Vaza trailer em alemão de Star Trek Beyond

Confira no link do YouTube o trailer:

Link direto aqui: https://www.youtube.com/embed/hYz13vgX0U0

80 Comments on "Vaza trailer em alemão de Star Trek Beyond"

  1. A sessão disco foi cortada e caiu no planeta.

  2. Vem muita ação por aí pelo jeito.

  3. Lá se vai a Enterprise Abramiana.

  4. the elder scroller | 14 de dezembro de 2015 at 10:27 am |

    A Enterprise foi destruída, sua tripulação escravizada pelos habitantes hostis do planeta, enquanto isso, kirk escapa com o módulo de fuga, encontra e faz dupla com a personagem da Sofia Butella, ao mesmo tempo spock deve ficar a maior parte do tempo com McCoy. mas a grande questão é….por que o kirk está pilotando uma moto? kkkkkk virou circo agora?

  5. Parte da tripulação usa os scapepods. Kirk, Scott, etc.

    Lembra um episódio de Voyager que tinha uma raça com inúmeras naves pequenas.

    Também lembra vagamente Stargate Universe, onde uma galáxia inteira era controlada por drones de pequeno tamanho que atacavam qualquer nave que tivesse um ser orgânico.

  6. Se a sessão engenharia sobreviveu, já sei como termina o filme:

    Spoiler:
    NCC-1701-A.

  7. Tradução:

    Here’s a translation for anyone interested…

    Scotty: Ist das Musik?

    Is that music?
    E esta música?

    Kirk: Ist ein guter Song.

    It’s a good song.
    É um bom som

    Scotty: Toll, lauter machen!

    Great, turn it up!
    Ótimo (aumente)?

    Kirk: Wir haben kein Schiff. Keine Mannschaft. Wie kommen wir da wieder raus?

    We have no ship. no crew. How do we get out of this?
    Nós não temos nave e tripulação. Como sairemos desta?

    Spock: Wir werden Hoffnung finden. Im Unmöglichen.

    We will find hope. In the impossible.
    Nós temos esperança. No (impossível)?

    Bones: Verdammt. Wenigstens sterbe ich nicht allein.

    Dammit. At least I’m not going to die alone.
    Droga, pelo menos eu não vou morrer sozinho.

    Bones: Schön, ist ja wieder mal typisch.

    Nice, that’s typical.
    Ótimo. Isto é típico.

  8. Provavelmente.
    Sem ver o trailer, já achei algo bem fora do tradicional e que cria expectativa no público não trekker.

  9. FernandoPenteriche | 14 de dezembro de 2015 at 10:55 am |

    Trailer no seu whatsapp, Ralph! 😉

  10. Ok!

  11. Hummmmm
    Sei lá, não me empolgou. Uma vez que eu também não gostei do Além da Escuridão, mas minha esposa (e muita gente não trekker) curtiu, vou mostrar pra ela pra saber sua opinião de não trekker.

  12. Eu também não consegui me empolgar com esse trailer.

  13. Só vi pancadaria, explosão, pancadaria, explosão… “velozes e furiosos no espaço”? Eu ainda nem assisti Além da Escuridão, imaginem meu grau de empolgacao com esse Beyond… 🙁
    Outra coisa: o trailer desse ultimo Star wars teve muito mais emoção, coracao e sentimento que esse Beyond… o trailer de SW tocava lá no fundo do peito da gente… esse Beyond é só explosão, explosão… cadê a emoção, o coração, o sentimento? Isso porque ST sempre foi muito mais cerebral do que SW… No cinema, definitivamente nao vou ver esse Beyond.

  14. A pera um monte foi bem rapidinha em bloquear esse video hein??!! Só nessas horas!!!!

  15. Olha. De cara, não dá pra dizer que o filme será ruim ou bom. Ainda falta a trilha sonora e o restante da história.
    Muita ação? Nada surpreendente porque a maioria dos filmes ST, exceto pela Ira de Khan, tiveram muito mais ação do que reflexão. Além disso, ficar preso em um planeta alienígena desconhecido e ter que lutar contra o cativeiro é um clássico Star Trek.

    Pode não ter agradado a maioria dos trekkers, mas creio que agradará em cheio o novo público e essa é a meta deles.

