William Shatner, um fanático por ficção científica

william-shatnerO site IGN recentemente teve a oportunidade de conversar com o veterano ator da série original, William Shatner (James T. Kirk), que comentou sobre a versão em DVD do seu filme, Groom Lake, e de outros projetos futuros, bem como o seu gosto pelo gênero scifi e, naturalmente, o seu pensamento sobre novo filme Star Trek.

Em 2001, Shatner escreveu e dirigiu um filme de ficção científica com baixo orçamento chamado Groom Lake. O filme narra a história de Kate e seu namorado Andy, que lutam com a notícia de que Kate está morrendo de uma doença. Eles tentam encontrar respostas para suas perguntas em uma estranha cidade chamada Groom Lake, perto da Área 51. Mas acabam se metendo numa conspiração que envolve alienígenas, sendo essa uma experiência transformadora para eles. No elenco Amy Acker (Alias, Angel), Dan Gautier (Melrose Place, Friends) e participação especial do próprio Shatner. Após seis anos, o filme terá sua versão editada para DVD, pela primeira vez.

groom-lake

Considerando tudo que você já interpretou e escreveu de não scifi, esta não foi uma volta ao gênero de ficção, ou você tinha considerado explorar outros gêneros?

Shatner: “Como os livros que eu escrevi, e os filmes que me envolvi, no sentido de obter financiamento, você tem de dar o melhor de si, dar a melhor impressão. Então, a fim de obter financiamento para este filme, eu tive de colocá-lo em um gênero sci-fi … Mas é uma história de amor. Eu escrevi um filme de ficção científica porque obteria o financiamento”.

Você acha que se torna cada vez mais um fã de sci-fi, fazendo mais e mais projetos desse gênero?

Shatner: “Eu sempre fui um fanático por sci-fi. Eu estava lendo todos aqueles caras que vieram a escrever para nós (na série original), vários anos antes de Jornada ter existido. Esses grandes escritores de ficção científica dos anos 50, 60 e 70 eram escritores de mentes brilhantes. O fascínio, para mim, é imaginar um mundo que você nunca vai ver, você nunca será parte. Em 2020, quando a última bolha de metano sair do lago ártico, o que vai acontecer? O que vai acontecer em 100 anos, quando o que foi planejado para o planeta agora passar por suas muitas manifestações? Isso me deixa louco, já que não sei o que vai acontecer. É como uma criança crescendo e quando vai embora, você não sabe o que se passa com eles. Você anseia por uma carta. Escreva para casa! Mas eles nunca fazem isso. E essa é a tragédia da morte. Um dos receios de morrer é que você não sabe o que vai acontecer, não apenas no minuto seguinte depois de morrer, mas o que vai acontecer em 50 anos, quando todos os seus parentes estiverem mortos e um novo cenário vem. Quem são eles? Será que vai haver uma cura para o cancro? Haverá viagens interplanetárias? Será que vamos encontrar respostas para todas estas perguntas que me atormentam? Qual é a matéria escura? Qual é a essência da luz? São perguntas que os cientistas fazem hoje, e se esforçam para encontrar as respostas… Alguém foi capaz de transportar uma molécula … Agora, isso é interessante. Eles têm uma molécula, o que significa que eles podem levar duas moléculas. E depois … o quê? Você conhece o ditado de que se você pode imaginar algo, ele é possível? É verdade. Porque o que está realmente lá, não podemos imaginar. Essa é a parte mais fascinante. Em vez de viajar em linha reta, ser tudo curvado. Então, se você pensar em termos de curvatura da linha, nada faz sentido. Talvez as galáxias estejam acelerando. O mistério de tudo! Mas eu odeio mistérios. No entanto, isso impulsiona o meu interesse em ficção científica”.

Você já atuou em sci-fi, escreveu livros sci-fi, dirigiu um filme sci-fi. Existe uma maneira de você se ligar para o gênero que prefere mais?

Shatner: “eu amo dirigir. Os designers e as pessoas que ajudam a fazer o filme são muito mais imaginativos do que qualquer um de nós. Eles pensam nesses termos. De repente, você está criando novos mundos, com a ajuda de especialistas que apenas fazem esse tipo de coisa. Então você está trabalhando com computação gráfica. Você pode fazer coisas que você nunca pensou antes em fazer… ação, história, personagens. Há muita coisa sonhada que as pessoas ajudam a tornar concreto. É uma experiência que é dada a muito poucos. É um sonho que se torna realidade”.

 Então quais são os seus próximos passos?

Shatner: “Eu tenho quatro gibis saindo. Quatro linhas de ação. Um remake de Star Trek e três outros, que serão lançados por meio da Blue Water (editora). Eles são todos sci-fi. Um mais horror do que sci-fi”.

Claro, não podemos deixá-lo ir sem perguntar sobre o próximo filme Star Trek .Quais são os seus pensamentos ao ver esta série clássica reimaginada?

Shatner: “Bem, primeiro que tudo, não tenho qualquer envolvimento. Nenhum que seja. Nesse ponto eu não tenho idéia do que o script mostra, apesar de Leonard estar nele. Ele foi obrigado a não me dizer nada. Eu não sei de nada. Quanto aos meus sentimentos, lamento não ser parte desse renascimento de Jornada. Espero que corra tudo bem. Star Trek é um excelente veículo. É lamentável que eu não esteja nele, em que eu poderia ter emprestado a minha própria pessoa e de publicidade e ajudar a torná-lo sucesso. Mas eu não estou envolvido nenhum pouquinho”.

