TAS 01 X 06. The Lorelei Signal (O Sinal de Lorelei)

Canto da Sereia de Jornada “afoga” destaque de Uhura

 

Nota do TB: 1.5/4.0

Sinopse:

Data Estelar: 5483.7.

A USS Enterprise entra em um setor não mapeado do espaço onde naves da Federação vem sendo perdidas nos últimos 150 anos . De posse de informações conseguidas junto aos Impérios Klingon e Romulanos, a Frota Estelar descobriu que desaparecimentos neste setor vem acontecendo exatamente a cada 27. 346 anos solares

A USS Enterprise esta no setor exatamente neste período de tempo para investigar. Quando o ciclo de tempo está completo, Uhura começa a receber um sinal subespacial que Spock descobre estar sendo originado do sistema Taurean, para a onde a Enterprise se dirige imediatamente.

Ainda com a Enterprise em curso, Uhura percebe um comportamento estranho por parte dos homens da tripulação. Estes começam a ter alucinações com lindas mulheres por toda parte. A parcela feminina não é afetada.

Subitamente um planeta surge na tela principal da nave, como se antes estivesse camuflado. Scotty é deixado em comando enquanto Kirk, Spock, e McCoy descem ao planeta procurando pela fonte do sinal, e encontram uma estrutura, que embora de aparência exótica, parece ser uma espécie de prédio. Ignorando qualquer possibilidade de perigo devido a ação do sinal sobre suas mentes eles entram no lugar onde são recebidos por dezenas de lindas mulheres de aparência humanóide.

As leituras do tricorder de Spock indicam uma estranha reação bio química nas mulheres. Estas possuem um aparelho que é capaz de mesmo a distância mostrar tudo o que acontece a bordo da Enterprise, algo que lhes permitiu saber os nomes dos integrantes do grupo de descida, por exemplo. Elas também admitem serem responsáveis pela geração do sinal que levou a Enterprise até aquele planeta.

As anfitriãs convidam o grupo para uma espécie de celebração, e durante a festa os tripulantes começam a desmaiar. Quando eles acordam percebem uma espécie de aparelho em forma de arco em suas cabeças, e que seus corpos estão envelhecendo.

A bordo da Enterprise, Uhura e Chapel descobrem que o planeta causa um tipo de instabilidade nos machos, que pode levá-los a morte em caso de exposição prolongada. Uhura imediatamente ordena que todas as mulheres da equipe de segurança se dirijam a sala de transporte e que nenhum homem poderá ser transportado para o planeta sem sua autorização.

Enquanto isto, Kirk Spock e McCoy encontram-se totalmente desorientados, e aparentemente sem total clareza da sua situação. Mesmo assim eles tentam retornar a Enterprise, mas são impedidos por suas captoras. A bordo da Enterprise, Uhura assume o comando da nave no lugar de Scotty, que também se encontra afetado pelo “Sinal de Lorelei” faz de Chapel a oficial medica encarregada.

No planeta, os prisioneiros, apesar de fracos, começam a perceber que precisam escapar. McCoy, ainda de posse de seu kit medico, injeta uma substancia chamada “cortropine” em cada um deles, o que consegue melhorar seu estado geral. Spock consegue danificar a trava magnética da porta do local onde estão presos, permitindo a fuga dos prisioneiros, mas não sem que sejam percebidos.

O grupo foge para o exterior do prédio, mas é seguido por um grupo de mulheres. Sem que estas percebam eles conseguem escalar uma espécie de monumento que encontram em meio a vegetação do jardim que cerca o local, e despistam suas perseguidoras, que retornam.

Spock conclui que os dispositivos instalados em suas cabeças têm a função de drenar a força vital de seus corpos e a transmitir para o corpo das mulheres de Taurus II. Tal processo está fazendo com que eles envelheçam 10 anos a cada dia. Kirk percebe que se outros homens descerem cairão na mesma armadilha, tornando imperativo informar a nave. Devido a maior resistência física de Spock, por causa de sua origem Vulcana, Spock se oferece para tentar retornar ao local onde estavam presos e encontrar um de seus comunicadores.

Ele retorna, e consegue utilizar o mesmo dispositivo que as mulheres usavam para observar a Enterprise para descobrir onde estão os comunicadores, e solicita o envio de um grupo de resgate formado somente por mulheres, e ele é recapturado. A bordo da Enterprise Uhura já esta preparada e envia um grupo armado para procurar pelos tripulantes desaparecidos.

