Star Trek: confira o podcast de Luiz Castanheira

3654Luiz Castanheira, ex-editor e atual colaborador do TB, analisa o novo filme de Jornada nas Estrelas em seu mais recente podcast. Em uma hora de gravação, Castanheira traz todos os detalhes do que achou da nova experiência cinematográfica de J.J. Abrams. Você pode baixar o podcast abaixo, ou ainda ouvir on-line. Só não deixe de conferir.

Star Trek 2009.mp3 (89Mb)

9 Comments on "Star Trek: confira o podcast de Luiz Castanheira"

  1. Odo, sempre achei que o caminho escolhido por Abrams & cia foi o mais difícil. Dentro da proposta de atrair um novo público, optar por uma viagem no tempo que criaria uma nova linha de tempo, envolvendo novamente romulanos depois do fiasco de Nêmesis, era um convite à catástrofe… contudo, me surpreendi porque a coisa toda funcionou (para mim, pelo menos), e a experiência de assistir a Star Trek foi equivalente à que tive, pela última vez, em Primeiro Contato.

  2. Luiz Castanheira | 21 de Maio de 2009 at 5:41 pm |

    Eu não sei se o meu sotaque parece tão forte para você, Fernando, quanto o seu para mim. Mas é “kind of cute”… (risos)

    Acho que eu só não trasheei mais o filme por que eu mesmo, já vendo que o filme era bem raso e pouco ambicioso, me fiz distante, discutindo mais generalidades, no fundo.

    Por exemplo, toda a questão do quanto o incidente com a Kelvin impactou os acontecimentos futuros pouco povoou a minha mente. E agora sinto que se eu começar a pensar a respeito o filme tem AINDA MAIS problemas do que eu já havia mencionado. De todo modo, vou ficar, ao menos por hora, nas generalidades mesmo.

    Alguns insights seus são muito bons com relação a um grave problema do roteiro, o de pendurar as coisas tempo demais, me parecendo cada vez mais querer confundir do que contar uma história que merecesse ser de fato contada.

    Spot on nas questões dos arcos de personagens e na total ausência de lastro dramático para os mesmos. Claramente, muito pouco esforço foi gasto nisto.

    Na realidade, o uso do tema de Courage lembrou muito o final do filme de Speedy Racer. Não existe significado além do óbvio, creio eu. Nem no clássico monólogo via Spock Prime (Inspiração no novo multiverso da DC?).

    Em suma, uma interminável lista de lavanderia.

    Abraço
    Castanheira

  3. Então vão lá dirigir Star Trek e mostrar como se faz um filme! Eu imagino algo pior que Nemesis, triste ouvir críticas bobas para filmaço!!!

  4. Fernando Rodrigues (Odo) | 22 de Maio de 2009 at 5:59 pm |

    Triste alguém achar que algo que considera bom não possa ser alvo de críticas… e depois o xiita sou eu…

  5. Luiz Castanheira | 22 de Maio de 2009 at 7:11 pm |

    “Então vão lá dirigir Star Trek e mostrar como se faz um filme! Eu imagino algo pior que Nemesis, triste ouvir críticas bobas para filmaço!!!”

    Mais uma para a capa do DVD (risos)…

  6. Bem…
    Longe de mim bater boca, mas se alguem escreve algo aqui, deve estar preparado para criticas tb.
    Vi o filme, gostei em parte dele, até mesmo pq o canon original pra mim ainda tem (e sempre terá) um lugar no meu coração (e prateleiras), mas a franquia precisava de um renascimento para trazer mais fãs. E isso, aparentemente, está sendo feito.
    Não estou julgando se bom ou ruim, mas os comentários positivos sobre o filme estão aí.
    Obrigado Luiz pela disposição de deixar seu comentário gravado, mas a gravação ficou muito baixa e morosa. Infelizmente só consegui ouvir os 20 primeiros minutos. Desisti do restante… A impressao que tive, foi de que vc estava realmente com repulsa ao filme. De qq forma, foi educativo. Vida longa e prospera a todos!

  7. Luiz Castanheira | 26 de Maio de 2009 at 11:26 am |

    “Bem…
    Longe de mim bater boca, mas se alguem escreve algo aqui, deve estar preparado para criticas tb.
    Vi o filme, gostei em parte dele, até mesmo pq o canon original pra mim ainda tem (e sempre terá) um lugar no meu coração (e prateleiras), mas a franquia precisava de um renascimento para trazer mais fãs. E isso, aparentemente, está sendo feito.
    Não estou julgando se bom ou ruim, mas os comentários positivos sobre o filme estão aí.
    Obrigado Luiz pela disposição de deixar seu comentário gravado, mas a gravação ficou muito baixa e morosa. Infelizmente só consegui ouvir os 20 primeiros minutos. Desisti do restante… A impressao que tive, foi de que vc estava realmente com repulsa ao filme. De qq forma, foi educativo. Vida longa e prospera a todos!”

    Como sempre estou…

    O material é não editado e realmente eu deveria falar grudado ao microfone o tempo todo. Fora isto, a dupla de roteiristas já admitiu que terá ajuda para o próximo. Vamos ver se melhora…

    Abraço
    Castanheira

  8. Luis Estrazulas | 29 de Maio de 2009 at 2:31 pm |

    Meu caro Castanheira….

    Também sou trekker veterano, Vi “Jornada” pela primeira vez no inicio dos anos 70. Concordo que o filme não foi o melhor, mas acho que o diretor fez o que tiha que ser feito.
    O elenco original sobrevivente está muito velho, como reiniciar a franquia sem atores novos, se eles fizessem tudo igual, chegaria em um ponto da estória que teriam que refilmar o ST I, II, III… Do jeito que foi feito, dá para mudar almas coisas, não esquecam que estamos no ano 2009, e não nos velhos e bons anos 60 e 70.

    O que eu não gosto, não só nesse filme, mas na maioria dos filmes de hoje em dia, principalmente os de ação, é a maneira horrivel como são filmados, com cameras soltas, parecendo reportagem de guerra, cameras girando de um personagem para outro. Esse tipo de filmagem parecem feitas por amadores.

    Movimento de camera não é camera balançando, rodando e correndo, a ponto de me tontear.

    Será que estou ficando vélho?

    Concordo com quem disse que a Enterprise aparece pouco no filme, e não lhe é dada tanta importancia… Mas temos que lembrar que ela é a mais nova nave da frota e ainda não fez a sua reputação sob o camando do Capitão Kirk.

    Gostei do filme, mas entendo o Castanheira, e respeito aopinião dele.

    Abração a todos

    Luis F. Estrazulas
    Porto Alegre – RS

  9. Luiz Castanheira | 29 de Maio de 2009 at 9:54 pm |

    Quero agradecer a divulgação da galera do TB. Até hoje já foram 311+ downloads. Um recorde pessoal para os meus nutcasts. Quem sabe os próximos sejam com opiniões mais positivas (risos).

    ” Todos somos milagres… Cada um de nós. E, juntos, faremos coisas assombrosas. ” [I.S.B.]

    Peldor Joi
    Luiz

Leave a comment

Your email address will not be published.


*