Confira as resenhas do TB para Além da Escuridão

STID posterApós inúmeras pré-estréias ao longo destes meses de maio e junho, Além da Escuridão – Star Trek abre em cartaz no Brasil para valer, neste final de semana. Com o filme definitivamente em nossas telas nacionais a partir deste final de semana, agora é uma boa hora para, caso ainda não o tenha feito para fugir de spoilers, conferir os artigos do Trek Brasilis a respeito desta mais nova obra de cinema de nossa franquia favorita, escritas quando da pré-estréia de algumas semanas atrás. Confira as resenhas a seguir nos links para os artigos de Leandro Martins, Luiz Felipe e Carlos Santos.

Pela Segunda Vez, Um Excelente Filme
por Leandro Martins

Filme é montanha-russa de emoções com força nos personagens já consagrados
por Luiz Felipe

Abrams deixa ficção-científica de lado e aposta em ritmo de aventura
por Carlos Santos

209 Comments on "Confira as resenhas do TB para Além da Escuridão"

  1. A partir de agora não tem mais choro nem “ai,ai,ai xixi minha nega!” O TB vai ser “Sopa-de-Tamanco” (pau-puro) sobre esse filmaço do ano, eu semana que vem, quero var a versão “dublada” pois sou fan dos dubladores brasileiros!

    Vão ver e voltem aqui e vamos falar do futuro de ST, todos estão convidados! Humanos, Humanóides e Pingos!!!!

    Qaplah meus amigos!!!

  2. Tá na hora de atualização da arrecadação.

  3. Vamu liberar já amanhã aqui pra discutir o filme sem medo de spoilers!! Ou hoje,hehehe!!
    Libera aí Ralph!!

    Comecem criticando pontos do filme, eu tenho respostas possíveis pra tudo…..hehehe!!!!

  4. Aqui no Brasil já deve tá acima de 700mil doletas contando as pre estreias……

  5. Pela segunda vez, HORRÍVEL. O que eu não entendo é porque usam personagens, frases, CENAS (sim, recriam-se cenas) da série clássica, se isto era para ser um reboot, não era? Mas não, não deixam o que era bom descansar em paz. Pelo jeito, odeiam muito a saga original, pois insistem em ridiculariza-lha, destruí-lha.

  6. Jorge, vc cai em qual categoria?

  7. Sim, é fundamental termos esse dado para avaliar a qualidade do filme….

  8. Assisti o filme novamente hoje, como eu tinha dito que faria optei por uma sessão 3D dublada dessa vez.

    O filme é ÓTIMO de qualquer jeito, mas minha sugestão é que assistam o filme dublado apenas após verem legendado.

    Os atores que fazem a dublagem são ótimos, mas a performance original dos atores está fantástica vale a pena ver.

    O filme dublado realmente perde um pouco a qualidade de som, principalmente no início em Nibiru eu achei que esse foi o pior momento da dublagem!

    Eu vi o filme na sessão hora do almoço, o shopping tava com pouca gente de manhã e todas as sessões incluindo os outros filmes tinha pouca gente.

    Na sala em que vi o filme devia ter menos de 15 pessoas, mas notei algo interessante, o perfil das pessoas que estavam lá era totalmente diferente da pré-estreia que eram mais tipo trekkers e nerds, hoje eu vi grupos de garotas e adolescentes acompanhados por adultos, aparentemente a publicidade do filme conseguiu atingir esse público.

  9. ah…vc faz uma estatística do perfil do publico baseado numa quantidade total de MENOS de 15 pessoas. Bom, agora entendo porque vc gostou do filme. Obviamente, não gosta de refletir muito…

  10. A qualidade do filme é quase indiscutível, se você não percebeu sua opinião apesar de merecer respeito está entre a minoria, o filme teve 87% de opiniões positivas no site Rotten Tomatoes e pelo mundo afora também não foi diferente!

  11. Sim, o fascismo também fez muito sucesso. Tinha monte de pessoas que apoiavam…

  12. Sinto muito cara mas acho que você tem um problema! 😉

  13. A qualidade é indiscutível? Não dá para questionar? Argumentar? Mas isso é a essência de jornada…Ah! Tinha esquecido, isso ai não é um filme de jornada!!!

  14. é isso ai, falta de argumentos. E eu tenho un “problema”, qual seria??

  15. Digamos assim num shopping quase vazio, num sábado onde as pessoas estavam preocupadas em ver a Copa das Confederações, o filme atraiu garotas, avó acompanhando um neto adolescente que queria ver o filme, é eu falei com ela, e outros adolescentes em companhia de adultos.

    É cara isso tem um significado, nem tente me subestimar você não faz idéia como eu sou capaz de refletir.

    E você parece que tá infeliz com alguma coisa, eu sinto muito por você!

  16. aé? tem um significado? Qual é? Vc só fica falando que o filme é ótimo, e não admite discussão. Também disse que a publicidade teve sucesso é logo a seguir admite que nem 15 pessoas tinha…Eu só pedi argumentos, e vc responde que eu tô com problemas e/ou infeliz…
    Bom, atitude típica de quem gosta do novo jornada. Pura adrenalina, pouco argumento…Faz sentido after all….

  17. Maurício Campos | 15 de junho de 2013 at 10:04 pm |

    Assisti hoje ao afamado filme. Quem não assistiu ainda, por favor, não continue lendo. Comprei os ingressos e entrei na sala com a maior vontade do mundo de gostar do filme, tanto que antes de ver, já tinha gostado ! Começa o filme: Primeiras cenas: Correria, correria. Corra, lá vem eles, Jim ! Jim, eles estão querendo nos matar ! Correria. Mais piadas fracas e forçadas ( vindas daquele ator que quer imitar desastrosamente Deforest Kelley). Começo a sentir certo desconforto: Será que esse filme é todo assim, formatado para imbecis ? Seguem cenas de emoção barata: Uma criança morrendo, o casal sofrido com a iminência de sua querida filha. Puxa, que profundo, que dramático…! Começam as bombas, mais correria. Filmagem rápida, tão rápida que nem sei prá onde olhar. A Frota Estelar, de repente, é formada por dois oficiais mais graduados, o resto são ….quem ? Mais cenas que me fazem sentir o que chamam de “vergonha alheia”: Mais piadas forçadas. Uma ou outra referência a Jornada nas Estrelas ( USS Daystrom). E lá vem todo estilo Star Wars: Kirk pilota uma miniatura da Millenium Falcon, fugindo de uma nave Klingon: Que emoção, puxa, ela esbarrou em um apertado corredor, nossa, foi por pouco, hein..? Aí tive a certeza: Trata-se de um filme IMBECIL. Forma é tudo, a tecnologia consegue entorpecer tanto assim o público, sem deixá-los perceber que o enredo tem conteúdo pífio ? Seguem correrias, brigas, pontapés a la Matrix. Ação vazia me causa invariavelmente sono, e esse filme, seguramente, prá mim, significa que o público tá mesmo ficando cada vez mais bestializado, porque uma história, prá ter sentido e eu “entrar nela”, tem de ter ação e reação. Mas prá JJ isso não existe. Aliás, lógica e ficção científica está além da capacidade de compreensão desse raquítico diretor. Uma nave está parada no espaço e quando perde a energia vai em direção à Terra em velocidade absurda como aquela ? Desculpem quem curtiu, prá mim, esse filme é puro lixo, é pior que o primeiro. A única coisa que gostei foram os efeitos da dobra espacial e a atuação dos excelentes atores (exceção feita àquele que traveste de Bones e que nem tenho interesse de saber o nome ).

  18. Maurício Campos | 15 de junho de 2013 at 10:05 pm |

    Assisti agora e, Galactico, esse filme é PÉSSIMO !!

  19. Cadê o Trekker???? Ele já foi ver o filme?…

  20. Seu problema? Sei lá! Não sei se é com o português ou com a tecla de digitação! :)))

  21. Sandra, as vozes dos dubladores continua a mesma do filme de 2009? Eu quero semana que vem ver dublado.

  22. Maurício Campos | 15 de junho de 2013 at 10:27 pm |

    Esse filme é o que chamo de “ouro de tolo”.

  23. Maurício Campos | 15 de junho de 2013 at 10:28 pm |

    Eu vi e achei um verdadeiro lixxxxo. E argumentos não faltam.

  24. Maurício Campos | 15 de junho de 2013 at 10:31 pm |

    A resposta é que essa é a fórmula mais fácil de se criar uma história, mesmo mal feita como essa.Muito mal feita, aliás.

  25. Eu não me lembro da dublagem de 2009, aquele filme não é em 3D e eu acho que só vi legendado, inclusive quando assisto o DVD.

