Jornada em 30 segundos

estreianemesiscritica02.jpgA coluna semanal Jornada em 30 segundos busca trazer, em uma leitura rápida, temas interessantes ao trekker brasileiro, em notas que, ao mesmo tempo que informam, também trazem alguma opinião a respeito.

EM MUITOS filmes e séries de Hollywood, produtores do cinema e TV costumam ser ridicularizados, tratados como pessoas não muito inteligentes. O relançamento do trailer de Star Trek parece que comprova o pensamento. Por que não enfiaram a cena do Spock da Quarta Idade já na primeira versão?

ISSO ME LEMBRA quando lançaram Nêmesis por aqui, sem o título “Jornada nas Estrelas” no pôster, e nem na abertura do longa, na tela.

OUTRO DIA, um amigo meu ligou e perguntou se eu iria compra a nova coletânea de DVDs que saiu por aqui, a Jornada nas Estrelas Realidades Paralelas, que traz quatro episódios de cada uma das séries de TV com esse tema. Respondi que não.

ORA, GASTAR R$ 129,90 em episódios que, mais tarde, terei em duplicidade, quando comprar os boxes das temporadas de DS9 e VOY, além da TOS remasterizada, que sairão por aqui a partir do ano que vem, não me parece uma boa idéia.

CONTINUANDO com o tema compras, boas notícias: após lançar a revista em quadrinhos Klingons: Herança de Sangue, a Devir confirmou ao TB que, com intervalos de dois a três meses, publicará no Brasil mais duas revistas de Jornada lançadas lá fora pela IDW. Chuto que teremos Year Four, da Série Clássica, e The Space Between, com A Nova Geração.

ALÉM DISSO, o pessoal da Devir está estudando o lançamento de Star Trek Countdown, que trata de eventos anteriores ao novo filme que estréia no ano que vem.

SAINDO do assunto Star Trek, mas mantendo-se na ficção científica, quem mora no eixo Rio-São Paulo pode encontrar o livro O Planeta dos Macacos, de Pierre Boulle, em bancas de jornais. O lançamento faz parte da coleção Pocket Ouro, da Ediouro. É bem legal entrar numa banca e ver livros como esse disponíveis. O preço é R$ 19,90.

FINALIZANDO, trekkers da Grande São Paulo já podem se preparar, pois no dia 6 de dezembro tem mais uma edição da ABC Fiction em São Caetano do Sul, pertinho da capital. O encontro é realizado regularmente, há quase 10 anos, pelo Grupo Zona Neutra. Em breve, no TB, mais detalhes e a programação completa.

23 Comments on "Jornada em 30 segundos"

  1. Terem colocado Nemesis e Enterprise sem o Star Trek antes foi a coisa mais patética que os produtores fizeram. Foi desmerecedor, como se tivessem vergonha de dizer que o filme e a série era Star Trek. Ridículo !

  2. “Star Trek Countdown”, caiu na terra do tupiniquins, eu compro. Faz tempo que não leio uma HQ, mas em se tratando de STXI vale a pena relembrar meus tempos de infância.

    Pergunta: “Por que não enfiaram a cena do Spock da Quarta Idade já na primeira versão?”

    Resposta: Talvez por quê a aversão da turma da primeira e da segunda idade pela turma da quarta idade tenha influenciado Mr. J.J.
    Ai alguém perguntou para o Sr. J.J. “Mas é o Spock um dos principais protagonistas da franquia, como deixá-lo de fora, neste trailer?”
    E o Sr. J.J. responde: “Bem como já estamos fazendo uma segunda versão de tudo, fazemos agora uma segunda versão do trailer com, com, com, como é mesmo o nome dele?

  3. Torço para que Star Trek Countdown saia por aqui!!

    Mas era impressão minha ou saiu em algum lugar que a Devir pretendia lançar mais edições da IDW quando tinha anunciado a dos Klingons?!

    Pra mim seriam pelo menos mais três!!

    Já disse que não dúvido nada a ausência de Nimoy na primeira versão do trailer ter sido estratégia de Abrams para não associar para o grande público o novo Star Trek com o velho!!

    Agora, alguém sabe algo sobre o lançamento aqui no Brasil das próximas temporadas de DS9 e Voyager??
    Estou preocupado de não continuarem com o lançamento de DVDs dessas séries por aqui!! Corremos risco de ver isso acontecer??

  4. Pra quem curte uma boa leitura scifi indico a serie de livros THE LOST FLEET, a venda na amazon e cia.
    Em 2009 sai o 5º livro da serie que promete muito.

    abracos!

  5. Kaike e colegas do Trekbrasilis,

    Eu também reparei na ausência do título “STAR TREK” em Nemesis e ENTERPRISE.