  16. Um McCoy em apuros.

  17. Um Scott caindo.

  18. Eu curti! os sete personagens principais juntos em um planeta…. sinceramente era tudo o que eu queria mas aquele filtro verde não me agradou, será que o filme vai ser assim? E pq que tem um uma fuc#ing moto antiga pulando em um show da redbull? wtf

  19. No meu caso eu não gostei daquela correria toda, embora tenha achado interessante a premissa de estar perdido num planeta. E sendo bem justo (e depois de pensar um pouco no assunto) acho que já é um grande bônus não termos uma mega nava combatendo a Enterprise, como nos anteriores. E aquela moto realmente… mas fora isso concordo que não dá pra julgar o filme só pelo trailer. Aguardemos…

  20. Não tem jeito, vamos ver muita correria. Mas eu ainda acho que teremos bons momentos de reflexão (imagino McCoy e Spock juntos presos num cativeiro sem saída) e humor (as pitadas que Pegg gosta de fazer em seus filmes). Então vamos, esperar mais adiante.

  21. Cara, tem de esperar ver o filme todo.

  22. Sim, claro! Essa moto antiga e o uso dessa música me faz pensar que talvez o vilão seja um tipo de colecionador de relíquias da terra.

  23. Tem de haver alguma razão plausível para justificar essa cena de ação pura, estilo Justin Lin.

  24. “…ficar preso em um planeta alienígena desconhecido e ter que lutar contra o cativeiro é um clássico Star Trek”.
    .
    Exato! É como o enredo de The Cage.

  25. Finalmente, nada de Big Black Ship!

  26. Pelo jeito os destroços daquela nave caída são da Enterprise mesmo.

  27. boa !! vendo e re vendo !!

  28. Bem lembrado

  29. É o que tudo indica, já que Kirk diz que está sem nave e tripulação, mas o que me intriga são os cenários diferentes para o disco. Um numa floresta, ao que parece, e outro na cidade.
    Ainda há mais coisa a ser revelada.
    Para ser franco, gostei do trailer. Longe do ritmo lento e de diálogos dos velhos filmes, mas teremos de fato uma aventura.

  30. Parece tudo provisório ainda, dos efeitos especiais até a musica. Óbviamente eles não tiveram tempo para mostrar algo melhor acabado, mas eles precisam começar a divulgação se a data de estréia for realmente em 22 de julho. Então não vou prestar muita atenção nesses detalhes.

    Quanto a vibração do filme, eu senti uma vibe TOS, com zilhões de recursos que eles não tinham o luxo de ter naquela época. Eu acho que vou me divertir e gostar de assistir quando estiver olhando o filme na telona.

    Eu acho que todos aqui sabem que eu não ajoelho e rezo para TOS, mas eu ajoelho e me divirto com TOS. Então ainda estou otimista com ‘STB’.

  31. Será que a sessão cervegenharia sobreviveu, afinal Scootty sai de dentro de um torpedo, talvez tenha sido o único modo de escapar de lá.

  32. Ei Ralph, parece que mostraram as cenas que foram feitas em Dubai, no festival de cinema.

    https://twitter.com/dubaifilm/status/676288987376447489

  33. Boa !!
    ….consegue também o diálogo da Boutella e Kirk em 1min e poucos do video e no final??

  34. E, Kirk/Pine gosta de pilotar uma moto, lembra em ST09.

  35. vc é mais TNG ??

  36. promissor…..

  37. Vou ver mais tarde.

  38. Eu adoro TNG, mas também não é religião para mim, eu também ajoelho e me divirto com.

    O que eu quis dizer é que eu adoro Star Trek e não fico ofendida se acima de tudo me derem diversão.

  39. lembrando que em 2013 STID …a engenharia já era melhor que a cervenjaria de 2009…era cenario dentro do Instituto de Energia a Fusão nos EUA….

  40. concordo….

  41. E tantos outros como Bread and Circuses, The Gamesters of Triskelion, Plato’s Stepchildren.

  42. Particularmente achei o contrário, tirando a música de fundo, as cenas do trailer foram bem Star Trek, uma mistura de TOS com TNG.

