Las Vegas quase teve Enterprise em escala real

Em 1998, Star Trek: The Experience abriu no Las Vegas Hilton, mas você sabia que foi o “Plano B” após uma visão muito mais ambiciosa que foi considerada em 1992? O projeto era apresentar a nave USS Enterprise em escala real, como vista na série. O objetivo era revitalizar o centro da cidade. O grupo Goddard foi o autor dessa idéia que quase foi adiante. Agora, a empresa revela detalhes e desenhos dos artistas desta atração.

Em 1992, autoridades públicas de Las Vegas estavam preocupadas que, após o crescimento dos hotéis na região Strip, o centro da cidade estaria se tornando uma área fantasma. Inúmeros projetos foram considerados, como formas de revitalizar o centro, incluindo uma atração da franquia de Jornada intitulado “The Starship Enterprise”, que foi concebido pelo Grupo de Goddard. Agora Gary Goddard, dono da empresa, contou em seu blog a verdadeira história por trás desta obra de arte.

Meu conceito era fazer algo tão grande e tão épico, que ativaria a imaginação das pessoas ao redor do mundo. Depois de olhar para o quanto difícil seria trazer as pessoas para o núcleo da cidade baixa, eu sabia que tinha que ter algo realmente excitante, dinâmico e sem igual. Nós chutamos algumas idéias, e então eu vim com algo realmente único. Fui para o Chuck Canciller, meu designer-chefe, então – e disse: “que tal construimos a nave espacial Enterprise – em escala real – sobre a terra no final da rua? Imagine isso … “. Chuck olhou para mim como se eu tivesse viajando demais, mas ele também sabia que eu estava falando sério sobre grandes idéias como esta. Ele imediatamente começou a trabalhar em algumas idéias.

Dentro do que eles previram para a Enterprise, você faria um passeio pela nave em todas as áreas-chave, além de um restaurante havia elementos da viagem, como um passeio numa “esteira rolante de alta velocidade que iria levá-lo de pavimento a pavimento”. Eles também planejavam desenvolver outras atrações com a continuação do projeto. Segundo Goddard, a equipe então se aproximou da Paramount para começar as negociações sobre um acordo de direitos para o projeto ambicioso que foi orçado em 150 milhões de dólares. Goddard diz também que o prefeito de Las Vegas e a comissão de desenvolvimento foram inclinando-se para aprovação do projeto, portanto, a etapa final foi ficando por conta da concordância da Paramount. Todos na Paramount amaram o projeto, exceto o presidente Stanley Jaffe. Goddard recorda a reunião final da Paramount com o prefeito de Las Vegas e membros da comissão.

Assim, com todos na sala, eu conheci o Sr. Jaffe através do projeto. Com a arte, os planos, o conceito global. Depois da minha exposição inspirada todos ficaram radiantes – todos, exceto o Sr. Jaffe. Sr. Jaffe agradeceu o esforço, e cumprimentou-nos por criarmos um conceito arrojado e de apresentação, e depois entrou em um discurso que foi algo como: – “Você sabe, este é um grande projeto. Você vai colocar uma Enterprise em grande escala até o coração de Las Vegas. Se, por um lado isso soa emocionante. Por outro lado, não pode ser uma ótima idéia para nós. Para a Paramount” – Todo mundo na sala estava atordoado, acima de tudo, eu, porque já poderia ver aonde isso ia dar – “No negócio de filme, quando produzimos um grande filme e é um fracasso – recebemos alguma má publicidade por algumas semanas ou alguns meses, mas depois vai embora. O próximo filme sai e todo mundo esquece. Mas isso – é diferente. Se isso não funcionar – se isto não for um sucesso – ela estará lá, para sempre …. ” – Eu me lembro de pensar: “oh meu Deus, esse cara não entende …. “. E ele disse:” Eu não quero ser o cara que aprovou isso e então ser um fracasso e estar lá fora, em Las Vegas para sempre.”

E assim foi isso. Las Vegas mudou e construiu a “Freemont Experience”, que ainda está lá até hoje. E seis anos depois, o menos ambicioso (mas ainda muito bacana) Star Trek: The Experience no Las Vegas Hilton. O Grupo Goddard também esteve envolvido nesta atração, e promete um futuro post no blog da empresa sobre a criação de The Experience.

