Patrick Stewart vai escrever suas memórias

Texto por Maria Lucia Racz e Francisco Paulo Fiorentino, Frank.

Com quase 80 anos, Sir Patrick Stewart está finalmente pronto para o projeto que antes receava assumir – escrever suas memórias.

Patrick anunciou esse projeto em seu Facebook, dizendo que este foi o motivo pelo qual havia parado de recitar um soneto de Shakespeare por dia, desde 22 de maio.

O anúncio pela OMS da pandemia do coronavírus, obrigou boa parte das pessoas a fazer o isolamento social. Sir Patrick teve a iniciativa de gravar vídeos diariamente e publicá-los em seu perfil oficial no Facebook, aonde ele recita sonetos escritos pelo dramaturgo inglês William Shakespeare (em um dos videos, ele convidou seu amigo Jonathan Frakes, o capitão William Riker, para recitar um dos sonetos durante uma visita que ele fez a sua casa). Essa escolha é um tanto óbvia, considerando que em seu extenso currículo teatral, ele representou muitos papéis de peças deste que é um dos maiores escritores e poetas da nossa historia.

Há algumas semanas, após haver recitado 63 sonetos, Stewart anunciou que estaria interrompendo os videos diários para poder se dedicar a um outro projeto, sem dar maiores detalhes. Esperava-se que a pausa fosse breve e pudesse retornar logo.

Recentemente, ele postou um novo vídeo no twitter retornando com os sonetos diários, se desculpando com seus fãs e seguidores pela pausa que foi mais longa do que ele previra e por um motivo bastante justificável: revelou que o projeto, o qual ele passou a dar mais prioridade, era de ter sido convidado a escrever seu memoir (sua autobiografia) e afirmou que está bem encaminhada e que estava adorando enormemente a realização disso.

O ator disse ainda que fez um acordo com a Gallery Books para um “olhar revelador e emocionante” de sua vida e época. Um título e uma data de lançamento serão determinados posteriormente.

Stewart, que completa 80 anos em 13 de julho deste ano, declarou:

A ideia de escrever um livro de memórias com base em minha vida e carreira estava em minha mente há vários anos, mas sempre as demandas do trabalho o colocavam em segundo plano. Hoje não há demandas, nem previsão de quando pode haver.

Estou preso no meio de filmar uma nova temporada de Star Trek: Picard, e quero apaixonadamente ver isso, mas enquanto isso … o quê? Bem, eu tenho um belo estúdio em nossa casa em Los Angeles, ensolarado e pacífico. Terei 80 anos em pouco mais de duas semanas. Acabei de me presentear com uma linda cadeira de escritório. E … tenho tempo. Mas o mais importante, estou amando o que estou fazendo, apesar de nunca pensar que faria ou poderia fazer.

Stewart escreverá sobre tudo, de Star Trek às suas premiadas performances de palco, e até seu trabalho de voz em American Dad. Ele havia manifestado preocupação, no passado, em trazer de volta memórias de seu pai abusivo. Durante a infância, ele presenciou cenas de violência domestica devido ao stress pós-traumático de seu pai, um veterano da Segunda Guerra Mundial, pela Força Expedicionária Britânica. Esse fato foi tema de um episódio do documentário na TV “Who Do You Think You Are?”.

Mas Patrick “refletirá sobre sua infância em Yorkshire, Inglaterra, marcada pela pobreza e violência doméstica, bem como sua advocacia política ao longo da vida e seu trabalho contínuo de caridade”, de acordo com Gallery Books, uma divisão da Simon & Schuster.

E, claro, os fãs esperam conhecer os meandros e pormenores da criação e evolução do seu personagem mais famoso: O Capitão Jean-Luc Picard, de A Nova Geração, passando pelos filmes de cinema até a mais nova série da franquia, Star Trek: Picard.

Fonte: Hollywood Reporter 

Be the first to comment on "Patrick Stewart vai escrever suas memórias"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*