Stewart diz que Logan ajudou a moldar série Picard

A convenção Destination Star Trek, realizada no final de outubro, em Birmingham,  teve a presença de Patrick Stewart e Brent Spiner pelo lado de Star Trek: Picard, e do roteirista Mike McMahan da animação Lower Decks.

Os painéis apresentaram algumas informações adicionais sobre as novas séries.

Star Trek: Picard se inspirando em Logan

Durante o painel, Patrick Stewart lembrou a platéia o processo de seu retorno a Star Trek, observando que não tinha nenhuma intenção de retornar a franquia e que resistiu a vários convites para trazer Picard de volta à vida. Então, veio a oferta da CBS, e após tomar conhecimento das idéias e planos para reviver esse personagem e toda a história envolvida, mostrou-se mais interessado. Alguns dias depois, recebeu 35 páginas de um primeiro esboço de roteiro e, em suas palavras, disse: “Fiquei fascinado por isso”.

Novas reuniões se seguiram, e as condições específicas para o personagem foram ficando mais claras. Mas Patrick queria um final para Picard digno de sua importância em Star Trek.

Foi aí que o ator lembrou um personagem especial de outra franquia, o professor Charles Xavier. O filme Logan de 2017 foi uma despedida poderosa para este personagem.

Eu referenciei X-Men e particularmente o filme final que Hugh Jackman e eu fizemos, Logan, quanto ao que eu tinha em mente. Logan não era nada igual a  nenhum dos outros filmes X-Men que haviam chegado antes. Foi muito, muito diferente. O mundo havia mudado. E assim, desafiei Alex Kurtzman e Akiva Goldsman a apresentar ideias para um mundo completamente diferente daquele que conhecíamos 17 ou 18 anos antes”, disse Stewart para a platéia.

Na opinião de Patrick Stewart, o trabalho final correspondeu aos desejos dele para uma nova visão do universo de Trek.

Star Trek: Picard é melhor do que ser um retorno a Jean Luc, um retorno à franquia. Parecia um projeto totalmente novo. E fiquei fascinado porque, naqueles 18 anos, Picard havia envelhecido e, eu, Patrick, havia envelhecido. Minha vida, em muitos aspectos, é muito diferente. E senti que se pudéssemos trazer todos esses elementos para uma nova série sobre Picard, então eu ficaria contente. E este é o resultado final disso”, concluiu.

Outros pontos importantes ditos Patrick Stewart durante o painel, que destacamos abaixo:

. Aprenderemos muito mais sobre os Borg.

. Picard estará com noventa anos, no momento da série. Havia especulação de que Picard poderia ter 94 anos, se contarmos da data de nascimento mencionada em A Nova Geração. Patrick Stewart está com 79 anos.

. Jonathan Frakes e Marina Sirtis aparecem em um episódio focado em Riker.

. Quando perguntado sobre a presença ou não do restante do elenco de A Nova Geração, disse: “Se vamos ver o resto do grupo? Eu acho que sim”.

. A série terá uma linguagem adulta e um assunto intenso.

. Stewart insinuou que o envolvimento de Data na série pode ser mínimo; ele está no centro de toda a história, mas se referiu às aparições como “relativamente breves”.

Falando também no Destination Star Trek, o ator Brent Spiner disse que havia pensado que o sacrifício de Data no final de Star Trek: Nemesis indicava o fim do personagem. Spiner queria sair com uma nota emocional. Ele esclareceu ainda que a Paramount, na época, havia dito que Nemesis seria o último filme da turma de A Nova Geração, então, para ele, fazia sentido deixar a platéia com um momento realmente grande, dramático e emocional no final do filme.

Mas para fazê-lo voltar a franquia, Spiner foi claro com os produtores: “Eu disse: ‘Faça-me uma oferta que não posso recusar’”.

Spiner não compartilhou nenhum spoiler sobre quem será o Data visto no trailer. Destaque apenas para a pergunta de um fã sobre haver algum CGI extenso aplicado  para fazer o ator parecer mais jovem e ele respondeu que houve muito pouco, explicando que sua aparência não era de alta prioridade quando terminou o trailer na pressa de prepará-lo para a Comic-Con de Nova York, e por isso foi deixado deliberadamente inacabado, e ele deveria ficar um pouco melhor quando a produção finalizada.

Lower Decks faz parte do cânon

Mike McMahan, criador do desenho animado Star Trek Lower Decks, não pôde comparecer pessoalmente, mas fez uma videoconferência e uma apresentação ao público. Novas informações foram trazidas neste painel.O produtor foi cuidadoso com suas palavras para evitar spoilers, dizendo sobre que período a série acontecerá.“Queria escolher um período que fosse intocado, que fosse uma lousa em branco, que não tocasse em nada que eles poderiam estar fazendo em Picard, mas também que não atrapalhasse nada do que veio, para evitar comentários do tipo, “Oh, isso estava acontecendo durante a Guerra de Domínio” ou, “Isso estaria acontecendo durante Star Trek: Primeiro Contato”.

“Eu não queria que ninguém sentisse que eu estaria tentando subverter a série favorita deles pelo que estávamos fazendo. Além disso, como a linha de tempo de A Nova Geração era minha época favorita, eu pensei: ‘Eu vou entrar no final e fazer apenas mais um pedacinho daquela época. Apenas mais um pequeno crescimento do mundo, apenas neste formato diferente”.

Consequentemente vem a pergunta que todo fã gostaria de saber. “Será que é cânon?”.

“É importante para mim que o cânon e Star Trek realmente andem de mãos dadas. É importante para mim. Não vale a pena fazer uma série de Star Trek, a menos que você esteja tentando garantir que ela se encaixe no cânon, porque o cânon é parte do motivo pelo qual eu e todos os outros amamos Star Trek”.

Acrescentando sobre cânon, McMahan descreve como Lower Decks se insere nisso.

“Portanto, o truque com Lower Decks é que nossos personagens estão, nossas histórias e nossos personagens estão definitivamente no cânon. Os nossos são apenas um pouco mais conscientes e auto-referenciais. Nossos caras podem falar sobre os personagens das outras séries que eles ouviram falar, porque eles são tão fãs de ‘Star Trek’ quanto eu e meus escritores. Eles não conseguem fazer coisas tão importantes. É quase como se nossos personagens tivessem consciência de que estão no cânon, e alguns deles estão dando uma olhada nisso”.

Outras informações da série:

Haverá episódios de meia hora (num total de 10 episódios) com tramas A, B e C e os episódios serão na maior parte autônomos, mas com alguns elementos com arcos.

A série Star Trek:Picard está programada para estrear no início de 2020 e a animação Star Trek: Lower Decks ainda não tem data definida, mas é esperada para meados de 2020.

Fonte: TrekCore, TrekMovie

Be the first to comment on "Stewart diz que Logan ajudou a moldar série Picard"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*