Pegg faz previsão para temática em Star Trek 2

O ator Simon Pegg tem aproveitado a campanha de publicidade promocional da comédia Paul para comentar também quanto a continuação de Star Trek, um dos seus próximos trabalhos. Ele conversou com vários sites e esteve no programa Jay Leno show. A seguir um resumo do que ele falou sobre seu trabalho no filme de 2009 e sua previsão de como será a sequência que estreará em 2012.

Na entrevista que concedeu ao Star Trek.com, Pegg disse que não quis fazer uma paródia do personagem e nem copiar James Doohan.

Por respeito a Jimmy Doohan, tentei não fazer uma referência especial a ele apenas porque isso seria dizer que Scotty era ele quando na realidade ele estava fazendo Scotty. Eu tentei fazer o que ele provavelmente fez quando recebeu o roteiro, que foi a considerar os detalhes na página e quem é o personagem. Nós não estávamos fazendo uma paródia. Nenhum de nós estava. Nenhum de nós foi tentado fazer referências escondidas para os membros do elenco original. Karl (Urban) e Zach (Quinto) foram provavelmente os mais similares, mas eles não estavam canalizando DeForest Kelley e Leonard Nimoy, que estavam canalizando os personagens. Era importante para nós, não parecer que estávamos sendo irônicos. Para mim, eu queria interpretar o personagem e, por isso, fazer de James uma honra. Eu comecei a trabalhar com Chris (Doohan), seu filho, e senti como se tivesse alguma ligação com o passado. Eu não quero esquecer isso, mas também foi importante levá-lo tão sério quanto possível e não vejo isso como uma espécie de pós-moderno de uma coisa existente”.

Simon Pegg revelou que ficou emocionado ao contracenar com Nimoy e até mesmo tendo um Pingo como Easter Egg (figura oculta).

Foi muito divertido. Eu cresci sendo um fã de Jornada, de modo que ser integrado ao universo foi extraordinário. E para atuar ao lado de Leonard como Spock foi … quase uma distração a ponto de esquecer minhas falas. Eu não estava apenas numa reunião com Leonard Nimoy, mas eu estava encontrando ele sendo o personagem que o fez mais famoso por atuar e no mundo também. Então, foi isso, e o Pingo e tudo o mais, havia uma série de distrações nerd bizarras acontecendo.

… e  achou bem feito o trabalho da equipe de J.J. Abrams em agradar aos fãs de Jornada equilibrando com os frequentadores de cinema em geral.

O que eles fizeram foi muito claro para injetar Jornada, que havia se tornado um pouco sobrecarregada com a sua própria espécie de mitologia técnica, com uma dose de carisma que Star Wars tinha perdido. Estranhamente, é como J.J. Abrams encontrou a energia descartada dos três primeiros filmes de Star Wars e bombeou em Star Trek. Então você tem esse filme muito ambicioso, com muito impulso que é um passeio de emoção, e há menos coisas sobre a calibragem dos cristais de dilithium e mais coisas sobre bater na cara dos Romulanos. E eu acho que, para a audiência do cinema de hoje, essa reação estava desaparecida nos anteriores. Os mais endurecidos fãs de Jornada podem discordar, mas para garantir o sucesso a este nível, no nível que tinha que ser, era necessário, e eu acho que J.J. realmente deu conta disso. É uma espécie de “garoto da fazenda que encontra aventura no espaço sideral”. Nós tínhamos visto isso antes, mas funcionou muito, muito bem.”

Ao HollywoodChicago Pegg deu sugestões e expectativas quanto a continuação.

Eu também disse para J.J. Abrams de brincadeira que Scotty poderia ter uma cena de amor com uma menina de Orion. [risos] O que eu sei é que os personagens ainda são novos uns com os outros. O próximo filme ainda estará explorando o processo de conhecer uns aos outros. Não vai ser agora mesmo, só porque haverá uma nova aventura. Nós acabamos de nos conhecer.

Minha previsão é que Alex (Kurtzman) e o Roberto (Orci) vão escrever uma história adorável focada no personagem, assim como uma boa sci-fi divertida. Estou muito animado sobre isso. Quanto a filmagem, todos nós estamos esperando para agosto ou setembro.

Em outra entrevista ao Phillipy.com, o ator revela que ele e Pine tentaram (e falharam) em obter spoilers da história com a produção.

Tudo o que sei é que estamos programados para começar a trabalhar no final do verão. Eu só ouvi boatos sobre o roteiro de pessoas dentro da Bad Robot, que dizem que a história é realmente emocionante e eles estão felizes com a forma como ela está indo. Recentemente jantamos com Chris Pine, e o produtor Bryan Burk, que não revelou nada, apesar dos melhores esforços Pine e meus.  A forma como a informação é disseminada, você não pode mais guardar segredos, então a melhor coisa a fazer é manter-se quieto.

