FSPOK – Sem Fronteiras :: Uma jornada para assistir o filme

20160719_123146Em 20 de junho, mais rápido que o teletransporte de Além da Escuridão, nosso leitor e colega FSPOK teve o privilégio de acompanhar a pré-estreia de Star Trek – Sem Fronteiras durante uma viagem a Berlim – Alemanha. O Trek Brasilis entrou em contato para ter suas percepções em relação ao filme, ao cinema e aos trekkers de outro país. Atenção: O texto possui levíssimos spoilers, a maioria referenciando os trailers.

Sobre a viagem, sala e outros trekkies:

Tive o privilégio de assistir a uma pré estreia de Star Trek – Sem Fronteiras em Berlim no ultimo dia 20/07.
Antes de ir para Alemanha já sabia que o filme iria estrear junto com a premiere de San Diego (EUA) e comecei a vasculhar os sites berlinenses pra descobrir onde poderia assistir e descobri que as salas estavam vendendo antecipadamente e… e já quase lotadas!!!

20160719_122928Encontrei o Cine Star, no Sony Center, uma sala IMAX 3D no enorme complexo de lojas da Sony em Potsdamer platz. Só tinha disponível 20% dos lugares do meio pra frente. O pessoal já comprando tudo! Consegui duas entradas via pela internet. 17 Euros cada e versão original com som em inglês. Valeu cada Euro gasto, além de ganhar alguns brindes, um calendário 2017 de fotos e frases do Spock e dois cartões de naves lembrando Star Trek – Phase-II.
No dia do filme, fiz o First Contact com um fã clube Berliner-Trekdinner.de, todos com camisetas ou uniformes da Frota na frente do cine e, um tanto preocupados se o filme seria bom. Eles são trekkers que não gostaram muito de Star Trek – Além da Escuridão, então estavam desconfiados com o novo filme. No final porém, estávamos todos contentes pela qualidade do filme. A sala é fantástica e a tela um pouco maior que a que conheço no Shopping Bourbon em São Paulo. As poltronas em couro são bem mais largas e confortáveis.

Sobre o filme:

Foi muito bom, considero o melhor dos três da Kelvin-Timeline, com uma tripulação realmente remetendo a TOS e muitos, mas muitos aliens por todo o filme! Até um tripulante “descendente” de Alien o 8º Passageiro está no filme prestando uma valiosa ajuda a Kirk.
Trechos homenageiam a série e os seis primeiros filmes desde o primeiro minuto. Quem é trekker vai perceber, rir e se emocionar durante os 123 minutos. Como num filme da franquia Missão Impossível e Star Trek – Além da Escuridão, no início vemos a hilária conclusão de uma missão em planeta alienígena que remete um pouco a Star Trek – A Terra Desconhecida e já mostra um Kirk maduro e visivelmente questionando “por que estamos aqui fazendo isso?
O filme todo é rápido mas com momentos de reflexão importantes e memoráveis. Ao final fica aquele gostinho de quero mais. Tem enredo bom apesar de um defeito na minha opinião, em relação a uma tecnologia usada por Krall, mas enfim, nenhum filme de Star Trek é perfeito. A fotografia e CG são fantásticas, tudo que você teria gostado de ver em na Série Clássica de 1966 se os estúdios tivessem os dólares e a tecnologia de hoje.

O destaque pra mim é a Enterprise em todos os detalhes até a metade do filme <trecho editado pelo TB para evitar spoilers>. A Base Yorktown também é espetacular e pelo menos dez vezes maior e mais complexa que Deep Space Nine, sinaliza novamente que nesta timeline tudo é tamanho mega, talvez por influência da Narada do filme de 2009.
Em IMAX 3D eu senti que estava dentro da NCC-1701 e da base. Foi sensacional e Star Trek também é isso, viajar pelo espaço e por lugares aonde ninguém esteve, certo?

Com relação aos novos mundos, resumo que é bem interessante a região do espaço visitada pela NCC-1701 para não liberar spoilers. Região inexplorada e que faz jus aos medos de McCoy como ele já dizia em Star Trek 2009.

Mostraram pouco o planeta Altamid já citado nos trailers e o seu cenário é o do set de filmagens de Vancouver.

