• Edson Santos

    Imaginem se eles tivessem mais tempo para criar. ST trata de um futuro positivo em que o progresso humano não está focado nos recursos obtidos por meio do dinheiro porque na realidade o dinheiro é que faz com que não haja um progresso maior. Lembro-me de quando Lily pergunta para Picard sobre quanto ele ganha no comando da Ent-E(Primeiro Contato) ele responde que o dinheiro não é a mola propulsora do futuro e sim a melhoria do humanidade como um todo. Resumindo em uma única palavra: IGUALDADE. Algo que no tempo atual será impossível para o homem estabelecer.

  • Trekker

    “Cão”certeza!!

  • Edu Santiago

    Edson, interessante… às vezes leio um texto grande como esse aí em cima e fico com a sensação de “faltou algo, poderia haver mais informações” e então me deparo com sua observação e absorvo tanto conteúdo em um texto infinitamente menor, que penso: será que a língua portuguesa é mais rica, ou será que eles falam muito e não dizem nada?! Parabéns por sua escrita!

  • Edson Santos

    Obrigado Pessoal!

  • Carlos

    “Enterprise é o último Baldwin de Star Trek” hahahahaha…

    Agora, completamente off topic… Não sei se já comentaram em algum outro lugar por aqui sobre as miniaturas Star Trek que saíram aqui no Brasil… Alguém já viu de perto? Vale a pena? Porque o preço não é lá convidativo.

  • Preciso rever este filme para me dar nova chance de gostar dele. Vi uma vez apenas e confesso que não consegui ficar tão cativado quanto o que foi demonstrado em muitos comentários e artigos que vi por aqui. O que mais lembro do filme é aquela foto da tripulação clássica “prime”, que de fato foi algo surpreendente pra mim, me emocionou. Abraços.

  • Vou fazer uma especulação aqui.

    Estão citando que o pai de Kirk volta, pelos mesmos escritores do roteiro rejeitado do Orci. É meio que sabido que Orci queria Shatner no filme…

    Especulação: Talvez o roteiro de Orci indicava que o pai de Kirk não foi morto. Em Sem Fronteiras Kirk tinha a mesma idade do pai (quando supostamente morto), portanto, o pai de Kirk poderia retornar e ser interpretado pelo Shatner. A idade seria compatível.

    Pena que Paramount dificilmente irá deixar Shatner voltar.

  • ralphpinheiro

    Pode até ser, mas duvido que Shatner viesse a fazer outro personagem além de James Kirk.

  • Talvez, nesta condição ele toparia, pois não precisaria mudar nada a sua representação. Até mesmo poderia ser chamado de Kirk.

  • Pedro Cunto

    Comprei a Enterprise Refit do Filme I e a Ave de Rapina. São sensacionais, vale muito a pena!

  • Carlos

    Opa. Valeu. Acho que vou animar então.