Frakes fala do trabalho como diretor em Picard

Jonathan Frakes, também conhecido com o comandante William T. Riker em A Nova Geração, foi o diretor dos episódios “Absolute Candor” e “Stardust City Rag”, de Star Trek: Picard, e ficou especialmente feliz em dirigir o encontro entre dois ex-borgs de fina estirpe: Picard e Sete de Nove.

Embora ele já tivesse larga experiência com essas criaturas cibernéticas, tendo dirigido o filme Jornada nas Estrelas: Primeiro Contato, a ocorrência foi acidental.

“Foi completamente por sorte”, disse Frakes ao The Hollywood Reporter. “Mas fiquei grato por fazer parte disso, fiquei particularmente feliz com a cena onde dois ex-borgs trocam a sua bagagem e os seus sentimentos sobre terem ambos passado por isso. É uma das melhores cenas que eu já fiz.”

Muita coisa mudou desde os velhos tempos, segundo Frakes. “Nunca poderíamos ter feito uma cena como esta em A Nova Geração“, explica. Por quê? Gene Roddenberry. O criador de Star Trek acreditava que, no século 24, não haveria conflito entre a família, a tripulação da Enterprise, e, portanto, nenhum drama ou catarse emocional no nível que Picard exibe.

O diretor, que também voltará ao papel de Riker em Picard, credita tanto a escritora do episódio, Kirsten Beyer, quanto o showrunner e produtor executivo Michael Chabon, por permitirem que os personagens fossem levados para lugares tão vulneráveis, algo que A Nova Geração jamais poderia fazer.

“É uma cena tão simples e de tão belo desempenho entre os dois atores”, diz Frakes.

Be the first to comment on "Frakes fala do trabalho como diretor em Picard"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*