O relacionamento da tripulação e principalmente da “trindade de Star Trek” é realçado e muito bem mostrado. Vemos Sulu e Chekov mais presentes desta vez e Scotty mais ainda, dando um tom de humor e criando clima com Jaylah, a aliada. Até Keenser tem um papel importante uma característica desconhecida e Krall é bem melhor que o Khan de 2013 e de Nero, com diálogos e momentos psicológicos interessantes não mostrados nos trailers.

A USS Franklin é usada por Kirk & cia. como todos já viram nos trailers e isto, junto com o papel de cada um na trama, lembra um pouco Star Trek – A Volta para Casa, há um objetivo, todos tem uma tarefa, há humor entrelaçado na história e muita ação. No final do filme fiquei em dúvida se a estratégia usada contra as naves de Krall já não foi usada antes em outro filme? Assistam e me respondam depois.

Avaliação: Pra mim Star Trek – Sem Fronteiras foi nota 9 de 10. Para comparação com outros filmes considero:

Star Trek – Além da Escuridão: 7.

Star Trek 2009: 8

Star Trek – A Ira de Khan, A procura de Spock, A Volta para Casa, A Terra Desconhecida e First Contact: 10.

 

A equipe do Trek Brasilis agradece a colaboração do colega FSPOK.

109 Comments on "FSPOK – Sem Fronteiras :: Uma jornada para assistir o filme"

  1. Mauricio Silva de Moura | 28 de julho de 2016 at 11:16 pm |

    Fspock congratulações por viver essa experiência e relatá-la compartilhando conosco. Como considerou a atuação de Quinto nesse filme. está mais distante do Spock de Nimoi ou mais próximo, na sua visão?

  2. Cara que inveja, moro em Belo Horizonte, nem anteciparam a pré estreia por aqui. Estou empolgadíssimo para ver o filme! ahhhhhhhhhhhh

  3. Quem pode, pode!!!!

  4. ” Até um tripulante “descendente” de Alien o 8º Passageiro está no filme prestando uma valiosa ajuda a Kirk”, Achei muito bizarro esta tripulante, tem, na verdade, a aparência do abraçador.

  5. Vamos aguardar após 30/07.

  6. Valeu, Fspock! Excelente resenha sem spoilers comprometedores! Engage! 😀

  7. Te vejo amanhã!! vc vai gostar deste filme!!

  8. espero sinceramente que mudem isso e haja pre estreias em todo Brasil na semana que vem !!!

  9. bizarro e surpreendente….foi legal….

  10. torcendo pra mudarem isso…pré estreias em todo Brasil já na semana que vem !!!

  11. Quinto é diferente mas lembra mais o Nimoy nesse filme… pois McCoy o ajuda muito nas cenas, Urban -Mccoy é sensacional….vc vai lembrar muito de Nimoy nesse filme!!!

  12. Ralph , obrigado pelas correções pra evitar spoiler que nem percebi…
    Só corrigindo….a nota 10 eu dou pra ST II, ST IV, ST VI e FIRST CONTACT

  13. Puatz, FSPOK, estou ansioso ao ponto de sentir “borboletas” na barriga. Rsrs. Com certeza assistirei mais duas ou três vezes em setembro. Será que o Blu-Ray sai aqui no Brasil antes do Natal?

  14. Deve ser um alien romântico, muito beijoqueiro. Hahaha.

  15. Ouvi dizer que… nesse filme… o Chris Pine está… um pouco mais… parecido com o Shatner.

  16. Mas é uma boa tripulante, coitada!

  17. Como havia dito antes, gostei muito do filme. Comparando-o com os demais da Kelvin-Timeline, está literalmente anos-luz de distância. Finalmente consegui enxergar Pine com jeitão Kirk dos tempos clássicos e não mais aquele garotinho assustado e marrento dos filmes anteriores, cuja primeira dificuldade se escondia atrás de Spock.

