Alex Kurtzman atualiza sobre os projetos Star Trek

Falando no podcast Crew Call da Deadline, o produtor Alex Kurtzman deu uma atualizada sobre os projetos em andamento e os futuros.

Star Trek o tempo todo

A estratégia para reviver Star Trek para os novos e velhos fãs.

Dai a César o que é de César, todo mundo da geração mais velha deve ser incorporado à nova geração, sempre deve haver respeito por ambos e ainda assim ter que forjar novos caminhos.

No ano passado, o presidente da CBS TV Studios, David Stapf, fez menção de ter “algo (Star Trek) ligado o tempo todo no All Access”. Kurtzman confirmou a intenção da emissora, mas alertou que tudo será feito sem atropelo.

Demora realmente um ano em escrever para o produto finalizado, é como uma espécie de animação, porque você tem que levar em consideração cerca de 7 meses de trabalho em computação gráfica e depois 4 meses de preparação, especialmente se você está criando sets para uma nova série.

Não é como se todos estivessem no ar ao mesmo tempo. Se David [Stapf] quer uma série sempre, eu tenho que planejar daqui a dois ou três anos. O objetivo não é tê-las em cima umas das outras. Nem é para apressar nada quando não estiver pronto.

Sobre o crescimento da base de fãs para os próximos 5 a 10 anos:

Quando fui à CBS disse: “Acho que você tem um universo aqui que é muito subutilizado, e uma base de fãs que eu acho que está com fome por muito mais.” E eu os acompanhei no plano do que vi para os próximos cinco a dez anos de Jornada.

Parte disso era, de certa forma, baseada na ideia de que levaria tempo. O que eu disse foi: “Não espere que nós façamos a primeira coisa e, de repente, você terá 100 milhões de novos fãs. Isso não vai acontecer”. Jornada tem estado por aí por muito tempo para que isso aconteça – mas o que temos são as novas gerações, e o que posso dizer é que Jornada, em geral, encontra pessoas quando estão entre nove e doze.

Nunca é alcançado mais cedo do que isso – nunca foi tentado, e para mim essa é uma grande oportunidade perdida, especialmente porque o que você está realmente tentando fazer é influenciar corações e mentes com mensagens realmente positivas – mensagens sobre quem podemos ser como espécie e como pessoas e o que é o nosso futuro. Então por que não começar jovem, sabe? E não por uma razão cínica. Não porque você sabe, “ei, vamos vender mais brinquedos”, mas porque se você realmente quer que Jornada nas Estrelas alcance as pessoas, então você precisa começar jovem.

E é aí que eu acho que a influência de Star Wars em mim realmente importava, porque quando criança aos quatro anos de idade, eu podia me imaginar começando com um sóis gêmeo de Tatooine e imaginando qual seria minha vida. Jornada não me deu a mesma coisa – isso me deu Wesley Crusher, me deu personagens diferentes, mas novamente, esses são personagens mais antigos.

Mas definitivamente estamos vendo apenas a prova métrica de que a base de fãs está crescendo, e está crescendo mais cedo – e ainda assim, estamos mantendo nossos fãs atuais, e isso é ótimo.

Star Trek: Picard

Kurtzman enfatizou que a ideia de uma família, da tripulação de uma nave, ainda está no coração da nova série:

É algo que foi introduzido no DNA de Picard – sim, obviamente, Patrick, é a série de Patrick – nós temos um elenco inacreditável. E você sabe, a coisa que eu amei sobre o elenco de A Nova Geração é que você realmente poderia ter focado qualquer episódio em qualquer um deles.

Eu diria o mesmo sobre o nosso elenco agora, que é um grupo incrivelmente brilhante de atores, que recebem coisas incríveis para fazer. Sem estragar nada, acho que você vai sentir isso.

A importância de Patrick Stewart na sala dos roteiristas.

Foi essencial. Passamos muito tempo com Patrick, e sabe de uma coisa? Ele é incrivelmente brilhante, e muito caloroso, e obviamente ele conhece Jean-Luc Picard melhor do que ninguém – e você sabe, ele foi realmente aquele que desde o início disse: “Eu não quero fazer isso a menos que nós estejamos abrindo novos caminhos. Eu não quero apenas interpretar o personagem que eu interpretei, por que voltar a isso? Já fizemos isso”.

Então tem sido realmente maravilhosa reciprocidade de nossa colaboração com Patrick, onde ele rapidamente passou a confiar que nós dois faríamos exatamente o que ele disse ao levar Picard para um novo lugar, mas também – e ele não pensa em si dessa maneira – somos reverentes com ele, sabe? Ele é Patrick Stewart! Quando estamos em uma sala com ele, a opinião dele é realmente importante para nós, e a felicidade dele é realmente importante para nós, e no final das contas, não poderíamos fazer essa série do jeito que estamos fazendo se ele não estivesse animado com isso e animado para atuar.

Uma história que honra o personagem.

Acho que encontramos uma história que honra tudo o que as pessoas amam sobre o personagem, mas de maneira que não seja o que você espera – e, no entanto, se tornam mais e mais familiar à medida que a série prossegue. E isso é o que é excitante. Muita coisa aconteceu com Jean-Luc Picard nos anos seguintes [desde Nêmesis]. Tem havido muita coisa acontecendo e ele teve que lidar com algumas coisas novas, ele teve que lidar com algumas coisas antigas, e as duas coisas vieram juntas.

