As reações positivas continuam chegando [Atualizado x3]

star-trek-filmeA estreia de Star Trek se aproxima e o burburinho e boca-a-boca sobre o filme está aumentando. Mais críticas já estão disponíveis sobre a produção de J.J. Abrams, como as selecionadas pelo TB em mais este lote. O trecho em particular citado da crítica por Aaron, colunista do Geek in the City, eu achei particularmente inspirador — e ainda cita o meu mimoso da franquia toda, Far Beyond the Stars, 6T de DS9. Confira a seguir mais estas reações ao novo filme da franquia.

Aaron, para o Geek in the City:

Quando a Enterprise, com tripulação em suas posições, sai em dobra para a fronteira final e a excelente trilha por Michael Giacchino entra, eu estava além de animado. Todas as minhas memórias de infância voltaram. Esta era a Jornada nas Estrelas com a qual eu cresci, a Jornada nas Estrelas que ajudaram a me tornar o homem que sou. Esta é a Jornada nas Estrelas que Gene Roddenberry vislumbrou todos estes anos atrás. A Jornada nas Estrelas que poucos episódios e ainda menos filmes aspiraram realmente ser. Isto aqui é City on the Edge of Forever, Inner Light, Far Beyond the Stars, e The Wrath of Khan. Isto é a Jornada nas Estrelas que me fazia fugir da cama as três da manhã e sentar colado na TV apenas para assistir mais um episódio. A Jornada nas Estrelas que me prometeu que a humanidade sobrevive. Que supera e surge acima de nossas pequenas rixas. Onde todos nós vamos aonde ninguém jamais esteve. Juntos.

[Não creditado], para o Medicine Hat News:

É uma audaz e excitante maneira [de fazer o filme] que é certo que pode animar e provocar puristas, ainda que ao mesmo tempo pode fazer novatos sentirem-se meio perdidos. (….) Seja como for, baseado na ambição e tamanho do esforço de Abrams em renovar a franquia, é evidente que eles ainda tem bastante espaço para uma longa e próspera vida. 2,5 em 4.

Stephen Whitty, para o The Star-Ledger:

Audaciosamente ir aonde nenhum homem jamais esteve. Esta era a difícil missão do novo filme de Jornada nas Estrelas (….) E para enorme crédito do diretor J.J. Abrams e seu jovem elenco, eles fizeram exatamente isto — entregando não apenas o primeiro realmente divertido filme do verão mas também a melhor “Jornada” desde que eles enfrentaram o incendiário “A Ira de Khan” (….) Sim, a série de Jornada nas Estrelas está de volta — e cheia de vida inteligente. Que viva longa e prospere.

TechGOnzo, para o Geeks of Doom:

Quando eu saí do cinema, disse para mim mesmo, “Certo, eu iria assistir seis sequências baseadas neste aqui.” A reação da platéia foi em geral positiva pelo que eu pude observar. Então, vá assistir esta fita. O novo Star Trek é bom em “Eu-já-comprei-ingressos-para-o-IMAX” bom.

Kristopher Tapley, para o InContention.com:

Do início de alterar a pulsação até o final de deixar na beira da cadeira, o Star Trek de J.J. Abrams passa em ritmo alucinante que não perde o gás, não perde nenhuma deixa e surpreendentemente, não se perde em sua trama-labirinto. É uma montanha-russa de ação praticamente perfeita que acerta na lista de tarefas de qualquer bom filme e ainda adiciona alguma coisa. 4 estrelas.

Atualização das 09:47: mais três, e positivas:

Shawn Fitzgerald, para o The HD Room:

Você não precisa ter o conhecimento necessário para reconhecer entre um Klingon e um Tribble, citar episódios ao pé da letra ou usar uniformes pequenos demais para aproveitar o novo Star Trek. Tudo o que você precisa fazer é se acomodar e aproveitar. De maneira simples, este foi o filme mais divertido que eu ti desde que assisti ao Cavaleiro das Trevas oito meses atrás. Star Trek é facilmente uma das melhores diversões deste ano, e um o qual eu mal posso esperar para ver a sequência.

James Berardinelli, para o Reelviews:

Finalmente, quando os créditos finais entram, nós ficamos com a impressão de que Star Trek representa um bom começo.