  26. Thiago Lopes Cantanhede | 16 de junho de 2013 at 12:23 am |

    Após assistir ao filme dou graças a Deus que esse imbecil resolveu fazê-lo em outro universo. Desse jeito posso ficar tranquilo quanto ainda amar a verdadeira Jornada. Para mim os filmes acabaram em Nemesis.
    Hoje assiti a um bom filme, não vou negar, mas definitivamente não foi jornada. Não sei o futuro da franquia, mas sinceramente espero que não siga este universo. Por favor voltem a época de TNG. Quero ver o Riker novamente ou o Data como capitão.
    Preparem-se fãns de Star Wars…grandes possibilidades de verem o Skywalker ser deflorado por um sabre de luz.

  27. Buurrrrpppp!!! Arrrooouuuttt!!! Nhéc nhéc nhéc… nham nham nham…. é que tô digerindo o filme ainda….
    Putz, acabei de ver o filme agora, estou vindo do cinema com meus pimpolhos (a patroa tava cansada, não quis ir).
    Por enquanto só posso dizer uma coisa: o filme de per se é muito bom, tem até uma certa inteligência. Mas tô com uma preguiça pingliana de pensar, tenho que digerir mais esse troço.
    Tinha bastante gente no cinema, isso é bom. A galera reagiu bem às cenas.
    Depois eu falo mais!!
    Merda de cópia dublada, me fez perder a voz de urso do Chumbrebreca!!!

  28. Os pingos estão de ressaca, dá um tempo pra eles. Aquele que participou do filme é o pior de todos, se acha “estrele” hoje. Nojento!!

  29. Em muitos aspectos concordo com você. Mas tô digerindo esse negócio ainda, deixa o meu tico e o teco pensarem mais um pouco. Acabei de vir do cinema agora.

  30. Essa questão de “… não foi Jornada” é algo que tenho batido nessa tecla. Sim, o que temos hoje é outra Jornada, não é mais a mesma. Ponto. O que precisamos agora, como fans, é avaliar a qualidade (ou não) disso tudo.

  31. Hoje eu joguei 39,00 merrecas no cofre deles.

  32. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 12:49 am |

    Na minha opinião, simplesmente não é um bom filme, sendo ou não Star Trek.

  33. Thiago Lopes Cantanhede | 16 de junho de 2013 at 12:50 am |

    Não foi o conceito de Jornada que nos foi apresentado ao longo dos anos. Sei que tem que se adaptar ao passar dos tempos, mas achei o filme bem vazio……acho que a equipe do filme teve diversos orgasmos tentando destruir a Enterprise….Queria entender pq diabos a nave estava submersa. Se era para manter oculta, fica na órbita. Hj pela manhã assisti a ira de Khan e meu Deus, aquela cena de despedida Kirk/Spock dá de 10 na do novo filme.
    E os Klingons………pareciam piratas misturados com seres do inferno…..ridículo.

  34. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 12:51 am |

    Trekker, convenhamos, o filme tem uma história consistente ? A narrativa é compreensível ? As consequências decorrentes da política adotada pelo Almirante George Peter Bush Weller para combater o terrorista foi minimamente trabalhada ?

  35. Os comentários sobre o filme estão liberados de spoilers, mas peço por favor, que sejam cordiais e que qualquer sentimento contrário ou a favor do filme não seja usado para agredir o colega. Não há necessidade disso, afinal, isto é apenas um divertimento. Os dois filmes foram feitos numa linha de tempo alternativa e em nada interferem na linha de tempo original da série. Devemos ficar contentes de termos mais um pouco de Jornada quando tudo parecia que ía terminar. Quem sabe uma série na TV?

  36. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 12:56 am |

    Simplesmente não faz o menor sentido. Pior do que isso, foi algo extremamente estúpida essa escolha adotada pelo roteiro. O filme é realmente ridículo.

  37. Caro Ralph, creio que este tópico, infelizmente, está merecendo moderação. Abraço!

  38. Acabei de ver o filme novamente, perfeito mais uma vez. Trata-se de algo diferente do que Jornada um dia foi? Sim. Mas a velha Jornada também está presente? Sim. Senti-me, como fã antigo, homenageado e emocionado. Tenho 43 anos, vi a série original primeiro na Bandeirantes, vi a TNG na Manchete a princípio, depois na TV a cabo. Vi DS9, algo de Voyager e Enterprise. VI a maior parte dos filmes quando passsaram no cinema, não em DVDs. Gosto da Jornada antiga, mais sci-fi, mais cerebral? Sim. Mas não quero viver de reprises eternamente, quero coisas novas. Eu sou assim, curto coisas novas. Por mím a TNG estaria até hoje na TV em novas temporadas, ou a DS9, ou a TOS, mas não estão. Gosto tanto de Jornada que aprendi também a apreciar a reimaginação da franquia, que também é ótima. Afinal a franquia estava no caminho do fim. Séries, ou filmes, são business, precisam de audiência. Muito sinceramente fico triste pelos fãs antigos como eu que não conseguiram curtir este filme, lamento, pois o filme é ótimo. Estou aprendendo a respeitar cada vez mais o JJ. Abraços!

  39. até que enfim vozes pensantes se fazem ouvir por aqui….

  40. aé? E cadê os seus argumentos? Ainda estou esperando algo que preste saindo do seu teclado minha cara…

  41. Também vi primeiro legendado, agora dublado. Também sofri no início, não dava para entender parte das falas na parte do vulcão. Depois ficou bom.

  42. que significa moderação? Calar a boca de quem não gostou dessa piada?

  43. Falando nisso e em comparações…o Spock gritando Khan hoje…foi hilário. Eu já disse e repito, isto não era um reboot? Deixem a verdadeira jornada descansar em paz. Seu Abrams, inventa alguma coisa!!! Não fica estragando o que já foi bom!!!!

  44. Tony Stark Pobre | 16 de junho de 2013 at 1:51 am |

    Acabo de chegar do cinema e gostei muito do que vi. O filme têm defeitos sim, mas é inegável que tudo foi muito bem produzido (em diversos pontos) e é extremamente divertido. O 3D funciona excepcionalmente bem, principalmente na cena no planeta Nibiru e nas cenas dentro da Enterprise, com vários personagens dividindo mesmo espaço mas estando em planos diferentes.

    Vi muita gente criticando a trilha-sonora por ela ser “mais do mesmo”, mas eu achei totalmente ao contrário. O tema do vilão é muito bonito e executado diversas vezes em diferentes tons dependendo da cena, a música que toca em Kronos com um coro cantando em Klingon também é ótimo.

    As mudanças no cânone são completamente compreensíveis se todos se lembrarem que é uma linha do tempo alternativa.

    E nem vou reclamar de pormenores tipo Enterprise debaixo d’água, dispositivo de fusão de frio, e viagens espaciais rápidas demais. A própria TOS tinha vários e vários erros parecidos e eu nunca vi ninguém reclamando.

    E outra, o objetivo é revitalizar a franquia. Se o filme não tiver ação e ser um pouquinho arrastado, o público atual não vai ao cinema. Se o público não vai ao cinema, o estúdio não tem retorno financeiro. Se o estúdio não tem retorno financeiro, eles engavetam a franquia novamente. Simples assim.

    Não sei se todos sabem, mas o primeiro roteiro foi rejeitado pelo JJ Abrams. E como a produção do filme já estava muito atrasada, acabou ficando decidido que um outro roteiro teria que ser escrito enquanto as filmagens aconteciam.

    Acredito que este é o principal culpado pelo final muito equivocado e corrido do filme.

    O filme precisava de um clímax maior e na falta de ideias para encaixar no contexto já instalado, optaram para matar logo do Almirante Marcus e pegar várias e várias coisas que já foram usadas em A Ira de Khan. Apesar de equívoco, parabenizo os roteiristas por darem um bom final para o Khan e não caírem no clichê de matar logo o vilão. Gostei bastante disso, muito bom mesmo.

    Outros pontos que dá para perceber muito bem que o roteiro não estava completamente decidido: Logo no primeiro ato do filme vimos a insistência de McCoy com o quadro médico do Capitão Kirk, mas que acaba sendo esquecida mais para frente. Sugere que de início o roteiro traria algum problema grave de saúde para o capitão, e que de qualquer maneira era a ideia dos roteiristas matar ele no final.

    Resumindo: Mesmo não sendo perfeito, está conseguindo ser o melhor blockbuster do ano até agora. E espero muito que o JJ Abrams tenha deixado a cadeira de diretor do reboot entregando algo bacana para a Paramount começar a engatar uma nova série para a TV.

  45. De longe, esses dois últimos ai são os piores filmes já feitos de jornada e, se não fossem jornada, seriam piores ainda, e não teriam arrecadado um quinto do que arrecadaram. Eles estão simplesmente lucrando com o nome, mais nada. Estão tentando fazer com que a franquia decole e transforma-la em outra star wars, mas estão fadados ao fracasso, porque não é nem uma coisa nem outra.