Fonte: Trek Movie

33 Comments on "Las Vegas quase teve Enterprise em escala real"

  1. Algumas pessoas não tem a capacidade de visualizar as coisas antes de feitas! Como algo tão grandioso poderia se tornar um fracasso. Há no meu grupo de amigos alguns que adoram pocker, eu não, eles já cogitaram várias vezes uma ida para Vegas para conhecer os cassinos da cidade, porque eu iria? Uma Enterprise lá e eu puxaria a fila da viagem!
    Bocó!

  2. Esse Sr. Jaffe representa tudo que há de atrasado na Paramount,em relação a ST. Ele sintetiza a forma como ST tem sido tratada nas telonas. Deve ser esse o pensamento: “Dêem algum lucro com este pouco orçamento que dou a vcs”. Haja visto como sempre foi ruim a divulgação dos filmes de ST no Brasil…

    Dirigente medroso…

  3. Como sempre, os donos do dinheiro fazendo [email protected]!#$%.
    Não ligo a mínima para cassinos, mas não mediria esforços para ver a Enterprise lá em Las Vegas.

  4. Se o presidente da Paramount fosse um ferengui ele com certeza teria aprovado! Este empreendimento iria dar muito lucro e encheria o bolso de todos! Só um bocó não vê isso!

  5. Como disse o Capitão Kirk ao Spock do Universo Paralelo: “Em toda a revolução sempre existe um homem de visão… “, é por isso que as coisas vão mal e ninguém sabe porque, o mais incrível é que além de não investir nenhum centavo ainda iam faturar em direitos. Simplesmente mediocre.
    Se ele tivesse feito o negócio, hoje ele seria conhecido em todo mundo, eu, por exemplo,nem sabia que esse cara foi (ou é, sei lá) presidente da Paramount, agora sei que esse Sr. Jaffe foi ridículo.
    Quanto ao projeto, eles poderiam até mesmo fazer um hotel lá dentro com inúmeros projetos recreativos e turísticos que poderiam ser modificdos com o tempo.
    Infelizmente um grande idéia jogada fora.

  6. Não sei se haveria tempo, mas, a Enterprise-E ficaria linda!
    Essa eu sairia de casa para ver com certeza!

  7. Rafael RafaData | 9 de abril de 2012 at 2:04 pm |

    Curioso o que o Sr. Jaffe conseguiu para o legado de sua memória, não será lembrado como o homem que aprovou algo sujeito a ter riscos ao fracasso, como todas as coisas arriscadas estão sujeitas no mundo, mas será lembrado como um dos maiores covardes deste quadrante da galáxia!!

    Com donos ineptos assim isso explica muito do passado da empresa Paramount!! Incrível, como bem observado, a empresa não iria gastar nada!!

    Chega a ser frustrante, para dizer o mínimo, saber que uma das maiores realizações para os fãs da série, que proporcionaria experiências únicas a uma infinidade de pessoas, chegou tão perto de ser concretizada e foi abortada por um homem sem imaginação!! Alguém sem imaginação jamais conseguiria entender Jornada nas Estrelas!! Não me refiro nem a gostar, mas realmente entender o que a série e seu universo oferecem a nível de entretenimento!!

  8. na caixa dos filmes da nova geração tem um dvd com pequenos documentarios… e tem um sobre o star trek:the experience, mostrando a ultima apresentação… mano, que parada fantastica…

  9. Poxa Ralph,

    Eu estive em Vegas ano passado e procurei muito alguma coisa de Jornada e não achei nada!, nem sombra desses projetos, eu fiquei frustrado porque lá tudo tava bombando, vi um monte de Darth Vader, Chun-li, Storntroopers, Homem-Aranha, e mais uma porrada de figuras bizarras, mas nenhum Red-Shirt ou Trekker perambulando pelas ruas, nada de Jornada, só panfletos de stripers e alguns shows… Eu tinha no meu imaginário que havia ainda algo de Jornada rolando por lá mesmo que devagar, ou em algum evento semanal, mas não achei nada!

