Hoje teremos a estréia do Short Trek intitulado “Runaway”. Tendo a atriz Mary Wiseman (no papel de Sylvia Tilly) como protagonista, este episódio inaugura uma nova série de curtas-metragens pela CBS, baseados em Discovery. Algo nunca visto na franquia. Wiseman conversou com o site comicbook.com sobre o episódio e seu trabalho na segunda temporada.

Que diferença foi a experiência de filmar “Runaway” das filmagens de um episódio de Discovery?

Há muitas semelhanças. Estamos no set, estamos no nosso set que eu passo toda a minha vida, e muitos da nossa equipe vêm para ajudar com o curta. É muito legal ter pessoas com quem você trabalha todos os dias. A diferença é o tipo de material. Eu não acho que Tilly tenha tido que enfrentar uma crise por conta própria. Então, foi uma coisa muito legal de se fazer e explorar o personagem.

Na temporada passada você estava fazendo a cadete Tilly. Nós a vimos tendo uma promoção no final da temporada um, então agora ela é a Alferes Tilly.

Sim, realmente subiu a cabeça dela também ( risos ).

Isso é realmente engraçado porque eu ia perguntar como essa promoção mudou a Tilly e mudou sua abordagem para interpretar a personagem.

Eu não acho que isso mudou muito. Acho que ela ainda se sente bem de olhos arregalados e atentos. Há uma diferença em que ela é muito pensativa, considerando tudo o que ela faz, porque ela realmente quer ter sucesso nisso. Este tem sido um sonho dela, entrar nesse programa para sempre. Este é um grande passo em sua jornada, na esperança de ser capitão algum dia. Ela realmente leva a sério, como ela leva tudo muito a sério. E ela realmente quer fazer bem porque esta é a sua chance de realmente viver seu sonho.

Assistindo ao episódio, algo que me impressionou foi que realmente parecia muito com um episódio da velha escola de Star Trek. Foi auto-suficiente. Foi uma espécie de cenário de primeiro contato. Havia algo de um aspecto moral nisso. Foi algo que você sentiu como se estivesse indo deliberadamente, ou foi mais um efeito colateral de fazer parte dessa série de antologia?

Eu não sei. Não sei se era isso que eles tinham em mente. Eu aposto que eles fizeram, porque eles são muito espertos por lá. Eu não acho que percebi isso, mas você está tão certo. Tendo visto isso agora, é verdade, você sabe. Costumava-se ter esse tipo de aventuras únicas com o personagem principal, que fica em apuros e é assim que é. Foi super divertido para mim. E o aspecto da moralidade, Star Trek tem um legado tão longo e orgulhoso disso, e isso é uma das coisas a que se refere, apresentar uma situação e transformá-la em sua cabeça. Então isso foi muito legal. E como sempre, Tilly está explorando, como todo mundo está, explorando o cenário com regras de como você deveria fazer como um oficial da Frota Estelar ou, obviamente, no programa de treinamento de comando, e aí vem a intenção e o coração desses ideais, e como você vive com isso e chegamos ao verdadeiro coração da questão, o que realmente significa ser a Frota Estelar, não apenas o que o protocolo diz o que você deveria fazer.

Quando você assinou para frazer Star Trek: Discovery, você esperava se tornar a maior boca suja do universo de Star Trek?

( risos ) Não, mas parece bastante apropriado. Eu tenho um pouco de boca suja, então eu acho que faz uma extensão bastante natural da minha vida normal. Eu sou muito honesta. Eu acho que é realmente doce que esse tipo de pessoa feliz, despretensiosa, super nervosa, que queira fazer tudo certo, é a maior praguejadora da série, e não é como Harry Mudd ou algo assim. É muito gratificante para mim.

Há muita deliberação sobre quando é apropriado para Tilly praguejar, dada a imagem familiar de Star Trek ?

Eu acho que é. Eu acho que eles tentam fazer isso quando realmente é de forma espontânea ou uma extensão de um momento. Como o momento em que ela solta a bomba, foi como um momento adorável de estar super animada em fazer a ciência de Star Trek. Então, tem que ser orgânico, e tem que parecer necessário e não gratuito, mas isso também é algo que os escritores consideram com muito cuidado. Eles não estão apenas fazendo isso pelo valor do choque. Eles querem que seja real.

Você também está fazendo a voz da Tilly em Star Trek Online para a expansão Age of Discovery (Era dos Descobrimentos). Essa foi sua primeira experiência com trabalho de voz? E como foi a experiência para você?

Definitivamente minha primeira experiência fazendo trabalho de voz. Eu era super verde e realmente não sabia o que esperar e um pouco nervoso em capturar Tilly, mas nessa outra modalidade. Mas então, quando cheguei lá, foi incrível e as pessoas estavam trabalhando com tudo, foram muito gentis. Senti que os roteiros pareciam muito genuínos para mim, como o tipo de coisas que Tilly diria a essa altura de sua vida. E foi bem fácil na verdade. Um ajuste bastante natural, o que foi muito bom.

O que você pode dizer sobre o papel da Tilly na expansão?

Então, Tilly é basicamente o seu guia. Ela está na Academia da Frota Estelar e ela te guia em uma jornada, basicamente. Então, ela é sua melhor amiga e ajuda você na história e na jogabilidade.

Discovery temporada um está prestes a ser lançada em Blu-ray. Há momentos da primeira temporada que se destacam para você como aqueles que você está realmente ansiosa para os fãs revisitarem, ou para conhecer os fãs que vêem pela primeira vez?

Estou super animada para que todos possam ver as pequenas coisas do dia-a-dia que fazemos. Se assistir novamente, você pode realmente pegar Easter Egss e coisas que são plantadas no coração de Star Trek. Mas também, para mim, ir ao universo espelho foi realmente emocionante e estou animada com todo novo grupo de fãs para fazer parte dessa história. Nós só queremos que tantas pessoas vejam a história quanto possível, então é muito bom que esteja no Blu-ray.

Existe alguma coisa que você pode provocar sobre o que a Tilly pode estar se metendo na segunda temporada que os fãs podem esperar?

Agora que estou no programa de treinamento de comando, estou tentando fazer isso e fazer um bom trabalho e ter sucesso, e isso também será uma grande parte da segunda temporada. Quando isso é difícil e quando isso é fácil, será parte disso.

Obviamente, há muita agitação sobre Ethan Peck sendo escalado como Spock na série. Você pode compartilhar alguma coisa sobre o que tem sido ver Peck maquiado como Spock e trabalhar com ele?

É incrível. Ele é tão bem adequado para esse personagem, e foi incrível. Spock é um grande personagem mítico que até pessoas que não são fãs de Star Trek gostam. Ele é uma espécie de personagem muito importante para a nossa cultura. Chegar em torno desse personagem parece bastante surreal e bastante especial.

Quaisquer últimas palavras que você quer deixar os fãs?

Eu amo vocês, gente!