Um smartphone mais próximo do tricorder?

tricorder smartphoneUma empresa israelense diz que desenvolveu uma lente e um software óptico de processamento de imagem que é tão poderoso que pode transformar qualquer smartphone em um sensor hiperespectral, potencialmente permitindo que as câmeras quebrem os componentes químicos de quase qualquer objeto a partir de certa distância.

Se for verdade, é quase tão perto de um tricorder de Jornada quanto qualquer smartphone normal poderia chegar.

A equipe da Unispectral Technologies diz que está desenvolvendo um novo conceito para a imagem latente que melhora o desempenho de resolução e tratamento de ruído de uma câmera.

A solução inclui um filtro óptico patenteado compatível com desenhos de lentes encontrados na maioria dos smartphones.

Veja como funciona: A lente e software vão mais longe do que os atuais filtros de matrizes câmera do smartphone, permitindo muito mais luz. O software mantém a resolução da imagem limpa a medida que a câmera se afasta cada vez mais.

Cada objeto material no mundo tem uma assinatura hiperspectral – a sua impressão digital química única. Uma vez que a câmara tenha adquirido a imagem, os dados são enviados para um terceiro componente para processar e analisar os compostos do material e a quantidade de cada componente da imagem. O analisador, em seguida, envia as informações de volta para o smartphone.

Os novos componentes da lente e software saíram de pesquisa da faculdade de engenharia da Universidade de Tel Aviv.

A imagem funciona no vídeo ao vivo e ainda fotografia.

A Unispectral não começou a construir um analisador ainda, mas está em negociações com os principais fabricantes de smartphones, as empresas automotivas, e organizações de segurança. Ele ainda precisa encontrar uma empresa ou organização que possa analisar os dados a partir de imagens de suas câmeras. Este analisador precisa ter um banco de dados de assinaturas hiperespectrais.

“Uma possível aplicação: a redução dos casos de mortes de bebês na China devido ao leite falso. A câmera da Unispectral seria capaz de fornecer a impressão digital química do leite para determinar se ele é genuíno ou falso”, disse Ariel Raz, um membro da equipe Unispectral.

“Outras aplicações incluem monitoramento remoto e controle de qualidade industrial. Sua plataforma hiperspectral também é adequada para dispositivos portáteis”, disse Raz.

Fonte: The Wall Street Journal

7 Comments on "Um smartphone mais próximo do tricorder?"

  1. Essa do leite falso doeu!!! Os caras que fazem isso poderiam morrer todos, né? Aparecer no cara uma doença fulminante e rápida. Pá, pum!!

  2. Outra aplicação seria na dieta do dia a dia, pois você poderá focar seu cel. nas várias opções de comida e saber quanto de gorduras e açúcar tem à sua frente e fazer escolhas mais saudáveis ou calcular melhor antes de escolher oque vai comer.

    Outra,
    Medir quanto de açúcar tem numa amostra do seu sangue,muito mais eficientemente e sem necessitar de kits e ponteriras especiais de graduação, que para os diabéticos gera uma economia significativa.

    Medir substâncias do sangue ,fundamentais pra tomada de decisões num tratamento de emergência num pronto socorro,sem precisar de acesso venoso,apenas perfurando o dedo com uma agulha estéril.

  3. Rapaz, sabe que eu tenho medo disso? Do auto diagnóstico. É algo similar a auto medicação. Ou falei bob?

  4. Não considero que leve à auto medicação ,
    Por ex. hoje em dia, tentamos cada vez mais ensinar os diabéticos ,hipertensos ,portadores de anemia falsiforme e outros,,,a perceberem sintomas de descompensação precoce e a tomar as providências medicamentosas e locais pra se restabelecerem logo e cada vez dependerem menos de ir a um pronto socorro…..seguindo um protocolo para cada caso.
    Se um diabético,p.ex., puder notar mais facilmente que um sintoma está acontecendo ao mesmo tempo que o açúcar no sangue tá aumentando, ele pode tomar seu remédio ou saber que tem que aplicar insulina ,sem erro.
    A tecnologia pode tornar os doentes crônicos, mais independentes e se controlarem melhor.

  5. As possibilidades de uso dessa tecnologia são inúmeras. Sensacional!!!. A minha preocupação é a de se utilizar para fins bélicos que no geral é mais fácil, rápido e lucrativo. Infelizmente….

  6. Espero que sim.

  7. Caio Marcelo Mesquita | 10 de março de 2015 at 7:26 pm |

    Se chegar ao mercado…

Leave a comment

Your email address will not be published.


*