  18. Se quiseram prestar uma homenagem ao Alien, cujo filme foi lançado na mesma época de Star Trek I (incrível que possa parecer, mas o filme é 1979 também), foram bem sucedidos. Quando ela apareceu e fez aquilo, não acreditei….. deu até gastura!!kkkkkkkkkkk

  19. Esse é um “Berlinense”!!!!! Ô inveja Santa!!!! Hahahahaha!!! Parabéns Fspok! Cê é nosso representante no Quadrante Norte e seus primeiros contatos irão abrir “estradas” para todos nós do quadrante Sul com integração e sharing das distintas experiências. Parabéns! Cmd. Fspok!

  20. Verdade, aquele garotinho marrento e assustado dos filmes anteriores que se escondia atrás do Spock foi embora, graça as Deus. Até na aparência física fizeram um up nele.

  21. desde o início do filme …vc vai notar..

  22. concordo…voltaram a valorizar a trindade e McCoy!!

  23. ri muito na hora …a cena é inesperada….

  24. não é …mas vc vai ter uma surpresa kkkkkk

  25. não sei do blueray mas com certeza vou re ver umas 4 vezes como em 2009

  26. Mauricio Silva de Moura | 29 de julho de 2016 at 2:42 pm |

    ótimo então. “Urban -Mccoy é sensacional: “concordo.

  27. todo aquele trekker que for algum dia a Berlim, vai se sentir berlinense naquela cidade que lembra muito uma civilização do futuro ,que permite a convivência de todas as etnias e nacionalidades e onde podemos nos deslocar e comunicar facilmente e em um só idioma( inglês) sem necessitar de tradutor universal e um local onde há realmente ordem e progresso…como uma cidade do seculo 23 de G Rodenberry….

  28. Viva o Fabião!!

  29. Um dia vou lá…

  30. Ainda bem, né!! Uhura com par romântico com Spock não dá pra engolir.

  31. vc deve ir !! vai gostar!!!

  32. Acho estranho o fato dele não a “beija-la” no modo vulcano. //\

  33. Acho estranho o fato dele não “beija-la” no modo vulcano.

  34. Não vejo a hora do povo ir assistir a tal pré-estreia para discutir o filme!!! Falar em termos vagos para não entregar o ouro esta sendo difícil! kkkkkkkk

  35. Isso é lógico, veja: 1 humano (Uhura) + 0,5 humano (Spock) = 1,5 humano contra 0,5 vulcano que sobrou (a metade Spock).
    Nessa cena vemos: 1 vulcano + 0,5 vulcano = 1,5 vulcano, ou seja, beijo de dedos. Rsrsrsrs

  36. Fspok, excelente texto! Parabéns, e obrigado por ser nossos olhos nesse momento em que estamos tão ansiosos! Valeu pelo aperitivo! Agora é só aguardar pela estreia do lado de cá!

  37. Maurício Monteiro | 29 de julho de 2016 at 9:07 pm |

    Minha nossa, Edu…! Depois dessa, só rindo mesmo!

  38. foi bem um aperitivo mesmo!!
    O filme tem muitos detalhes e vale a pena ver mais de uma vez…

  39. kkkkkkkkk, tem razão….não soltar spoiler tá complicado….
    tem muito pra discutir sobre o filme….

  40. essa foi uma piada romulana…..kkkkkkkk

  41. Tô fora!!

  42. Este é um ritual inicial de Ponn Farr. Não sabemos o que Spock e Uhura faz nos aposentos.

  43. Fspock, td bem, mas desconsiderar The Motion Picture “it´s not logical”

  44. Não desconsiderei.
    ST I – The Motion Picture foi um marco e um filme conceitual … Fora da escala 1-10 . Fica à parte, especial pra todos os trekkers com 40 anos ou mais!!! Hehehehe

  45. Dá pra ter uma ideia doque fazem nos aposentos…pela HQ IDW e neste filme tem uma parte que mostra a rotina na nave….hehehehe

  46. Você deveria ser político ….

  47. A lógica me diz que Todos deveríamos ser políticos …no bom sentido da palavra….

  48. Infelizmente, não tenho o dom

  49. Maurício Monteiro | 30 de julho de 2016 at 10:19 pm |

    FSpok, no resumo do Hollander ele disse que “a Frota poderia mandar sua nave mais moderna, mas infelizmente ela ainda está sendo construída.” Mais moderna ainda que a Vengeance? Louco para sair logo o blu-ray…

