Um review de Star Trek/Legion of Super-Heroes

A minissérie em quadrinhos de seis partes “Star Trek/Legion of Super-Heroes” traz um fascinante crossover entre as duas sagas. As edições #1 e #2 já foram lançadas no mercado (americano) e a trama gira em torno do encontro na Terra de outra dimensão por um grupo de seis tripulantes da Enterprise e seis legionários dos Planetas Unidos do século 30. A minissérie é uma parceria da IDW Publishing com a DC Comics. Viagem no tempo, um império do mal, e claro, muitos combates. Veja um pequeno review das duas partes. Spoilers.

Star Trek / Legion of Super-Heroes foi escrita por Chris Roberson, desenhos de Jeffrey e Philip Moy e editado por Chris Ryall.

Neste novo universo, as duas equipes terão de unir forças para enfrentar Khúndios, Klingons, Borgs e uma organização conhecida como Planetas Imperiais. Veja um resumo da história abaixo.

Enquanto uma frota dos Planetas Imperiais bombardeia Durla, forçando as espécies transmorfas a submissão, uma equipe de jovens aventureiros do século 30 volta para casa em uma bolha do tempo, e a Enterprise é chamada de volta à Terra. A bolha do tempo é apanhada num vórtice e deve fazer um pouso de emergência. Kirk e sua tripulação são teletransportados até São Francisco. Braniac 5, Cósmico, Satúrnia, Camaleão , Penumbra e Relâmpago (participantes da edição Saga das Trevas Eternas) encontram-se no século 23 da Terra, mas não é a sua Terra, assim como Kirk, Spock, McCoy, Uhura, Sulu e Chekov (Scott não aparece). Os seres humanos que vivem no coração dos planetas imperiais são as consciências mais ganaciosas e sedentas de poder na história.

O imperador dos Planetas Imperiais (que não aparece visível) anuncia vitória sobre Durla e prenuncia uma ameaça as relações entre Organianos, Klingons, Khunds e Borgs. Os Legionários escapam de uma multidão de civis raivosos, mas tem que deixar sua cápsula do tempo danificada para trás. Do outro lado do continente, Kirk e sua tripulação roubam um ônibus e escapam das forças de segurança, dando a Spock tempo para estudar a história daquela Terra. Braniac 5 detecta outra anomalia no tempo dirigida a oeste de onde estão, o anúncio de um confronto entre a Legião e o pessoal da Frota Estelar. Enquanto isso, a segurança Imperial tem um interesse na cápsula do tempo abandonada.

 

Não perca novos reviews sobre essa edição e a coleção Star Trek Ongoing.

Fonte: TrekMovie

 

4 Comments on "Um review de Star Trek/Legion of Super-Heroes"

  1. Ja li os numeros 1 e 2 e como fa de Legiao dos Super Herois adorei cada pagina e a otima arte. Nota 8. O review do TrekWeb sera postado amanha.

    E que venha a nova serie de tv com a nave estelar Defender !!!!

  2. Leão, o que é isso:

    “E que venha a nova serie de tv com a nave estelar Defender !!!!”

  3. Robert Hewitt Wolfe produtor de Andromeda e Deep Space Nine esta criando uma serie de TV sobre uma nave estelar chamada Defender para o canal americano SyFy. Nao é Star Trek, mas parece que sera incrivel. Mais detalhes sobre o enredo da serie no TrekWeb.com

  4. É bem interessante que ST faça parte desses crossovers. Ainda bem que é a Legião dos quadrinhos e nãs do Cartoon Network. E muito melhor ainda, sem aquele Scott babacão, ótima idéia essa para o $J$J$.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*