Shatner comenta sobre Chris Pine e J. J. Abrams

O site IGN TV postou uma entrevista com o veterano ator William Shatner, o qual falou brevemente sobre o filme de Jornada nas Estrelas. Ele comentou a respeito do novo intérprete de Kirk, Chris Pine e do diretor J. J. Abrams. Shatner aproveitou também para criticar mais uma vez o seu desafeto George Takei (Sulu).

Gostaria de saber se você chegou a ver os 20 minutos de filmagem do novo filme de Jornada que circulou por aí?

Shatner: “Não, não vi nada. É bom?”

 

Parece realmente muito bom. Como se sente vendo Kirk desempenhado por outro ator? Você já viu algum dos trabalhos do Chris Pine?

Shatner: “Não, eu não tenho visto. E você?”

 

Sim, eu o vi interpretar um personagem com uma espécie de psico habilidade (A Última Cartada).

Shatner: “Isso soa bem para Kirk. Bom, não há nada que eu possa falar sobre isso. Mas eu soube que será um filme divertido, e estou ansioso para vê-lo”.

O site Entertainment Tonight publicou uma relação anual que lista os dez homens mais sexys de 2008 e Chris Pine foi mencionado ao lado de Shia LaBeouf (Transformers), Zac Efron (High School Musical), Robert Pattinson (Harry Potter) e outros. 

 

Shatner também foi entrevistado pelo site UGO, onde opinou a respeito dos comentários de Abrams em sua apresentação do filme, dizendo que nunca foi fã de Jornada, “Bem, acho que não parece sincero”, disse Shatner, “Porque ele era um grande fã de Jornada. Portanto, J. J. Abrams está tentando lançar-se como um nouveau (algo novo e diferente) dentro do universo de Jornada. Mas eu conheço ele como um velho admirador da série”.

Continuando Shatner a falar sobre o produtor e diretor do novo filme, “Ele tem de alargar a base da audiência. E, eu estou realmente sendo burlesco quando me refiro a ele como um admirador de longa data. Mas ele está fazendo o melhor que pode. Você e eu reconhecemos sua tentativa de alargar a base da audiência, a fim de que as pessoas possam ver o filme como uma aventura”.

Porque você acha que existe um pouco de estigma para com Jornada?

Shatner: “Acho que a platéia que se manteve fiel era muito apaixonada pela série, de modo que o público que não sabe por que ela é tão apaixonada pensam nela em termos negativos. Então, se você é conhecido por gostar de Jornada, você está ligado a este grupo de pessoas que usa fantasias”.

 

Em outra entrevista com a Reuters, Shatner fala sobre sua antiga hostilidade em relação ao colega da série original, George Takei.

Shatner: “Aqui está um homem, em cuja companhia eu não estive por muitas vezes, que parece não gostar de mim, por isso é apenas como uma curiosidade, o que foi que eu fiz?”

Continuando Shatner: “Ninguém gosta de ouvir alguém pensar coisas ruins sobre a gente, mas eu conheço o meu talento e se eu não tivesse nenhuma habilidade, não estaria todos esses anos trabalhando”. 

O site Reuters relata ainda que o diretor do programa de rádio em que Takei é o apresentador, disse que o intérprete de Sulu quer aparecer no “Shatner’s Raw Nerve’, um novo programa de entrevistas com Wiliam Shatner. Então, talvez esta discussão venha a ser finalmente  encerrada.

Fonte: TrekMovie

15 Comments on "Shatner comenta sobre Chris Pine e J. J. Abrams"

  1. Tomara que essa bobagem acabe logo.
    Se o takei faz panfletagem gay, não é inteligente ele fazer colisão com os outros, ele precisa coagular opiniões e não separa-las

  2. Nesse perrengue eu 100% a favor do Tio Bill, convenhamos, o Tagay é um ator mediocre que teve a grande sorte de interpretar Sulu e bem, consequentemente é lenda junto com os outros, fora isso não é um ator de carreira, então pra ganhar US$, começou a fazer polemica criticar o Shatner virou a profissão dele, o o Doohan tinha problemas com o Shatner também mas havia motivos, mas eram desafetos discretos e fizeram as pazes antes de seu falecimento, já o Tagay sempre achei patético fazer de “meter a lenha no Bill” sua profissão, mas convenhamos ambos estao mai do lao de “lá” do que de “cá” então seria uma festa encerrar este perrengue horoso antes do “fim”.