  46. Quem sabe, o pior filme de jornada já feito. Está difícil me decidir entre esse ai ou o anterior.

  47. ralphpinheiro | 16 de junho de 2013 at 8:50 am |

    Moderação significa pedir que critique ou elogie com educação, sem palavras agressivas e/ou debochadas com os colegas. Cada um tem sua preferência. Assim como respeitamos sua opinião queremos que vc respeite a opinião de quem gostou. Abrimos a sessão de comentários para que vocês possam civilizadamente discutir os argumentos contra e a favor. Esse foi o último aviso.

  48. Não é tão merreca assim. Quatro vezes isso e já dá 160 contos a menos no orçamento. Isso é a previsão de quanto vou gastar na brincadeira, fora a compra do blu-ray.

  49. Típico, SEMPRE tem troll quem venha com o papinho “OPRESSORES”, “LIBERDADE LOL!” para querer continuar destilando agressão gratuita em fóruns nas Interwebs. Já que você odiou tanto o filme assim, galatico, e obviamente odiou também quem gostou dele, peraí que eu já resolvo o seu problema.

  50. Só reforçando o alerta do Ralph, mantenham um nível de civilidade adequado para a casa ou a moderação vai continuar a tomar providências, como já foi o caso neste tópico com alguns usuários.

  51. A amostragem realmente é ínfima, mas pelo menos dá uma idéia devido ao horário. É melhor do que se estivesse vazio ou tivesse apenas alguns velhos trekkers de bengalinha e startac na mão.

  52. É o que temos agora, apesar de respeitar sua opinião e até concordar em muitos pontos e até poderia acrescentar algumas coisas que já comentei aqui, de forma alguma, no entanto, concordo com a interpretação do Urban. Achei que foi pouco utilizado e que ele está muito bem no papel.

  53. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 10:44 am |

    Tem muito oba-oba, as pessoas saem extasiadas com tantos efeitos especiais. Duvido que esse filme sem pé nem cabeça seja assistível em uma telinha de TV.

  54. Quanto á Enterprise estar submersa é só mesmo para dizer que o Kirk interferiu na primeira diretriz. Não houve nenhuma justificativa, vc está certíssimo.

  55. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 10:51 am |

    Venho aqui fazer uma defesa não autorizada do Galactico, que meramente fez ponderações e críticas em relação ao filme. As questões de mérito pessoal por ele manifestadas foram feitas como réplica.

  56. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 10:55 am |

    Achei Nemesis e Generations filmes inassistíveis em boa parte. Pretensiosos e vazios, mas ainda assim era Star Trek. Nem a série original é boa em todos episódios, mas Nicholas Meyer mostrou que é possível fazer longas metragens maduros, emocionantes e que agregaram idéias compatíveis e bem vindas à Jornada. Gostaria imensamente que ele retornasse.

  57. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 10:57 am |

    Achei esse pior. Os roteiristas encontraram soluções tão infantis e furadas para criar situações dramáticas, que chegam a assustar o mínimo bom senso.

  58. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 11:19 am |

    Sandra, você poderia elencar quais são as qualidades desse filme ? O enredo, o roteiro, as escolhas dramáticas ? Quais são seus méritos, e não me refiro ao que JJ copiou ( como cenas do reator), o que é original e inteligente nesse filme ?

  59. Este é um dos princípios que tenho: se quiseram rebootar para não se prenderem a nada, terem liberdade, deixem então o que foi escrito em paz, e façam coisas realmente novas. Tenho batido nesta tecla…

  60. Pra te responder melhor, vou ter que pedir sua ajuda agora: minha audição é uma merda e cópia dublada me atrapalha. Pergunto: Peter Weller usou Harrison para desenvolver as armas e aquela nave. Harrison se rebelou por qual motivo? Weller não queria libertar os amigos de Harrison? Sei que o plano do Weller era forçar uma guerra com os Klingons, para “decidir a parada” de uma vez por todas.

  61. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 11:27 am |

    Harrison colocou secretamente sua tripulação nos torpedos, certo…? Eles, pelo que entendi, continuariam congelados onde estavam…o que o Weller queria fazer com eles eu não sei.

  62. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 11:42 am |

    Exatamente. Foi uma saída extremamente estúpida. Inimaginável, de tão nonsense.

  63. Isso, isso, isso… Isso já me ajuda a pensar. Harrison (me recuso a chamá-lo de Khan) colocou a tripulação dele nos torpedos. Mas, o que Weller queria fazer com a tripulação antes de Harrison tomar esta medida? Será que ele (Weller) forçou Harrison a trabalhar em troca da tripulação e na hora H não liberou os caras? Foi isso? Maldita dublagem!! (em tempo: a dublagem brasileira é uma das melhores do mundo, só que em filmes barulhentos a voz não aparece).

  64. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 11:56 am |

    Ahh….pode ser isso, sim…não lembro dele ter falado em barganha, mas pode ter sido isso. Mas….se Harrison teve tempo de levá-los prá dentro dos torpedos, porque não os “descongelou” logo ?

  65. Eu conheço bem esse horário almoço no cinema, geralmente quando vou ao shopping de manhã assisto essa sessão, e a menos que seja um feriado ou véspera de alguma comemoração consumista as salas tem pouca gente, mesmo quando se trata de blockbusters pipoca.

    Ontem havia nessa faixa de horário outras opções como, Velozes e Furiosos, Se beber não case e o filme do Will Smith que receberam bastante publicidade, mas aquelas pessoas que estavam lá escolheram um filme chamado “Além da Escuridão-Star Trek” deve ter sido por algum motivo. 😉

    Havia essa senhora com o neto, ela tinha comprado os ingressos na frente e como a sala não tinha muita gente ela me perguntou se teria algum problema se ela trocasse de lugar, eu disse para ela que eu faço isso o tempo todo.

    Ela se sentou perto de mim e conversamos um pouco, ela foi escalada para acompanhar o neto de 13 anos que queria ver o filme e ele parecia querer ficar o mais longe possível dela, quem convive com adolescentes entende o que estou falando.

    E tinha um grupo de 4 garotas, outro de 3 e alguns outros adultos com adolescentes, essas pessoas eram diferentes das que eu vi nas pré-estréias, mas eu sou uma observadora e não uma especialista em estatística!

  66. Essa medida de tempo é um problema. Possivelmente o tempo para descongelar fosse longo. Mas foi isso que entendi: Weller forçou Harrison a trabalhar pra ele em troca da tripulação. Weller, militar fanático, não entregou a tripulação por conta do medo do que esses caras poderiam fazer sob a liderança de Harrison. Harrison retaliou e fugiu sabendo que o plano de Weller era atacar aquele local Klingon, de forma que colocou a tripulação nos torpedos, pois sabia que seriam lançados naquele local. Possivelmente, Harrsion fez alguma alteração nos torpedos, para que pousassem ao invés de impactarem. Seria isso o fio da meada da história? Raaaalllphhhh, ajuda aqui, pelamordedeus!!!

  67. Assiste novamente trekker e em 3D legendado se possível, na primeira vez que vi o filme também tive uma sensação de irritação embora achasse que o filme era ótimo! 😉

  68. Isso! Semana que vem vou assistir de novo na cidade vizinha, que tem um horário legendado. Aí vou conseguir pegar as nuances dos diálogos.

  69. Não é calar a boca , é te lembrar que aqui todos são Trekkers ,merecem respeito e não serem chamados de idiotas se gostaram do filme, entendeu? Tá difícil discutir sem ofender??
    Respeite as pessoas que gostaram do filme e meta o,pau no filme,só no filme, de preferência com argumentação lógica!! E aguarde o contra ponto e assim vai…
    Tamos num ano de festa pra STAR TREK, pré 50anos ,já contando… critica e dá sua versão melhor pra cada crítica, vamos debater ,não criar uma zona neutra pô!!
    Pode ser ?
    Vida longa pra Infinita diversidade de opiniões em infinitas combinações entre Trekkers!!! \//

  70. Não concordo!!
    J.J. acertou a mão nesse filme, gostei de 2009 mas este tá melhor e com menos inconsistências, abriu as portas pra uma série nova de tv que é oque a maioria dos Trekkers que conheço em SP , tá querendo agora.

    Explico, esse filme se passa em outra linha temporal ,depois que Spock prime voltou no tempo após a Narada ,ele mudou a história dos eventos passados em TOS mas , em um outro universo alternativo conforme as mais novas teorias da Física, em que ,se, vc voltar no tempo , não consegue voltar dentro do seu universo mas sim pulamos para um dos infinitos universos possíveis e nesre podemos causar mudanças com a simples presença lá e, no nosso universo de origem nada muda.
    Por isso, todas as mudanças não cânon que vemos e isso abre a posibilidade pra outras novas histórias!! Oque é muito legal de imaginar.