    Com certeza eles fizeram isso para tentar atrair pessoas novas à franquia Star Trek.

    Pois, apenas com o lucro dos fâs, as pernas da franquia não suportariam por mais tempo.

    E Star Trek precisa de uma nova geração de fãs.
    Os primeiros já estão meio velhinhos, e a marca está indo para a cova junto com a primeira leva de trekkers.

    E depois de Nemesis, entra em cena J.J. Abrams para tentar levantar esse defunto chamado Star Trek.

    Vamos torcer para que, apesar de tudo e de todas as críticas, Star Trek- The Classic Generation renasça e crie raízes naqueles que continuarão a caminhada iniciada por nós há quarenta anos.

  6. Post 5:

    “defunto chamado Star Trek”

    Pegou pesado em.
    ENTEPRISE foi o último seriado da franquia e gerou muita polêmica, e tu se entitula a ST como defunto.

    Defunto pelo que eu saiba, não fede e nem cheira.
    E mesmo assim tem muita gente comprando DVD´s da franquia, e pior disso tudo ou melhor, DVD´s da 1ª temporada de TOS.

    Eeetttaa defunto cheiroso, desde 1964 seu aroma chega a nós até hoje, suave, gostoso de se inalar.

  7. Me explicando melhor…

    Bom, se tem “muita gente” comprando DVDs, essa “muita gente”, como escrevi antes, é a turma da velha guarda de trekkers e alguns poucos novos.

    E quando me referi a Star Trek como “defunto”, disse no sentido comercial de toda a coisa.

    Pois, hoje em dia, não é só de fãs que se move uma franquia.
    É preciso um retorno financeiro satisfatório, senão, de uma boa dose de boa vontade do pessoal de Hollywood.

  8. Tenho 21 e naum acho Star Trek defunto naum!
    “Eeetttaa defunto cheiroso, desde 1964 seu aroma chega a nós até hoje, suave, gostoso de se inalar.”
    hauauhhuauha mto bom!
    Estou louco pra comprar a quarta temporada de DS9 também…

  9. Marcos,

    Tenho 26 e também concordo com vc.
    Acho que me encaixo na segunda geração 😛
    Conheci ST atraves de meu pai (49), vi a Ira de Khan com ele, na TV com 3 anos de idade e depois disso nunca mais parei de ver ST.

    Já meu pai, conheceu ST junto com o meu avô quando tinha uns 7 anos vendo a Série Clássica na Band.

    Bom, sobre o tema do tópico, é uma pena ser tudo centralizado em SP, moro na Bahia e nunca vi nada parecido por aqui. Compreendo que é por causa do gosto popular mesmo, ppor aqui não conheço muitas pessoas que gostem de ST, talvez isso até mude com esse filme. Espero uma convenção aqui algum dia ou lutarei para trabalhar mais, ganhar mais e conseguir ir em uma em SP 😛

    Vida Longa e Próspera! Jornada irá ressurgir… de um jeito ou de outro…
    🙂

  10. Para ver a que ponto as coisas tinham chegado – tirar a marca Star Trek do título do filme e da série. E para ver como são injustas muitas das críticas ao novo filme e J.J. Abrams.

    Inovações à parte, a coragem da Paramount em lançar um filme de alto orçamento voltado a um público amplo, que ostenta como único título STAR TREK (seja no original ou não), só isso merece muitos aplausos.

  11. Post 10: Saldan

    FASCINANTE sua lógica.

    Isso é um reboot, é obvio que eles tinham que chamar de Star Trek.

    Seria incompreensível chamar de ” A Volta Dos Que Não Foram” ou “A vingança de Nero” ou “A viagem temporal de Spock” ou “O nascimento de Kirk”.

  12. ^10

    Saldan, e que outro nome eles colocariam? Jornada XI não pegaria bem, e um subtítulo como “Kirk Begins” então… Para mim, Ultimate Star Trek é um bom título. Quem lê Marvel Comics sabe do que eu estou falando! 😉

    Abraço,
    Fernando

  13. Cheguei a penser que o chamariam de:

    STAR TREK
    – GENESIS –

    Mas acho que o medo por ser parecido com NEMESIS falou mais alto…

    Alguém poderia POR FAVOR me ensinar como postar em Itálico e em Negrito????