  43. GRAÇAS A DEUS!!!!!

  44. Tudo bem que trailer é trailer, mas… tive uma péssima impressão, e não ajudou nada a trilha de rock e ver o Kirk fazendo malabarismos de motocicleta – já não bastou o Picard e seu buggy espacial em Nemesis? Por Surak, espero redondamente estar enganado, mas tenho a impressão que o filme dos 50 anos será um dos piores da franquia. Pegg meu filho, o que você fez???

  45. Nem sei se essa é a versão definitiva, a que vai passar nos cinemas, mas a repetição da música dos Besties (e que fez sucesso em Star Trek na cena do carro) realmente me deu a impressão de que foi usada por falta de tempo e seria aquela que lembraria o primeiro filme. Muitos colegas não trekkers que ouvem essa música lembram da cena.

  46. https://www.youtube.com/watch?v=jvR4eUjkag8&feature=youtu.be

    A Paramount liberou o trailer oficialmete agora.

  47. Trailer oficial liberado em HD. Resolução bem melhor.

    https://www.youtube.com/watch?v=szYGln3eNeA

  48. Enterprise sem uma das naceles de dobra, pelo jeito nada restará…

  49. Calma. Não há nada que não possa piorar. kkkkk. Brincadeira. Eu até que gostei do trailer. Como disse a Sandra, apesar da correria, senti uma vibe de TOS.
    Quanto ao Kirk de moto….bem… vamos esperar o filme.

  50. Somos dois. Sempre encarei esse universo Abramiano como um segundo universo espelho. Então, o que vier é diversão.

  51. Verdade, Ralph.

    Reflexões eram costumeiras na série de TV dos anos 1960. Os filmes do cinema jamais se notabilizaram por isso – com a honrosa exceção de “A Ira de Khan” (1982).

    Porém, me incomoda uma certa falta de gravidade dos últimos filmes. Explico: Tudo é muito fácil e simples:

    (1) A Enterprise viajar da terra para Konos com o mesmo tempo que demoro para ir ali na esquina;

    (2) a tecnologia de teleporte que ultrapassa qualquer limitação de posicionamento (e que torna obsoleta a utilização de naves espaciais) – como quando Khan se transporta da terra para Kronos sem qualquer suporte aparente; e

    (3) a necessidade de quase destruir a Enterprise a cada filme (quando a mesma foi destruída em “A Procura de Spock” foi um evento de impacto, agora é algo a se esperar de todo filme)

  52. God damn, Jim. I liked this trailer!

  53. me too….

  54. Concordo, Sandra.

    Parte do fandom costuma exagerar às vezes – o que causa estranheza nos “de fora” e, acredito, dificulta a renovação de fãs (Eles se assustam).

    Não sou contrário à ação ou aventura, mas me impressiona a aparente incompetência dos roteiristas em unir a ação com alguma profundidade reflexiva.

    E olha que eu apreciava os roteiros de Orci e companhia nas séries Fringe e Lost.

  55. DISSE TUDO Penso assim. Fora mimimi. Palmas para este pensamento!!

  56. Exato, análise precisa. Novo público e uma nova linguagem que encontre uma geração futura para a continuidade de Star Trek. Afinal, infinitas possibilidades…

  57. Como tantos já disseram nesse fórum: “Trailer é trailer. Não dá pra julgar o filme por meio dele”.

    Mas devo dizer que tive uma boa impressão inicial deste trailer. Especialmente da sequência em que Spock e Magro encontram-se em situação de perigo na superfície de um planeta-pedreira.

    Isso me lembrou muito a dinâmica da série de TV e alimentou minhas esperanças de que a dinâmica Kirk-Spock-McCoy possa ser revivida nessa linha temporal.

    Nos últimos filmes achei que essa dinâmica do trio foi prejudicada pela ênfase dada na Uhura. E, por favor, não me entendam mal: não sou contrário a um maior destaque para Uhura – apenas não queria que, para isso, se destruísse a interação entre o trio tradicional.

  58. Cool. 🙂

  59. Bem destacado, Humberto.

    De fato, a ausência de uma “Big Black Ship” no trailer já é algo para se inspirar um grau de otimismo comedido.

  60. Bem no estilo “MADMAX” tá com cara de filme “pós-apocalíptico”…. meio lugar comum dos filmes de 2015… Também tive uma má impressão! A coisa toda não tem mais o DNA de Jornada….

