Quinto e Nimoy falam sobre Spock e a franquia

quinto-e-nimoy.JPGOs atores Zachary Quinto e Leonard Nimoy voltaram a comentar sobre o filme de Jornada nas Estrelas. Enquanto Quinto fez comparações entre Spock e Sylar (Heroes), Nimoy elogiou a atuação do colega, falando ainda sobre o filme em que foi diretor.

Interpretar diferentes papéis significa encontrar parte de cada personagem em si próprio, de acordo com a Zachary Quinto. O ator acredita que existam diferenças e semelhanças em fazer Sylar e Spock. “Eu penso que há elementos dos personagens que ecoam mutuamente, mas acho que cada um ecoa de uma maneira muito diferente, extremos opostos do espectro”, disse o ator ao site Hardcore Nerdity acrescentando, “Cada um dos personagens emprega uma quietude e uma espécie de ponto de vista interno ricos que informa a maneira como se comportam e da forma como se relacionam com as pessoas à sua volta. ” 

Quinto prefere não retratar seus personagens como “do bem” ou “do mal”, mas apenas vivenciá-los. “É muito divertido ter personagens que são ricos e que estão cheios de desafios e cheio de recompensas e ambos personagens são claramente isso,” explicou. “Assim como ator, eu realmente não encaro um personagem como se fosse bom ou ruim, eu apenas abordo um personagem como se ele vivesse em mim. E eu acho que por numerosas razões, estes diferentes personagens encontram vida em mim. ”

Quando perguntado se era um alívio interpretar o mais emocional Sylar após o controlado Spock, Quinto disse, “Eu acho que essa é a coisa. Isso é, de certo modo, onde existem as semelhanças. Ambos os personagens são muito contidos e controlados”, comentou o ator. Mas para Quinto voltar a interpretar Sylar foi como um retorno ao seu velho e costumeiro personagem, após estar num épico desafio de Jornada, “Então, deixando-me soltar, no sentido de seduzir e ou ceder nestes instintos ou impulsos ao assassinato e deixar solto o personagem em uma espécie de forma violenta … para mim foi mais como voltar para casa, quando retornei a série (Heroes) após ficar afastado em uma nova e desconhecida excursão com esse filme, no tipo de escala e dimensão que esta franquia possui e com o natural ícone do personagem que eu acabei conhecendo. Houve um enorme sentimento de realização quando acabei o filme e um tremendo senso de familiaridade quando voltei a trabalhar com Heroes“.

Conforme relatado pelo site Star Trek Online, ver Zachary Quinto como Spock foi um pouco emocional para o veterano ator Leonard Nimoy. “Foi muito comovente para mim”, disse Nimoy. “Você sabe, eu tenho setenta e sete anos de idade e para mim é hora de deixar seguir em frente. Se ele tivesse sido um ator de menor invergadura, eu não estaria falando sobre sua aparência. Muita gente diz que ele se parece muito comigo, mas ele é muito, muito bom ator, muito inteligente. Ele está bem treinado. Conhece o seu negócio, seu trabalho, ele é muito profissional. E se tivesse sido um ator menor isso teria sido perturbador para mim ao ver o personagem sendo passado para alguém que não era adequado. Mas ele é o ator muito apropriado para fazê-lo e eu estou satisfeito que o personagem tenha ficado com ele. Eu acho que está em boas mãos”, elogiou Nimoy.

Ainda tecendo elogios a respeito do trabalho de Quinto como o jovem Spock, continuou Nimoy. “Eu admiro seu trabalho”, disse o veterano ator. “Eu vi algumas das filmagens e fiz com ele uma cena no filme, que é fascinante. Nós dois em pé conversando um com o outro. E vi alguns dos outros trabalhos que ele fez na TV. Ele é muito bom. Portanto, penso que o personagem Spock tem um bom futuro”.

Quando perguntado por que razão Jornada ainda afeta tanto as pessoas após todo esse tempo, Nimoy, disse que “Ela alcança a imaginação. Penso que um dos aspectos mais importantes é o sentimento de esperança sobre o futuro. Quando o mundo em que vivemos se torna muito mais complicado e difícil, o elenco de Jornada, os membros da tripulação da Enterprise conseguem resolver um problema com um nível de moralidade e ética que os Romulanos possam entender. Essas são pessoas boas fazendo um bom trabalho por boas razões. Acho que isso é extremamente importante, uma grande parte do que toda a franquia é: a esperança do futuro, pessoas profissionais trabalhando em conjunto e resolvendo problemas com sucesso”.

O site refere-se ao projeto da empresa Cryptic Studios, Star Trek Online, o mais novo game multiplayer sobre o universo de Jornada. Nimoy também falou sobre jogo e diz o que gostaria de ver incluídas nesse novo game, “O que você faz sobre o humor neste jogo?”, indagou o ator, “Porque eu acho que é muito importante para os fãs. Se você olhar para trás durante o que foi feito no passado, as coisas que tiveram humor inteligente foram as mais bem sucedidas e as pessoas perderam isso. De fato, quando fiz a Jornada IV, acho que tinha humor. Lembro-me de conversar com um jornalista que ía fazer um review do filme, quando ele disse – Não creio que Jornada vá agradar aos fãs com este filme, porque há muitas piadas. Eles não vão para o cinema – Então respondi que ele estava absolutamente errado. Totalmente retrógrado. As pessoas acharam graça das coisas que esses personagens fizeram e disseram uns aos outros”.