    Eu não visitei o centro velho de Vegas, ficamos apenas na parte nova. Os parentes de minha esposa que vivem em San Diego, me ajudaram a procurar e ate fizeram algumas ligações pra alguns hotéis procurando pistas e nada… Kaput! Muerto, Escafedeu…

    Você sabe dizer se existe alguma outra exibição ou algo de Jornada em algum outro local dos EUA?

    Eu só vi algumas peças pertencentes ao “Motion Picture de 1979” no restaurante Planet Hollywood no centro de NY, lá tem as orelhas de Spock (que o Nimoy usou no filme) e uns feisers, fotos, roupas do elenco e uma maquete grande da enterprise e de um cruzador Klingon…

    …que dó da formiguinha….que dó dos Trekkers….

  10. ……………..?
    Acho que vou desmaiar.
    Por que este projeto foi deixado?
    É o sonho de todo o fã de Jornada!
    Peta’q!

  11. O cara tava com medo de ser relacionado a um fracasso, bom não fez e ainda assim o cara se confirmou como fracasso. Como se diz: Se não fazer nunca vai dar certo. Staley Jaffe idiota! Por quê que essa maldita Palermount não fale e vende suas produções para estudios sérios.

    Já pensaram como seria legal ter um nave estelar em tamanho real para tornar o sonho ainda mais vivo. Poderia se tornar uma franquia de Fast-Food e hotelária. Aqui no interior poderiam abrir uma nave auxiliar na praça de alimentação do Shopping que já seria o máximo.

  12. Com a tecnologia evoluindo a cada minuto, esse projeto iria se tornando também mais excitante a cada momento.

    Que melhor lugar e melhor projeto de sonho poderia existir?

    Talvez se estivesse na mão da Disney ao invés da Paramount teria sido realizado!

  13. O grande “X” da questão é que o cara teve somente a “visão empresarial. Ele não estava enxergando a coisa como “fanboy” que somos todos. Vai ver que ele deveria gostar de Star Wars e achou esse negócio de “Enterprise for real” uma tiro no pé.
    Se fosse um Star Destroyer, aí quem sabe…

  14. Sandra, complementando sua idéia: seria como imaginar Walt Disney não acreditando na construção da Disneylândia, e no Castelo símbolo de todo o parque…

    Na mão dele, hoje o mundo inteiro poderia estar pensando: pow, vou para aquele lugar, ter uma experiência do que pode ser o futuro…

    Mas, neca…

  15. Uma curiosidade: Queria saber como eles iriam fazer para sustentar o disco da nave, já que ele não recebe muito apoio e sustentação a não ser pelo “pescoço”.

  16. ISSO É FÁCIL, FZ O CONTRA PESO NO CORPO DA NAVE. aQUI NÃO DÁ PRA DESENHAR MAS O PESO DO DISCO PRESO NO CORPO E TAMBÉM ENTERRADO POR BAIXO.

  17. Quanto Eiffel construiu sua torre teve muita gente contra, e ele disse que assim que a Feira Mundial de París terminasse ele a desmontaria.
    Como todos os seres deste planeta sabem, ela ainda está aí e é o símbolo da cidade.
    E mais não digo.

  18. Humberto Junior | 11 de abril de 2012 at 1:36 am |

    Minha irmã foi morar nos EUA recentemente e uma vez lá ela me disse: “Agora entendo porque você diz que fã de Star Trek é o fã mais pirado que existe!” Praticamente inventamos as convenções de fãs! Inventamos o aprender línguas que não existem de verdade! Inventamos o vestir-se como nossos heróis! Gastamos milhões de dólares todos os anos comprando maquetes, bonecos, roupas, pingentes, chaveiros etc etc (e nem falo dos cds, dvds, fitas de vídeo… CARA EU COMPREI UMA REVISTA QUE NUNCA LERIA SÓ PORQUE ELA TINHA UMA NOTINHA SOBRE O NOVO STAR TREK). Viajamos metade de um país, metade de um planeta só pra ver um espetáculo como o Star Trek The Experience! Somos os verdadeiros fanáticos! Fãs de Harry Potter, de Star Wars, de Animes, de video-games todos deveriam prestar homenagem aos verdadeiros fãs que nós trekkers somos!!! TODOS nos EUA sabem disso! Minha irmã com um mês de EUA percebeu isso (finalmente ela percebeu que não sou o único ‘maluco’ rsrs)!!!
    Por que somente esse pedaço de asno do tal Jaffe não percebeu que uma ENTERPRISE em tamanho natural jamais em tempo algum traria prejuízo??? Se somente nos Trekeers fôssemos ver, a coisa jamais fecharia e daria lucro por anos a fio. Impossível não dar certo!
    Concordo com você, somente alguém desprovido completamente de imaginação seria capaz de não perceber isso!!! Uma lástima para nós…

