Anson Mount e Ethan Peck estão na torcida por uma série do Pike

Após o final da segunda temporada de Star Trek: Discovery, ficou, sem dúvida, um gostinho de querer ver mais do Capitão Pike e suas aventuras na USS Enterprise. Em seus últimos comentários sobre o assunto, Anson Mount e Ethan Peck externaram suas opiniões sobre a possibilidade de uma sequência dos personagens.

Com o intuito de chamar a atenção da CBS, um grupo de fãs entrou com uma petição popular pedindo uma série com o capitão Pike e cia. Na semana passada, Mount comentou suas preocupações sobre o retorno ao papel e o tempo que levaria para sua família, já que o local das gravações em Toronto ficaria distante de sua residência em New York. Mas seu último comentário sobre o assunto abre um pouco mais a porta da esperança. Ethan Peck, que também fez um ícone de Jornada, continua a indicar que está disponível para mais Spock.

Promovendo sua aparição na semana do Calgary Expo, Mount conversou com alguns jornalistas canadenses, dizendo ao Calgary Herald como foi ser o ator a assumir o papel do Capitão Pike de Jeffrey Hunter.

Para o material de origem, não há muito disso. Eu não conheço um único personagem reverenciado no cânone de Jornada sobre o qual nós sabemos tão pouco ou que conhecemos tão pouco. Havia realmente uma enorme quantidade de liberdade em entrar e consubstanciar seu segundo ato. Isso é realmente o que foi. É uma situação interessante. Eu não conheço ninguém que esteja em uma situação como essa, onde conhecemos o primeiro ato do personagem (The Cage) e conhecemos o terceiro ato do personagem (The Menagerie), mas não tivemos um segundo ato. Ser convidado a fazer isso foi muito lisonjeiro; obviamente, um pouco assustador antes que eu percebesse que havia muito espaço para entrar e tocar.

Revelando o que significou para ele conseguir o papel de Pike em Discovery, Mount falou sobre como ele cumpriu uma fantasia de infância:

Eu fiquei surpreendentemente emocional quando me sentei na cadeira do capitão. Há esse 360 ​na vida da gente, completamente esquisito, ao perceber que ainda estava jogando esse faz de conta e agora eu estava fazendo isso para ganhar a vida e que iria jogar o mesmo jogo que eu joguei quando era criança. Foi selvagem.

Falando ao CBC, Mount disse que foi apresentado a Jornada por sua mãe.

A série original foi distribuída em nosso canal local de UHF quando eu tinha cerca de oito anos. E minha mãe foi quem me transformou nisso. Ela explicou o que era – e eu não entendia.

E então, lenta mas seguramente, nas noites de domingo às 6 horas, eu estava na frente da televisão assistindo Star Trek.

Quando começou a pesquisa sobre Pike, Mount passou a admirar o personagem por sua postura e caráter:

Eu gosto dele como homem. Ele provavelmente tinha bons pais e ele definitivamente tinha bons mentores e trata a equipe da maneira que ele gostaria de ser tratado – com respeito e melhor ideia ganha. É assim que ele dirige sua nave. E eu gosto.

Mount disse que uma das melhores coisas sobre estar em Discovery era começar a ver como um universo ganha vida através da pós-produção.

Quando você está filmando, você está apenas olhando para um monte de telas verdes e você está tendo que imaginar quatro ou cinco coisas diferentes acontecendo ao seu redor que não estão realmente acontecendo no estúdio.

Então, finalmente, ver todos esses elementos se unirem foi realmente maravilhoso.

Apesar da preocupação inicial de não querer ficar distante da família, o ator gostou tanto do personagem que desejaria voltar ao papel de Christopher Pike:

Cumpriu todos os requisitos. É um personagem que eu amo, é uma franquia que eu amo, é uma experiência que eu já amei. Obviamente, qualquer oportunidade de voltar e trabalhar com aquela equipe incrível, liderada por Alex Kurtzman e todos aqueles incríveis artesãos de fantasias, maquiagem, arte, adereços. Todo mundo nessa equipe está indo muito bem.

Ethan Peck pronto para mais Spock

Falando ao Rotten Tomatoes, Peck disse que apesar dos fãs terem uma visão muito específica sobre o que o personagem é, ele começa, em Discovery, em um lugar muito diferente do que você conhece.

O arco da temporada é extremamente transformador para ele. Eu considero isso, eu entendo que seja uma espécie de sua gênese. Ele está neste lugar de incerteza, e de volta ao início de sua aparição na segunda temporada de Discovery, e ele acaba muito mais perto do Sr. Spock que conhecemos no início da série original. É simplesmente uma honra incrível, não apenas fazer Spock, mas interpretá-lo neste momento de sua vida quando ele está cheio de dúvidas e tem essas partes de si mesmo que ainda não estão se encaixando bem.

O que torna Spock tão especial é que ele é esses opostos polares, mas eles vivem juntos em harmonia e ele cria algo muito mais do que humano ou vulcano, na minha opinião. Acho que é por isso que ele é tão respeitado e atraente; porque ele faz o espaço em si mesmo para a fria lógica vulcana e as quentes tendências emoções histéricas humanas. Esse é um personagem incrível de atuar e de ser, e para ter descoberto isso, acho que houve um esforço não apenas do meu lado, mas do lado do escritor para ter certeza de que estava claro que ele ainda não é o Spock que conhecemos. e que amamos na série original.