O grupo de descida é recebido sob ameaça, Theela manda Uhura retornar a nave. A tenente diz que só sairá dela com o capitão Kirk e seus homens o ordena o ataque com os fasers em tonteio a equipe da Enterprise colocam todas as mulheres fora de ação e partem para vasculhar o local a procura de seus camaradas. Chappel encontra Spock, mas este está muito fraco para dizer onde seus camaradas se encontram. Enquanto isto a situação de Kirk e seus colegas se complica, pois começa a chover forte, inundando o local onde eles se encontram, e o grupo não tem mais forças para sair de lá sozinho.

A bordo da nave, Spock ainda muito fraco instrui Chappel para desviar toda a energia disponível da nave para os escudos, enquanto ainda na Superfície, Uhura literalmente “quebra tudo” tentando forçar Theela a dizer onde se encontram o capitão e os outros. A mulher então conta a história de como os homens de seu planeta começaram a enfraquecer e morrer de velhice antes do tempo, enquanto as mulheres passaram a receber a sua força vital para sobreviver. Elas desenvolveram também capacidades telepáticas capazes de lhes permitir o controle sob certas áreas do cérebro masculino, poder que usavam para trazerem novas vitimas a seu planeta para poderem se manter vivas, pois junto com as outras mudanças, elas perderam a capacidade de ter filhos.

Theela usa o seu aparelho para descobrir onde estão Kirk e os outros. Ao vê-los pelo aparelho Uhura percebe que a situação é grave. Ela leva um grupo até o local e consegue livrar seus companheiros antes que eles se afoguem. Os homens são levados de volta a nave, mas os tratamentos usados para tentar reverter o processo não surtem efeito. Eles resolvem então usar o tele transporte para tentar restaurar as moléculas de seus corpos ao estado original. O processo funciona, e eles voltam ao normal e Uhura informa a Theela que ela e suas companheiras serão transportadas para um planeta habitável onde poderão ter de volta sua vida normal.

Comentários:

“The Lorelei Signal” não foi mesmo uma boa idéia, para dizer o mínimo. A idéia de uma raça de mulheres usando poderes telepáticos para atrair homens, que seriam depois “sugados” até a morte até que poderia dar um bom episódio de “Twlight Zone”, mas combina pouco com Jornada nas Estrelas.

Embora em uma série de ficção científica, principalmente animada, possamos considerar que nada seja impossível, podemos também esperar que determinadas situações sejam evitadas. Esta versão do “canto da sereia” enfeitiçando todos os homens a bordo da nave é uma destas coisas, afinal, o que se ganha com isto?

Quase nada, nem no quesito ficção, nem na parte “cientifica” da coisa. Não se explica (talvez isto seja até bom) quais os motivos que levaram o planeta a exercer o efeito mostrado no episódio, a simplesmente se aceita que este efeito seja exatamente o mesmo para todo macho, independente de sua espécie, humano, vulcano, Klingons, romulanos, etc, etc,.

Situações como um trio de velhinhos tentando escapar de um vaso (na falta de expressão melhor) alienígena enchendo de água da chuva apenas depõe contra a dignidade de nossos personagens. Pelo menos Spock foi poupado disto. Alias, podemos perguntar por que Theela se lembrou de usar o seu aparelho para descobrir os fugitivos quando foi ameaçada por Uhura. Teria poupado todo aquele corre, corre.

Outra pergunta a fazer é porque as “Sereias” teriam retirado todos os equipamentos de grupo de desembarque, menos o kit médico de McCoy. Seria preocupação com o estado de saúde deles? No fim de tudo vemos pela primeira vez o uso de tele-transporte como tabua de salvação do roteiro, fato que infelizmente viria a se tornar constante em Jornada.

De positivo nisto tudo, o destaque dado a Uhura no segmento. A oficial de comunicações nunca foi tão marcante quanto neste episódio. Uhura age com coragem e competência, assumindo o comando com firmeza, e usando táticas de persuasão que dariam inveja mesmo a Kirk em seus melhores dias de “Diplomacia Cowboy”. Apesar disto ter acontecido na Série Animada, a própria Nichelle Nichols em sua autobiografia, (“Beyond Uhura – STAR TREK and Other Memories” – 1994) declara sua grande simpatia por este episódio, devido ao importante papel de sua personagem. Pena que as motivações e desdobramentos tenham sido mal elaborados.