  71. Não concordo!!
    A história segue a lógica de TOS não é um filme de Fantasia como STAR WARS ,que tb é muito legal mas,não é igual STAR TREK,este e o de 2009 seguem a linha de Gene R. ,de um futuro possível pra humanidade em termos de Sci Fi e com ótima qualidade, que tb tem falhas ,como tinha em TOS.

  72. STID acaba de passar a bilheteria do filme de 2009. U$ 386,9 milhões no total (o filme anterior ficou com U$ 385,7 MI). E apenas foi atualizada a bilheteria americana, que pelo visto nesta semana ficou em uns 9 milhões de dólares. Os dados de diversas estréias em outros países ainda não foram contabilizados. Fonte: Boxofficemojo. Abraço!

  73. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 1:28 pm |

    Aí precisa ver de novo, prá saber se tem essa informação. A Carol Marcus não mudou a configuração dos torpedos, então deduzo que eles não estavam mais configurados para explodirem, já que o Harrison havia colocado sua tripulação neles…..acho…!

  74. INFELIZMENTE sempre haverá troll. E gente mal educada e com vontade de chamar a atenção. Freud explica ou Surak… faça-se a moderação…

  75. Nossa!!!
    Fiquei fora ,off line ontem e hoje aqui no TB vejo que rolou um perrengue hein!!??
    Depois de ler tudo aqui quero dizer que o filme pra mim é SEN-SA-CI-O-NAL!!!
    E, diferente doque pensam alguns ,não é lógico definir aqui como um filme feito pra imbecis…ou outras coisas, cadê a filosofia Trekker nas discussões sobre STAR TREK ??
    Os descontentes com o filme esquecem da IDIC ??!!
    Vamos respeitar quem gostou do filme aê!!

  76. Valeu!!

  77. É, vou ver de novo legendado pra poder avaliar melhor.

  78. Cadê o respeito por quem gostou do filme?!
    Vc realmente pensa ?só vcs pensam??

  79. Chegou nem aos pés do “Khaaaannnn” de Shatner.

  80. Trekker ,conta aê!!
    Gostou do pingo em cena?!hehehe
    Eu achei o filme Ótimo,muito boa diversão,humor, ação, Sci Fi e drama.
    Vc viu em 3D?

  81. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 2:19 pm |

    Retiro o que disse, não quis ofender ninguém por ter gostado do filme.

  82. O pior da dublagem é a tradução eles censuram coisas bobas, o Scotty fala “holy shit” e eles traduzem tipo “o que é isso”!

    Na verdade basicamente o Khan é um cara incontrolável, tanto na linha do tempo original e agora, se o Alm. Marcus não usasse a tripulação de Khan como moeda de troca ele não poderia controlá-lo.

    É isso que Khan está dizendo para Kirk durante aquele blá, blá, blá manipulativo, que Marcus estava usando o intelecto e a selvageria dele para criar uma Frota Estelar militarizada, ele diz então que pegou o pessoal dele e os levou para um lugar seguro, óbviamente ele colocou todos dentro dos torpedos porque achou que poderia protegê-los dessa forma, Carol diz em uma cena que o compartimento das ogivas foi alterado para ser colocado os criotubos.

    Ele estava tentando convencer Kirk que ele foi apenas usado por Marcus então Kirk o confronta dizendo que ele é um assassino que matou gente inocente, e Khan disse que agiu daquela maneira em retaliação porque pensou que Marcus mataria as pessoas que ele mais amava, e diz o que você não faria por sua família?

    Ele quase conseguiu convencer Kirk por um tempo, até o momento que ele manda o Scotty neutralizá-lo na ponte da Vengeance.

    E aí também entra o Spock Prime para confirmar ao Spock jovem que o Khan é definitivamente um assassino impiedoso!

  83. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 2:42 pm |

    Essa cena entre quinto e Nimoy é bacana, um dos raros bons momentos do filme. Mas me explica…Harrison se rendeu à ameaça do ataque de torpedos porque queria entrar na Enterprise ?

  84. Vc esquece que as ordens eram pra apenas observar o planeta e voltar,como disse Alm. Pike ,se ficassem em órbita seriam detectados pelo comando da Frota a longa distância e teriam que explicar porque estavam demorando lá,ou porque tinham liberado uma nave auxiliar no planeta.
    Ficando submersos, poderiam dizer que estavam voltando em veloc. Dobra,indetectáveis,evitaram ser detectados pelos sensores de longa da Frota, puderam liberar a nave aux. e executar o plano de Spock contra a erupção do vulcão.
    Ao final da missão voltaram em dobra espacial.

  85. Minha opinião é que JJ tinha que iniciar novos cinéfilos na franquia e fez isso nos 2 filmes,agora tem um histórico pra começar a missão de 5anos ,em 2016 e depois na tv continuando a franquia com público suficienre pra bancar isso frente aos patrocinadores!

  86. Manda mais argumentos aê!!tô rebatendo todos e vc não continua a discussão….?? Vamos manter o nível, reflita antes de provocar, manda seus argumentos ,tô esperando….vamos debater sem nos bater,ok?
    IDIC!!

  87. Definitivamente, quando Sulu informa o Harrison que se ele não se rendesse eles detonariam os torpedos em cima dele, ele correu para salvar a Uhura e a tripulação.

    Quando Spock confirma que eram 72 torpedos ele se rende na hora, e o Kirk está tão “P” com o que aconteceu com o Pike que fica dando porrada nele e nem percebe que não está fazendo muito efeito.

    Então entra Uhura e grita “Capitão!”, e Harrison cínico diz “Captain”, eu queria continuar dando porrada nele! :)))

    Aliás essa é uma das melhores cenas de CPine, quando ele se dá conta que é o Capitão e tinha que ter se mantido frio!

  88. Assisti ontem pela quarta fez e é SEN-SA-CI-O-NAL!!!
    Não é reboot,já declararam isso n-vezes!!

    Vc sabe né?! Spock voltou no tempo mas pra outra linha temporal, não voltou pro início de TOS!! !poxa,não entenderam isso ainda?leia Teoria das Cordas, Multiversos, ele voltou pra um um dos infinitos universos paralelos possíveis,neste a realidade dos fatos foi outra é tudo parecido mas com diferenças próprias pra retratar como teria sido o começo da tripulação antes da missão de 5anos.

  89. Os 2 filmes são só a introdução de uma nova linha temporal e de STAR TREK para novos fãs.
    Tem uma grande gama de críticos concordando que foi muito bem feito!!

  90. Beleza ,vc foi com filhos!!que idade eles tem?
    Se puder assista em legendado que é muito bom!!

  91. Uma observação técnica de minha experiência com o filme, eu vi 2 pré-estreias e uma estreia, em 3D legendado e dublado, em salas maiores de uma grande rede em SP, pelo menos na minha cidade é a rede que tem mais salas, e em uma sala menor de outra rede.

    Nessa sala menor e com uma inclinação maior das poltronas foi onde tive a melhor experiência em 3D legendado, o som estava fantástico e dava até prá dar um beijo no CPine naquela cena do bar com o Pike, e cada vez que tinha uma explosão era quase possível sentir as faíscas. :)))

  92. Assisti 4x…uma em 4DX!!, realiza…hehehe

  93. Então eu entendi certinho o filme… valeu…

  94. O muleke tem 17 e a menina tem 14. Eles também preferem legendado.

  95. Conforme nosso amigo Waldir,
    STID acaba de passar a bilheteria do filme de 2009. U$ 386,9 milhões no total (o filme anterior ficou com U$ 385,7 MI). E apenas foi atualizada a bilheteria americana, que pelo visto nesta semana ficou em uns 9 milhões de dólares. Os dados de diversas estréias em outros países ainda não foram contabilizados. Fonte: Boxofficemojo. 

  96. É Jornada!!
    Tá na cara que é!!hehehe

  97. Sim, vi em 3D, dublado. Gostei muito do filme, mas por enquanto tô digerindo tudo antes de dar opinião mais “detalhada”.

  98. Ou, tolo é quem não vê o ouro…hehehe, kkkkkkkk!!!

  99. Ela teclou quase indiscutível, e é opinião dela e de 87% dos cinéfilos que assistiram ,ela passou um fato ,vc que falta contra argumentar,fala aê, explica 87% de aprovação do filme!!será que não é vc que tá impondo seu gosto….

  100. Sem argumento? Explica 87% que gostaram do filme, !!
    Fascismo não tá no nosso contexto,principalmente porque durante o fascismo eo nazismo as pessoas eram coagidas a aceitarem o sistema .
    Aqui ,tamos discutindo filme e,em um período de liberdade de pensamento,ok??

  101. Vc precisa mesmo expor suas ideias, tão emocional assim?precisa agredir?
    Eleva o nível aê!
    Quero ler mais sobre os defeitos do filme!fala aê!!

