Bate-papo com Nana ‘Kira Nerys’ Visitor

No final de semana passado[1] tive a oportunidade de participar de um bate-papo de internet com Nana Visitor (Kira Nerys), promovido pelos fãs da atriz, somente para os fãs. Não é sempre que há uma oportunidade como essa, e embora eu estivesse nervosa demais para fazer qualquer pergunta, meu amigo e co-editor do Basenews, as fez. Esse chat, em conjunto com o lançamento de uma página em português dedicada à atriz e sua personagem em Deep Space Nine, acabou gerando esse pequeno texto sobre a vida dessa fabulosa atriz para ser publicado aqui no Trek Brasilis.

Nana nasceu em 26 de julho de 1957, sendo criada no distrito dos teatros em Nova York. Filha do coreógrafo da Broadway, Robert Tucker, e da professora de balé, Nenette Charisse, o destino dela só poderia estar na arte. Ela começou fazendo pequenas participações em musicais como “The Gentle People”, “Gypsy”, “My One And Only” e “42nd Street”, atuando ao lado de grandes nomes como Angela Lansbury e Twiggy.

Somente em 1982 que Nana entrou para a televisão, e a partir de então participou de dezenas de seriados como convidada. “MacGyver”, “Murder She Wrote”, “Matlock”, “Remington Steele” e “Working Girl” foram alguns deles.

Mas foi em 1992 que Nana começou a ficar conhecida do grande público, em especial dos trekkers, ao conseguir o papel da major Kira Nerys em Deep Space Nine. O papel da primeira oficial da estação, e oficial de ligação fora previamente designado para Michelle Forbes, que fazia Ro Laren na Nova Geração. Como Forbes não aceitou o papel, os produtores acabaram criando Kira, para a felicidade de muitos fãs. Kira é considerada uma das personagens do universo trekker que melhor foi desenvolvida, e a sempre perfeita atuação de Nana (e sua constante preocupação com a personagem) não poderiam ter contribuído mais para o sucesso da Bajoriana.

Atualmente[1], Nana está no musical “Chicago”, na Broadway, onde é a estrela do show, atuando como Roxie Hart. Ela também acabou de filmar sua última participação no seriado “Dark Angel”, onde estava fazendo o personagem Madame X (ou dra. Elizabeth Renfro), como atriz convidada.

Nana participou dos últimos cinco episódios da primeira temporada, mas por diversos motivos não pode renovar seu contrato para a segunda temporada, onde participa apenas do primeiro episódio. O que é uma pena, pois, muito diferente de Kira, Renfro era uma mulher má e poderosa, capaz de qualquer coisa para alcançar seus objetivos, lembrando um pouco os trejeitos da já nossa conhecida Intendente (a Kira do universo do Espelho, que apareceu no episódio “Crossover”, da segunda temporada de Deep Space Nine, além de mais quatro episódios ainda inéditos no Brasil).

Os fãs da atriz que a conhecem pessoalmente não medem os rasgados elogios à ela, mostrando que Nana é muito atenciosa, simpática e de forma alguma arrogante ou metida, como é comum encontrar tais qualidades em diversos atores. Seus fãs mais ardorosos até criaram uma nova expressão para designar seus estados quando a encontram pessoalmente, tamanha a emoção e alegria. Da palavra paralized (paralisado) surgiu Nanatized! O chat que participei no dia 11 de agosto[1] mostra bem isso, quando Nana cedeu seu tempo entre duas apresentações de Chicago para conversar com seus fãs. O que mais chama a atenção foi o interesse da atriz pelo Brasil. Uma das horas mais engraçadas foi quando ela perguntou se eu e Fernando estávamos perto do Rio. Como grande fã da cidade, entendo o fascínio que ela provoca, especialmente em quem nunca esteve por lá. Como seria bom se fosse possível trazê-la para cá. Como ela mesma disse, o interesse já existe e o contato não seria difícil. Quem sabe não convencemos o canal USA?

Brincadeiras a parte, abaixo está um trecho do batepapo com as perguntas feitas pelo Fernando e por outros fãs, com as respostas da Nana. Observação: os textos entre colchetes foram colocados para explicar algo e não fazem parte da pergunta ou resposta a que se referem.

NANA VISITOR: Olá a todos!

BASE NEWS: Olá, Nana!

BASE NEWS: Você tem algum arrependimento após sua experiência em DS9?

