Jeff Russo elogia Star Trek de Noah Hawley

Em 2019, o escritor e diretor Noah Hawley havia sido anunciado como o responsável pelo roteiro de um novo filme Star Trek. Através de seu estúdio 26 Keys, Hawley produziria o longa em conjunto com JJ Abrams e a produtora Bad Robot.

Nove meses depois do trabalho de Hawley entrar nos estágios iniciais de pré-produção, o estúdio decidiu colocar este projeto em “modo de espera” e anunciar o nome de Kalinda Vasques para o roteiro de uma outra história.

O músico Jeff Russo trabalhou com Noah Hawley em vários projetos, desde 2009. Amigos de longa data, Russo trabalhou na composição das séries Fargo, Legion, e Lucy in The Sky. E segundo o compositor, ele estava preparando a trilha sonora do filme de Hawley para Star Trek.

Numa entrevista, através do podcast do site Trek Movie, Jeff Russo teceu alguns comentários a respeito do projeto de Noah Hawley, no qual ele teve acesso.

Quanto ao filme anunciado para 2023, disse:

Eu ouvi algo sobre isso. Não sei o que anunciaram porque não disseram o que anunciaram. Eles acabaram de dizer que vamos lançar um filme Star Trek em 2023. Então, alguém sabe de uma coisa … Posso dizer que fiquei extremamente animado e já havia começado a escrever temas para o filme de Noah. Temas que podem ou não terminar na quarta temporada de Discovery. Mas quem sabe?

Em relação história de Noah Haeley para Star Trek, Jeff revelou que não viu os storyboards, mas haviam conversado muito sobre o filme e, embora Russo não tenha visto nenhum dos trabalhos de pré-produção, ele leu o roteiro e até começou a trabalhar em alguns temas musicais para o filme.

Sim, o roteiro é ótimo. É interessante. Noah, como escritor, é extremamente visual. Então, sempre que leio um de seus roteiros, é extremamente inspirador para mim. É como sempre acabo começando a escrever qualquer coisa para Fargo. É assim que eu sempre acabava começando a escrever temporadas de Legion. Então, quando trabalhamos juntos, é desde o início do processo.

E em suas palavras, o estilo de escrita de Hawley poderia dar uma impressão de ser uma história diferente do que já vimos em Star Trek, mas ela teria feito os fãs “perderem a cabeça”.

Do ponto de vista da história? Não. Do ponto de vista da história, eu diria que não foi tão diferente. Quero dizer, era diferente em sua voz porque Noah tem uma voz – sua voz de escrita. Portanto, dessa forma, pode ter sido uma sensação diferente. Mas foi uma história muito Star Trek. E foi uma maneira muito interessante de contar a história de Star Trek, que é o que me deixou muito animado e me inspirou a escrever músicas para ela. A maneira como ele me explicou me fez sentir como se os fãs fossem enlouquecer. Foi literalmente assim, para mim. Eu li o roteiro e minha opinião para ele foi que os fãs vão enlouquecer, apenas por causa do que a história era.

O compositor esclarece que “enlouquecer” seria no bom sentido.

Seria contar uma história que eles não ouviram, que não foi feita, de uma forma que teria sido muito gratificante. Encontrar respostas para perguntas que nunca foram respondidas.

A Paramount pode estar querendo produzir vários filmes de Star Trek que não são necessariamente sequências diretas ou relacionadas as séries atuais ou antigas. Então, segundo Russo, o filme de Noah é totalmente independente.

É uma daquelas histórias em que sim, pode cair bem no meio de tudo. Poderia funcionar se eles apenas fizessem um filme e nunca mais voltassem para ele, e seria totalmente bom. Pode ser apenas como uma história no meio deste universo

Detalhes oficiais sobre a história de Hawley nunca foram divulgados, exceto um artigo no Deadline, em agosto passado, que dizia que poderia ser sobre um vírus mortal e o estúdio achou que, devido as circunstâncias atuais, seria inadequado.

Fonte: TrekMovie

Be the first to comment on "Jeff Russo elogia Star Trek de Noah Hawley"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*