Jonathan Frakes opina sobre Riker e Troi na série Picard

No painel Star Trek: Picard na San Diego Comic-Con foram confirmadas as participações de Jonathan Frakes e Marina Sirtis, membros antigos da série A Nova Geração, nos papéis do comandante William Riker e da Conselheira Deanna Toi.

Frakes vai estar tanto na frente das câmeras encarnando Riker, quanto por trás das câmeras dirigindo dois episódios.

Num comentário ao site TrekMovie, Frakes falou sobre a alegria de fazer parte novamente da franquia como ator e a animação de Stewart por comandar este novo projeto.

Dezoito anos depois. Acho que os fãs ficarão emocionados, animados e surpresos. Eu tive o privilégio de ler os primeiros episódios e passei algum tempo com Patrick, que está muito envolvido. É maravilhoso. É inteligente. Estou animado com isso. Ele está obviamente mais animado. O anúncio dele em Las Vegas – que acredito ser sua ideia – foi muito inteligente. Você sabe que ele tem 78 anos, e ele vai levar a série em seus ombros, seus ombros consideráveis.

Em entrevista ao IGN Frakes já falou de sua emoção ao gravar novamente na pele de Riker.

“Eu estava nervoso! Eu não faço isso por … Nemesis foi o que? 17 anos, 18 anos atrás. Por sorte estava com meu velho amigo e acabei de dirigir dois episódios da série. Então, eu fiz isso com Patrick, que é apenas … Ele está arrasando nesta série. Ele está demais. O trailer está incrível.

Em Star Trek Nemesis, Riker e Troi se casaram e o filme terminou com a promoção de Riker para capitão da USS Titan. Frakes confirma que o casal ainda está junto após duas décadas, mas sugere que eles podem ter deixado a Frota Estelar:

Sim, as coisas estão ótimas. Eu obviamente não posso te dizer, mas Marina e eu … Bem, você vai ver onde estamos. Estamos juntos e é bem … não é militar. Eu direi isso.

Isso abre uma perspectiva nova e interessante sobre estes personagens e as razões para um suposto afastamento da Frota. No episódio “All Good Things” de A Nova Geração, Q mostra uma linha de tempo alternativa de 25 anos no futuro, onde temos Riker como um velho e rabujento almirante, e uma Troi já falecida. Quando capitão da Enterprise-D, Picard sempre ouvia as opiniões de seus oficiais mais próximos antes de tomar sua decisão. Estaria Picard pedindo a ajuda novamente de Riker e Troi para esta nova empreitada?

Jonathan Frakes já dirigiu dois episódios de Picard e em sua entrevista à IGN, ele revelou que está prestes a ir para Toronto para se preparar para dirigir outro episódio de Discovery, da terceira temporada. Frakes citou a diferença de ritmo entre as duas séries.

Bem, não é a mesma coisa porque Discovery é muito cinematográfico, um tipo de estilo lens flare de JJ [Abrams], e isso funciona para Discovery, e os sets são feitos para isso, e há muita coisa acontecendo. Picard é um pouco mais contemplativo, e assim você não pode ter movimentos de câmera inesperados e todos os tipos de lens  flares. E todas essas coisas de JJ não funcionam tanto em Picard, a menos que você esteja no meio de algum tipo de ação. Então, o estilo de filmagem é um pouco diferente. Você tem que manter isso legal, no entanto. Essa é a outra coisa. Não é como A Nova Geração, em que era close-up, duas tomadas, close-up, close-up. Você sabe o que eu quero dizer. Isso é… Isso não passa mais na televisão!

A série Star Trek: Picard tem estreia prevista para 2020, mas ainda sem data confirmada e será exibida pela Amazon Prime Video.

Fonte: ComickBook e TrekMovie

Be the first to comment on "Jonathan Frakes opina sobre Riker e Troi na série Picard"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*