Primeiras impressões: “Children of Mars”

Em Primeiras impressões, coluna do Trek Brasilis, os colaboradores do site dão seus pitacos SEM SPOILERS sobre um episódio recém-lançado de Jornada nas Estrelas.

Episódio: “Children of Mars” (Short Treks, 2×06)

As colegas de classe de 12 anos, Kima e Lil, encontram-se em desacordo entre si em um dia que mudará suas vidas para sempre.

O que achamos?


Susana Alexandria: É um prelúdio à série Picard, com forte gosto de “quero mais”. Praticamente sem diálogos nos seus poucos minutos de duração, privilegia as imagens e a música. De forma sutil, passa mensagem da importância do diálogo e da união diante de uma ameaça comum. Muito bem produzido. Gostei.


Gustavo Gobbi: Emocionante do início ao fim. Impressionante como apenas alguns minutos dentro do universo de Star Trek já podem nos arrancar lágrimas. O curta é uma lição de como nem sempre podemos ser os heróis que gostaríamos de ser, o almirante Jean-Luc Picard sabe muito bem disso.


Salvador Nogueira: É um poema em forma de curta-metragem. Singelo, conduzido pela música, uma trama simples de como a tragédia une os rivais. Como pano de fundo, um evento intrigante com potenciais implicações para Star Trek: Picard.

 


Francisco “Frank” Fiorentino: Poucas falas, que se limitam às conversas entre as meninas e seus respectivos pais que, por coincidência, servem em Utopia Planitia. Senti falta de alguma fala entre elas, alguns xingamentos, que é perfeitamente normal entre crianças e adolescentes nas escolas, mas gostei de como abordaram o tema da rivalidade entre as duas.


Luiz Castanheira: Duas solitárias e angustiadas adolescentes federadas formam um elo em meio a tragédia comum… O que trará o Senhor da Guerra após esse ataque? Prelúdio de Picard com Peter Gabriel ao fundo… Legal!

 


Ricardo Delfin: “Children of Mars” é uma poderosa metáfora sobre as consequências da falta de diálogo. Algo que, infelizmente, tornou-se ainda mais atual recentemente.

 

 

Deixe também suas primeiras impressões do episódio na seção de comentários abaixo!

Be the first to comment on "Primeiras impressões: “Children of Mars”"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*