  102. Legal!! Já são Trekkers?sem trocadilhos…hehehe, val a pena ver de novo em legensado!!

  103. Ela já enumerou algumas vezes acima ,é só ler….rsrsrs
    Posso meter a colher?…
    Só pra começar ,a ideia de volta no tempo para uma outra linha temporal e mostrar como teria sido o começo de TOS antes da missão de 5 anos,em ummuniverso paralelo já é muito legal e usa a teoria mais recente da Física, Teoria das Cordas.
    Só pra começo…

  104. U$ 412,2 milhões de dólares! Acabaram de atualizar com a bilheteria dos outros países! Uhul! E ainda faltam dados, não citaram nada do Brasil por exemplo. Abraço!

  105. Acho que não vimos o mesmo filme,fala aê!!

  106. Falta vc ver em 4DX!!
    Vai ao delírio…

  107. Concordo!!

  108. É isso aê!!
    Nova série de tv!!
    Quanto mais usarmos as redes sociais e a net ,sobre STAR TREK melhor!!
    Os produtores de tv e patrocinadores buscam isso pra avaliar novas propostas, precisamos padronizar e citar mais vezes STAR TREK ao postar algo ,porque eles não buscam por “Jornada nas Estrelas,”

  109. Vamos debater!!
    Oque achou das cenas de queda da USS 1701 na Terra? factível!?

  110. Por enquanto o Ralph tá acertando em cheio!!
    Mantenho minha aposta em 600milhões.

  111. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 4:02 pm |

    Essa idéia do universo paralelo foi criada para o primeiro filme, estamos abordando o segundo. Quanto a teorias da física, há absurdos básicos nesse filme ( como a atração gravitacional que “suga” a Enterprise para a Terra em minutos, em linha reta, e a velocidade de partida de Kirk e Harrison em direção à nave de Marcus, entre outros). Pronto, seus dois argumentos foram rebatidos, Quais são os próximos ?

  112. Cita algumas, vamos debater!!

  113. Teve baixaria,ele perdeu o controle,muitos posts ainda estão aqui,não foram tirados,veja abaixo.
    Não sou do TB ,nem defensor de ninguém mas me achei no direito de criticá-lo qdo agrediu argumentos da Sandra.
    Vamos debater!!

  114. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 4:07 pm |

    Achei totalmente furada. Se ela já estivesse em curso em direção à Terra, tudo bem, iria pela inércia mais a atração gravitacional. Mas não foi o caso. Pareceu que ela estava parada e que por conta da proximidade com o planeta ( ela nem estava em órbita estacionária), ela foi com tudo ! Os ótimos efeitos especiais escondem bem essa queda que para mim pareceu ser bem absurda.

  115. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 4:08 pm |

    Mas ela também se excedeu.

  116. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 4:11 pm |

    A sequência da nave submersa ( uma nave que fica em órbita não precisa disso, algo tão elementar !), Spock ter de entrar no vulcão para depositar a sonda. Cenas que lembram o que tem de pior em Star Wars a nova trilogia.

  117. Também queria ver trabalhos de Meyer de novo em STAR TREK ,esse é um ponto em comum!!

  118. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 4:12 pm |

    A sequência mal explicada, forçada e piegas do casal com a filha doente, acho que não agrega NADA ao filme nem ao personagem. Sabe aquela forçação de barra prá vc se emocionar ?

  119. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 4:13 pm |

    Uffa !!

  120. Aí discordamos de novo!!
    Onde não tem pé nem cabeça?
    Não gostei do filme só pelos efeitos 4Dx ,vi em 17.05 em 3D Imax,mas tb em 2D ante ontem e continuo querendo rever os detalhes!!

  121. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 4:32 pm |

    Assisti ao primeiro do JJ no cinema e achei bacaninha. Ao assistir ao DVD, achei sacal. Um ponto positivo desse filme é que tem dois vilões e que nenhum deles é um chato como o vilão de Nemesis ou Generations.

  122. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 4:41 pm |

    O roteirista quis criar uma situação na qual se mostra que Kirk coloca acima das regras o que ele acha correto fazer. Tudo bem. Mas a forma que usaram essa idéia foi ridícula, como já falei ( Enterprise na água e Spock no vulcão). Poderia ter sido bem mais inteligente, mas queriam de qualquer jeito mostrar em 3D cenas de correria.

  123. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 4:49 pm |

    Agora, para JJ, as naves se deslocam como caças. No universo de ST, os shuttles não são assim, são lentos, e a beleza de Star Trek tá nisso, nessa elegância que as naves têm. Agora, não, é tudo rápido e com zigue-zague. Star Wars´ signature. Agora a história serve aos efeitos especiais e não o contrário. O bom de ST está em sua elegância, sua profundidade. Episódios como This Side of Paradise, Journey to Babel, City on the Edge of Forever, ah, isso sim dá gosto de ver. Queria muito gostar do que é novo, mas tá difícil porque, prá mim, esse filme não tem consistência alguma.

  124. Mas e a explosão da USS V. ,aquilo teve reação em cadeia nos motores da nave, multiplas explosões! !Isso provoca onda d choque e tira USS17011 da inércia e já estava entre a Terra e a Lua. Além disso, a Tera exerce maior atração que a Lua.

  125. Qual seria uma ideia melhor?
    A nave no fundo do mar era pra tirar de alcance dos sensores da Frota.

  126. Creio que não mostrou se estava em órbita estacionária ou não. Teria que rever para confirmar.

  127. Imagine se os americanos tivessem apoiado, aí chegaria a 600 milhões. Vamos confiar que o boca a boca americano esteja funcionando e o filme ainda tenha boas semanas por lá. Mas chegando a quinhentão até que estaria bem legal, certo?

  128. Tava em órbita estacionária,o Sulu pode alinhar com a USS V.

  129. Boa!!seria 2016 garantido pra ST-3 e Tv !!

  130. Esta serviu pra entender que o sangue de Harrison era eugenico,neste ponto ainda não havia revelado que é o Khan e justifica seu uso pra recuperar Kirk da intoxicação radioativa.

  131. Em órbita a nave é detectada pela Frota,Nibiru é o lendário décimo planeta do sistema solar,provavelmente descobriram Nibiru em órbita mais próxima que o habitual,segundo a lenda é uma órbita de séculos antes de se aproximar do Sol,receberam ordens de apenas observar o planeta,optaram por mergulhar ,escapando do controle dos sensores da Frota pra poderem executar o plano de Spock pra salvar o planeta da erupção vulcânica.

    Spock ter que posicionar o “cubo de gelo”, realmente é desnecessário mas o fato dele entrar no vulcão não é impossível ,hoje em dia fazem quase isso na beirada de vulcões em erupção na Nova Zelândia,tem vídeos no youtube .

  132. Não vi baixaria nos posts dela qdo entrei no TB mas , podem ter sido tirados ,de qualquer forma, ele começou a provocação,podia ter começado tudo comentando o filme e não quem assistiu o filme,….

  133. Eles não retiraram nada do que eu disse, eu posso ser irônica mas não faço baixaria! 😉

  134. Os efeitos especiais são valorizados nesse filme mas tem muita história também!!
    Quanto às naves e muitos efeitos ,elas se deslocam rápido e zig zag desde TNG, p.ex. em First Contact e na batalha com os Borgs em O Melhor de 2 mundos,vc viu? Não gostou desses episódios?!!

  135. Melhorou muito o lado dos vilões nesse STID,espero que em 2016 tenhamos os Klingons com um grande vilão na história!!

  136. Te conheço !!
    Tinha certeza que não teria baixarias mas,tava fora do ar e não tinha os textos todos.rsrsrsrs :))

  137. É deve ser incrível!

    Eu tô esperando para ver se o Ralph vai fazer um artigo amanhã abordando os assuntos do filme, ele disse que ia ver o filme hj, então eu comento as minhas impressões sobre o filme.

    E já tenho algumas especulações sobre o que pode estar no DVD/Bluray, na semana passada por exemplo o Alex Kurtzman estava na Bad Robot gravando para os “Behind the Scenes” do filme.

  138. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 8:03 pm |

    Mesmo com muita boa vontade, achei forçadíssimo. Mesmo que estivesse em órbita, não cairia tão rápido assim. Mas é o estilo fast food do diretor.

  139. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 8:07 pm |

    A partir de STIII, a ILM tomou conta de vez dos conceitos estéticos de ST. Aí começou o processo de “starwarzização”, com aquela absurda base/estacionamento de naves estelares. Gosto do visual de ST:TMP, com aquela base “enxuta” ( que foi usada em STII como Regula I de ponta-cabeça). Uma nave como a Defiant é ao estilo SW, mas ela tem a desculpa de ter sido um protótipo para combater os Borgs, tudo bem. TBOBWorlds é muito bacana, lógico…!

