William Shatner estava de volta ao local em que pertencia seu personagem, capitão James Tiberius Kirk, na ponte da USS Enterprise durante a série original. O evento chamado de Original Series Set Tour se deu em Ticonderoga, Nova York, e teve com anfitrião  James Cawley.

James Cawley é mais conhecido como o produtor executivo que criou uma fansérie chamada Star Trek: New Voyages, posteriormente denominada Star Trek: Fase II, na qual imaginava-se um quarta temporada da série original. Além de produzir e dirigir alguns episódios, Cawley também estava em cena e interpretava o próprio capitão Kirk.

Com o projeto de fazer uma série de internet sem fins lucrativos, Cawley começou alugando uma concessionária de carros abandonada em Port Henry, Nova York, para ter seu primeiro estúdio de gravação.

Bancando inicialmente seus custos e com a ajuda de outros voluntários, ele correu atrás de plantas originais da Enterprise e figurinos da época, recriando meticulosamente o cenário da Série Original. Até obteve ajuda da Paramount, fornecendo, por empréstimo, peças dos cenários, e alguns dos figurinos.

O piloto, “Come What May”, filmado em 2003, foi disponibilizado na internet em janeiro de 2004, tendo sido um sucesso de visualizações. O último episódio foi lançado em 2016, num total dez, tendo a participação de atores conhecidos de Jornada.

Posteriormente, todo o cenário foi transferido para o local de um antigo supermercado, no centro de Ticonderoga e Cawley acenou para a CBS Consumer Products com a possibilidade de transformar o estúdio em uma espécie de museu aberto ao público para visitação, o que foi aceito.

Recentemente, o ator William Shatner fez uma aparição exclusiva, com um evento de imprensa realizado no cenário da ponte.

O velho Bill disse ter ficado impressionado com o set de recreação, chamando-o de “absolutamente incrível” e uma “obra de arte”. Sentado na cadeira do capitão, Shatner se mostrou à vontade.

“Esta cadeira é a que mais se destaca. Esta é uma cadeira excelente. Sinto-me muito à vontade sentando-me nela. “Se você deixar sua imaginação ir e pressionar esse botão, coisas terríveis vão acontecer.

Este conjunto é exatamente como era há 50 anos. É como voltar a uma casa em que você nasceu e olhar em volta e ver, uau. É maior e menor do que eu me lembro, e ainda assim é o mesmo. Se você está interessado em Star Trek, isso é extraordinário.

Todo esse cenário trouxe grandes lembranças ao veterano ator em seu tempo de trabalho na série.

“Todos os tipos de coisas aconteceram aqui. Houve momentos emocionais. Engraçado. Houve muitas risadas no set. Disse Shatner lembrando de Leonard Nimoy.

“Ele era um amigo querido e não está mais conosco. Isso me ocorreu enquanto eu caminhava, e Leonard estaria lá [apontando para a estação de ciência]”

Além de Shatner, celebridades de Jornada, como Denise e Michael Okuda, e Doug Drexler, conduziram  as visitas, dando informações e explicações a cada assessório e componente da nave.

Shatner com fãs afortunados

Shatner e Mike Okuda

Shatner brinca com os fãs simulando o movimento da nave

Fonte: TrekMovie