O ator Zachary Quinto completou 40 anos no mês passado. Ele foi entrevistado pelo ET Live para falar sobre seu novo projeto com a World Wildlife Fund e a Tiger Beer que tem a finalidade de proteger os tigres ameaçados de extinção. Quinto aproveitou para comentar sobre o que sabe da sequência de Star Trek na telona e se terá participação na série Discovery.

“Quando fui abordado sobre este projeto, fiquei realmente chocado, porque apenas 3.890 tigres selvagens ficaram no mundo, o que é chocante”, explicou o ator . “Eu me senti como um amante dos animais de longa data, era algo com o que eu me senti realmente conectado e eu muitas vezes não me sinto conectado a oportunidades como essa, então foi bom sentir como se houvesse uma autenticidade.”

Quinto também está divulgando a consciência desses animais ameaçados para o seu um milhão de seguidores no Instagram, removendo sua foto de perfil para “espelhar o desaparecimento dos tigres na natureza” e ele está encorajando outros a fazerem o mesmo.

Quando o assunto passou a ser Star Trek, Quinto comentou sobre o trabalho de Chris Pine em Mulher Maravilha. Pine é um dos “amigos muito queridos” de Quinto. “Eu realmente amei o filme e percebi que o momento em que capturou o zeitgeist (espírito da época) e a ideia de empoderamento feminino dessa maneira foi muito corajosa e despretensiosa”, afirmou.

Mas quando veremos Quinto e Pine retomarem seus papéis como Spock e o Capitão Kirk? Quinto confessou que, além da revelação do diretor JJ Abram em 2016, não houve novas atualizações.

“Se eu tivesse uma atualização, eu daria a você. Estou esperando a notícia de um quarto filme ser verdade, mas é sempre assim. É como se fosse ‘Sim, nós vamos fazer isso!’. Mas, em seguida, há sempre um processo – escrever um roteiro sendo principal entre eles – e eu sei que é o que eles estão trabalhando agora. Eu acho que estamos todos muito ansiosos para voltarmos e nós faremos isso sempre que o telefone tocar e JJ estiver no outro lado. Mas sim, é um processo. Há anos entre os primeiros filmes – acho que quatro anos entre os dois primeiros e três entre o segundo e o terceiro. Então, estamos bem seguidos. Foi há dois anos que filmamos o último e que saiu no ano passado, então eu sinto que ainda temos espaço.”

Enquanto o destino dos filmes ainda está no ar, a nova série de televisão, Star Trek: Discovery vai estrear em setembro e Quinto admite que está “muito animado” para assistir.

A respeito dos rumores de que o primeiro oficial da série, Michael Burnham (interpretado por Sonequa Martin-Green) pode ter alguma ligação com a família de Spock, Quinto comentou “Oooh, tudo bem”, disse com um aceno de aprovação. “Talvez eu tenha que mergulhar para uma pequena visita”, brincou.

Mas Quinto acredita que uma participação especial de Spock “provavelmente” não acontecerá.

“Eu não sei, provavelmente não. Acho que não. É uma experiência única e é um personagem muito singular e sinto que não saberia como fazê-lo, mas quem sabe?” ele disse. “No entanto, estou ansioso para ver isso, estou feliz por estar fazendo isso e acho que é um universo incrível. Existe uma infinita combinação de possibilidades, histórias e personagens e não sinto que eles vão precisar de mim. Sinto que eles poderão criar um mundo rico de muito drama por conta própria”.

O novo CEO da Paramount, Jim Gianopulos, recentemente deu sua primeira grande entrevista ao The Hollywood Reporter e surgiu o tema das franquias.  Ele citou Star Trek, Missão Impossível e Transformers como as mais importantes e que estão ainda na sua lista.

Gianopulos também falou sobre o relacionamento do estúdio com o produtor JJ Abrams, e a Bad Robot Productions e disse que ele havia resolvido os problemas de financiamento chinês do estúdio.

Embora fosse apenas uma breve menção a Star Trek, esta é a primeira vez que o novo CEO falou sobre a franquia. No próximo verão teremos o sexto filme de Missão Impossível, juntamente com um spin-off de Bumblebee de Transformers, e a Paramount já disse que planeja lançar outro filme de Transformers em 2019. Se houver um novo filme Star Trek provavelmente poderá sair em 2020.

Qualquer coisa pode acontecer, inclusive não termos um novo filme.  O contrato da Bad Robot com a Paramount vai até julho de 2018. Se o relacionamento do estúdio com Abrams e a Bad Robot continuar poderemos ter alguma novidade mais a frente. Recentemente, o escritor Nicholas Meyer confirmou que está trabalhando num projeto para Jornada que não é Discovery. Se está relacionado a algum longa metragem não foi revelado. De qualquer modo, uma novidade relacionada a Jornada é sempre bem-vinda.

Fonte: ETonline e TrekMovie