Abrams diz por que Shatner está fora de seu filme

abrams.jpgO ator William Shatner (Kirk), que continua se lamentando por estar ausente no novo filme de Jornada nas Estrelas, concedeu entrevista ao SciFi Wire revelando sua saudade da franquia. Enquanto isso, o diretor J. J. Abrams, durante a premiere de Cloverfield, deu uma breve entrevista a um programa de TV, onde resolveu explicar a razão de não ter convidado Shatner para fazer parte da produção.

william-shatner-1.jpgShatner falou ao jornalista do SciFi Wire a respeito da saudade que sentiu dos velhos tempos de Jornada quando passeou pelos cenários do Star Trek Tour, onde foi o apresentador do evento, “Eu devo confessar a vocês, que fui dar uma olhada no cenário da ponte de comando e senti essa onda de ponte-de-comando.jpgnostalgia. Foi incrível. Eu não tinha estado de volta a uma ponte de comando desde o último filme”, disse Shatner. “Eu olhei para o uniforme (da série original), que eu supunha estivesse desgastado há 40 anos atrás, e imaginei que ele não poderia ter servido em mim”, brincou o ator.

A respeito do novo filme da franquia comentou, “Eu acho que eles estão no meio do caminho das filmagens. Eles têm mais três semanas para se esconderem de mim”, brincou o ator sobre a esperança que ainda tem para ser chamado, “Eu não acho que vocês estarão me vendo, infelizmente. Adoraria ter estado lá. Mas, por alguma razão, não estarei. Eu não sei a razão, mas tenho certeza que será um grande filme e desejo a eles toda a sorte do mundo. Espero que Jornada continue”, finalizou.

Mas, o diretor J. J. Abrams, durante o programa Adam Corolla Show, parece ter colocado um ponto final nessa longa novela. Comentando a respeito de Shatner não ter sido convidado para uma participação no filme, o produtor foi enfático, “Shatner é um ícone, um cara maravilhoso. Eu realmente queria pô-lo no filme, como fiz com o Nimoy. A verdade é que seu personagem morreu no filme Star Trek: Generations. Ele filmou a cena em que Kirk morre. Se eu o pusesse no filme, eu apenas estaria dizendo que isso foi uma farsa”, disse Abrams acrescentando, “A razão de eu estar fazendo esse filme é porque o script é incrível. Você não tem de saber nada sobre Jornada para ver o filme. Nós estamos fazendo isso para os fãs, por um lado, mas a verdade é que estamos fazendo isso para as pessoas que não sabem sobre Jornada“.

Fonte: TrekWeb e Trek Movie

17 Comments on "Abrams diz por que Shatner está fora de seu filme"

  1. Bem feito pro Shatner por ter aceitado fazer aquela bomba chamada “Generations”. Ninguém gostou de ver o Kirk morrer daquele jeito. Agora ele paga o preço!

  2. Francisco Oliveira | 19 de janeiro de 2008 at 9:04 am |

    Eu acredito que Shatner será chamado , ou para uma participação no final deste , ou para uma sequência …é óbvio que Spock (Nimoy) ,voltando ao passado ,lhe dará alguma dica para os eventos que ocorrerão no Nexus de generations .
    Abraços , Francisco

  3. Commander Tomalak | 19 de janeiro de 2008 at 9:16 am |

    Concordo com o post acima. A porcaria foi feita quando o Kirk morreu em generations. Para resgatá-lo no nexus teriam que fazer um arco de história só para ele, desnecessário, só para agradar os “fanboys”, que com certeza acabaria com o filme na Technobable…

    Esses mostrei a minha esposa a Ira de Khan, que considero o melhor filme da série. Nesses 4 anos de convivência, ela sabe que eu sou trekker, mas eu confesso que nunca tinha tido coragem para mostrar um filme, pq ela é uma dessas pessoas que confundem Star Trek com Star Wars. Ela gostou muito da Ira de Khan, mas encontrou algumas dificuldades para entender algumas situações (tipo quem é o Khan? Que isolamento é esse que foi imposto a ele? etc.) Acho que é justamente isso que o Orci e o JJ querem evitar, se estão fazendo o filme para uma nova audiência. Já que é um reboot (ou remake, whatever), nao querem depender de um conhecimento prévio. Agora imaginem colocar o Nexus, explicar a morte do Kirk (que ocorreu no futuro junto com o Picard, personagem que nem irá aparecer no filme!). Quando eu vi o Generations a primeira vez, eu não era Trekker, e confesso, não entendi porcaria nenhuma na época.

    Devemos então aceitar: Kirk is dead. Até gostaria que o velho Bill fizesse um personagem, adoro ele… Mas acho que JJ resolveu retirar isso quando chamou Nimoy para voltar a interpretar o Spock. Seria um pouco injusto da parte dele, ter Nimoy interpretando seu personagem, e o velho Bill não.

    Uma coisa é certa. O filme não é feito para os “fanboys”. E não há nenhum demerito nisso. São negócios. É dinheiro envolvido. Se quisessem fazer algo para os fanboys, fariam um filme diretamente para o DVD, respeitando o cannon e com muito technobable envolvida. Seria ruim? de maneira alguma! Acho que essa é uma das grandes falhas da Paramount, que deveria ver o que foi feito com BS5 e Galactica. Esse tipo de DVD vende muito.

