Escritor nega uso de seu episódio no novo filme

ellison.jpgEm um vídeo entrevista ao site The TrekMovie, Harlan Ellison, o autor de “Uma Cidade a Beira da Eternidade”, famoso episódio da série original, afirmou que o portal do tempo existente na história e chamado de “Guardião da Eternidade” não aparecerá no filme de J. J. Abrams.

Durante manifestação dos grevistas em frente ao estúdio da Paramount, o site The TrekMovie teve a oportunidade de falar rapidamente com o escritor e roteirista que estava presente no evento. O site perguntou-lhe sobre os rumores de que um episódio escrito por ele estaria sendo usado para o novo filme de Jornada, “Algum idiota reportou (na internet) que a produção do filme estaria tirando elementos de “A Cidade à Beira da Eternidade””, disse Harlan Ellison continuando, “O Guardião da Eternidade, a história de Edith Keeler, todo esse material é meu, em razão do sindicato dos roteiristas”, criticou o escritor.

“Essa pessoa diz que viu parte do script e que eles (do filme) tiraram elementos de meu roteiro. Eu digo que isso não pode ser. E, o fato é que J. J. Abrams, que é um dos meus escritores favoritos, não precisaria roubar isso de mim. Portanto, tudo isso é besteira”, comentou o indgnado escritor.

Não há nenhuma informação oficial, até o momento, de que alguma referência de série passada estaria sendo utilizada no script do filme. De modo que podemos considerar essa informação como um rumor.

Fonte: The TrekMovie

4 Comments on "Escritor nega uso de seu episódio no novo filme"

  1. Po…esse Harlan Ellison tá querendo é dinheiro!
    Faria muito mais sentido, principalmente para os que já são fãs da franquia, usar elementos de episódios da série Clássica, até mesmo para que exista algum link com o que já está estabelecido. Acredito que um filme sem referência alguma à nenhum episódio seria menos interessante para os que já acompanham a franquia.

    live long and prosper _\\//

  2. Não querendo me parecer com ferengui… hehe, mas não há nada errado em querer lucrar com os frutos da sua própria criação.

    Se os direitos sobre o roteiro de “Uma Cidade a Beira da Eternidade” pertencem ao escritor e roteirista Harlan Ellison, devria o mesmo ser ao menos consultado.

    E se esse fosse o caso, o estúdio poderia recompensá-lo satisfatoriamente pela utilização de suas idéias.

    Ocorre que o estúdio não seria louco de fazer isso à revelia do autor, logo, parece que não teremos esse gancho no filme para a infelicidade dos fãs.

    No entanto, ouso discordar de Harlan Ellison, ao meu ver, o sujeito que plantou esse boato deu uma genial sujestão, assim, idiota ou não, ele deveria ser elevado ao status de consultor criativo do filme.

    Victor desliga!

  3. De fato, sendo rumor ou não, foi uma excelente idéia!

  4. Ah coitado, ele nem sabe se vão usar ou não.
    Não pode afirmar que não vão usar.
    Também acho o que ele quer é uma graninha.

    Masx, aguardando o lançamento.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*