Riker-Troi foi mal explorado no passado, diz Frakes

Jonathan Frakes viu em sua participação em Star Trek: Picard uma chance de dar a destinação que achava melhor para o relacionamento de William Riker e Deanna Troi. De acordo com o ator e diretor, o casal nunca foi bem explorado em A Nova Geração.

“Quando eles introduziram essa história de que Marina [Sirtis] — a conselheira Troi e eu — temos uma família e moramos em um planeta  rural, parecia um presente”, disse o ator, em entrevista ao site SyFy Wire. “O presente óbvio é que conseguimos brincar juntos com nossos amigos de 33 anos atrás, mas também é a ideia de que Marina e eu tínhamos uma história muito específica para esses personagens. Mantivemos isso perto de nossos corações por muitos anos.”

Na primeira temporada de A Nova Geração, foi estabelecido que Riker e Troi foram reunidos na Enterprise como ex-namorados, separados quando a carreira de Riker na Frota o levou para longe de Troi. Quando eles se reencontram, no piloto da série de 1987, em vez de voltar imediatamente ao namoro, evoluem como amigos. Apesar dos flertes ocasionais durante A Nova Geração, eles só voltam a namorar no filme Insurreição (1998) e se casam em Nêmesis (2002), mas sem grande desenvolvimento da relação dos dois.

Após um longo hiato, Riker e Troi voltaram a dar as caras em “Nepenthe, sétimo episódio da primeira temporada de Picard. E não sabemos se esta foi a última vez que os vemos. No segmento, há uma sugestão de que o velho Will possa voltar à Frota Estelar, se as circunstâncias exigirem…

Be the first to comment on "Riker-Troi foi mal explorado no passado, diz Frakes"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*