  61. O titulo do filme no Brasil é, ‘Star Trek: Sem Fronteiras’. Parece título de documentário do NatGeo. 🙂

    https://www.youtube.com/watch?v=P2gF-i-Pw1A

  62. Alguém disse em uma outra sessão do fórum que esperava um trailer nada revelador de STB.

    E que melhor maneira de “nada revelar” que mostrar uma variedade de momentos fragmentados de ação?

    Por essa razão eu não esperava nada diferente, amigo.

    Creio que este também seja o motivo da ausência de emoção que você observadoramente notou.

    Eles querem “tocar” uma outra audiência. Buscam renovar o fandom, mas também querem “esconder” o jogo (Ainda seria cedo para revelar qualquer coisa).

    Estou na expectativa.

  63. Essa parte da música me lembrou o filme de 2009 (a cena do carro) – como bem lembrou o Ralph – mas também me pareceu uma referência a “Guardiões da Galáxia” (Marvel).

  64. Concordo. Melhor que Além qualquer coisa.

  65. Tem trekker chamando de Star Trek: Sem Enterprise. kkkk

  66. Pois é, faz tempo que percebo que os produtores estao querendo atrair outro tipo de publico pra ST, renovar o fandom, mas… por que em SW parece que estao fazendo justamente o contrario? Dando “mais do mesmo” nesse novo filme e com isso agradando novos e antigos fãs? Eu digo “mais do mesmo” porque lá vamos ter um imperio do mal, uma resistencia, alguem cuja força vai despertar, etc, etc… é “mais do mesmo”, não? Mas tá todo mundo babando em cima disso – inclusive eu, kkkkk. Não entendo porque querem dar uma virada de 180 graus em ST… 🙁

  67. Faz sentido. Seu raciocínio não é só pertinente, como também muito lógico.

    Mas creio que eles estão convencidos de que a franquia Star Trek envelheceu e precisa de uma repaginada.

    Como em seu raciocínio também concordo que essa não é a conclusão mais lógica.

  68. Também citaram Primeiro Contato, na primeira viagem da Phoenix.

  69. Concordo. Aquela Jornada que conhecíamos, muito melhor a meu ver, está aí para revermos quando quisermos e pudermos (Eu só queria ter uma maneira de rever todas as séries, via Streaming, o que por agora não está disponível mas tenho fé. No Netflix cancelaram até a TNG).
    Quando lançaram a Voyager muitos gostaram mas eu a princípio não gostei, vi alguns episódios e parei ( me arrependo rs ). Já Enterprise não vi nada, não gostei de início, só da abertura que era ótima. Também me arrependo de não ter visto mas muitos gostaram e viram.
    Esta nova Jornada do J.J. está aí, renovada e diferente, há também quem goste e quem não goste, trata-se de mais um “show” disponível, quem gosta curte, quem não gosta não curte. Eu curto. Prefiro a antiga Jornada? Sim. Mas ainda assim curto a nova, simples assim. Abraços.

  70. Verdade. Essa eu não tinha percebido/lembrado.

  71. Cacilda, dormi no ponto e tiraram o treco do tutubo. Besta da Palermount, não sabe usar uma propaganda gratuita.

  72. Ele “Pegg”ou a M**!

  73. Sim. Esse rock estragou tudo. Pelamordedeus véi, solta aí a cena da fogueira, please!!

  74. Hummm…. por enquanto o que denuncia contra é esse rock. Pode ser que as excessivas cenas de ação sejam só no trailer. Nem lá nem cá. Nam só ação, nem só diálogo. Espero que seja assim o filme.

  75. Essa coisa de ação x reflexão é relativa. A maioria das pessoas que assistiram aos filmes de ST (trekkers ou não) dizem que os filmes são “lentos”. A pergunta é: qual o parâmetro de comparação? Uma coisa é certa: toda ação de qualquer um destes novos filmes será maior que a soma das ações de todos os filmes anteriores. Digo na intensidade (fôlego) e não na quantidade. Tudo muito relativo. É preciso o equilíbrio. Por enquanto, só esse rock que achei inadequado. Impossível não haver uma trilha disponível para uso, mesmo que algo anterior. Quiseram sim, dá o tom de “correria” com esse rock.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*