  50. Não se fala da Vengeance no filme Beyond.
    Oque falam é algo como aquela velha historia” a Enterprise é a única nave capacitada no setor neste momento . ” 🙂

  51. Preeeeeeeeeeparem-se!!!
    Vai ter outras pré estréias em cidades que tenham Imax!!!!!

  52. Ricardo Pinheiro | 31 de julho de 2016 at 3:54 pm |

    Aqui no Rio, na sessão de cinema da pré-estreia, o cinema estava lotado. Dizem que na 2a sessão (a começar depois da meia-noite) estava também cheia. Ganhamos pipoca e refrigerante por conta da Paramount, um poster do filme, um voucher de 1 mês para o Telecine Play, e ainda participamos de um sorteio de 4 itens, como DVD, mouse, entre outros. Infelizmente, ganhei nada.

    Foi bom rever o pessoal da AFERJ (Henrique e cia) por lá, ver MUITA gente com camisa de ST (e eu, que sou trekker mas não tenho camisa ainda, vestindo uma do Batman mesmo). O irônico é que minha esposa tem uma camisa de ST e eu não (ela ganhou num evento da AFERJ há alguns anos). Também foi surpreendente ver o esposo de uma amiga da minha esposa por lá – nós não sabíamos que ele era trekker também, então rendeu um pouco mais de papo sobre o fandom.

    Quanto ao filme: Eu gosto muito do STID, mas suspeito que o STB possa ser o melhor dos 3 da linha do tempo Kelvin. Tenho que assistir de novo para ter certeza… Só queria saber do FSPOK o q foi q o incomodou, pq tive uns desconfortos c/ alguns acontecimentos, mas nada de grave. Mas se a gente falar aqui, vira spoiler.

  53. Ricardo Pinheiro | 31 de julho de 2016 at 3:55 pm |

    Comecei a rever ST:TMP hj, na versão do diretor. Nossa, como o filme é lento… Mas só vi até a metade, a trekkie em fomação da casa (minha esposa) queria ver mas estava ocupada, então paramos pra ver depois.

    Mas até agora, do q vi… Gostei.

  54. Ricardo Pinheiro | 31 de julho de 2016 at 3:56 pm |

    Berlim tem uma coisa de bom, entre várias: Comer, por lá, é barato.

    Ainda não fui a Berlim, mas quero ir no futuro.

  55. Ricardo Pinheiro | 31 de julho de 2016 at 3:57 pm |

    Olha, n sei qto a Sampa, mas no Rio as 2 sessões lotaram. Espero q eles façam outras pré-estreias pelo Brasil afora. E logo!

  56. Ricardo Pinheiro | 31 de julho de 2016 at 3:58 pm |

    Confesso q tô tentando lembrar qual é essa alien q vcs estão falando… Se é quem eu estou pensando mesmo.

  57. Ricardo Pinheiro | 31 de julho de 2016 at 4:02 pm |

    Chris Pine está + velho, + maduro, está bem + parecido c/ o Kirk q conhecemos, na atuação de William Shatner.
    Quinto está + emocional pra um vulcano. Acho q o Kolinahr n rolou ali ainda.
    Urban está exatamente o McCoy q conhecemos. E como reclama, resmunga, é irônico… Pra mim, o melhor.
    E gostei de terem dado + tempo de tela pra Uhura, Scotty, Sulu e Chekov. Ficou bem dividido e explorou mais os personagens.

    Ah, a tal cena do Sulu q ia ter um beijo mas cortaram… N tem o beijo, mas minha esposa viu a cena e me perguntou: “Eles são um casal, né?” Eu confirmei, e ela disse q estava na cara q eram. E ela n sabia de nada a respeito da homossexualidade do Sulu. Ficou sutil e bonito. Gostei.

  58. Em SP lotamos as duas sessões e na primeira acabou com salva de palmas!! A maioria concordando q é o melhor dos 3 filmes dessa Kelvin time line.
    Falamos com o pessoal da organização da paramount presentes no cinema e disseram q vai ter mais sessões especiais em Agosto em cidades que tenham Imax!!!

  59. Berlim é toda muito bem organizada e todos usam o transporte público excelente em ônibus metrô e trem e muita bicicleta!! A cidade é 90% plana e vi até idosos de bike. Vc pode conhecer a cidade e todos os pontos turisticos de bike.