Brian Orndorf, para o DVD Talk:

Star Trek é uma estupenda revitalização de um conceito há muito tempo sangrado até ficar seco. Simplesmente oferece puro prazer para aqueles que estão em sintonia com a criação original de Gene Roddenberry, e é completamente confortável para os novatos que tem que imediatamente colocarem preconceitos contra Jornada de lado e se juntarem à Frota Estelar neste verdadeiro passeio de montanha russa por este ainda iniciante verão.

Com estas, o contador do TB vai para 80 críticas no total, sendo 75 positivas, 4 neutras e 1 negativa. O tomatometer está no momento com 23, e mantendo-se em 100%. Com 5 listadas, o MetaCritic já ativou sua média, que marca 89.

Atualização das 16:10, crítica nacional positiva:

Tom Leão, para O Globo:

Com carinho e cuidado, Abrams e seus colaboradores tecerem uma trama que ainda era inédita em 43 anos de “Star trek”: mostrar a origem e a mocidade dos protagonistas. E ele fez isso direitinho.

E outras duas adicionadas ao RT:

Bill Gibron, para o PopMatters:

Star Trek está destinado a ser lembrado como uma das maiores e melhores surpresas de 2009, uma aposta que quebrou a banca da casa e aqueles que estão com estas cartas são todos vencedores.

Ethan Alter, para o FilmJournal:

No todo, é difícil imaginar que Trekkers não tenham uma ótima diversão na Enterprise reformada por Abrams. O filme é respeitoso por seu material de origem — há um bom número de espertas referências à obscuros detalhes da história de Jornada — mas sem ser refém disto. Graças a Abrams e elenco, esta franquia ainda deve viver longa e prosperar por mais outras quatro décadas.

14 Comments on "As reações positivas continuam chegando [Atualizado x3]"

  1. E eu com o IMAX Pompeia a 2 km de casa, o maximo que vou poder assistir lá é “Monstros X Aliens”, ja que a Paramount não trará o Star Trek para Imax, que desgosto

  2. Nelson Pieka Rivaldo | 5 de maio de 2009 at 8:58 am |

    A opinião de outros as vezes não me interessa, eu quero ver e tirar minhas conclusões, mas é bom ler uma critica como a do Sr. Aaron.

    Post 1: Luiz, fã de Star Trek no Brasil vai pro céu, sem dúvida. Vendas antecipadas de Wolverine e Anjos e Demonios e nada de Star Trek, estou com medo que aconteça o mesmo que aconteceu nos ultimos filmes, que eu só vi quando saiu na locadora.
    Vida longa e próspera.

  3. Ralph Pinheiro | 5 de maio de 2009 at 9:25 am |

    As vendas antecipadas de Wolverine aconteceram por aqui uns 04 dias antes da estreia. Acredito que as de Star Trek devem começar a partir de hoje já que o filme por aqui estreia dia 08 e não 07.

    Só para o pessoal ter uma ideia da bilheteria de estreia veja abaixo os blockbusters e seus faturamentos no 1º final de semana ou Opening Weekend.

    Dark Night, Spider Man 3, X-Men 3, Shrek 3 e Piratas do Caribe 2 e 3 esses faturaram bem acima dos 100.

    Já Star Wars III, Indiana Jones e a Caveira de Cristal, Harry Potter (o último) e Star Wars II faturaram um pouco acima de 100.

    Homem de Ferro foi a grande surpresa e chegou aos 98 milhões. Nenhuma estreia de um personagem pouco conhecido chegou a tanto. Os demais foram continuações como os Harry Potter 2 a 3 e Matrix Reloaded.

    Na faixa dos 80 milhões temos: Spider Man 2, Paixão de Cristo, Star Wars II, Harry Potter 1 e agora Wolverine.

    Dos recentes James Bond Quantum of Solace teve 76, Transformers teve 70 milhões, Velozes e Furiosos 70.

  4. Que bom que todos estão falando bem do filme!
    Pelo jeito J.J. Abrams fez a lição de casa direito.

    Eu também já estou me arrumando para ir ao cinema dar uma olhadinha na situação.

    Como muitos críticos negativos que há por aqui, devo lembrar que o próprio Scott chamou a Excelsior de “carroça”.
    O próprio capitão Kirk defendeu a Excelsior dizendo:
    -Ora… Mentes jovens, ideias novas…

    Mais tarde, diante da possibilidade de ter o comando da Excelsior, o capitão Kirk disse:
    -Uma nave é uma nave!