  3. Olha que o Shatner fala lá as suas abobrinhas até concordo, mas acho meio que uma falta de respeito com ele por pelo menos ter sido convidado para dar uma olhada nos tais 20 minutos, afinal esse negócio funcionou por 40 anos por causa dele e do Nimoy. Acho que o Bill é até sincero em algumas coisas que diz e acho que ficou chateado sim. Veremos……

  4. Me parece que Shatner tem se mostrado muito evazivo em suas respostas.

    Creio que ele realmente está chateado, por ter sido deixado de fora.
    E quanto ao filme está claro será uma aventura e uma diversão.

    a) “Você e eu reconhecemos sua tentativa de alargar a base da audiência, a fim de que as pessoas possam ver o filme como uma aventura”.
    b) “Mas eu soube que será um filme divertido”.

    Me digam uma coisa “A Ira de Khan” que foi um dos melhores filmes da franquia, foi divertido??????
    “Star Trek o filme”, foi divertido ???????
    Creio que Shatner está sendo irônico, ao esconder suas mágoas.

    Se eu quiser me divertir irei ver uma comédia com Jim Carrey.
    Ou será que STXI será uma comédia???

    Se STXI for levado para o lado da diversão ele estará muito distante, mas muito mesmo dos grandes épicos da franquia, que despertaram a curiosidade de todo fandom quanto ao desconhecido.

  5. Post 4: Continuando
    A única forma inteligente de tornar STXI de certa forma divertido é manter intacto o relacionamento do trio (Kirk, Spock e McCoy).
    A violação deste relacionamento em STXI descaracterizará qualquer tentativa de levar o filme para o lado divertido.
    A diversão em ST estava em sua maioria intrínsica as pegadinhas de Kirk e McCoy com relação as pisadas na bola de Spock com sua naturaza Vulcana, quando este deixava escapar raramente sua emoção e às vezes com relação aos comentários do russo Checov.
    O que mais irão colocar de divertido no universo de ST, um novo Mudd.

  6. Mario Auusto Gomes | 5 de dezembro de 2008 at 1:38 pm |

    Ele não está nem aí pra ST.
    Ele responde o que perguntam, seja no youtube ou nas revistas. Reporter quer muito jogar um contra o outro, pegar uma frase que o comprometa. Bill não é bobo, não vai estragar a sua relação com a Paramount, ou com qualquer outro Studio.
    Ele vive disso e trabalha bastante.

  7. O Shatnet está claramente mostrando que está chetado, e tb falta de profissionalismo. Acho que ele pensa que é “dono” do personagem.

  8. Post 4:

    ST II, ST IV e ST VI, para mim os melhores da franquia foram muito divertidos sim.

    Acho que aqui cabe a interpretação do que é divertido.

    Para mim, divertido não é sinônimo de comédia e sim sinônimo de qualidade de entretenimento. E isso um filme pode ser, sem deixar de ser sério ou inteligente.
    E nesse caso qualquer filme de Star Trek, mesmo os piores, foi mais divertido do que o infame “Ace Ventura 2”.

  9. Post 8: Lucian Solo

    Uma boa ficção científica pode ter muita qualidade de entretenimento no entanto esta para lá de comédia, como exemplo temo MATRIX, seu grau de entretenimento foi altíssimo.

    Do outro lado temos: “O mentiroso” com Jim Carrey, uma ótima comédia.
    Entretenimento provem de entreter e tem haver com “deter-se em algum lugar” e uma boa ficção científica não me tira da poltrona.

    Não qualifico ST com uma franquia voltada para diversão e sim para informação, as quais homens como Gene procuravam na sua época mostrar suas visões a respeito do futuro da humanidade.
    Se a categoria de fãs atuais assistem ST por pura diversão, ai sim está com a razão todos aqueles que declaram que a franquia acabou, pois deixou de ser aquilo que sempre era e tornou-se mais uma opção para alegria da nação. E eu acho que é exatamente isso que J.J. está fazendo, um filme que será alegria para a nova geração que esta chegando.

