feita, pode crer que alguem vai fazer”. Parece até que eles pensaram assim: “Que final mais ridiculo podemos fazer para ENT?” e fizeram. Jogaram 4 anos da série no lixo, deixando parecer que tudo que se passou foi uma simulação de holodeck.

  • Padofull

    Holodeck, usado para simular uma viagem no tempo, uma idéia que só eles acharam ótima, falta de desconfiômetro, não largar o osso e falta de coragem de peitar a CBS e Palermount.

    Se quiserem esses três artigos vão ser mais que suficiente para montar a biografia do “Berman e do Braga, dois pastrames na Jornada”

  • Edu Santiago

    O pior de tudo foi que até mesmo a estória vivida pelos personagens de ENT foi muito chata/confusa, deixando a sensação de algo mal feito. Enterprise realmente não merecia isso! Lamentável…

  • VERDE

    FAZER ENQUETE DE COMO TERMINAR UMA SÉRIE NÃO É CARACTERÍSITCA DE UM PRODUTOR DE SUCESSO. GERALMENTE ELES TEM A IDÉA E A EXECUTAM. ESSA É A MANEIRA CERTA, ELES SOMENTE NÃO FORAM FELIZES, NÃO ESTAVAM INSPIRADOS. A IDÉIA ORIGINAL PODERIA ATÉ TER DADO CERTO SE O ENXERTO DO ROTEIRO FOSSE MELHOR, SEO TRIP NÃO TIVESSE MORRIDO OU SE, PELO MENOS, A MORTE DELE TIVESSE TIDO MAIS ALGUM SENTIDO. ALIÁS, MORTE DE ATORES PRINCIPAIS FORAM TODAS LAMENTÁVEIS, KIRK E A TASHA YAR SÃO EXEMPLOS.
    PENSANDO AGORA, FORAM 28 ANOS EM SÉRIES DE 26 EPISÓDIOS CADA. UMA DAS FRANQUIAS MAIS LONGAS, COM 736 FILMES/EPISÓDIOS.
    AGORA É A HORA DE DAR A VOLTA POR CIMA, MAS NA ÉPOCA JÁ TINHA DADO O QUE TINHA QUE DAR. SÓ PRECISAMOS DE UM OUTRO GENE PARA COLOCAR A COISA EM FUNCIONAMENTO.