NANA VISITOR: A única coisa ruim na série eram os horários. Houve noites em que as três da manhã eu dormi ao volante. Isso é muito assustador. Nós perdemos um membro da equipe técnica assim.

BASE NEWS: Você participaria de um filme de DS9? Não acredito que seja possível, mas nunca se sabe…

NANA VISITOR: Sim, eu participaria, mas também não acredito que o filme um dia seja produzido. Mas eu estaria comandando a estação, não? Eu não poderia resistir [à oferta]!

BASE NEWS: Você leu os livros “Avatar”? Eles mostram a Kira comandando a estação…

NANA VISITOR: Não, estou ouvindo falar sobre eles apenas agora, e estou ficando chateada. [A garota que estava digitando para Nana e organizando o chat explicou-a sobre os acontecimentos de “Avatar”.]

BASE NEWS: Por quê?

NANA VISITOR: Parece que eu perco poder e a espiritualidade. [Nana e sua preocupação com o destino da personagem, mesmo sendo em livro…]

BASE NEWS: Você já pensou em escrever um livro de DS9, assim como fizeram Andy Robinson [Garak, que escreveu “A Stitch in Time”], e Armin Shimmerman [Quark, que escreveu “The 34th Rule”]?

NANA VISITOR: Eu escreverei um dia, mas não acho que será uma novela de DS9.

BASE NEWS: Sobre o que você escreveria?

NANA VISITOR: Eu provavelmente escreveria sobre minha vida de um modo que pudesse iluminar as coisas para outras mulheres.

BASE NEWS: E a maquiagem? Provocava coceiras? A maquiagem de Kira, é claro.

NANA VISITOR: Sim, coçava e era quente, mas não é nada perto de ser um Ferengi. Eles tentaram me transformar em um por cerca de 10 minutos –assim que eles colocaram a cabeça eu entrei em pânico!

BASE NEWS: Acredito que a maquiagem Cardassiana que você usou no episódio “Second Skin” foi a pior de todas…

NANA VISITOR: Eu tive um terrível ataque de pânico dentro daquela maquiagem! Eu comecei a arrancá-la após 20 horas de filmagens, e disse ao diretor “Por hoje é só”. Ele disse, “Não, não acabamos ainda”, e eu disse, “Sim, é só”, e comecei a arrancar pedaços do pescoço. E nós paramos.

BASE NEWS: Eu mesmo sou claustrofóbico, então sei como você se sentiu… Você mantém contato com os outros membros do elenco de DS9?

NANA VISITOR: Bem, ocasionalmente eu converso com Sid [Alexander Siddig, o Dr. Bashir, com quem é casada!], e eu verei René [Auberjonois, Odo] em Las Vegas.

BASE NEWS: Você irá trabalhar com René em Las Vegas?

NANA VISITOR: Irei sim, estaremos apresentando o “Love Letters”.

BASE NEWS: E como está Sid? Eu o assisti em “Limite Vertical”. Ele estará fazendo um novo filme em breve?

NANA VISITOR: Acho que ele está bem, acho que está feliz. E acho que ele começará em breve a dirigir filmes.

BASE NEWS: Isso seria ótimo. E quanto a “Dark Angel”? Está gostando de participar de uma nova série de ficção?

NANA VISITOR: Eu acho que a primeira temporada foi muito agitada e interessante. Eu gostei muito de participar. Tive muita liberdade.

BASE NEWS: É verdade que a Madame X irá morrer na série?

NANA VISITOR: Oh sim, eu não sou apenas baleada, mas também queimada, e eles encontram minha ID em uma pilha de cinzas. Foi o que eu ouvi.

BASE NEWS: Mas ninguém nunca morre realmente em uma série de ficção…

NANA VISITOR: Talvez meu DNA esteja escondido em uma garrafa em algum lugar…

BASE NEWS: Algum projeto novo para o futuro próximo?

NANA VISITOR: Vocês poderão me ver no primeiro episódio da nova temporada de “Dark Angel”. Mas depois disso eu não sei. Ah, a vida de atores…

BASE NEWS: E quanto a filmes? Está interessada em fazer filmes? Se sim, qual tipo de filme?

NANA VISITOR: Teria que ser um papel que fizesse a diferença para mim, não me importo se fosse pequeno, mas teria de ser algo que realmente me atraísse, e eu não tiraria a roupa. Nunca vi arte nisso.

BASE NEWS: Qual a pior pergunta que já fizeram a você em uma entrevista, chat ou convenção?

NANA VISITOR: Esse é o tipo de coisa que você esquece assim que pode!

