Pegg fala do novo Scott e de Chris Pine como Kirk

simon-pegg.jpgO ator Simon Pegg concedeu uma entrevista ao site Wired, onde comentou sobre o trabalho de interpretação e o estereótipo de seu personagem Montgomery Scott para o filme de Jornada nas Estrelas. Ele também falou a respeito da performance de seu colega Chris Pine no papel do jovem James T. Kirk.

Simon Pegg esteve nos EUA, recentemente, para promoção de seu novo filme Spaced, baseado na série/comédia inglesa (que estreou em 1999), na qual faz referências a cultura popular, desde seriados de ficção científica a filmes de terror, ação, video games e outros.

Existe um episódio de Spaced em que seu personagem afirma haver algumas coisas na vida que são apenas fatos e que uma delas é que todo o filme com essa sequência de número de Jornada é uma droga. Agora você está no filme, o que pensa a respeito?

Simon: “Obviamente existem exceções a regra. Abrams tem o hábito de me colocar na posição de me fazer comer as próprias palavras. Quando eu estava fazendo propaganda do meu filme Shaun of the Dead alguém me perguntou se já iria para Hollywood e eu respondi que não sairia correndo para fazer um filme como Missão Impossível III. Meses depois, Abrams me ligou perguntando se eu queria trabalhar no seu filme Missão Impossível III, e eu prontamente disse que sim”.

O histórico personagem Scotty tem um estereótipo. Ele é um engenheiro escocês chamado Scotty, que adora beber. Você precisou atualizar o personagem do modo como o interpretou para fazê-lo mais popular?

Simon: “Com o devido respeito, ele é um estereótipo racial. Mas conheço o suficiente do povo escocês, que gosta muito de beber e tem o sobrenome Scott. É muito importante ser reservado e não fazer generalizações sobre grupos de pessoas. Scotty é um estereótipo muito carinhoso. É um personagem popular na Escócia. Não tem um estereótipo negativo, ele tem um estereótipo divertido. As diferenças entre nós mesmos podem ser muito engraçadas. Mas os Scotts são as primeiras pessoas a sorrirem do fato de que bebem e brigam um pouco. Também não é um acidente que o chefe de engenharia da Enterprise seja um escocês. Há uma enorme quantidade de invenções que vieram da Escócia. O engenheiro escocês segue a tradição de John Logie Baird, que inventou a TV ou Alexander Graham Bell”.

Então você o interpretou como um estereótipo sem parodiá-lo?

Simon:”Certamente não parodiando. Foi apenas uma questão de interpretá-lo. Eu trabalhei em cima do personagem como o James (Doohan) fez quando o interpretou. Ele é um perfeito engenheiro, um pouco atrevido, que gosta de uma bebida e uma briga”.

É difícil interpretar um personagem original sem imitar o ator que o fez. Como Chris Pine fez o Kirk sem o Shatner?

Simon: “Eu imaginava a mesma coisa. Como todos esses atores irão conduzir os personagens onde o ator original é tão famoso quanto o papel que fez? Shatner e Nimoy, eles viveram esses papéis com muita convicção e habilidade. Então, tudo o que você pode fazer é desempenhar o trabalho no espírito desses atores e não levar a coisa superficialmente ou como paródia. Assistindo Chris Pine e todos os atores, eu tive momentos de admiração. Vi cada um fazendo seu trabalho e imaginava – Eles fizeram isso muito certo – Chris tinha orgulho, confiança e coragem. Acredito que ele pegou o jeito da coisa”.

Fonte: TrekWeb

5 Comments on "Pegg fala do novo Scott e de Chris Pine como Kirk"

  1. Chris Pine sera um bom Kirk ? Ja estou comecando a acreditar

  2. Flávio Fernandes | 25 de julho de 2008 at 3:03 pm |

    Pessoal:

    Eu assisti um filme de Chris Pine onde ele era um azarado e namorava uma menina que era pura sorte. É claro que tem um romance e tal. Inclusive uma cena de dança muito sensual com uma música incrivel (que não conheço e não sei o nome). Já sabia que ele viviria meu grande heroi, James Kirk.

    Gostei do cara, achei ele simples e objetivo igual era o Kirk na pele do Willian Shatner.

    Para viver Kirk ele terá que ser simples, objetivo, inteligente (mulherengo) mas temperar isto tudo com carisma. Este carisma, que Shatner sem dúvida tinha (Canso de dizer que Jornada é muito – mas muito mais Kirk que Spock) ele agora pode ter o dele. E vi um isto no Pine neste filme que estou me referindo.

    Torço pelo Pine, gostei muito da foto dele como Kirk, mas acima de tudo torço para ele me emocionar me trazendo de volta meu grande Heroi de infância, adolecência e até agora com 40 anos.

    Se ele conseguir isto, afinal Kirk sempre foi tudo que eu gostarei de ser, este cara vai fazer – sem dúvida, parte de minha vida como faz Shatner.

    Boa sorte garoto!! Conte com minha fiel audiência como seu antecessor contou sempre!!

    Abraços á todos.

  3. Eu tenho assistido alguns filmes do Pine, mas somente pequenas comédias e filmes para adolescentes. Recentemente, encontrei um filme mais sério dele na locadora e pretendo assistí-lo para ter uma idéia de sua atuação em filmes mais sérios, e, como o Fábio afirmou, já estou começando a acreditar que ele será um bom Kirk. Se ele for mesmo aí teremos um novo problema… ele iria fazer outros filmes?

  4. Eis uma questão. Acho provável que faça outros filmes para o cinema, já se fala em uma continuação, contratos para dois ou três longas, etc. Mas será difícil esse elenco permanecer na franquia, no caso de se criar uma nova série para a tv (o meu maior desejo). Acho que, se Jornada renascer de verdade a partir desse filme e a se for cogitada a criação de uma nova série, deverá ser com outra temática ou ainda outros atores, assim como ocorreu com Stargate SG-1.
    Ainda não vi nada com o Pine. Torço pra dar tudo muito certo!

  5. Eu desconfio que se surgir uma nova série possa ser uma outra nave na mesma época que TOS.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*