Exposição na SDCC revela passado ‘oculto’ de Picard

A San Diego Comic-Con começou, e com ela começa a enxurrada de informações sobre as novas produções de Star Trek. Uma exposição aberta nesta quinta-feira (18) por lá expõe os principais fatos da vida do mais celebrado capitão da Frota Estelar do século 24, Jean-Luc Picard, acompanhados por artefatos de sua trajetória.

Quem leu atentamente as descrições que acompanham alguns dos objetos na exposição — dentre eles o pessoal do site TrekMovie — reparou que há muita informação disponível sobre o quebra-cabeça que compõe a vida do capitão (mais tarde almirante, como indicado no trailer) entre sua última aparição em tela, em Star Trek: Nêmesis, e a vindoura Picard.

Na entrada, uma placa apresenta a exposição The First Duty, o primeiro dever, descrevendo a motivação (ficcional) para a homenagem:

Um dos mais condecorados oficiais da Frota Estelar, Jean-Luc Picard se aposentou da Frota Estelar em 2386, após mais de 50 anos de serviço, retornando à vida pacata e tradicional de sua família na fabricação de vinhos no vinhedo Chateau Picard, em La Barre, França.

Muitos dos pertences pessoais de Picard e artefatos raros de sua vida e carreira estão armazenados nos Arquivos Quânticos do Museu da Frota Estelar, localizado no quartel-general do Comando da Frota Estelar, em San Francisco.

Pela primeira vez, muitos desses artefatos agora estão disponíveis ao público numa exposição especial celebrando sua carreira de serviço e vida de dedicação aos princípios da Frota Estelar e da Federação Unida de Planetas.

O ano de 2386 é importante, já que, pelos cálculos dos historiadores trekkers, se trata de uma época imediatamente anterior à supernova Hobus, que teria destruído Romulus, conforme visto no filme Star Trek (2009). Ou seja, Picard deixou a Frota imediatamente antes (talvez durante ou logo depois?) da crise da supernova Hobus.

Outra informação relevante vem na placa identificadora do traje com que Picard é visto no vinhedo na imagem recém-divulgada da nova série. Ela indica que as cenas se passam em 2399 — como indicado no Twitter pelo showrunner Michael Chabon vários meses atrás. Isso coloca Picard exatamente 20 anos depois de Nêmesis.

Por fim, um modelo da Enterprise-E vem acompanhado de outra informação descritiva relevante para decifrarmos a história até agora não contada do nosso herói. Ela diz:

Picard comandou a Enterprise-E até 2381, antes de ser promovido a almirante e receber uma missão especial do Comando da Frota Estelar.

Ou seja, ele ainda teria permanecido como capitão por mais dois anos depois de Nêmesis antes de sua promoção ao almirantado, que o manteve na ativa por outros cinco anos numa “missão especial”. Que missão foi essa? As respostas devem começar a vir até o fim do ano, com a estreia de Star Trek: Picard. Ou quem sabe até antes, com o painel soobre a série marcado para este sábado? Fique de olho no Trek Brasilis para todas as novidades.

Be the first to comment on "Exposição na SDCC revela passado ‘oculto’ de Picard"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*