  140. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 8:10 pm |

    JJ não desenvolveu a história que quis contar. A questão dos EUA e o combate ao terrorismo, o “direito” que se dão de executar sumariamente seus inimigos foi um enorme desperdício. Ele não tem foco, se perde em um monte de coisas que quer aglutinar em um só filme.

  141. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 8:13 pm |

    Não faz o menor sentido o que vc disse. Sua boa vontade para com esse filme é extraordinária.

  142. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 8:16 pm |

    Sensores da Frota ? Que absurdo é esse ? É absolutamente normal estar em órbita para observar um planeta, de acordo com a Primeira Diretriz. Eles tinham tempo certo para observar agora ? Nonsense.

  143. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 8:18 pm |

    Totalmente ilógico, absurdo dos absurdos, com a tecnologia que eles tem prá mandar a sonda lá….nada vai me convencer de que essas saídas escolhidas pelos roteiristas foram aceitáveis.

  144. Boa!!
    Sabe que eu sou parente do Spock ,familia distante dele mas ,sou parente,só que metade Klingon também e por isso muito ansioso!!
    Tô pensando num abaixo-assinado pra pedir o dvd ,blue ray já em agosto!!depois da última estreia no Japão !! É justo né? kkkkkkkkk
    Sei que tá programado somente pra novembro!!
    Diac23 tem debate de STID aqui em SP e a Paramount dvd vai estar lá!! Vamos pressionar pra mudarem pra agosto….rsrsrs

  145. Bem,não me fiz entender,vou tentar explicar melhor…
    Kirk encontra Nibiru e recebe missão de apenas observar os povos,mas pretende salvar o planeta .
    Spock analisa a situação do planeta e descobre um jeito de salvá-lo porque está na iminência de ser destruído pela explosão de um vulcão.
    Como terão que relatar à Frota todos os passos tomados durante o período que estiverem lá e não podem informar ainda oque pretendem fazer ,pois seriam desautorizados pelo Comando,pelo risco de quebrarem a 1,diretriz, optam por mergulhar no mar ,saindo do alcance dos sensores de longo alcance da Frota e de outras naves federadas que sempre mantêm contato por protocolo de segurança ,como já vimos em vários episódios e no cinema,lembra de Sulu capitão da Excelsior,monitorando Klingons e depois o destino tomado pela Enterprise em ST III,a Procura de Spock?
    O período que ficam no planeta ,relatarão que estavam de volta em veloc de Dobra,fora do alcance da Frota.

  146. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 8:56 pm |

    Diz uma coisa: Salvar aquele povo, colocando a sonda para evitar a erupção do vulcão é contra a primeira diretriz ?

  147. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 9:06 pm |

    O que vc acha melhor, mais, mais divertido, mais inteligente: O episódio Trials and Tribbleations (DS9) ou Into Darkness ?

  148. Pode ser!
    Existem riscos em intervir no planeta e provavelmente tiveram que chegar dentro do vulcão porque há um campo magnético próximo do vulcão em atividade que interrompia comunicacões e o tele transporte de Spock,que necessitou posicionar o “cubo” ,em um ponto determinado pra que produzisse efeito esperado.
    Sem tele transporte operante tiveram que bolar outro jeito.
    Outra coisa, acabaram de descobrir o planeta,suponha, este tem órbita lendária e tb reza a lenda que poderia colidir com a Terra um dia, “apagar” o vulcão poderia alterar o futuro,mantendo o planeta em órbita de colisão com a Terra e deixar erupção poderia alterar sua rota ou extinguir o povo…sei lá, é possível!!

  149. Giuseppe Eduardo Bellezza | 16 de junho de 2013 at 10:09 pm |

    O filme é ótimo e já assisti duas vezes.
    Tem tudo a ver como universo de Star Trek.
    Pretendo ver o filme pelo menos mais duas no cinema.
    Virei fã de TOS eu tinha 10 anos e gosto de tudo que já foi feito pela franquia.

  150. Então vou tentar !!
    Pensando bem ,Scotty diz que há um campo magnético muito intenso em volta do vulcão ,que impede o tele transporte e dificulta as comunicações, é lógico sim , pensar que o posicionamento da sonda ou “cubo de gelo gigante” tem que ser feito lá dentro do vulcão e com timer pra poderem sair, pelo risco de não funcionar se ativado fora do centro de erupção!!

    Obs, é fato que um vulcão em erupção produz campo magnético!!

  151. Tinha um monte de naves em TBOBW!!
    Não só Defiant!!

  152. Considerei que em 132min ,JJ, desenvolveu bem o tema!!
    Por mim podia ser um filme de 4hs mas ,comercialmente não dá , concorda?

  153. Aquele filme do Will Smith está em 72 mercados, STID está em 58, embora eu acho que já estreou nos principais mercados falta Japão, Espanha e outros, ainda tem pernas para fazer um bom dinheiro na bilheteria internacional!

  154. Se puder ,vá ver em 4DX, vc tá em SP?
    Vai ver um Espetáculo!!

  155. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 10:37 pm |

    acho que daria prá fazer bem mais com bem menos.

  156. Faço minhas as palavras do Waldir. Sou um treker tradicional. Assisti todas as séries de TV e filmes de cinema e nem todos foram bons. No entanto não sou radical: gosto da renovação. Vi STID ontem em BH, em uma sessão 3D às 21:00 que estava completamente lotada de gente de todas as idades. Pais de 47 anos como eu com minhas filhas de 10 e 16 anos, já devidamente conviventes do universo Star trek. Em minha opinião foi o melhor filme de Jornada de já assisti (juntamente com a Ira de Khan e Generations). O filme peca por um excesso de velocidade, mas tudo bem: todos os ingredientes de Jornada estão presentes. Há uma boa história, batalhas e estratégias espaciais, jogos psicológicos, conflito emocional, discussão ética (ainda que superficial), aventura e também humor. Todos os personagens mantem suas características individuais e dentro do relacionamento entre eles. As atuações dos atores está excelente, pricipalmente do Pine e do Quinto (além é claro do Urban que já esteve muito bem no filme anterior). O cânon é lembrado a todo o momento, como se as mudanças da linha temporal fossem levar inexoravelmente a fatos iguais aos da linha tradicional, como por exemplo o relacionamento de Kirk com a Dra. Carol Marcus. O Cumberbatch é um grande ator e tem carisma para fazer um Khan digno do insuperável Montalban. Achei a idéia de trazer Khan de volta bastante lógica: ele é um personagem tão importante em Jornada que não poderia ficar de fora desta linha temporal. Contar Star Trek sem Khan seria como fazer sem os Klingons. O jogo de inversão de papéis Kirk/Spock foi genial, inclusive o famoso grito. Enfim acho que JJ e equipe tiveram muito mais acertos que erros. É muito bom ver Jornada revitalizada, modernizada e tratada como um superprodução. Que venha o decimo terceiro filme e novaas séries. Vida longa e próspera a Jornada e todos os trekers.

  157. Não é boa vontade, tô argumentando, entra nessa mesa redonda e argumente contra, esse debate é de Trekkers,fãs de STAR TREK.

  158. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 10:49 pm |

    Faço minhas as palavras do crítico da Folha André Barcinski: “Hoje, esse povo (seres de Hollywood cheios de criatividade e boas idéias, os roteiristas) foi substituído por andróides, cuja noção de narrativa se resume a empilhar personagens caricatos em cenas com explosões e usar efeitos especiais e 3D para anestesiar platéias”.

  159. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 10:50 pm |

    O que tenho feito aqui é exatamente isso, críticas com argumentos.

  160. Concordo ,tb sou fã desde 1973,com 7anos, já vi quase tudo de ST ,faltando algumas temps. de DEEP 9 e VOYAGER apenas, tarefa em andamento…
    Vc disse tudo, que JJ e equipe tiveram muito mais acertos que erros. É muito bom ver Jornada revitalizada, modernizada e tratada como uma superprodução. 

  161. Faltando contrapor minha explicação pra nave submergir no mar do planeta…

  162. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 11:06 pm |

    Já disse: Para observar um povo bastava ficar em órbita. Já pensou, que patético, toda vez que for para fugir dos sensores basta descer na atmosfera e entrar no mar de um planeta ? É absolutamente, totalmente, redundantemente ridículo. E se Spock respeita a Primeira diretriz, porque desceu lá (sic) no vulcão….ilógico, totalmente ilógico.

  163. Gostei muito também da qualidade da produção. Na verdade eu achei que o 3D não acrecentou muita coisa. Pretendo assitir em 2d e dublado. Não sei você concorda mas, para mim já ficou claro o gancho da guerra com os Klingons para a próxima sequencia.