Quem gosta de episódios onde o grande trio não são os elementos principais, encontrará neste segmento alguma dose de interesse, caso contrario, ele é bem limitado.

Citações:

Scott: “Ships Log. Stardate 5483.8. Engineering officer Scott in command. We are in orbit around planet two in the Taurean system. Probes and sensors indicate that there was once a vast civilization here — (sigh) lovely, lovely — however, life readings are sparse and concentrated. Captain Kirk is beaming down with scouting party to investigate.”
(“Diário de bordo, data estelar 5483.8. Oficial de Engenharia Scott no comando. Estamos em órbita do segundo planeta do sistema Taurean. Os sensores indicam que aqui já existiu uma vasta civilização e, -encantador, encantador, – entretanto, leituras de sinais de vida são escassas e concentradas. O capitão Kirk está descendo com um grupo de escolta para investigar.”)

Uhura: “Ships Log. Supplemental. Lieutenant Uhura recording. Due to Chief Engineering Officer Scott’s euphoric state of mind, I’m assuming command of the Enterprise. I accept full responsibility for my action. A detailed account will be recorded later.”

(“Diário de bordo, suplemento. Tenente Uhura gravando. Devido ao estado eufórico do oficial de engenharia Scott, estou assumindo o comando da Enterprise. Eu aceito total responsabilidade por minhas ações. Um relatório detalhada será gravado posteriormente.”)

Uhura: “Release Captain Kirk and his men, or we will destroy your temple!”

(“Liberte o capitão Kirk e seus homens, ou nós destruiremos o seu templo.”)

Trivia:

*  Esta foi a primeira vez que vemos em tela o uso de tele-transporte para consertar danos aos tripulantes. Este caso em especifico é muito similar ao método usado para reverter um processo de envelhecimento acelerado da Doutora Pulaski, no episódio de A Nova Geração “Unnatural Selection”.

* A idéia deste episódio viria a ser reciclada em Voyager no episódio “Favorite Son”.

* Existe um planeta chamado Taurus II no episódio do primeiro ano da Série Clássica “The Galileo Seven”. Alguém esqueceu deste “detalhe” ao escolher um nome para o planeta deste segmento.

* Margaret Armen, autora da história, escreveu para a Série Clássica os seguintes episódios: “The Gamesters of Triskelion”,“The Paradise Syndrome” e “The Cloud Minders”. Para a Série Animada ela voltaria a escrever o episódio “The Ambergris Element”.

* Notem que a enfermeira Chapel aparece na sala de transporte com seu uniforme azul, mas as se materializar no planeta ela esta com um vestido vermelho. Logo depois ela aparece novamente com o uniforme azul.

“The Lorelei Signal” foi novelizado por Alan Dean Foster em 1974.

 

* Conta uma lenda alemã que houve um bela jovem chamada Lorelai, que se jogou no rio Rhine por causa de amor impossível. Após sua morte, Lorelei se transformou em uma sereia, que com seu canto hipnótico atraia marinheiros para a morte nas águas do rio. A lenda virou um poema.

“The Loreley”

I do not know what haunts me,
What saddened my mind all day;
An age-old tale confounds me,
A spell I cannot allay.
The air is cool and in twilight
The Rhine’s dark waters flow;
The peak of the mountain in highlight
Reflects the evening glow.

There sits a lovely maiden
Above so wondrous fair,
With shining jewels laden,
She combs her golden hair
It falls through her comb in a shower,
And over the valley rings
A song of mysterious power
That lovely maiden sings.
The boatman in his small skiff is
Seized by a turbulent love,
No longer he marks where the cliff is,
He looks to the mountain above.

I think the waves must fling him
Against the reefs nearby,
And that did with her singing
The lovely Loreley.

 

(Heinrich Heine)

 Ficha técnica:

Escrito por Margaret Armen

Direção de Hal Sutherland

Escrito por Margaret Armen
Direção de Hal Sutherland
Exibido 29/09/1973
Produção: 06

Elenco:

William Shatner como James Tiberius Kirk
Leonard Nimoy como Spock
DeForest Kelley como Leonard McCoy
James Doohan como Montgomery Scott
George Takei como Hikaru Sulu
Nichelle Nichols como Uhura

Elenco convidado:

Nichelle Nichols como Computador
Majel Barrett
 como Oficial de Segurança Davison
James Doohan
 como Carver
Majel Barrett
 como Voz feminina
James Doohan
 como Tenente Arex
Majel Barrett
 como Theela
Nichelle Nichols
 como Dara