    Desta forma estou de acordo com Shatner, “será um filme divertido”.

  10. Creio que SHATNER esteja magoado com toda essa história do NOVO FILME – Afinal, ele foi COLOCADO de LADO.

    Porém, seus comentários foram até MUITO EQUILIBRADOS:

    (1) “Não, não vi nada. É bom?”

    (2) “Não, eu não tenho visto. E você?”

    (3) “Bom, não há nada que eu possa falar sobre isso. Mas eu soube que será um filme divertido, e estou ansioso para vê-lo”.

    Ele está certo. Por enquanto, não há muito sobre o que falar …

    Quanto à briga com GEORGE TAKEI … O que dizer?!!! …

    Era de se esperar que com a IDADE viesse a SABEDORIA … (Quanta ingenuidade a minha !!!).

    Isso vai continuar enquanto ambos – SHATNER e TAKEI – puderem lucrar com essa exposição desnecessária: certas coisas nunca deveriam tornar-se públicas.

    Sinceramente …

  11. Torço para que esse NOVO FILME seja DIVERTIDO (PURO ENTRETENIMENTO), que consiga APELO junto ao GRANDE PÚBLICO, que agrade aos FÃS (Não todos, pois seria impossível) … e que abra caminho para outras tantas produções!!!

    Espero que a dinâmica do trio KIRK-McCOY-SPOCK seja preservada e renda muitos bons momentos!!!

    APENAS espero que o OTIMISMO de STAR TREK seja bem construído na telona e não fique PIEGUAS e VAZIO.

    Que seja um novo e melhorado “IRA de KHAN”. Afinal, o segundo filme trouxe inúmeras contribuições para a FRANQUIA.

  12. Who care? Shatner x Takey. Baboseira pura, marketing pessoal da pior qualidade. O que está chateando o SHATNER é que seu ego inflado não aceita que ele ja passou da hora para STAR TREK e o Nimoy está lá. Ele realmente achava que ainda podia entrar no filme e ser ‘estrela’, como isto não aconteceu a ‘depre’ baixou.

  13. Post 12:

    Não creio que o mesmo quisesse ser a “estrela”, mas talvez fazer uma ponta nesta nova trama a qual poderia muito bem ser planejada para inclusão dos dois.
    Aliás como estamos lidando com viagens temporais isso não seria impossível.
    A minha opinião à respeito disto tudo é a de que o tempo de ambos (Kirk e Nimoy) acabou. Para mim nem o Nimoy deveria estar neste filme.
    Para mim deveria ser realmente um BEGINS, sem viagens no tempo, informando puramente o ínicio de tudo, incluindo o Capitão Robert April. Desde o acidente com a SS Columbia em Talos IV, os 05 anos de serviço com April, os 11 anos de serviço de Spock com Pike, a missão de Pike em Talos IV e a transferência de comando para Kirk. E paralelamente a isso tudo Kirk servindo na Farragut e na Republic (se não me falha a memória).
    Esse sim seria um BEGINS cânonico.
    Me digam por quê a Paramount cedeu ao Sr. J.J. e não tornou isso uma realidade.
    Imagine o quanto não seria emocionante ver toda essa trama em uma trilogia, ou quadrilogia, pentologia, seja lá o que for, a meu ver seria FASCINANTE, como diria o Sr. SPOCK.
    Em cada longa uma missão explosiva para cada Capitão (April, Pike, Kirk). A geração do Pen Drive iria ficar fascinada. Novo heróis iriam surgir.
    Será que não há ninguém com imaginação nesta PARAMOUNT???????????

  14. Deve ter, mas, goste-se ou não, a opção foi por mudar o cânone de Jornada, e ponto final! Adotada a sua solução, a mínima alteração do “Livro Sagrado” seria alvo de críticas iradas dos seus seguidores. A partir do novo filme a história de Jornada poderá ser reescrita sem que os roteiristas não precisem consultar a tal Bíblia Trek – que além de já estar toda furada, contraditória e ridícula (salamandras federadas!), deve ter uns 100 volumes.

  15. relacionado ao post 8

    concordo com o “o que é divertido” – qdo assisti “e o vento levou” – me diverti bastante e só dei um sorrizo em uma cena”

Leave a comment

Your email address will not be published.


*