Quando o novo trailer de Star Trek: Discovery saiu, deixou claro que a nova série será rica em diversidade, e enquanto os fãs continuaram a discutir o seu conteúdo, um punhado de trolls sarcásticos e com um tom racista surgiram no Twitter e no YouTube chamando a atenção da mídia.  Um programa na MSN trouxe o veterano ator George Takei para abordar o assunto e ele fez um defesa enfática ao tema diversidade da franquia e alertou para as atitudes radicais e racistas no mundo.

Depois da apresentação do trailer, um grupo de fãs (se é que podemos chamar de fã) ficou particularmente chateado com elenco diversificado da série e bombardeou as redes sociais com comentários rotulando a série de uma trama lixo destinada a empurrar o ‘politicamente correto’, a ‘diversidade forçada’, uma conspiração de “genocídio branco” e até ‘marxismo cultural’ goela abaixo dos telespectadores.

No programa, Takei comentou sobre o fato.

“Tivemos uma sigla guiando isso – IDIC – que representava infinita diversidade em infinitas combinações”, disse Takei continuando. “E nós fomos corajosamente onde não tínhamos ido antes porque estávamos curiosos sobre o que está lá fora. E quando você vai para o espaço você vai ter uma maior diversidade. Agora esses chamados trolls não viram um único episódio da nova série, porque nem sequer foi ao ar … e eles não sabem a história de Jornada … Gene Roddenberry criou esta série com a ideia de encontrar força em nossa diversidade. E o prazer da vida na diversidade. Assim, eles não sabem o que estão falando”.

Em uma nova entrevista com o Philadelphia Inquirer para promover sua próxima apresentação no Wizard World Philly, a veterana Nichelle Nichols discutiu a questão da diversidade dizendo:

“A visão total de Gene era que as minorias não estavam no set porque éramos minorias, estávamos no set, porque no futuro nosso mundo diverso estaria trabalhando junto como iguais”, disse Nichols. “Eu entendo que todos precisam de modelos que possam inspirá-los e conversar com eles e representá-los, mas acredito que precisamos mudar para um futuro que transcenda a raça, o gênero ou qualquer outra coisa. Nós somos todas as pessoas.”

Continue acompanhando as novidades da série por aqui.

Fonte: Trekmovie