Ele fez escolhas em que necessariamente não tem se sentido muito bem com isso – e ainda assim eu acho que o público vai entender exatamente por que ele as fez. Algo fez com que ele deixasse a Frota e descobriremos muito mais sobre o que aconteceu.

Filmagem de Star Trek Discovery ainda distante

A sala de roteiristas para a terceira temporada da série continua trabalhando nas histórias. E, segundo Kurtzamn  as filmagens ainda estão longe de acontecer.

‘Picard’ está no meio das filmagens, nós terminamos a história da temporada e estou muito feliz com os roteiros. Estamos no episódio cinco da terceira temporada de Discovery. Estamos muito longe. ‘Picard’ está filmando aqui em Los Angeles e Discovery está em Toronto, e as futuras séries Trek eu acredito que estarão em Toronto.

A série Seção 31 sendo escrita

Kurtzman reiterou que o projeto da série continua de pé:

Erika [Lippoldt] e Boey [Kim], que são duas de nossas escritoras em Discovery, estão escrevendo a história agora, e o plano é filmar assim que terminarmos a 3ª temporada de Discovery.

Pensando como trazer uma série de Pike à mesa

Desde o final da segunda temporada de Discovery, tem havido um clamor dos fãs para vermos o capitão Pike e sua tripulação da Enterprise retornando numa série própria. Uma petição, com quase 30.000 assinaturas, foi enviada a CBS pedindo mais de Pike e cia. Kurtzman disse que não se esqueceu de toda a repercussão e deu um sinal de esperança disso acontecer.

Os fãs foram ouvidos. Uma das coisas mais gratificantes é ver quão profundamente os fãs abraçaram Pike, Spock, Número Um e a Enterprise. A ideia de contar mais histórias com eles seria uma delícia para todos nós.

Eu seria negligente em dizer que você vai ver Spock novamente em Discovery porque nós obviamente pulamos tanto no futuro que não faria sentido… mas a ideia de trazer Ethan [Peck] de volta, e Anson [Mount] e Rebecca [Romijn] e a Enterprise, quer dizer, nós amamos muito, e encontrar uma maneira de fazer isso é definitivamente algo que estamos pensando.

Mais Short Treks

Kurtzman confirmou que haverá mais Short Treks, num total de seis chegando, e quatro, provavelmente em live-action, na preparação para Discovery temporada 3.

Não são apenas as séries, nós também temos os Short Treks. Estamos fazendo mais seis deles. Dois deles são animados, ao contrário de nossas duas séries animadas. O que eu amo nos curtas é que para mim eles são um campo de treinamento experimental e um lugar para experimentar coisas diferentes. Diretores com quem nunca trabalhamos antes, timbres que nunca experimentamos antes.

Michael Giacchino está fazendo um dos curtas de animação e Olatunde Osunsanmi está fazendo um outro e ele é nosso diretor principal em Discovery. E mais uma vez, diferentes estilos de animação, tons totalmente diferentes. Destinado a crianças, eu diria, mais do que adultos, esses dois.

Séries Animadas

Um pouco mais sobre Star Trek: Lower Decks, de Mike McMahon.

O espírito de cada uma dessas séries tem que ser muito diferente … A série do Mike [para o CBS All Access] é para crianças, eu diria, de 11 a 70. [risos]

O que eu amo tanto na maneira como o Mike está fazendo é planejar as coisas. O que normalmente seria a história de ‘A’ em qualquer episódio normal de Star Trek, agora está acontecendo no segundo plano – uma merda enorme, e louca está acontecendo no segundo plano em Lower Decks, e isso é super periférico para a história que você está realmente se concentrando. Nenhuma série Trek já fez isso antes.

Série infantil da Nickelodeon dos irmãos Hageman

Os irmãos Hageman estão fazendo uma série animada para a Nickelodeon, e isso será totalmente diferente de ‘Lower Decks’… Eu não vou anunciar o nome da série da Nickelodeon, mas é uma série realmente diferente.

Isso é uma série para crianças, mais jovens. Animação completa em CG. Vai ser incrivelmente cinematográfico. Nós apenas começamos a ver os storyboards esta semana. Parece, uau. É como “Love, Death & Robots” em termos de beleza e iluminação e cinema, então é uma sensação realmente diferente, e a Nickelodeon tem apoiado descontroladamente e eu acho muito animada para trazer uma nova energia para a TV, você sabe, em animação.

Séries animadas com vozes novas e conhecidas.

Embora não saibamos nada sobre qualquer uma dessas novas séries animadas, Kurtzman não descartou que poderemos ouvir vozes familiares de Star Trek.

É principalmente novo. Pode haver alguns que você conheça, mas é principalmente novo.

A animação está em um renascimento incrível e glorioso agora. Entre [Spider-Man: Into the Spider-Verse], que simplesmente estourou em sucesso e tudo o que a Pixar tem feito há tanto tempo, eu acho que o que eu estou animado no mundo da animação é tentar todas essas coisas diferentes para ver o que sente ‘Trek’.

Fonte: Trek Movie e Trek Core

Be the first to comment on "Alex Kurtzman atualiza sobre os projetos Star Trek"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*