  19. Esse empreendimento seria um troféu inesquecível em que milhões de visitantes do mundo inteiro, que não sabem nem o que é Star Trek, traria continuamente jovens fans em que a Paramount lucraria muito, mas muito mesmo.
    Hoje ST se amoldou à mediocridade do Sr. Jaffe, espero que ele esteja contente com isso.

  20. Sobre o cara: http://en.wikipedia.org/wiki/Stanley_Jaffe

    Fala sobre este projeto…

  21. Gosto muito de Jornada mas vou ter que concordar com a direção da Paramount.

    Fui em Star Trek Experience em Las Vegas. Achei bem enfadonho. E estar fechado mostra que não deu muito certo.

    Não acredito que um empreendimento desses daria certo. Feito com o objetivo de revitalizar uma área e portanto competir com os casinos na Strip de Vegas.

    Sem dúvida que o presidente da Paramount teve uma visão de negócios. Mas é isso que se espera dele.

  22. Se nesta vida eu ganhar na mega sena mando construir um promenade ou quem sabe o ten forward e entro pro ramo gastronomico e receberei com o maior prazer meus amigos trekkers deste Brazil varonil para uma saudável refeição seja ambientada no sec 23 ou 24

  23. Sempre tem um contra, mas tudo bem. Acredito haver público para tudo e que esse último empreendimento não foi nem sombra do que seria esse e de uma categoria totalmente diferente.

  24. VERDE, é isso aí.

    O projeto “abortado” seria algo que daria certo, por poder abarcar mais possibilidades que o “Star Trek Experience”.

  25. VERDE, acho que entendi como funcionaria a sustentação do disco. Não havia pensado nisto. Obrigado!

  26. Quem não queria se hospedar num hotel dentro da Enterprise? E nem precisar dar gorjeta para o carregador de mala vestido de vulcano, pq como ele não expressa sentimentos, não vai poder se zangar.

  27. Brincadeiras à parte este projeto ainda é viável… basta que o estúdio autorize. Um dia a Enterprise vai sair do papel.

  28. Infelizmente acho que o “trem” já passou (ou deveria dizer “a nave”)…

  29. Cavalo encilhado só passa uma vez, esse o Sr. Jaffe (Paramount) já perdeu!!
    Rezina, apesar da sua experiência prática, eu vejo uma possibilidade muito grande desse empreendimento ter dado certo, porque como o público que vai a Vegas é megalomaníaco na maioria, o projeto acabaria por se tornar perfeito! Com a divulgação correta seriam muitos os interessados.

  30. Deveriam jogar dos dieitos de Jornada nãs mãos do Google – era capaz dos caras fazerem até uma que voasse de verdade.

  31. Fábio: acredito que ao menos eles tentariam…

  32. Fabio: Tem razão. Os caras do google, se não a fizessem voar, pelo menos poderiam transforma-la num hotel temático para 490 tripul… ah… hóspedes.

  33. – É por isto que a grandes empresas americanas estão FALINDO.
    Falta de visão empresarial a longo prazo. Se o modelo atual,mesmo egotado, está dando algum lucro fiquemos como o modelo atual. Vide o caso da KODAK, foi ela quem inventou a camara fotografica digital sem filme e não acreditou no projeto, achando que ”canibalizaria” a venda de filmes. FALIU , falta de visão de perspectiva a longo prazo, MATA qualquer empreendimento. Por isto não arriscam, vide as GRAVADORAS, não conseguem vender músicas na INTERNET por acomodação,´por imcompetencia. Então acabem com as músicas na internet, ou melhor, não construam a ENTERPRISE em escala real, fiquemos acomodados.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*