Devir planeja mais lançamentos de HQs de Jornada

yearfour01A Devir Livraria informou ao Trek Brasilis que planeja lançar mais duas revistas em quadrinhos de Star Trek no Brasil, se possível entre este mês e o próximo. As novidades serão Jornada nas Estrelas – A Nova Geração: Interlúdios (“Star Trek TNG: Space Between” no original) e Jornada nas Estrelas: Ano Quatro (“Star Trek: Year Four”, em inglês). Ambas foram lançadas pela editora IDW Publishing nos Estados Unidos entre 2007 e 2008, primeiro em edições mensais, e depois a saga completa encadernada. A Devir publicará as sagas completas, em livros com aproximadamente 160 páginas cada. O preço ainda não foi definido.

space01A editora já lançou uma saga de Jornada em quadrinhos no mesmo formato, em novembro do ano passado. Foi Klingons: Herança de Sangue, também da IDW, revista muito elogiada pelos fãs brasileiros, tanto pela qualidade das histórias, como pelo acabamento.

O TB está em contato direto com o editor da Devir, e assim que aparecerem mais novidades, vocês ficará sabendo no ato.

14 Comments on "Devir planeja mais lançamentos de HQs de Jornada"

  1. Espero que seja a realidade , pois somos muito carentes de hqs de jornada aqui no Brasil.

  2. Onovo filme tem o merito de pelo menos despertar as editoras para lançamentos de ST em HQ e livros.
    O senão é que pessoalmente uma edição deste porte vai sair caro, restringindo o numero de compradores. Acho, isto é achismo meu, acho que deveriam publicar em capitulos, como nos EUA, pois ficaria muito mais barato e, maior numero de pessoas compraria. Um exemplo disto foi o lançamento pela PANINI de ALL STAR SUPERMAN, igual ao produto americano: poucas paginas, em capitulos: Vendeu muito mais que as edições com muitas estórias. Reforço aqui meus PARABENS pela empreitada e coragem da DEVIR em investir em ST.

  3. Waldomiro Vitorino | 14 de abril de 2009 at 5:30 pm |

    Excelente notícia. Essa mini-série da TNG deve ser muito boa, pelo que ouvi falar.

  4. Alan Pires Ferreira | 14 de abril de 2009 at 7:52 pm |

    Ainda estou esperando o álbum “Klingons: Herança de Sangue” chegar a Belo Horizonte. Dizem que a Devir iria lançá-lo no final de 2008, mas até agora nenhum exemplar chegou pelas bandas de cá.

  5. Amigos:

    Já está no Omelete o “Da Frigideira: Star Trek”, ou seja, uma crítica prévia do novo filme. Detalhe: a autora do artigo afirma ser “completamente por fora do mundo trekker” e que gostou.

    http://www.omelete.com.br/cine/10001917 … Trek_.aspx

    Ou seja, estão vindo elogios de fãs e não fãs. Mantenho minha esperança que o filme vai ser acima da média dos outros de Jornada.

    Obs.: Considero-me um fã dos antigos, mas sempre aberto ao novo.

  6. Herança de sangue deixei de lado por enquanto, R$ 40,00 ???!!!! Concordo com o post 2.

    E a HQ Countdown, aquela importante pra narrativa do filme, não vai sair por aqui?

  7. Tive enorme dificuldade para conseguir comprar Herança de Sangue no Rio de Janeiro, a distribuição da Devir precisa melhorar. Confesso, também, que fiquei um pouco decepcionado com o gibi, não quanto à arte e ao acabamento, mas à história. Esperava mais, achei com pouco conteúdo. Mas não vou deixar de comprar (ou de tentar comprar) outros lançamentos. Acho até que R$ 40,00 por uma revista como Herança de Sangue, pelo projeto gráfico, qualidade do papel, etc, é razoável. Então, se essas duas outras revistas saírem pelo mesmo preço, por mim, tudo bem. Prefiro do que ter uma penca de revistinhas fininhas e que, no final das contas, acabam saindo pelo mesmo preço, só que parcelado. Que venham outras!

  8. Rafael RafaData | 15 de abril de 2009 at 12:11 am |

    Sou outro contente com a notícia.