    Para finalizar, sinceramente, não gostaria que o filme fosse uma viagem no tempo envolvendo romulanos. Primeiro, seria um fracasso comercial para o “público médio”, na minha opinião. Segundo, seria uma reciclagem da velha viagem no tempo, já trabalhada a exaustão. Preferiria um completo reboot, tipo Galactica, que um “samba do criolo doido” para criar uma alteração temporal capaz de estabelecer um novo universo, capaz de ser modificado.

    E apesar do meu alterego ser romulano, nao gostaria de ver romulano no filme… mas parece que vai ter mesmo 🙁

    Jolan Tru!

  4. Realmente, seria muito feliz da parte da Paramount, se ela fizesse, embalada no sucesso da nova super produção cinematográfica, uma série no estilo Battlestar Galactica, com mais dramaticidade, mais adulta, com episódios amarrados tendo um objetivo final lá na frente, ao invés de episódios soltos, alguns bacanas, outros que passam em branco. Um reboot da franquia daria um novo vigor nesse sentido e, quiçá, consertaria esse deslize que foi Generations…

  5. Concordo com o Valter. O Shatner deveria saber que matando seu personagem ele estaria encerrando sua participação na franquia…ao menos nos filmes e séries!

    No livro “O Retorno do Capitão Kirk”, escrito pelo próprio Shatner, a trama se desenrola logo após o filme Generations onde uma aliança entre os Romulanos e os Borgs roubam o corpo do Capitão e o ressussitam com tecnologia Borg! No entanto, no final do livro ele morre novamente…

  6. Kirk já era em uma das mortes mais mediocres que já vi no cinema.

  7. Francisco Oliveira, pelo que eles dizem sobre o roteiro, a história não comporta o velho Kirk em ação e Abrams não quer descredenciar o filme Generations fazendo o Kirk vivo, como se nada tivesse acontecido, então só resta a Shatner fazer ponta. Mas Shatner já foi categórico, ele não quer fazer ponta no filme, quer ter participação na trama. Nesse impasse nada mais sobra para ele a não ser assistir o filme no cinema.

  8. Alvaro Monteiro | 19 de janeiro de 2008 at 7:46 pm |

    Acho que não ter Kirk no flme demonstra o real respeito ao Canon.
    Todos sabemos da capacidade criativa de JJ Abrams e que Jornad não poderia estar em melhores mãos; apesar de que gostaria de ver Many Coto na equipe…

  9. Bom com isso Abrams joga uma pá de Cal no assunto “morte estúpida e retorno de Kirk”, espero que Shatner tenha aproveitado cada centavo de seu cachê em Generations, por que foi o último que ganhou da Paramount, se não fosse tão estrela…..

  10. Só faltava o Spock chegar pro Kirk jovem e falar: “Se algum dia você encontrar um sujeito chamado Picard, corra que é encrenca!”
    Aí o Spock volta pro presente e tá o Shatner lá vivinho…

  11. Mas é verdade que quando o Shatner aceitou matar o Kirk, se achava que a nova geração estaria assumindo o comando permanentemente. Não se imaginava que eles fracassariam no cinema, obrigando o estúdio a ressuscitar a série clássica.

  12. Infelizmente, o Guardião do tempo é só personagem de ficção; se não fosse, poderíamos voltar no tempo e consertar o que já foi feito, mas como o fato já está consumado e não adianta chorar o leite derramado, resta-nos esperar por um excepcional filme que nos conduza a uma nova jornada.

  13. Francisco Oliveira | 19 de janeiro de 2008 at 11:12 pm |

    Mas lembrem-se que Spock já foi devidamente ressucitado pelo bravo capitão e uma dívida de gratidão para um vulcano é algo de sublime .
    Mas é evidente que não se poderia incluir esta vertente neste novo filme , e também não há como evitar as especulações.
    Uma coisa é certa , daria um excelente gancho se por um acaso houvesse uma sitação ao planeta Veridian III no finalzinho deste filme …

  14. Eu não gostaria que Spock alterasse de alguma forma a história para ressussitar o capitão Kirk. Kirk é humano e humanos morrem! Temos que aceitar isso…

  15. Deusdeth Soares | 21 de janeiro de 2008 at 10:09 am |

    Valter, obrigado pela sua frase: “Se algum dia você encontrar um sujeito chamado Picard, corra que é encrenca!”
    Eu caí da cadeira de tanto dar risada !!! hahahahahahahahahahahh

  16. O Shatner poderia interpletar um papel de avó do Kirk lhe ensinando algumas táticas de vôo, pilotando um avíao ou uma nave, desta forma ele participaria de forma mais efetiva no filme agradando a gregos e troianos. Existe sempre um modo de coloca-lo no filme, basta quererem.

  17. Alguem sabe quanto Shatner levou ($$$) para filmar aquela cena tola de morte do personagem Kirk?????

Leave a comment

Your email address will not be published.


*