Durante a premiere de Star Trek Discovery em Hollywood na semana passada, o produtor Aaron Harberts confirmou o retorno da personagem Amanda Grayson, esposa de Sarek e mãe de Spock, sem dizer o nome. Esta semana, em entrevista ao site Trek Movie Harberts revelou que Grayson será interpretada pela atriz Mia Kirshner, conhecida pelo papel em 24 Horas da FOX como a assassina ‘Mandy’.

Kirshner será a terceira atriz a assumir o papel de Amanda, que foi interpretado por Jane Wyatt em “Journey to Babel” da série clássica, no filme Star Trek IV: A Volta para Casa e Winona Ryder no filme Star Trek de 2009.

Não há nada sobre quando veremos Amanda Grayson na tela, mas é provável que a vejamos nos flashbacks para a infância de Michael Burnham em Vulcano.

Quanto as presenças de Spock e seu irmão Sybok ainda são mantidas em mistério. “Já escalamos a Mia Kirshner, fantástica atriz, para ser a Amanda. Mas em relação aos outros não vamos falar por enquanto”, disse Aaron Harberts.

Também foi perguntado se, em termos de canôn, alguém puderia procurar a USS Discovery no computador do capitão Picard.

Em termos de canon, queremos ter certeza de que todas essas coisas são acompanhadas. Então, o que você tira do computador de Picard precisa estar correto no momento em que terminamos nossa corrida

Quanto ao motivo pelo qual nunca ouvimos falar de Michael Burnham antes, e Harberts disse que tudo será resolvido:

Até agora sabemos que nunca ouvimos falar dela. Nunca ouvimos falar de Spock e Sarek sobre ela. Portanto, é nosso trabalho ter certeza de que a que vimos, ainda muita água vai rolar.

Quando perguntado se a CBS lhes havia dado uma luz verde ainda por uma segunda temporada, Harberts respondeu:

É uma luz verde esperançosa … Eu quero ver uma luz verde. Eu diria que estaríamos ficando um pouco à frente de nós mesmos, mas esse série demora tanto tempo e tanto pré-planejamento que estaria mentindo se eu dissesse que não nos pediram – no mínimo – que considere as possibilidades de história. Em termos de temporada 2, nada é oficial. E em termos de narração, tudo é tipo de cozinhar lentamente, apenas conectado. Eu nem sei se colocamos a tampa na panela.

Fonte: TrekMovie e TrekCore