    Só lamento a ausência de Countdown na lista, até porque por contar com apenas 4 edições não sairia tão caro um encadernado e poderia ser disponibilizado em bancas, diferente de Herança de Sangue e essas demais que são mais destinadas a comicshops.

    Comprei Herança de Sangue ano passado mesmo e já estava na espera por novidades.

  9. Concordo com o Helio do post 8, pois além de caro, “Herança de Sangue” não acrescentava nada de seignificativo ao universo original… acho que este é justamente o cerne da questão atual, e o grande mérito deste novo filme: do jeito que estava, o dito “cânon” de jornada estava engessando a franquia… as HQ´s podiam até ser bem desenhadas, mas não acrescentavam nada de significativo ao uiniverso original, por medo de arranhar ou melar o “contínuo” do canon, e sofrer as pauladas dos trekkers xiitas… a franquia em suas diversas formas vinha patinando sem sair do lugar, sem acrescentar nada de novo. Embalagens novas, mas com cara de situações repetidas. Parece que não havia mais nada de legal a contar em Jornada, a não ser em períodos de tempo muito afastados, ou em naves secundárias, em intervalos entre os filmes e episódios etc…, e desde que não afetasse o principal de jornada. Assim, obviamente a criatividade, e o apelo de tais histórias era bem limitado. Injetou-se novos ares na franquia.
    “Star Trek: Fenix – renascido das cinzas”, devia ser o nome do filme…

  10. Klingons: Herança de Sangue foi um grande quadrinho de Star Trek, mas partilho a opinião com alguns amigos do trekbrasilis quanto a dificuldade de comprar este quadrinho de DEVIR, moro no Rio de Janeiro e só consegui comprar Klingons: Herança de Sangue pela internet, espero que a DEVIR melhore o sistema de distribuição dela, e desejo sim, mais e mais quadrinhos da IDW, bom, quanto a arte, percebo que o quadrinho americano só quer ser bonito e ultra colorido quando é feito para os joves, quanto são quadrinhos que se baseiam mais em texto e qualidade da história, como é o caso de Star Trek, a preocupação com a arte não é tão grande.

  11. Sabem o que eu acho, nos EUA todas as mídias estão convergindo para a Internet. Você quer uma música, baixa ela pela rede. Quer um filme, baixa ele pela rede. Uma revista, um livro, um documentário, ou algo mais, baixa pela rede.
    Todas as mídias lá você pode comprar por e-commerce, isso além de ser mais prático para nós também é muito melhor para mídias mais dirigidas. Aquelas que não atingem a grade massa mas tem compradores fiéis.
    Só por exemplo a Fox e Sony lá tem todas as suas produções em um MainFrame, desde suas primeiras gravações, tem até os filmes em preto e branco da extinta MGM. Não custou muito caro, pois as produções populares já pagaram as contas, e as mais exclusivas só almentam os lucros.
    Estão vendo, além de excluido da arte de ST, também somos excluidos tecnológicos. E olha que só precisavam criar um site de vendas, que a net trás de onde o servidor estiver.

  12. Alan Pires Ferreira | 15 de abril de 2009 at 10:42 pm |

    Padô, aqui em BH tanto o Reader da Sony quanto o Kindle 2 da Amazon podem ser comprados por absurdos R$1.900,00. Enquanto esses leitores de eBook custarem um preço tão salgado, será difícil ver este tipo de comércio se popularizar…

    Ainda assim, já comprei alguns romances de Star Trek em formato eletrônico – do site http://www.ereader.com – e li em um Palm Pilot. Vale a pena, pois é muito barato e o conforto de leitura é quase idêntico ao de um livro tradicional.

  13. post 5 – Alan, eu comprei “Herança de Sangue” aqui em bh na Livraria Leitura da Savassi. Acho que vc ainda pode encontrar lá.
    Concordo com os post 10 do JC Ferreira, o lançamento do filme está injetando novos ares na franquia e já estava mais do que na hora de saíre mais HQ’s de Jornada no Brasil. Tudo é uma questão de marketing. Vejam o caso de SW, que sempre foi forte no Brasil, mas andava meio em baixa depois do final da série: como saiu uma nova série (ainda mais exibida na tv aberta) os quadrinhos voltaram. Espero que o novo filme traga muito mais mídias para nos, consumistas inveterados (jogos, HQ’s, bonecos, etc).

Leave a comment

Your email address will not be published.


*