Pegg ainda sugeriu o nome de Nick Frost (companheiro da comédia Paul) para fazer o personagem Harry Mudd. Embora não há nada, no momento, que indique que o mercador espertalhão esteja no filme, outros atores já se manifestaram favoráveis ou foram mencionados na internet: Greg Grunberg, Jack Black e Seth Rogen.

Fonte: TrekMovie

11 Comments on "Pegg faz previsão para temática em Star Trek 2"

  1. Bom de todas as entrevistas que vi do Simon Pegg, essa para o Star Trek.com foi a mais interessante!

    Esse jantar recente com o produtor e o CPine, eu acho que foi em dezembro/10 lá em Vancouver, e nessa época os roteiristas nem estavam trabalhando prá valer no roteiro, então acho que o Bryan Burke não ia falar nada mesmo!

    E Harry Mudd? Sei lá! Tanto faz!!! hahahahahah!!!

    Mas com Nick Frost, eu acho que não rola!

  2. Eu não conheço Nick Frost e não assisti um único filme do Seth Rogen que tenha gostado, ele tem estado na mídia e a revista SET lhe fez muitos elogios, porém nem imagino o por que…
    O Black Jack não é nehuma sumidade mas seria melhor para o papel do Bufão do Mudd. Esse Greg Grunberg já se ofereceu para fazer o papel, mas não me lembro de nehum filme dele.

  3. VERDE o Greg Grunberg aparece mais em produções de TV, ele estava em Heroes!

    Ele tem a vantagem de ser amigo das pessoas certas no que se refere a ST, JJAbrams, Zach Quinto, CPine, etc…

    E como pessoa ele parece ser um cara legal, ele está sempre envolvido em projetos beneficientes por lá!

    Mas será que Harry Mudd vai dar as caras em ST Sequel?? Só pq o Simon Pegg quer? Ou será que ele sabe de alguma coisa?

  4. Puts! cada vez mais ele só comprova que está nesse filme para criar falatório.

  5. Sandra

    As fofocas andam soltas e, se for no mesmo estilo do primeiro filme, não vamos saber de quase nada até a estréia.
    Foi muito falado sobre a aparição do Mudd, eu, porém, dispenso, nunca gostei muito dele e os episódios que ele aparece são fraquíssimos, principalmente I. MUDD.

  6. Ah, que isso, Mudd é o cara. Mas não, ele não participa do filme. Ouvi isto de fonte segura, que me pediu segredo, então não espalhem:

    Klingons. Completamente bêbados. Essa turminha do barulho vai aprontar mil e uma confusões. E vulcanos. Totalmente deprimidos. Até que vem um pon-far coletivo e eles também aprontam mil e uma confusões. Censura 18 anos.

    É o que eu ouvi.

    Naaa… é mentira. Peguei vocês, hein? Agora, sério: borgs. Detectaram a tecnologia da Narada. Destroem a Terra. Não há mais Federação. Eis que surge… William Shatner! Com uma voadora!

    Pode crer.

  7. Um elemento capaz de criar um buraco negro que na verdade é uma tunel do tempo.

    Uau, realmente eles deixaram a coisa bem simples, rs.

    Tirando isso, o Jack Black como Harry Mud seria bem interessante.

    Pelo menos uma coisa, cedo ou tarde vai começar a vazar que é a questão da história se passar mais na Enterprise ou fora dela.

    Saberemos disso quando chegarem informações sobre cenários( o que impacta no custo)

    Pelo menos isso, eles não terão como esconder por muito tempo.

  8. Como faz falta aqueles uniformes pretos com detalhes em azul nos ombros e na região do colo, das naves concebidas nos estaleiros de Utopia Planitia em Marte ou da Doca Espacial vista nos filmes III, IV, V e VI do elenco original! Bons tempos eram aqueles! Afinal, os dias hoje o que vale é “muito impulso que é um passeio de emoção, e há menos coisas sobre a calibragem dos cristais de dilithium e mais coisas sobre bater na cara dos Romulanos. E eu acho que, para a audiência do cinema de hoje, essa reação estava desaparecida nos anteriores”…

  9. Quero que Pegg melhore seu Scotty. Só isso. E tirem aquele ET idiota.

  10. Everton, fazendo uma referência a matéria sobre o perfil dos trekers o que se percebe é que o filme não é feito para o fandon, mas sim, para um público que não gosta de pensar, o que faz da pancadaria uma solução rápida e simples. Estou vendo a série clássica e me arrepio com as histórias. São envolventes, inteligentes, intrigantes… Mas, é para um público bem específico.
    A massa não se envolve com questões políticas nem filosóficas, por isso, hoje o melhor caminho é esse, filmes simples, diretos (não existe nada mais direto do que um soco ou um tiro) e que não envolvem mais do que 10 minutos de raciocínio em duas horas.
    Vamos ficar com saudades por muito tempo dos roteiros antigos.
    Quem sabe pra sempre.

  11. Sabe quem eu gostaria para o Mudd, o Lesle Nielsen, mas o cara já tá morto, mas pensando melhor, é bem assim que o Mudd poderia continuar!

Leave a comment

Your email address will not be published.


*