Shatner ainda ensaiou uma aproximação com seu antigo companheiro de série, George Takei, ao confirmar que fará um convite ao ator para ser entrevistado em seu programa Shatner’s Raw Nerve, “E ele não sabe ainda”, disse Shatner ao site UGO.

Fontes: TrekMovie e TrekWeb

14 Comments on "William Shatner, um fanático por ficção científica"

  1. Caros amigos do Trek Brasilis. Estamos proximos da estreia no cinema do tao aguardado filme.
    Gostaria de sugerir que a comunidade Trek agende uma sessao especial de cinema para assistir. Eu adoraria ver o filme em primeira mao com muitos outros fas e depois discutir o filme. Estou no Rio de Janeiro. O que voces acham ?

    Luiz Everardo

    Obs: Este filme do Shatner deve ser uma bomba sem precedentes. Levar 6 anos para sair em DVD significa que o filme deve ter graves problemas.

  2. “Essa é a parte mais fascinante. Em vez de viajar em linha reta, ser tudo curvado. Então, se você pensar em termos de curvatura da linha, nada faz sentido.”

    ahauhauaha

    Da-lhe Bill!!

  3. O Tio Bill (também conhecido atualmente por Jabba the Hut e caso do Tio Spader) é uma lenda viva, ora em sua carreira teve momentos de interpretação brilhantes, outros aquele velha adoravel canastrice Shateriana, no dia que passar dessa pra melhor acho que vão declarar luto nacional e feriado na America do Norte !!! e depois virar São Tio Bill da Igreja de São Gaius Baltar.

    é isso ai…

    Abs.

  4. Alguém sabe se passa por aqui em algum canal a cabo o programa “Jabba the Hut’s Raw Nerve”?
    Tenho curiosidade de saber como é….

  5. Me lembro de ter visto ainda em VHS de locadora os filmes da série “Tekwar”, “Teklords”… todos da autoria de Shatner… alguém mais assistiu???

  6. Eu assisti e era um lixo !

  7. VR5 eu também lembro de TEKWARS, uma série em livros do Shatner que virou série em 94/95. Deve ser fácil encontrar o torrent no mininova ou piratebay.

  8. Daví Nacario | 5 de março de 2009 at 1:56 pm |

    POST (5) Loquei Tekwar em VHS, o piloto da série e somente esse, há muitos anos. Assisiti “de boa” , e parei por ali. heehhe…foi mais em homenagem ao tio Bill Shatner. Por falar nele, “Carro Comando”, alguém se lembra?

  9. Eu me lembro da série Carro Comando.
    Mas eu nunca me apeguei por esse tipo de assuntos policialescos.

    Assistia mais para matar saudade do “Capitão Kirk”.

    Ainda acho que Shatner deveria aparecer em algum filme da ressurreta Star Trek.

    Quem sabe, no segundo filme ele apareça como alguma lembrança importante do passado do jovem Kirk.

  10. Rodrigo Bruno | 5 de março de 2009 at 3:07 pm |

    ^9 – é póssivel, antes dos eventos de sua morte em Generations, mas…, muita dieta, plástica e efeitos CGI se não a turma da “paranóia” que acha ST 2.0 tá virando SW (ôh como essa turminha cata pêlo em ovo…) vai achar que tão vendo o novo filme do Tio george Lucra$ com Jabba The hut! hehehe.

    Abs.

  11. Que história de remake de ST que ele disse, de resto ele disse tudo para não dizer nada. E pode apostar, ele tá doido para que os fãs exijam sua volta no próximo filme.

  12. O que me deixa contente é ver novas aventuras no ambiente da série clássica, mesmo um pouco modificado esteticamente se manter a essencia principal; pode render outros filmes e talvez até uma animação tipo clone wars.
    Mas se esta nova aventura é um retorno ao passado do Nero e do Spock, quem sabe lá para frente não ressuscitam o personagem do Kirk no séc. 24.
    Matar de forma banal um personagem como o Kirk, em Generations, achei uma sacanagem; se ainda fosse uma morte “gloriosa” no comando de uma nave fazendo uma manobra suicida mas genial vá lá… mas cair do andaime? Morte de peão? Cade o Ministério do Trekbalho da Frota pô?? rsrsrs…
    Gozações a parte: será que o Kirk morreu mesmo? Depois de exalar o último suspiro, corta a cena… depois o Picard aparece colocando o Badge dele sobre uma pilha de pedras; quem estava alí? Bem poderia ter chegado logo em seguida um resgate da Frota, ou até o Spock retribuido o favor do filme III, reanimado o Kirk e levando ele de volta para a época da Enterprise B… e ele continouo sua vida a partir dali. Quem estaria no monte de pedras seria o Soran, no fundo um coitado doido pela perda da familia para os Borgs…
    Só divagações de fã.

  13. Deixem o “véio” Kirk morto e enterrado…

  14. Cleude meira BH | 19 de julho de 2009 at 3:14 pm |

    Ele è um dos melhores artistas dos ultimos tempos .Amo tudo que ele fez e que ainda vai fazer

Leave a comment

Your email address will not be published.


*