Tarantino diz que há um script para seu filme Star Trek

Quentin Tarantino está com dois projetos em execução: o filme Once Upon a Time in Hollywood, lançado recentemente, e sua minissérie Hateful Eight pela Netflix, mas o cineasta ainda continua interessado num filme de Jornada Nas Estrelas. Em abril passado, ele disse que fazer o filme sobre a franquia ainda era “uma grande possibilidade”. A única coisa que sabemos, até aqui, é que havia um esboço de roteiro escrito pelo roteirista Mark L. Smith.

Numa entrevista a revista Empire, Tarantino não só confirmou que o projeto ainda está de pé como que o primeiro passo já foi dado, mas ainda falta tempo para mergulhar na produção:

Há um script para ele agora, eu preciso estar envolvido nisso, mas ainda não consegui fazê-lo.

Tarantino também confirmou que seu filme Trek terá classificação para adultos.

Oh sim! É uma mudança com classificação de risco. Se eu fizer isso, será classificado como R.

Classificação R nos EUA significa “classificação restrita”. Isso inclui cenas de sexo, violência e drogas.  Para maiores de 17 anos ou se tiver 17 deverá estar acompanhado do pai ou responsável adulto.

Os comentários do presidente do grupo de filmes da Paramount, Wyck Godfrey, em janeiro, foram no sentido de aceitação do estúdio ao projeto Trek de Tarantino.

Quase nada se sabe sobre o que Tarantino tem mente para o filme, mas apenas que ele teve a ideia, e o lançou para JJ Abrams e Paramount Pictures, que gostaram do seu conceito.

Mas há pouco mais de dois anos, Tarantino foi entrevistado no podcast Nerdist, e deu umas dicas interessantes sobre o que pensa de Jornada. Vale a pena dar uma olhada no que ele disse sobre Star Trek.

Fã da Série Clássica

 Quando perguntado se gostaria de dirigir um filme de Star Wars, o cineasta respondeu dizendo que preferiria um de Star Trek.

“Eu sou definitivamente um fã da série original – em particular, um fã de William Shatner. A minha chave para esta série é William Shatner.”

Durante a entrevista do podcast, Tarantino passou a elogiar alguns dos episódios clássicos da série, que mereciam um tratamento de longa-metragem.

“Alguns desses episódios são fantásticos, e a única coisa que os limitou foi o orçamento dos anos 60 e o cronograma de filmagens de oito dias. Você poderia pegar alguns dos ótimos episódios clássicos de Jornada, e facilmente expandi-los para 90 minutos ou mais e realmente fazer coisas incríveis.”

Tarantino disse então que o único episódio que todos pensariam em refazer seria “A Cidade à Beira da Eternidade”.

“É uma das histórias clássicas de todos os tempos e uma das melhores histórias de viagem no tempo”.

Episódio de Nova Geração merece destaque

Tarantino classificou um episódio em particular como sendo um dos melhores já escritos: “Yesterday’s Enterprise”, da terceira temporada de A Nova Geração, onde a USS Enterprise-C viaja através do tempo e, inadvertidamente, altera a história.

“Porque a coisa toda com aquele episódio foi muito legal, eles salvam a nave, mas pouco sabem que ao salvar a nave, ela está em um período de tempo diferente – mas eles não sabem disso. O que acaba acontecendo é, porque eles estragaram tudo com a linha do tempo, tudo muda. Os personagens não sabem disso, mas nós sabemos disso. E o problema é que os Klingons e os humanos na Terra tem estado em guerra por cem anos, e é apenas a guerra mais sangrenta imaginável na história de qualquer universo”.

Críticas a Além da Escuridão Star Trek.

Tarantino elogiou o filme de JJ Abrams, de 2009, por criar sua própria realidade alternativa, “a linha  de tempo Kelvin”. Apesar de gostar do primeiro filme, o cineasta afirmou que não gostou da escolha de Benedict Cumberbatch para viver Khan no segundo filme e que isso atrapalhou a cronologia da história.

“O que gostei do primeiro filme é que Chris Pine está interpretando William Shatner e Zachary Quinto é Leonard Nimoy. Então tudo o que aconteceu no universo Star Trek vai acontecer mais tarde. Então, Benedict Cumberbatch não pode ser Ricardo Montalbán pois Khan já existia antes deles mudarem a linha do tempo”.

Bem, vamos esperar para ver em que série ou período de tempo Tarantino vai preferir contar sua história ou se fará algo inteiramente novo, sem as amarras do cânon.

Fonte: TrekMovie

 

 

 

 

 

Be the first to comment on "Tarantino diz que há um script para seu filme Star Trek"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*