  14. Klingons: Herança de Sangue foi um dinheiro muito bem gasto, adorei a história, adorei a idéia e star trek voltar aos quadrinhos brasileiros, Stare Trek teve uma fase ruim nas series e nos filmes, mas sabe como é, sempre temos uma fase dificil em nossas vidas, depois passa… E retornamos fortalecidos e melhores do que nunca…

  15. Esclarecendo: o artigo lembra os tempos em que a Paramount RETIROU a marca Star Trek do título de Nêmesis e Enterprise. Portanto, acho quer vale a pena parabenizar a mudança de trazer a marca – e só ela, sem subtítulo algum – como nome de um filme classe A (em termos de valores de produção, pelo menos.

  16. Post 12,

    Saldan, e que outro nome eles colocariam?

    —————–

    Mas caro amigo, a resposta está na matéria, tentaram disfarçar Nemesis e Enterprise!!!!!

    A que ponto as coisas estavam lá por 2001, hein??? (em relação ao grande público)

    JJ poderia tentar fazer algo igual e não quis.

  17. Eu acredito que a não aparição de Spock no primeiro trailer foi uma jogada marketeira vitoriosa. Zilhões de fãs ampliaram as imagens ou as assistiram quadro-a-quadro À Procura de Spock.

    Quanto a não inclusão do termo “Star Trek” em alguns produtos é tentar vender um produto bom, porém, com nova embalagem. Não acho que caia para o lado do medo ou de fazer propaganda enganosa.

    Falando em quadrinhos, a última vez que comprei algo de Star Trek foi uma série, que logo foi descontinuada, da editora Abril, da época do lançamento de A Terra Desconehcida. Era escrita por Peter David. Era ótima. A revista vinha com histórias da Nova Geração, escrita por Michael JanFriedman, mas não eram tão boas. Alguém lembra?

  18. O título ser apenas Star Trek significa que é o começo, do zero, como eles disseram.
    Colocar um subtítulo Begins, Ultimate, Rebirth tiraria o significado que Abrams quer pôr no filme, o começo mesmo de tudo, seja no canon, nos personagens, nos designs, enfim, um reboot na palavra mais exata.
    Em Batman fez sentido, porque tiveram várias versões da mesma história que não deram certo e essa seria um recomeço, não um reboot propriamente dito.

    Quanto a versão do Nimoy tenho duas hipóteses:
    1) Abrams pode ter montado a versão do primeiro trailer em razão de decisão do estúdio. Lembrem-se que ele queria o filme no Natal, mas os sábios do estúdio acharam que era melhor mudar para o verão. Podem ter achado que a presença de Spock velho logo no primeiro trailer não seria do agrado do público. Quando viram que isso poderia ter sido um erro, aceitaram inserir uma segunda com o Spock. Acho difícil o estúdio não meter o bedelho nesse assunto.
    2)Também tudo isso pode ter sido uma estratégia mesmo. No cinema a versão sem Spock passaria ao público em geral e a segunda na internet, onde os fãs estão ligados.

    Bom, acho que nunca saberemos a verdadeira razão.

  19. Caro Paulo Fabian (post 17), tenho esta série completa guardada até hoje, ela é muito boa. A ABRIL fez um bom trabalho, mas realmente as aventuras do nova geração eram fracas…

  20. Amigos,

    Retirar o nome Star Trek do “filme” Nemesis eu não entendi. Mas mencionar “Star Trek: Enterprise” na minha opinião é quase um pleonasmo…

    Quando eu vi a primeira chamada da série na TV a cabo (não lembro o canal) falando “toda história tem um começo” e era seguido do nome “Enterprise” eu logo entendi que se tratava de Star Trek sem nem mesmo ver a cena seguinte que mostrava a NX-01 no espaço. Quando alguém fala a palavra “Enterprise” todos logo associam a duas coisas ligadas intrinsecamente: a) Star Trek e b) alta tecnologia.

    Acho que adotar o nome “Enterprise” somente para a série foi bastante legal para o marketing e para colocar cabeças a funcionar!

    Abraços.

    PS: Na verdade não é nem necessário citar nomes diretos à franquia para lembrar dela. Alguém lembra do celular Star Tak da Motorola. Eu tinha um amigo que atendia o telefone com a frase “Kirk falando” só porque o aparelho lembrava os comunicadores usados na série e tinha uma parte do nome.

  21. Sergio Carvalho | 29 de novembro de 2008 at 4:19 pm |

    ^17
    Paulo. Tenho todas no meu baú em casa. Dias desses mesmo andei folheando quando fui procurar Watchmen para reler antes de ver o filme …

    Assim que der vou dar uma lidas nelas também ….

    Fui … 🙂

  22. Colocaram o nome de Star Tak no celular porque a Paramount não acertou o valor comercialmente para que o nome fosse Star Trek.

  23. Alguem sabe se a TOS remasterizada que vai sair aqui será com os novos efeitos especiais?

Leave a comment

Your email address will not be published.


*