  60. É um filme excepcional mas tem q ser realmente trekker pra gostar. Não tem agitação dos filmes de hoje. Tem conceitos.
    Comece a pensar nos borgs….

  61. Spoiler alert!!!






    —- spoiler : a moto no espaço profundo e …a maquina do Krall q é fantasia na minha opinião e poderiam ter usado alguma tecno trekker mais factível no enredo….

  62. Em SP foi igual só não tivemos o voucher q vc citou…sortudos!!

  63. Mauricio Silva de Moura | 31 de julho de 2016 at 9:21 pm |

    Será que J.J. terá conhecimento de que os fãs preferem Justin Lin na direção? E voltemos ao passado recente, o que dizer agora sobre Lin, pois quando foi anunciado recebeu críticas mesmo antes de começar a trabalhar….depois do primeiro vídeo divulgado mais críticas e ironias com citações velozes e furiosos. Hoje já vi vários fãs pedindo desculpas publicamente a Lin e implorando para que ele fique no próximo filme.

  64. Se ele soubesse….

  65. A cena gay foi sutil e muito boa como se fosse uma situação corriqueira, apesar do corte do beijo gay. Não é o que se vê por aqui, por exemplo, como uma forçação de barra em que eles empurram goela a baixo e ainda te chamam de fascistas, nazistas e o escambau se você discorda. Particularmente gostei. Kirk olha como se fosse algo qualquer e segue em frente. É assim que deveria ser….

  66. Sou um deles!!! O oriental sabe trabalhar. Afinal, não sei se pertence a alçada dele, mas foi um dos responsáveis por trazer as coisas mais ou menos nos eixos. Até então, pelo menos impressão minha, girava-se muito em Spock (como “capitão”), Uhura (“primeira-oficial”) e Kirk (“operador do transporte”, tempos atrás falava que Pine logo seria figurante na nave). Urban era um figurante de camisa azul. As coisas neste filme mudaram e o triunvirato fundamental que se via no seriado clássico acabou por voltar e, o melhor, os demais não tiveram participações diminuídas, todos foram fundamentais no desenvolvimento da trama. É uma pena que só aconteceu agora.

  67. JJ já disse que o ST4 será a melhor “estória” já contada nesta time line e que vai dirigir o filme. Espero q a repercussão positiva do filme de Lin aumente ainda mais e JJ passe o bastão!!
    Um diretor e um redator trekker fazem muita diferença.

  68. O Lin e Pegg tem q ficar no ST4 ao menos como co diretor e co redator…já que o JJ vai querer dirigir….como já disse…

  69. Sim e a avalanche se elogios na net não pára…

  70. Apesar das boas críticas, a bilheteria está abaixo do que Into Darkness. Se não houver um fôlego novo, pela repercussão das críticas, talvez repensem sobre fazer um novo filme. O exterior do EUA, podem, novamente, decidir tudo.

  71. Quinto não achei mais emocional. Ele estava com ferimentos como já apareceu no trailer e o McCoy diz porque ele está emocional na hora lembra?? Foi isso…kkkkkkkk sem spoilers!!!

  72. Sim mas no exterior aos EUA a bilheteria está maior e muito boa não está?? O boca a boca nos EUA deve mudar pra maior a.bilheteria. pois os elogios não param.

  73. É uma alien que Kirk pede ajuda e aparece de novo quando Krall ameaça matar um tripulante da ponte da Enterprise…falando assim pra não soltar spoiler kkkkkkkk

  74. Só pra complementar – esta nave em construção reforçará ainda mais uma antiga lenda que sempre rodou nos filmes com os personagens clássicos após o 4º filme.

  75. Dá um desconto – Talvez Balthazar Edison gostasse de uma moto. Pelo menos e sempre falei desde o começo quando a moto apareceu. Ela estava na Franklin.

  76. Sinceramente, não sei sobre bilheteria no exteior, apenas primeiro final de semana de quase 70 milhões

  77. Provavelmente reduzirão o orçamento, mas não acredito que desistam de uma quarta sequência. Star Trek não é só bilheteria dos cinemas, é venda de DVDs, Bluray, estream, o que rende muito mais para o estúdio.