    Aos (não vou usar “xiitas”, mas serei mais bravo),
    Aos Klingons e todos os inimigos da Federação:

    Ainda há muito diário de bordo para ser compilado, organizado, editado e lançado, envolvendo a tripulação do capitão Kirk e cia..

    Haveremos de continuar nosso caminho através das estrelas, patrulhando o cosmos!
    Seja em uma velha nave, seja em uma reformada, seja em uma Excelsior ou a bordo de uma Edselprise.

    Tudo o que podemos dizer é:
    -Sr. Sulu, dobra máxima!

  5. Luiz Castanheira | 5 de maio de 2009 at 10:58 am |

    Bizarro isto…

    “Quando a Enterprise, com tripulação em suas posições, sai em dobra para a fronteira final e a excelente trilha por Michael Giacchino entra, eu estava além de animado. Todas as minhas memórias de infância voltaram. Esta era a Jornada nas Estrelas com a qual eu cresci, a Jornada nas Estrelas que ajudaram a me tornar o homem que sou. Esta é a Jornada nas Estrelas que Gene Roddenberry vislumbrou todos estes anos atrás. A Jornada nas Estrelas que poucos episódios e ainda menos filmes aspiraram realmente ser. Isto aqui é City on the Edge of Forever, Inner Light, Far Beyond the Stars, e The Wrath of Khan. Isto é a Jornada nas Estrelas que me fazia fugir da cama as três da manhã e sentar colado na TV apenas para assistir mais um episódio. A Jornada nas Estrelas que me prometeu que a humanidade sobrevive. Que supera e surge acima de nossas pequenas rixas. Onde todos nós vamos aonde ninguém jamais esteve. Juntos.”

    Parece comigo escrevendo um resumo elogioso do filme. Seria esta uma mensagem do além? (risos) Oh Boy!?!?!?!

    Abraço
    Castanha

  6. Cláudio Silveira | 5 de maio de 2009 at 11:38 am |

    Oi colegas do TB e leitores em geral

    Juntem a essas análises positivas ,o que Tom Leão escreveu no Blog do Bonequinho, em O Globo.
    Minha sobrinha de 9 anos, já quer ir pro cinema na sexta, apesar de não poder assistir.
    É que ela conhece as séries/ filmes de Jornada, pois, tem tio, mãe e avô trekker.
    Pelo que parece, não vamos nos decepcionar, mas é bom conferir.
    Um abraço.
    Cláudio

  7. Ainda não entendo a diferença entre: TREKKER e TREKKIE. 🙁

  8. Se o onisciente Q não sabe…
    Imagina EU!!!

  9. Luiz Castanheira | 5 de maio de 2009 at 3:46 pm |

    O que o James Berardinelli descreveu é regular na melhor das hipóteses.

    Abraço
    Castanha

  10. Leandro Martins | 5 de maio de 2009 at 4:13 pm |

    Sim, consideramos a do Berardinelli como neutra, daí o número destas na contabilidade do TB subir de 3 para 4.

  11. A VEJA faz uma crítica muito boa do filme. O título é: “Dá pra levar a namorada”.

  12. Sabem o que achei muito engraçado, agora todo mundo sabe termos de ST, esses críticos antes não diziam coisa com coisa em outras produções. É que todo mundo no fundo gosta de Star Trek, mas só os Trekkers tem coragem de assumir. Por tanto, que os trekkers escondidos saiam do armário.

    Quinlan Voz, eu tenho para mim que Trekkers são os fãs que assim se alto denominaram já no início da franquia (desde de TOS). Os caras do fundão para “zoar” com estes os chamavam de trekies (termos em ingles que terminem em ies são costumeiramente ligados a coisas bregas), e quem não queria ir contra esses assim repetiam, assim a mídia em geral assumiu em parte esta segunda opção por achar que respeitar os fãs de ST pareceria aceitar a “cafonice” de ST. Por isso é fácil identificar quem realmente conhece e gosta de ST, de quem não intende ou que “tirar com a sua cara”.
    Por isso quem gosta é TREKKER, e quem é otário fala trekie.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*