Ainda comentando sobre o filme em que foi diretor e ator continuou Nimoy, “Para mim, filmar Jornada IV foi muito divertido, porque havia humor, porque todo mundo estava animado com o script. Eles (o elenco) gostaram do roteiro, eles gostaram da idéia. O filme tinha uma razão para a existência temática, toda a idéia de se lidar com a ecologia, os problemas da ecologia. As baleias foram uma metáfora para o planeta em geral. Na verdade, não era para salvar as baleias, tratava-se de salvar o planeta, e acho que o público respondeu muito bem a isso. O trabalho em San Francisco, foi divertido de fazer. Penso, que também foi para os atores, na sua maior parte, pessoas como Walter Koenig como Chekov, Nichelle Nichols como Uhura, e George Takei como Sulu. Todo mundo teve que fazer algo significativo no filme e que sempre deixou de fazer o caso nos filmes anteriores. Então, nós tivemos um bom tempo fazendo isso”.

Finalizando, “Penso que o novo filme vai ser bem sucedido, por uma razão, porque ele tem o humor e é por isso que me pergunto sobre a possibilidade de encontrar esse caminho para o jogo. Acho que é extremamente importante”.

Fonte: TrekToday e Trek Movie

11 Comments on "Quinto e Nimoy falam sobre Spock e a franquia"

  1. “Eu vi algumas das filmagens e fiz com ele uma cena no filme, que é fascinante. Nós dois em pé conversando um com o outro”

    hummm

  2. Já sabemos que o filme tem humor. Acredito que se o filme tivesse saido ruim, o Nimoy nao faria comentários como esse.
    Humor com inteligência, roteiro e efsitos especiais. Para mim eles podem lançar versao em DVD de 4 horas e meia que eu assisto 3 vezes seguidas.

  3. As declarações de Nimoy me deixam mto confiante e entusiasmado. Sou mto cético, mas é inegável ver que o filme tem futuro!!!

  4. Estou otimista e ansioso para testemunhar esta nova empreitada da franquia Star Trek.

    Mas, de tuuuudo que tenho lido, não tenho tirado nada de concreto.

    Mistérios envolto de dúvidas e pulgas atrás da orelha.

    Diante do desconhecido, só resta uma coisa a fazer:

    Vamos esperar o tempo necessário! Mantenha órbita padrão, senhor Sulu!

  5. Setenta e sete anos???!!! é estranho ver seus idolos indo pra uma idade tão avançada…. tomara que o Quinto e sua turma consigam honrar algo tão maravilhoso quanto o trabalho do sr. Nimoy.
    Órbita padrão e sem nada na tela né?! nem algumas estrelinhas…

  6. Fugindo um pouco do assunto:

    Alguém sabe o que aconteceu com o site do Jornada BBS?

  7. Flávio Fernandes | 25 de setembro de 2008 at 2:20 pm |

    Pessoal:

    Os caras são meio parecidos mesmo, não??

    O que me preocupa e toda hora falarem de ST-IV que para mim foi o pior longa de todos (Exceto Nemisis que foi pior ainda).

    A pridileção por aquele episódio é incrivel, mas, foi um filme para atores se divertirem e não para os fãs.
    Faltou um pouco do espírito de Jornada ali, pelo menos eu acho.

    Abraços.

  8. Discordo Flavio.

    Pra mim aquele foi um dos filmes mais fiéis ao espirito de Jornada.

    Aquele filme da idéia de significado para a jornada nas estrelas.

    É isso que tem faltado na franquia, significado.

  9. Concordo com o Sr Madruga, ST IV é um grande filme, nao o melhor, mas muito bom. Falar que é pior que o ST-V, esse sim, com história horrível, premissas horríveis coroada com uma péssima direçao.

  10. Jornada IV é Jornada pura.

    Adoro aquele filme.

    É interessante ver que nem todos os fãs gostam de certas coisas que a maioria curte, isso revela a diversidade de manifestação do espírito humano.

    Só que o De Volta Pra Casa teve muito do espírito da Jornada sim!

    Apesar de entender o seu não gostar do filme (talvez pelo tom mais acentuada de comédia, ou talvez por muitas cenas externas, etc. … não sei, hehe), Flávio, mesmo eu sendo um dos que gosta muito dele, por outro lado é impossível se afirmar que o filme não contou com elementos essenciais da série.

    Com certeza esse filme foi um dos que mais guardou aquele sentimento de tudo que Jornada deve representar.

  11. Talvez tenha sido a ausência da Enterprise! Eu também achei estranho ir ao cinema e, além de não ver a nave (sabendo que a mesma estava destruida), sentir um estranhamento, aquela São Francisco com Punks, etc., nem parecia Jornada, mas acabei gostando do filme e fiquei aliviado quando vi no final que os próximos filmes continuariam a ter uma Enterprise!

Leave a comment

Your email address will not be published.


*