BASE NEWS: Você viria a uma convenção no Brasil se recebesse um convite?

NANA VISITOR: Sim, duplamente sim!

BASE NEWS: Alguma mensagem para seus fãs no Brasil?

NANA VISITOR: Sim, eu tenho um interesse verdadeiro de visitá-los aí. Eu estive conversando sobre o Brasil nos últimos meses[1], e usualmente este é o prelúdio de se ir a algum lugar.

BASE NEWS: Espero que você venha logo! Mantenha-nos informados!

NANA VISITOR: Em que lugar do Brasil você está?

BASE NEWS: Mariana e eu somos da mesma cidade: Campinas, SP.

NANA VISITOR: Vocês estão perto do Rio de Janeiro?

BASE NEWS: Voando, apenas uma hora de distância. De carro, umas seis horas… Campinas fica mais perto de São Paulo.

BASE NEWS: Você fala alguma outra língua, além do inglês?

NANA VISITOR: Não, mas eu gostaria. Mas espero que Django (seu filho mais novo) se torne bilíngüe…

BASE NEWS: Não ensine português a ele –é uma língua difícil de se aprender…

NANA VISITOR: Eu acredito, mas é uma língua tão bonita!

BASE NEWS: Nana, para registro, eu fui o responsável por fazer Mariana assistir DS9 –e agora ela gosta de assistir a série só por sua causa…

NANA VISITOR: Eu adorei isso!

BASE NEWS: Uma última mensagem para você: sou um grande fã seu, é foi uma grande emoção estar aqui. Você é muito simpática por estar aqui conosco! Talvez, algum dia, possamos nos encontrar. Eu te desejo apenas o melhor!

NANA VISITOR: Eu adoraria conhecer você! E seria ótimo se acontecesse no Brasil!

BASE NEWS: Seria ótimo! Tchau, ou, como dizemos em português, Te adoro, tudo de bom, e adeus!

NANA VISITOR: Boa noite a todos!

[1]Entrevista originalmente publicada no conteúdo clássico do Trek Brasilis em 20 de agosto de 2001.

11 Comments on "Bate-papo com Nana ‘Kira Nerys’ Visitor"

  1. E ela chegou a vir para o Brasil?

  2. Ela é muito simpatica mesmo. Eu peguei autógrafo dela e de mais umas 8 pessoas de DS9 em uma convenção nos Estados Unidos há alguns anos atrás… Se alguém posso mandar. Além desses tenhoa alguns autografos de gente de quase todas as séries e o Gene também….

  3. ELA MESMO DISSE, SEGUNDO ACIMA, QUE NUNCA ESTEVE NO BRASIL

  4. DS9 tinha grandes personagens e grandes atores e atrizes, como Nana.

    Realmente era um prazer assistir à série, por diversos motivos, e um dos grandes motivos era assisti-la.

  5. Essa “menina” é um doce… Eu adoro o trabalho dela… Queria muito que saísse os outros box DS9…

  6. Bom, ela é a Nana Visitor!

    Quem sabe, um dia ela faça uma visita ao Brasil para fazer jus ao sobrenome dela:

    Visitadora.

    (Tá: Essa foi triste, hein!)

  7. Sergio Carvalho | 25 de setembro de 2008 at 2:06 pm |

    ^3 VERDE, essa entrevista foi em 2001.

    Acredito que o Marcos queira saber se depois disso ele conseguiu vir ao Brasil.

    Fui … 🙂

  8. Mariana Gamberger | 25 de setembro de 2008 at 3:59 pm |

    Nao, pelo que eu sei ela nunca veio ao Brasil, apesar de querer. Mas eu sei que ela adora bossa nova, e tem muito cd de musica brasileira. Sabe ate cantarolar, por exemplo, Aguas de Marco! Eu ate dei a ela dois cds que montei com musicas variadas de outras epocas para ela conhecer quando a encontrei numa convencao na Italia, mas infelizmente nao a encontrei mais depois disso para perguntar o que achou das musicas.

  9. É uma pena que na boa época das convenções, não puderam trazer ela, seria muito bom. Minha gata que 10 anos tem o nome de Kira Nerys, pois desde que nasceu, encara qualquer cachorro.

  10. Sérgio
    Desculpe a furada, apesar da resposta de baixo eu tinha esquecido completamente da data.

  11. OI VC ACHA QUE A SUA PARTICIPAÇÃO NA COSA FOI BOA?

Leave a comment

Your email address will not be published.


*