  78. Eu estive viajando na semana passada, e não estava perto de SP nem do Rio, então desencanei de STB. E, estive dando uma olhada nas notícias sobre a bilheteria, essa manhã. Eu acho que só mais tarde, virá a confirmação sobre os números exatos do fim de semana.

    Mas, dificilmente o filme fará algo próximo de STID, internacionalmente, é necessário ir muito bem na bilheteria asiática, principalmente na China. Infelizmente a bilheteria no primeiro fim de semana nos EUA, já mostrava que o filme tem pouca chance de chegar aos 200 milhões por lá.

  79. Bem, o JJ deve isso aos fãs. Quem mandou anunciar o próximo filme sem ter certeza da bilheteria desse?

    Eu vi gente comentando na época que ia esperar pelo próximo filme, em vez de ir ver esse no cinema. Esse fandom é meio cansativo as vezes, e JJ não ajuda, quando se trata de saber promover ST.

    Aliás, na minha opinião os problemas de STB começaram quando JJ abandonou a franquia para ir dirigir SW.

  80. Segundo o Box Office Mojo o filme já fez cerca de 160 milhões mundialmente, sendo que nos EUA tem 105 milhões.

    Mas, ainda não estreou em muitos mercados na Europa, Asia, México e America do Sul.

  81. Se passar dos 500 milhões estamos feitos.

  82. Espero que consiga isso, mas não creio que será fácil conseguir esse valor. Infelizmente parece que não é um bom momento na bilheteria americana.

    Parece que fizeram um alarde enorme sobre a bilheteria de fim de semana de estréia para ‘Jason Bourne’, prevendo 60 milhões, e o filme teve menos bilheteria que STB na estreia.

    http://www.boxofficemojo.com/

  83. Maurício Monteiro | 1 de agosto de 2016 at 9:18 pm |

    A minha curiosidade reside no fato de que a “nave mais moderna/avançada da frota ainda está sendo construída”; bom, se a Enterprise já está há três anos no espaço, e a Vengeance foi destruída… que nave seria essa em construção, e o que ela tem de mais avançado que a Enterprise? (Lembrando da revista MAD agora: Capt. Esteban: “Esta nova nave, a Excelsior tem tudo, Jim. TUDO mesmo!” Capt. Kirk:” Cascata! Quê que ela tem que a Enterprise não tem?” Voz nos alto-falantes internos da Excelsior: “ATENÇÃO PECHINCHADORES: LIQUIDAÇÃO DE TOALHAS SANITÁRIAS A LASER NO CONVÉS TRÊS!” Hilário…

  84. Marketing furado da paramount….

  85. Espero sinceramente que JJ passe o bastão pra Lin tb no ST4…depois de ver Beyond é seguramente o melhor dps 3 filmes desta Kelvin time line.

  86. Não posso falar se não estraga, mas é perceptível durante a construção. Para a época de sua concepção é bem avançada, já que tal tecnologia só seria vista no século seguinte, no cânon tradicional. Por isso que a tornará a mais avançada para aquele momento.

  87. Gostou do filme Ralph, fale de suas impressões sobre ele?!

  88. E com combustível , óleo etc etc kkkkkkkkk, ainda se fosse uma moto do sec 23 tudo bem…mas é uma relíquia….kkkkkk

  89. Manda o link youtube…e avisa possivel spoiler…só clica quem quiser…

  90. Spolier – A nave mais moderna da frota ainda e construção

    https://www.youtube.com/watch?v=L4DVUEb3Tm8

  91. A máquina de Krall é uma reconcepção da arma romulana (Nemesis) e de uma arma Vulcana vista em ENT.

    Nota: Obvio que não pesquisaram. É que já escreveram tanta coisa nos episódios que é fácil esbarrar em algo.

  92. (2)
    Difícil é ela funcionar depois de anos…

  93. A passagem refere-se a construção da nave que está na base Yorktown. Uma nave que seria mais avançada que a atual Enterprise.

    SPOILER

    Esta nave – no final – é rebatizada para um nome conhecido…

  94. Na Kelvinline a Enterprise está beirando os 7 anos aproximadamente. É óbvio que qualquer nave construída depois dela, deve possuir equipamentos mais atualizados. É reforçado que a Enterprise somente tem equipamentos de ponta devido a missão especial de 5 anos de exploração.