  164. Vc não tava acompanhando a discussão ,depois coloco a explicação pra isso de novo e espero que vc argumente,ou leia abaixo ,já defendi isso aqui e não argumentaram contra.

  165. É isso!!conto commisso em 2016!!

  166. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 11:21 pm |

    Eu li e entendi seus argumentos. Isso não significa que eles fazem algum sentido (prá mim ou para a série, ou para qualquer obra relacionada a ficção científica).

  167. Respondi essa ao Thiago,veja acima e contra argumenta,vc não leu a discussão…

  168. Na bela resenha do Carlos Santos linkada acima, com a qual concordo em absolutamente tudo, ele comenta referências de outros filmes em STID. Só acrescentado, a cena em que Khan mata o Alm. Marcus é praticamente igual à cena de Blade Runner, na qual o replicante de Rutger Hauer mata seu criador Dr. Tyrrel. Repararam?

  169. Spock respeita a 1.diretriz ,e logicamente prefere entrar no vulcão sem ser visto ,usando uma nave aux. e não a Enterprise ,quem deixou ser visto foi Kirk!! Ele seguiu ordens de Kirk pra achar um jeito de parar o vulcão.
    A desculpa de Kirk pra sumir dos sensores seria estar voltando à Terra em veloc. de Dobra,oque torna nave não sondável,enquanto isso estavam no planeta, não o contrário.

  170. Maurício Campos | 16 de junho de 2013 at 11:56 pm |

    Já to ficando chato, batendo na mesma tecla ao dizer que isso ( que vc explicou) é um absurdo, uma sincope de consciência dos roteiristas.

  171. Levou 4min. caindo ,no real seriam 8min. como aconteceu com o ônibus espacial Columbia,tá factível, em cinema não gastaram 8min.,vá lá….considero ok.

  172. Só queria entender porque é absurdo?
    Tem começo ,meio e fim.

  173. Simples assim…. Teve gente que gostou muito, outros gostaram com ressalvas, outros odiaram… só não precisa ninguém se exceder… Tanto quem gostou como quem não gostou…
    Infelizmente a geração que assistiu The Motion Picture / A Ira de Khan sozinha não vai conseguir segurar o que o mercado hoje exige ( e eu digo $$, que é isso que importa hoje ). Se o filme foi adaptado de certa forma para a nova geração que vai ao cinema, que continue pelo menos mantendo viva a nossa Jornada nas Estrelas… Podíamos não ter mais nada a se discutir depois do fiasco de Nemesis (que aliás tentei ver no cinema e não consegui, de tão pouco tempo que o filme ficou em cartaz na época aqui em Salvador…), mas aqui estamos!!!!
    Como citou muito bem nosso colega FSPOK: IDIC
    Vida longa e próspera a todos!!!
    \//_

  174. Caro amigo,discordo,

    Em órbita a nave é detectada pela Frota,Nibiru é o lendário décimo planeta do sistema solar,provavelmente descobriram Nibiru em órbita mais próxima que o habitual,segundo a lenda é uma órbita de séculos antes de se aproximar do Sol,receberam ordens de apenas observar o planeta,optaram por mergulhar ,escapando do controle dos sensores da Frota pra poderem executar o plano de Spock pra salvar o planeta da erupção vulcânica.

    Spock entrar no vulcão não é impossível ,hoje em dia fazem quase isso na beirada de vulcões em erupção na Nova Zelândia,tem vídeos no youtube .

    Scotty diz que há um campo magnético muito intenso em volta do vulcão ,que impede o tele transporte e dificulta as comunicações, é lógico sim , pensar que o posicionamento da sonda ou “cubo de gelo gigante” tem que ser feito lá dentro do vulcão e com timer pra poderem sair, pelo risco de não funcionar se ativado fora do centro de erupção!!Obs, é fato que um vulcão em erupção produz campo magnético!!

  175. Maurício Campos | 17 de junho de 2013 at 12:20 am |

    O ônibus espacial Challenger caiu a partir de uma altura de 15km do solo. A Enterprise, talvez, estivesse a 30.000 km, quem sabe ?

  176. Maurício Campos | 17 de junho de 2013 at 12:21 am |

    Sim, tem. Começo, meio e fim absurdos.

  177. Luiz Jorge Dias | 17 de junho de 2013 at 2:23 am |

    Alguém sabe como anda a arrecadação mundial (receita) do filme até o presente momento?

  178. U$ 412,2 milhões de dólares. Fonte: boxofficemojo.

  179. Rafael Gasbarro | 17 de junho de 2013 at 8:12 am |

    Fui ver pela 2ª vez o filme, e foi muito bom!! Pretendo ver pelo menos mais uma vez, dessa vez consegui observar vários detalhes que tinham passado despercebidos da primeira vez… Fui ver dublado e gostei, mas algumas cenas não conseguiram passar a mesma emoção que no áudio original! Abraços!

  180. Não entendi essa, citei a Columbia porque começou a soltar peças e caiu na Terra quando ainda há mais de 40.000km e vc citou a Challenger?Esta explodiu na subida!!!Se liga Marcão!! Agora é q foi absurdo…hehehe!!!!

  181. Maurício Campos | 17 de junho de 2013 at 10:03 am |

    Ah, tá….li rápido e confundi os ônibus. Pois bem. Se o Columbia estava a essa altitude, a Enterprise estava muitíssimo mais distante…mas não adianta, cada um vê o que quer. Você gostou do filme e só vê qualidades nele. Eu tentei gostar e não consegui, já to velho prá gostar de certas coisas.

  182. Brasil abriu STID com mais de 3milhões!!é record! !uhuuuu, mesmo com Copa Confed. futebol e sem propaganda da Paramount!!!o boca a boca dos fãs foi espetacular!!! VLP pra STAR TREK!!!!

  183. Brasil abriu STID com mais de 3milhões!!é record! !uhuuuu, mesmo com Copa Confed. futebol e sem propaganda da Paramount!!!

  184. Brasil abriu STID com mais de 3milhões!!é record! !uhuuuu, mesmo com Copa Confed. futebol e sem propaganda da Paramount!!!3

  185. Maurício Campos | 17 de junho de 2013 at 10:34 am |

    O Columbia estava em operação de reentrada, isto é, a uma velocidade enorme, mais de 20.000 km por hora, e a uma altitude muitíssimo menor que a da Enterprise. Seu exemplo apenas serve para reforçar o quão tosca é essa sequência do filme a qual estamos falando.

  186. Rafael Gasbarro | 17 de junho de 2013 at 10:46 am |

    É isso ai! Fico muito feliz em ver esse sucesso do publico brasileiro! Isso é uma vitoria, que com certeza deixa todos nós Trekkers muito felizes!

  187. Hahaha!!!! A re entrada é a mesma, tava falando da veloc.de queda e a Columbia ou todos os shutles NASA, re entram em queda livre!!!! A analogia ta correta, mas deixa pra lá… Eu to feliz!!
    Brasil abriu STID com mais de 3milhões!!é record! !uhuuuu, mesmo com Copa Confed. futebol e sem propaganda da Paramount!!!

  188. Caraca!!! Onde pegou este dado, FSPOK?

  189. Concordo com tudo o que postou. Vi na net um comentário a respeito do novo filme de um jovem ( claramente leigo) que representa muito bem uma parte do público atualmente alcançado, e que demonstra a necessidade de muito daquilo que vimos em STID ( a tal adaptação a que você se referiu para atingir à nova geração). Eis o comentário do garoto: “Adorei, muito bem feito, sem enrolações ou perda de tempo! Nota 9,5!”. Pois é. Mas eu também curti o filme, e muito, e temos que bater palmas para o JJ pela extrema competência em atingir ao leigo e também ao fã (bem, parte dos fãs, rs). E que venham novos filmes! E principalmente novas séries! Abraço!

  190. Fabio

    Existe uma área dentro de um sistema estelar onde um planeta tem condições de abrigar vida, esse pretenso décimo planeta não estaria dentro dessa área em nosso sistema. Quanto à cena do vulcão, minha crítica foi quanto ao termo bomba de fusão a frio, que seria um dispositivo para efetuar a fusão do átomo a baixas temperaturas (menos que alguns milhões de graus) e liberar energia. Esfriar o vulcão com bomba de fusão a frio é pura technobubble.

  191. Maurício Campos | 17 de junho de 2013 at 12:55 pm |

    O que quero dizer, tentando encerrar esse “debate”, é que os roteiristas apelaram para soluções risíveis. Se você acha que elas foram boas, ótimo. Eles fizeram esse filme prá vc, já que ele não foi feito para um público “adulto”, mas para uma geração onde tudo tem de correr para ser atraente, retratando (des)valores da sociedade atual : A cena da “balada”, o beijo de língua entre um casal de uma espécie de seres alienígenas ( prá que isso ?), a Uhura discutindo o “relacionamento” com Spock naquela situação de perseguição ( imaturidade incompatível com a personagem, mas que prá molecada “é bacana, é engraçado”). Outra cena: Spock demonstrando ciúmes (?) quando flagra Kirk conversando com Uhura no elevador. Jornada nas Estrelas “de verdade” retratava questões relevantes tendo por pano de fundo um cenário futurista, é isso que a diferencia das demais séries. Para esse público, que aprecia entretenimento com conteúdo, não basta. Nem com muita boa vontade.

