Lindelof diz qual o tema central do novo filme

damon_lindelof-2.jpgO produtor Damon Lindelof, que se considera um trekker, está ao lado de J. J. Abrams e sua equipe, no comando da produção de Jornada nas Estrelas. Em entrevista ao site The Trek Movie, Lindelof fala um pouco a respeito de sua paixão por Jornada, de seus episódios favoritos e revelando ainda o tema cental do novo filme da franquia. Veja os pontos principais de sua entrevista.

Você se considera um trekker?

Lindelof: “Apenas lembrando que trekker de verdade é o Bob (Orci). Eu diria que, numa escala de 0 a 10, Bob está na 7ª posição e eu na 5ª. Bryan (Burk), J. J. (Abrams) e Alex (Kurtzman) ocupam a faixa de 1 a 4. Eu vi todos os episódios da Série Clássica e gosto muito dela. Vi também quase todos os episódios de A Nova Geração e um pouco de Voyager, Deep Space Nine e Enterprise. Além disso, vi ainda todos os filmes. Mas eu não me consideraria um fã de alto padrão como o Orci”.

Que episódio, série e filme você consideraria seus favoritos?

Lindelof: “Meu filme favorito é Jornada nas Estrelas II: A Ira de Khan. Minha série é A Nova Geração. Meu episódio favorito é o final da série, onde começa com Picard colhendo frutas com Geordi e ele vê Tasha Yar, e daí por diante (“All Good Things…”). Eu diria que essa série tem provavelmente o melhor fechamento em relação a qualquer série que já passou na televisão”.

Como fã de Jornada, qual o componente essencial da franquia que aparecerá para a audiência de hoje nesse filme?

Lindelof: “O que sempre tem me atraído na franquia é o senso de exploração e nunca saber o que você irá encontrar naquele dia, como oposição a monotonia de tudo. O que faz esse filme impressionante é a idéia do real time de pessoas. Nesse icônico grupo, cada pessoa tem sua própria função e todos eles interrelacionam um com o outro de maneiras interessantes. Embora o centro do filme seja o relacionamento e o conflito entre Kirk e Spock, na verdade, quando nós estamos no set, quando eles estão todos juntos, Scotty, Uhura, Spock, Kirk, Chekov, Sulu e Pike, isso é incrível. A história é sobre tudo isso, a tripulação”.

De acordo com o site The TrekMovie será apresentada a segunda parte dessa entrevista, onde Lindelof falará sobre as datas de lançamento, os planos promocionais para o filme e outras coisas mais. Fiquem ligados no TB.

Fonte: Trek Movie

13 Comments on "Lindelof diz qual o tema central do novo filme"

  1. Cade o tema central do novo filme?

  2. Luís Henrique campos Braune | 1 de março de 2008 at 4:25 pm |

    O cara falou nada que preste… pois todo bom filme de ST trata dos personagens, o resto é pano de fundo… todo mundo sabe disso.

  3. “quando eles estão todos juntos, Scotty, Uhura, Spock, Kirk, Chekov, Sulu e Pike, isso é incrível”

    Parece incrível mesmo, já que isso contraria o que vimos na TOS. Pelo jeito esse filme vai mesmo criar uma linha de tempo alternativa.

  4. Scotty, Uhura, Spock, Kirk, Chekov, Sulu e ….Pike?

    Será que ele não quis dizer, McCoy?

  5. Espero que ele tenha se confundido…

  6. Antonio de Pádua | 1 de março de 2008 at 9:52 pm |

    Talvez ela tenha se referido a juntos no mesmo filme.

  7. Ralph Pinheiro | 1 de março de 2008 at 10:01 pm |

    Segundo o Lindelof o tema central do novo filme será o relaconamento e conflito entre Kirk e Spock.
    Parece que aquele rumor de que no teste do Kobayashi Maru o Spock vai denunciar o Kirk é verdadeiro, porque não vejo conflito maior que esse entre eles dois.

  8. A série favorita do cara é a nova geração…
    Fico pensando o que aconteceria se tivessem dado mais uma chance ao séc 24 nas mãos dessa equipe…

  9. A MINHA série favorita (de Jornada) também é A Nova Geração…
    Se não me engano, era a do Gene Roddenberry também. Ou não?

  10. TNG estava no comando de Roodenberry até 91 ou 92 se não me engano. Ele morreu entre a terceira e quarta temporada pelo visto.
    Depois a duplinha B&B assumiu e aí já sabemos o final dessa história.

  11. Mário Augusto Gomes | 3 de março de 2008 at 6:16 pm |

    Como disse antes….
    Quanto ao caminho que Star Trek deveria seguir seria o futuro, em frente, e não correr o risco de macular o trabalho feito em 40 anos, somente para agradar adolescentes, afinal, muitos da série original estão vivos e merecem noso respeito.
    Na minha opinião, a fórmula adotada pela franquia se desgastou naturalmente a´pós 40 anos.
    Se fosse uma nova história com novos personagens TNG numa nave nova e um pouco mais hardcore ( filmes e séries do star trek não mostram sangue, os temas são pueris, de filmes de sessão da tarde), scripts mais adultos, ou um poco mais dark como Aliens ( 1o filme), Apolo 13, Horizonte…… ( n lembro-me do nome) etc… Onde a tripulação pode sim acabar morrendo, não uma vinculação no final de todos saem bem etc…. Ficando assim a abertura que se o filme fosse bom, outras edições com outras pessoas(atores, naves etc) possam ser lançadas. Como há hoje em dia na linha Aliens mesmo, porém sem uma personagem central fixa em todas as franquias, o que seria constante seria só o ambiente star trek.
    Haveria maior liberdade artística de roteiro sem pisar no calo de ninguém, além de revigorar a franquia.
    Se não fica assim, daqui apouco lançam o Simpons II e adiam para 2010 e assim vai…. puro medo.

  12. Em minha opinião – e sei que discordam grande parte do trekers – a melhor de todas as séries é a Enterprise. Os temas são mais adultos, os cenários são mais verossímeis, a produção e os efeitos especiais tem qualidade cinematográfica. Os personagens são mais densos e menos previsíveis.
    A conexão com os episódios das séries clássica e NG são muito bem bolados. Lamento que sua produção tenha sido prematuramente abortada na quarta temporada. Gostaria de rever Archer, Trip T`Pol e companhia em novos episódios. Será que o filme Star TreK XI fará alguma menção a esta nave e sua tripulação, que teve uma importância histórica fundamental ( primeira nave de dobra V, lançar as base da federação e salvar a terra da destruição pelos Xindis) ? Eu me pergunto ainda, se este novo filme não será uma espécie de piloto para uma nova série de TV.

  13. Se fizer sucesso esse filme deve virar mesmo uma trilogia, uma nova série poderia ser no século 25. Mais provavelment só depois dessa trilogia ou seja, lá para 2012, 2013 por ai…

Leave a comment

Your email address will not be published.


*