Morre Randy Pausch

randy-pausch.jpgUma nota de pesar para todos. Morreu nesta sexta-feira, aos 47 anos, o Dr. Randy Pausch, como era conhecido. Randolph Frederick Pausch foi um professor da Universidade de Carnegie Mellon (Pennsilvania), especializado em Ciência da Computação.

Em 2006 foi diagnosticado que estava com câncer no pâncreas, e que o levaria a morte em pouco tempo. Randy disse que se fosse um pintor faria um quadro, se fosse um músico teria composto uma música. Como é professor decidiu dar uma aula, uma aula diferente. Gravada em vídeo e disponibilizada no You Tube, a aula da despedida, intitulada “Como conquistar os sonhos de criança”, conquistou o mundo.

O sucesso tão grande, que foi transformada no bestseller The Last Lecture (A Última Lição). O professor dizia que seu objetivo era mostrar que é possível ser feliz mesmo sem realizar os sonhos do jeito que se imagina. E prova disso é que seu sonho sempre foi o de flutuar no espaço. Não se tornou astronauta, mas conseguiu convencer a NASA a entrar num avião que simula a gravidade zero.

Randy Pausch, que se dizia um trekker, foi convidado por J. J. Abrams a fazer uma ponta no filme de Jornada nas Estrelas. Ele estará eternamente em nossos corações. Boa viagem, amigo.

Fonte: Trek Movie

4 Comments on "Morre Randy Pausch"

  1. Luís Henrique Campos Braune | 27 de julho de 2008 at 4:25 pm |

    Mais um que vai…

  2. Na capa de seu livro há a ilustração de um foguete indo às estrelas!

  3. "Frank" Hollander | 28 de julho de 2008 at 9:43 am |

    Eu vi um filme nos Telecines da vida que mostra um professor (arrogante) ganhando todos os anos o prêmio de melhor professor. Até que um novato chega na escola, todos os alunos e professores gostam dele, menos o arrogante. Por fim o arrogante descobre que aquele professor novato tinha uma doença incurável.
    Se não foi baseado na história de Dr. Randy, foi uma enorme coicidência.

  4. Pena….me lembro de ter visto uma matéria sobre ele no fantástico e foi justamente sobre a última palestra dele, e sobre o que sentia por saber sobre o seu fim, ele me parecia encarar toda essa situação de forma sábia e cabeça erguida, afinal nós somos seres finitos como diria Carl Seagan. Adeus……

Leave a comment

Your email address will not be published.


*