Spiner e Sirtis comentam sobre Data e Troi em Picard

Os atores de A Nova Geração, Brent Spiner (Data) e Marina Sirtis (Deanna Troi) estão de volta à franquia, reprisando seus velhos personagens em Star Trek: Picard. Durante uma turnê do elenco para lançamento da série, eles conversaram com o site TrekCore. Num bate papo descontraído, comentaram sobre a produção e a adaptação de seus papéis ao novo universo que se apresenta em Picard.

Comparação da franquia em 2020 com o tempo de A Nova Geração nos anos 90.

“Deus sabe que eles estão gastando muito mais dinheiro do que costumávamos”, disse Spiner sobre o orçamento atual em relação a série dos anos 90. “Se tivéssemos esses orçamentos (durante A Nova Geração), ainda estaríamos no ar! Mas eu amo o que eles estão fazendo com a série e como vai ficar”.

Sirtis brincou quanto a substituição das antigas câmeras de 35 mm pelas de alta definição, que revelam detalhes da idade não desejados pelas mulheres, mas disse estar aliviada por “não precisar usar um traje espacial!”.

Quanto a aparência do androide, Spiner observou que o Data de Picard foi auxiliado pelo CGI para manter a aparência mais próxima possível daquela do filme Nêmesis, já que o ator está com 70 anos.

Um ponto de apoio para série Picard.

“Mas você sabe, também é muito diferente – não estamos no centro da série”, comentou Spiner a respeito da importância do seu personagem na história. “Quero dizer, eu sempre pensei que A Nova Geração fosse a história de Data, o androide e a pesquisa para se tornar humano. Mas somos como um ‘tempero’ em Picard”.

Sirtis concordou, “Acho porque basicamente a série se chama Picard…. Embora Patrick [Stewart] tenha sido o número um na folha de chamadas [de A Nova Geração], acho que éramos um elenco de verdade. Eu penso na série Picard , como se fosse Patrick … e o resto”.

“Eu acho que esses são atores realmente talentosos e um ótimo conjunto”, acrescentou Spiner, “Acredito que todos eles se tornarão favoritos dos fãs e todos terão suas chances. A série sempre será chamada de Picard, então ele será o ponto de apoio de onde tudo gira … mas acho que será a série de todo mundo, eventualmente”.

A surpresa pelo convite.

“Sim! Fiquei surpresa ao receber a ligação, na verdade”, disse Sirtis.

“Jantamos com Patrick quando ele nos contou sobre a série”, acrescentou Spiner, “Fiquei surpreso, mas satisfeito – e convencido, pelo pedigree das pessoas com quem trabalharíamos. Talvez seja uma boa ideia entrar e adicionar um pouco de tempero a série”.

Os efeitos visuais para reviver Data.

Após dezessete anos passados do filme Star Trek: Nemesis, a turma de efeitos visuais teve muito trabalho para fazer Spiner, de 70 anos, parecer-se com o Data de 2002. Mas, segundo o próprio Spiner, esse trabalho de “envelhecimento” digital quase não aconteceu como planejado.

“Bem, quando eu me encontrei com eles, eu disse: “Como vou fazer Data novamente?” E eles disseram, que como a tecnologia de CGI avançou, eles poderiam me fazer parecer muito bom. Acabei com a mesma maquiagem e usando as mesmas lentes de contato…

Então, no primeiro dia de filmagem, eu coloquei a maquiagem e disse a mim mesmo: “Ok, está tudo bem!” Então recebo esta ligação – “É muito caro. Não podemos fazer o CGI. É muito caro”.

Depois de uma discussão, eu alertei: “Bem, você entende que eu não preciso voltar com CGI para ser aquele que aparecia na série, tem que parecer com o que eu era no final de Nemesis”. E eles concordaram. E fizeram. Porém, mudou um pouco em relação a alguns trailers que saíram mais cedo”. Sim, não parecia bom. Mas eles consertaram tudo isso desde então. Eles ainda não terminaram”.

O visual Betazoid de Troi.

Quando se trata de Deanna Troi, não houve necessidade de CGI, já que a conselheira da Enterprise envelheceu junto com a atriz, mas ainda assim foi preciso que Sirtis usasse alguns acessórios para completar seu visual semi-betazoide.

“Eu recebi o chamado (para estar na série) e depois não ouvi nada [sobre as lentes de contato de Troi]. Então liguei perguntando: “Você sabia que eu usava uma peruca e lentes de contato pretas?”.

A atriz contou a produção que havia “roubado” esses acessórios do filme Nemesis para sua coleção pessoal. Então, acreditava que ainda estavam em bom estado. “As lentes de contato foram limpas – já que elas estão em um estojo há 15 anos – e eu tenho a peruca, que eu usei em Nemesis”, disse Marina.

Resultado de imagem para Deanna troi e marina Sirtis

“E foi muito bom (eu tê-las). Eles não teriam tempo para fazer uma peruca de 10.000 dólares, e eu estava na Inglaterra fazendo uma peça de qualquer maneira; Eu terminei a peça em um sábado e estava na Universal [em Hollywood] na segunda-feira, tendo viajado da Inglaterra no domingo. Por isso, tive sorte de tê-los roubado!”

Em A Nova Geração, os betazoides foram ditos serem fisicamente iguais aos humanos em todos os aspectos, exceto pela íris dos olhos completamente negra. Em razão deste detalhe, Marina Sirtis teve de usar lentes de contato de cor preta durante os sete anos da série e dos filmes, porque seus olhos são castanhos claros.

A série Star Trek: Picard estreia dia 23 de janeiro nos EUA, pela CBS All Access e no Brasil pela Amazon Prime Video, no dia 24.

Be the first to comment on "Spiner e Sirtis comentam sobre Data e Troi em Picard"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*