Espécies: Talosianos

Planeta natal: Talos IV
Quadrante: Alfa
Tipo: humanóide
Alinhamento: neutro

História

Os Talosianos são alienígenas agressivos e poderosos que habitam o subsolo do planeta Talos IV. Há uma proibição expressa de que naves da Frota Estelar visitem o sistema de Talos, composto por dez planetas. A infração, punível com a morte, foi estabelecida pela Ordem Geral 7, em razão da incapacidade de garantir a segurança de qualquer humano na superfície do planeta.

O primeiro contato da humanidade com os Talosianos aconteceu em 2236, quando a nave SS Columbia se chocou contra Talos IV. Entretanto, o destino do veículo científico só ficou conhecido em 2254, quando a Enterprise (NCC-1701), sob o comando do capitão Christopher Pike, chegou ao planeta, respondendo a um pedido de chamado.

Lá, Pike foi capturado pelos Talosianos. Ele foi colocado junto a uma miríade de outras criaturas e a uma outra humana, Vina, a única sobrevivente do acidente da Columbia. Os Talosianos queriam induzir o capitão a procriar, no intuito de formar uma comunidade humana que pudesse reconstruir sua civilização e tornar a superfície novamente habitável.

A superfície de Talos IV havia sido devastada por uma guerra nuclear ocorrida há centenas de milhares de anos, travada pelos próprios Talosianos. O inverno nuclear já estava no fim quando Pike chegou ao planeta, mas os alienígenas já não eram mais capazes de salvar sua civilização sozinhos.

Depois da guerra, os sobreviventes se mudaram para o subterrâneo, onde desenvolveram seus poderes mentais enormemente. Eles adquiriram a capacidade de induzir ilusões em outros seres, e, mais que isso, revivê-las como se estivessem acontecendo. Na impossibilidade de viver uma vida ativa, os Talosianos passaram os milênios capturando criaturas e revivendo suas vidas por meio de seu poder de ilusão.

Em 2254, Pike conseguiu fugir, mas foi levado de volta a Talos por Spock em 2267 (contrariando a Ordem Geral 7), para que pudesse ter uma sobrevida agradável com a ajuda das ilusões Talosianas, depois que um acidente o colocou totalmente imobilizado em uma cadeira de rodas.

Acredita-se que Pike e Vina tenham afinal produzido filhos e colaborado na reconstrução da sociedade Talosiana, mas nenhuma expedição voltou lá para verificar, em razão da proibição estabelecida pela Frota Estelar.

Fisiologia

Os Talosianos têm estrutura humanóide, com tamanho menor. Isso facilita o equilíbrio sobre duas pernas, compensando pelo enorme crânio, cerca de três vezes o de um humano.

Graças a seu volumoso intelecto, os Talosianos têm poderes mentais superiores. Eles conseguem induzir ilusões e ler pensamentos de outras formas de vida –provavelmente a mais poderosa espécie telepática conhecida pela Federação. Sua única deficiência nesse sentido é a incapacidade de ler mentes cujos pensamentos estejam tomados por emoções primitivas, como ódio.

Seu tempo de vida médio é de várias centenas de anos, mas finito. Ademais, por conta da catástrofe nuclear que destruiu a superfície de seu planeta, os Talosianos foram ao longo dos milênios se tornando estéreis, levando sua espécie a um beco sem saída.

Cultura

Depois que a guerra destruir a rica cultura Talosiana, pouco restou. Os sobreviventes que se desenvolveram no subsolo se concentraram em aperfeiçoar seus poderes mentais. Quando contatada pela Federação, a cultura Talosiana se resumia a colecionar espécimes em seu zoológico e reviver suas vidas e fantasias, obtendo assim experiências de todas as partes da galáxia, sem mesmo deixar seu próprio mundo.

Referências:

Série Clássica – 1ª temporada: The Cage, The Menagerie

Marcos históricos:

2236
SS Columbia se choca com Talos IV, deixando apenas um sobrevivente no planeta

2254
USS Enterprise (NCC-1701) responde ao chamado de socorro da SS Columbia. O capitão Christopher Pike é capturado, mas consegue escapar em poucos dias.

2267
Spock sequestra a USS Enterprise (NCC-1701) e leva Christopher Pike de volta a Talos, onde ele passará o resto de seus dias.

Artigo originalmente publicado no conteúdo clássico do Trek Brasilis.

Be the first to comment on "Espécies: Talosianos"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*