  95. Maurício Monteiro | 2 de agosto de 2016 at 9:30 pm |

    Inexistente é a palavra mais correta… Cara, duvido que a Disney daria uma mancada dessas com Guerra nas Estrelas, que é uma verdadeira galinha dos ovos de ouro! Já a Paramount, preferiu matar a sua…

  96. Maurício Monteiro | 2 de agosto de 2016 at 9:34 pm |

    Ai meu Deus!!! Mais uma vez esse cara na direção prá afundar de vez com Jornada!!! Vai jogar “lens flare” em Guerra nas Estrelas, JJRuela! Não percebeu ainda que Lin fez um trabalho muito melhor que o seu?

  97. Maurício Monteiro | 2 de agosto de 2016 at 9:35 pm |

    Valeu, amigo.

  98. Maurício Monteiro | 2 de agosto de 2016 at 9:36 pm |

    Faz sentido. E eu também pensei nisso…

  99. Maurício Monteiro | 2 de agosto de 2016 at 9:54 pm |

    Verde, política, na verdade, é a arte da argumentação; não essa… coisa que vemos em nosso país.

  100. Percebeu o diferencial dela em relação as demais naves da época?!

  101. TOTAL VERDADE

  102. Mauricio Silva de Moura | 3 de agosto de 2016 at 9:42 pm |

    Prezado Everton. Voce tocou em um ponto muito importante: a tradição deve ser mantida no sentido de não descaracterizar a obra original. Pode-se usar a linha alternativa do tempo, mas, jornada sempre foi kirk, MCkoy e Spock. É isso que JJ não comprendeu. Spock nao deve ser Kirk, nem vice versa. Bem ao menos essa é a minha visão.

  103. Mauricio Silva de Moura | 3 de agosto de 2016 at 9:46 pm |

    Concordo com Fspock. Devem ficar mesmo. Ao que me parece JJ é bom apenas nos efeitos especiais. Quando paguei pra ver Transformers percebi que o roteiro era péssimo, a estória não capturava a atenção de ninguem que estava assistindo, contudo os efeitos especiais eram um dos melhores que ja tinha visto em um filme de ficção cientifica. assim, Justin na direção, Pegg coredator e jj só nos efeitos. Por isso que esse ultimo mais recente agradou. Só se jj mudar da noite para o dia, mas, se ele dirigir o quatro será igual aos outros nos quais dirigiu.

  104. Ricardo Pinheiro | 16 de agosto de 2016 at 12:42 am |

    Pois é, aqui também encerrou com palmas. Espero que hajam outras pré-estreias. E descobri uma aluna hoje que é trekker, pela reação dela quando me viu com uma camisa com o símbolo da Frota Estelar. Já terei mais simpatia ao corrigir as provas dela. =)

  105. Ricardo Pinheiro | 16 de agosto de 2016 at 12:44 am |

    Bicicleta é uma tendência mundial, apesar de ter gente que diga que “bicicleta é coisa de comunista, de hippie, de idiota”. Sinto, quem usa carro podendo usar outro transporte público é que é idiota.

    Em Amsterdam eu não andei de bicicleta, mas caminhei muito a pé, andei de bonde, de metrô também… Achei bacana, por mais que eu achei a cidade feia e envelhecida.

  106. Ricardo Pinheiro | 16 de agosto de 2016 at 12:46 am |

    Minha esposa disse que é um romance travestido de sci-fi. Como ficção científica é um ótimo meio para criar metáforas e tratar de outros temas, achei viável. Mas ainda assim, é um filme LENTO. Mas gosto dele.

    E sim, o V’Ger e os Borgs se encaixam.

  107. Ricardo Pinheiro | 16 de agosto de 2016 at 12:48 am |

    Sim, sim, concordo.

    Aí temos polarização, quando os homossexuais querem afrontar e agem
    de forma quase pornográfica na frente das pessoas (e se você critica, é rotulado disso tudo que você falou), e a “liga das senhoras carolas” que ainda acham que a homossexualidade é algo que não existe na sociedade.

    Equilíbrio, gente. Equilíbrio.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*