Faran Tahir fala mais sobre Jornada

faran-tahir.jpgO ator Faran Tahir que faz o papel do capitão da Federação Robau, continuando na promoção de seu filme Homem de Ferro, respondeu a algumas questões do site UGO sobre o seu trabalho em Jornada nas Estrelas. Embora não tenha revelado nenhum spoiler, ele falou um pouco mais a respeito do filme ser destinado a uma nova geração, sobre o diretor J. J. Abrams e seu personagem.

Sobre o diretor J. J. Abrams e a introdução da franquia a uma nova geração de fãs, comentou. “J. J., acho que é uma perfeita escolha para trazer Jornada de volta, porque ele entende do gênero. Creio que a grande coisa que ele está fazendo é saber que existe um espírito que é essencial a qualquer história de Jornada e ele aderiu a isso. E ele entende que existe uma geração que não cresceu com Jornada. Não tem havido um filme (da série original) há um longo tempo. As séries de TV acabaram. Então, existe todo um novo grupo de pessoas que somente conhece Jornada como alguma coisa que foi no passado ou algo que seu irmão mais velho ou tio ou pai assistiram. E Abrams a renovou de tal maneira que acho que essa nova geração também fará isso, de um certo modo. O que é excelente, porque acho que todo o nível filosófico é um grande caminho para fazer conexões entre gerações. Você sabe que um pai e um filho podem ir juntos e conversarem sobre esporte, e isso é um terreno comum, onde você pode conversar abertamente. Similarmente, acho legal ter essas culturas populares como entrada para conversações. Isso é o que eles farão. O filme introduzirá Jornada de tal modo que essa geração poderá também fazer parte dela e trará de volta algo do espírito da velha Jornada. Creio que o filme obedecerá algumas das coisas que as pessoas sabem sobre Jornada, mas também desafiará algumas dessas outras. É um balanço muito interessante”, disse o ator.

A respeito de seu papel no filme, disse. “Meu personagem é um capitão de uma nave da Federação. Não sei porque eles me escolheram para fazer um humano (risos). Essa é uma nave que nunca foi vista antes. Mas, além disso, eles querem que nós mantenhamos tudo em segredo. Então, tudo o que eu posso dizer é que Robau é um personagem heróico e um bom cara. Por ser uma história conhecida, queremos manter as coisas não reveladas tanto quanto possível, de maneira que a experiência que você terá, acontecerá quando estiver vendo no cinema”, brincou.

Faran também falou um pouco sobre o ator Chris Pine e o novo Kirk com quem contracenou. “Meu trabalho com ele foi passageiro e você só saberá isso quando ver o filme”, desconversou o ator. “Mas eu estive com ele várias vezes fora das gravações e ele é um cara normal. O mesmo que acontece com Homem de Ferro, as pessoas estão concentradas em seus trabalhos e todo o resto do material, o nome, tudo que fica a sua volta, foi deixado do lado de fora da porta”, finalizou o  ator que está atualmente trabalhando numa produção independente chamada de Ashes.

Fonte: TrekMovie e TrekWeb

Edição: Nívea Doria

7 Comments on "Faran Tahir fala mais sobre Jornada"

  1. Uma geração que valoriza mais os efeitos especiais de tirar o fôlego do que um enredo com conteúdo inteligente (Nada contra efeitos especiais, mas isso não define um filme), que valoriza mais os socos, pontapés ou uma chuva de balas do que as mãos estendidas num sinal de paz (Nada contra uma boa briga pra responder a uma ameaça, mas o charme de jornada era que esses artifícios só eram usados em ultimo caso). Não tenho certeza, mas num diálogo entre Kirk e Spock em jornada VI, não me lembro as palavras nem quem disse, mas a mensagem queria dizer mais ou menos sobre as pessoas que envelhecem e se tornam tão antiquadas que as mudanças da história acabam deixando-os para trás pelo fato da não aceitação. “Será que estou me tornando um empecido…?” Eu penso muito nisso o tempo todo, as vezes eu sou tão conservador que eu rejeito as mudanças de modo até agressivo, eu acredito na mudança para algo melhor, mas ultimamente tudo o que vejo são burros n’aguas… Como dizia o cartaz na sala do Mulder, “Eu quero acreditar” num ótimo filme de Jornada nas Estrelas.

  2. Sei lá, o cara não disse nada com nada.
    Não dá pra levar fé no filme baseado em declarações tão vagas.

  3. Eu acho que o que define um bom filme, é o roteiro, quando se tem muitos efeitos, é exatamente para mascarar uma história ruim sem substância.

    Jornada precisa ter um roteiro bacana.

  4. Maria da Conceição G. Simões | 4 de junho de 2008 at 7:38 pm |

    Compreendo porque de tanto segredo. Não tem o que falar, será tudo computadorizado, com centenas de efeitos especiais e poucos diálogos. Então, eles gravaram esses pequenos diálogos e agora o filme será feito nos efeitos e na edição….Eles (os atores) talvez nem tenham entendido bem a estória.
    Mas admito que eu não gostaria de saber muita coisa de antemão. Não sei se isso aconteceu com vocês, mas quando vi S T II , no momento da morte de Spock. foi um choque, eu não sabia que ele ia morrer. Eu me lembro que eu só pensava, “o filme não acabou, ele vai voltar”, depois,”eles deixaram um “gancho”, ele vai voltar”. Passei um tempão na expectativa até o S T III. Espero que esse seja assim.

  5. “…Então, tudo o que eu posso dizer é que Robau é um personagem heróico e um bom cara. Por ser uma história conhecida, queremos manter as coisas não reveladas tanto quanto possível, de maneira que a experiência que você terá, acontecerá quando estiver vendo no cinema”, brincou…”

    Ou num torrent perto de você, acho que ficaria melhor, “Torrent é a maior diversão” . Bom rapaz é isso, enquanto não estréia o filme teremos declarações vagas, os cadetes tomatões e o silêncio monástico da produção, pena eu queria mais. Quem sabe Mister Abrams não nos pega com as calças nas mãos?

  6. deu no TrekMovie – Paramount ja quer Star Trek 12

  7. A Paramount deve estar muito confiante que esse filme será MUITO BOM para os não fãs, o público que realmente paga os custos e dá lucro, no fim das contas.

    Mas por Q, que raio de política retrógrada de manter segredo sobre um filme numa época em que quanto mais divulgado mais “hype” e mais retorno.

    Ao menos umas fotos promocionais com naves e membros do elenco de tempos em tempos seriam muito bem-vindas… Marketing viral É o que há!!!

Leave a comment

Your email address will not be published.


*