  192. Trekker somente eu!!! Huá Huá Huá!!! Piadinha….

  193. A menina gosta mas não acompanha, ele acha chato…

  194. Pronto, chegaram num acordo, rs. Creio que há um problema nestes filmes do JJ que acabei por me dar conta observando este debate de vocês. Antes (do JJ) nós sempre éramos informados do status da Enterprise, onde ela estava. Ou a nave estava no estaleiro, ou orbitando um planeta, ou em uma base estelar, ou em dobra ou impulso se dirigindo a um determinado local, isso sempre ficava claro. E a mudança do local sempre era pontuada por um comando do capitão, “Sr. Sulu, marque um curso para o planeta X, dobra 6…”. E aí quando a nave chegava ao planeta isso ficava claro, o próprio capitão ordenava entrar em órbita, ou não. Agora isso não está ocorrendo, quando a enterprise foi aingida naquele momento eu não tinha muito claro que poderia entrar na atmosfera terrestre, só percebi quando entrou. Ou é isso que e citei ou então eu estava com sono, rs, afinal vi o filme na primeira vez meia noite e anteontem a sessão era depois das 22hs, rs. Abraços!

  195. Muito bom esse teu post!!
    Ótimo saber!!

  196. STID não é isso!!
    O filme é muito bem feito e abrangente, une vários gostos diferentes e faixas etárias diversas,é um sucesso!!

  197. Caro Maurício, permita-me lembrar-lhe que a velha Jornada também tomou algumas liberdades e forçou um pouco a barra em algumas situações. Não lembro de nenhuma agora, quando lembrar te digo. E essa reação que você teve agora eu já tive antes na época da série original, acredite. Lembro bem que quando eu vi o filme IV, “De volta para casa”, eu não gostei de algumas situações retratadas porque na época eu achei que não tinham a ver com Jornada. A cena do Spock no ônibus, por exemplo, com o garoto ouvindo música, eu não gostei de início, rs. Mas depois ao rever o filme passei a achar aquela cena o máximo. Lembrei agora de um detalhe deste mesmo filme, o Sr. Scotty ensinou a um oficial, ou cientista, a fórmula do alumínio transparente, antes de ser inventado. Se fosse no filme atual algo assim talvez alguns antigos fãs não gostassem. Vamos torcer que o próximo filme seja mais sci-fi, mais profundo, mais Jornada. Mas o que aí está é muito bom, estou curtindo muito, tomara que você também curta um dia. Abraço!

  198. Muito bacana este seu depoimento. Concordo com tudo. E pensei o mesmo que você, os fatos da nova linha temporal se assemelham aos da outra, parece que se aproximarão ao sempre numa espécie de magnetismo, rs, aquela fala da Dra. Marcus com o Kirk no final sobre “família”. Os caras foram muito felizes com este filme. O que você disse sobre o Urban, realmente ele esteve melhor no outro filme, creio que o roteiro não o beneficiou tanto desta vez, talvez. Eu fui meio indiferente ao filme de 2009, gostei mas não gostei, sabe como é? E uma das coisas que eu gostei demais em 2009 foi que o Urban me lembrou demais o velho Mccoy, nem sei explicar porquê. Vi com minha namorada e minha filha de 14 anos, elas gostaram muito. Estamos juntos, vamos continuar apoiando vendo o filme novamente e vamos apoiar os próximos. Abraço!

  199. Caramba FSPOK você é mais velho que eu? Achava que era o contrário. Abraço!

  200. Mauricio, tenho a impressão que sou tão jovem quanto vc!!
    Quando lançaram TOS em 66 eu tava nascendo.
    SEMPRE curti muito desde os 7anos,isso me deu uma grande imaginação e criatividade,além da inspiração profissional e por isso lutei tanto pela pre estreia com o abaixo assinado.
    Lamento q não tenha gostado nada do filme,as cenas q citou fazem parte de ST,se revermos os episódios d TOS em seus 3anos,sempre apareceram cenas d sexo, humor e tb sérias e mais profundas mas, gosto não se discute!!hehehe
    Agora,conteúdo, é oque todo Trekker antigo como eu quer!!,sem duvida!! E STID,tambem tem!!
    Te convido a assistir d novo!!
    E obrigado pelo debate!!
    Se vc puder tem outro em 23.06,aqui em SP!!Com a Paramount -DVD BR presente!!
    VLP!!!

  201. É que os vulcanos não aparentam a idade!!kkkkkkkk
    Precisamos marcar um dia ,no Promenade, pra tomarmos um café Klingon, nós e toda tropa aqui do TB!!

  202. Na excelente resenha do Carlos Santos linkada acima, e com a qual concordo em quase tudo, ele cita algumas referências a outros filmes em STID. Só acrescentando, a cena em que o Khan mata o Alm. Marcus é muito parecida com a cena de Blade Runner, na qual o replicante do Rutger Hauer mata o seu criador Dr. Tyrrel.
    Repararam?

  203. Excelente a crítica do Roberto Sadovski. Vale a pena ler.
    Viva Alice Eve de lingerie!

  204. peace and love | 18 de junho de 2013 at 2:12 pm |

    yt

  205. peace and love | 18 de junho de 2013 at 2:27 pm |

    Péssimo filme. Pela segunda vez, um filme HORRÍVEL. Ação frenética, sem nexo. Uma burla aos personagens originais. O maior problema é a falta de uma história SOLIDA. Também, os atores são ruins. O Pine não chega aos pés do Shatner ( e olha que o bill não é nenhum robert de niro hein?). O quinto então, nem se fale, longe, muito longe de compor um spock no mínimo aceitável. O abrams fica roubando personagens, frases, ideias e até cenas do que já foi bom em jornada mas…Perai, isto não era um reboot? Não era um outro universo, com a ideia de esquecer tudo e fazer uma jornada “renovada”, uma jornada que não era a “jornada do seus pais”. O que faz então essa cena de morte, ridícula paródia de uns dos melhores (senão o melhor), momento que jornada já teve? Eu também não gosto de ficar assistindo eternamente reprises, mas esse pessoal ai não me deixa muita alternativa.
    Outra coisa, não chamei ninguém de idiota, isso é calunia. E também, foi aquela tal de Sandra que primeiro me disse que eu era um cara com problemas, infeliz, e tals, eu não reagi nunca no nível pessoal, mesmo assim, fui banido e ela não. (será na verdade que as minhas opiniões não gostam?)
    E para o Leandro magalhães, quem teria dado um ótimo Khan, tivesse o universo se configurado para tal; conserva esse teu poder de banimento neste site, esse é o unico poder que tens neste universo. Gente, continuem assistindo esse troço zilhões de vezes, tio abrams (o bolso dele) agradece.
    Galactico

  206. Marcos Jacoby | 20 de junho de 2013 at 1:20 am |

    Fiquei pasmo agora!
    Não vi o filme ainda e nem me preocupo em já saber a estória e etc, porque uma coisa é alguém te dizer o que aconteceu, outra bem diferente é ver o que aconteceu, mesmo que já saiba o que aconteceu. A menos que você seja totalmente vulcano, lógico e inabalável!
    Aí alguém vai dizer: Mas ficou pasmo com o quê?
    Fiquei pasmo o quanto as pessoas podem se deixar levar por coisas que não são realidade, são fantasia, ou no caso de ST, utopia!
    Brigas e discussões, ofensas prá todo lado! Parece até que temos aqui uma molecada, do tipo de hoje em dia, curtindo funk pancadão e gritando como se quisessem ganhar uma guerra na base do grito.
    Onde está o espírito ST?
    Senhoras e senhores, senhoritas e público em geral.
    Isso é um filme, não as suas vidas.
    Por mais que amem, e eu amo ST, não se degladiem! Este é um lugar onde é possivel debater, não se debater, o que é bem diferente, muitos menos ainda bater nos outros.
    Como diz Spock: “A necessidade de muitos supera a necessidade de poucos!”
    Lembrem-se disso e acima de tudo respeitem quem está do outro lado da tela de LCD.
    Vou dar um jeito prá ver o filme no cinema!
    Grande abraço à todos, e apesar de sonharem com o espaço infinito, além de manter os pés no chão, tentem segurar suas cabeças para que elas não virem um novo sol e queimar a tudo e à todos a seu redor.
    Live long and prosper!

Leave a comment

Your email address will not be published.


*