Temos vislumbres ao longo do caminho, e acho que, no final, realmente chegamos ao máximo com aquele maduro Spock, ou começamos.

Peck comentou que não sabia como seria o resultado (da audiência) ao fazer um Spock diferente.

Eu acho que eles assumiram, obviamente, um enorme risco, me lançando. Não necessariamente – na minha opinião – ser comprovado como ator. Quem sabe, porque é um equilíbrio tão delicado nesse personagem e o retrato desse caráter de lógica e emoção. Mas então, eu acho que eles viram que eu era extremamente dedicado e apaixonado por fazê-lo, em entendê-lo, e eu estava trabalhando no limite de minhas habilidades ao longo da temporada, e aprendi muito com isso. Não apenas da própria experiência de criar e aparecer todos os dias no set e no trabalho, mas também do próprio Spock.

Eu acho que eles me deram um pouco mais de responsabilidade, e eu gostaria de pensar que o que eu fiz foi uma decisão deles para mantê-lo. Eu acho que talvez em outros mundos havia a possibilidade de eu me cagar totalmente a cama, desculpa minha linguagem, e eles me davam menos responsabilidades, meio que me tiraram da fase, então eu me sinto incrivelmente grato e honrado. É tudo muito surreal para mim ainda. Eu apenas me sinto preenchido com esses sentimentos de gratidão e honra.

Peck também comentou sobre o que achou da ajuda de Michael Burnham para moldar Spock:

Eu acho que Michael passou para Spock muita força, bravura e sabedoria e eu acho que foi incrivelmente bonito porque eu tenho uma irmã mais velha e aprendi muito com ela. Integrar lições daqueles que são antes de você não é uma tarefa fácil e exige muita humildade. Eu acho que isso fala muito sobre o tipo de pessoas que Spock e Michael Burnham são, que elas são meio que cortadas do mesmo tecido daquela maneira. Michael Burnham traz tanta força e inteligência e veracidade e certeza, e eu acho que, como um irmão mais novo, Spock realmente absorve isso e leva isso. É como se ela fosse tão essencial à sua formação como o Spock da série original, e eu nunca pensei que seria assim. E assim, amarrar esses personagens juntos no cânon dessa maneira é muito bonito, verdadeiro e realista, e eu me sinto honrado por ter feito parte disso.

Para citar Spock, “Esse conforto é essencial para a evolução”. Acho que isso realmente resume o que está acontecendo na segunda temporada entre Spock e Michael Burnham. Em termos de preparação para a última cena, acho que a temporada inteira foi uma preparação para isso. Eu não acho que eu, naquele momento, precisei ter tanto trabalho, mas confiar no que eu tinha construído e no que havíamos construído, sobre Spock e sobre a tripulação em Discovery.

Para o ator, o significado do barbear de Spock é mais do que visual.

Eu acho que é uma externalização de sua alteração. Eu acho que a barba é uma externalização de seu tumulto interno e seu desdobramento. Fazer a barba é se acomodar na segurança de quem ele é e de seu conforto consigo mesmo. Isso é o que significa para mim. É também uma parte do seu adeus a Michael. O Spock que ele conhecia quando estava aprendendo com ela e estando com ela, e fazer a barba é parte disso.

Existe alguma esperança de que veremos a Enterprise e Spock novamente? Peck está na torcida.

Existe esperança? Espero que sim.

Perguntado se está inscrito para a 3ª temporada, disse:

Eu não posso dizer. De qualquer modo, eu sei que não há nada lá fora.

Mas você espera que sim?

Sim, eu espero que sim.

Em uma entrevista pós-final com a TV Guide, Ethan Peck comentou seu entusiasmo pelo papel ícone:

Eu gostaria de voltar, porque fazer parte de Star Trek é como mágica. É engraçado, eu acho que Star Trek é tão divisivo entre as pessoas no mundo que algumas são o tipo “Nunca vi, não estou interessado”. E aqueles que o vêem estão muito ligados e se encontram muito conectados a isso. Fazer parte de algo assim é realmente especial. Agora eu sinto que fiz muito trabalho de base e Spock faz parte de mim. Eu sou o mesmo, mas diferente, tendo terminado. Então eu gostaria de continuar? Sim. Eu acho que seria ótimo.

Esta semana, Peck postou uma foto dos bastidores do set da Enterprise, desta vez com a estrela da série Sonequa Martin-Green na cadeira do capitão e a mensagem: “Nos momentos depois que eu me envolvi na S2… Nós viajamos muito. Tenho orgulho de ter trabalhado com você, de ter aprendido com você, de te chamar de minha amiga.”

Ainda há esperança para uma série de Pike

Nestas duas semanas que a petição dos fãs foi apresentada a CBS, o número de assinaturas está chegando a mais de 25.000. A manifestação dos fãs pelas redes sociais atraiu a atenção dos meios de comunicação, incluindo Digital SpyScreenRantComicbook. Na semana passada, o produtor executivo  Alex Kurtzman afirmou que “os fãs foram ouvidos”, acrescentando que “a ideia de contar mais histórias com eles seria uma delícia para todos nós”.

É claro que a cabeça de Kurtzman está bastante cheia com a série Picard, a terceira temporada de Discovery, a série Seção 31, duas séries animadas e Short Treks. Mas há sempre possibilidades para mais uma jornada.

Fonte: TrekMovie

Be the first to comment on "Anson Mount e Ethan Peck estão na torcida por uma série do Pike"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*