EXCLUSIVO: Série Animada ganha dublagem

Star Trek The Animated Series 1Uma notícia quente para os fãs das versões dubladas das séries de Jornada nas Estrelas. A Série Animada, originalmente produzida entre 1973 e 1974 e brevemente exibida no Brasil nos anos 1980, ganhará nova dublagem. E não é só isso! Pela primeira vez, o sétimo ano de A Nova Geração e as quatro temporadas de Enterprise também ganharão vozes nacionais.

O estúdio a produzir as dublagens é o RioArt, ligado ao Grupo Macias, de São Paulo, e a tradução dos episódios ficou sob o encargo de equipe coordenada por Cristina Nastasi, fã de longa data de Jornada nas Estrelas. Por encomenda de quem o trabalho está sendo feito ainda não sabemos, mas, pela volume de séries e temporadas, uma boa aposta seria o Netflix (há demanda constante entre os fãs pela inclusão das séries de Jornada no serviço de streaming).

De todas as encomendas, a que está mais avançada é a série animada, que já teve elenco escalado e está em fase de gravação nos estúdios da RioArt. Para viver o capitão Kirk, o dublador será Marcelo Garcia, conhecido por ser a voz do Relâmpago McQueen, na série de filmes Carros, da Pixar. O Sr. Spock será interpretado por Guilherme Briggs, competente dublador que já deu voz ao personagem em Star Trek – Além da Escuridão. (Ele também dublou Worf no primeiro ano de A Nova Geração.)

Marco Ribeiro será a voz do Dr. McCoy, Priscila Amorim fica com a tenente Uhura, Scotty será vivido por Claudio Galvan, e o tenente Sulu será dublado por Paulo Vignoto. Além disso, os tripulantes Arex, enfermeira Chapel e M’Ress terão as vozes de Jorge Lucas, Sylvia Salustti e Sabrina Miragaia, respectivamente.

A tradução dos episódios ficou por conta de Cristina Nastasi e Anna Luisa Araújo, e a direção de dublagem é de Fernando Lopes.

Na sequência do trabalho, a equipe já começa a traduzir os episódios do sétimo ano de A Nova Geração. Exibidos em 2006 pelo Universal Channel, eles foram os únicos de todas as séries de Jornada ambientadas no século 24 a não serem veiculados dublados, e sim legendados. Ainda não há elenco definido para a sétima temporada.

Por fim, Enterprise ganhará pela primeira vez vozes brasileiras. As quatro temporadas da série foram exibidas no canal AXN entre 2002 e 2006, mas sempre legendadas.

Com as dublagens em ritmo acelerado, é quase certo que todas as séries voltarão ao mercado brasileiro em breve, em tempo de apimentar a comemoração dos 50 anos de Jornada nas Estrelas. Fique de olho!

45 Comments on "EXCLUSIVO: Série Animada ganha dublagem"

  1. UHUUUULLLLLL!!!!! Tomara que seja Netflix! Caramba deu a maior nostalgia. Conheci a Cristina Nastasi nos tempos do Jetcom, no Rio de Janeiro, e estudei com o Guilherme Briggs na UFRJ quando ele ainda fazia a voz do Worf. O Guilherme também fez a voz do Quark certo? Abraços!

  2. Maurício Oliveira | 3 de maio de 2016 at 7:37 am |

    Nossa! Ótima notícia! Ressurgindo no Brasil!

  3. Há tempos acho que a história da exibição de Jornada nas Estrelas no Brasil daria um livro. Agora, quando ninguém espera nada, vem mais este surpreendente capítulo.
    Se for mesmo o Netflix, que é o mais provável, será que não demonstra que esse será o exibidor da nova série no Brasil?

  4. Guilherme Briggs é um monstro na dublagem! Dubla qualquer coisa!
    O Brasil tem uma das melhores dublagens do mundo, (excetuando alguns trabalhos, claro). O que acho que precisa ser melhorado é o contraste da dublagem com os sons de cena. Tem hora que não dá pra ouvir! Não sei se é uma deficiência técnica… sei lá.
    Mas, as dublagens de per se, são excelentes.

  5. Seria uma bênção a transmissão via Netflix, dublado ou não. Ter só A Nova Geração com opção de streaming é bem triste.

  6. Certamente receberemos essas temporadas, agora em alta definição, em algum formato – streaming ou Blu-ray (ok, esta 2ª opção é meio difícil).

  7. E começam boas notícias…espero que agora venha uma enchente delas…o Guerra Civil da Marvel já estreiou…então agoravtem q ser STB!!! Nas mídias…

  8. ralphpinheiro | 3 de maio de 2016 at 11:44 am |

    Agora vale a pena gastar um dindin a mais. Se passar pela NetFlix, eu já sou assinante.

  9. E começou mesmo!!!
    Ralph!!!
    Evento Paramount 20.05 só pros gringos!!
    http://trekcore.com/blog/2016/05/enter-this-week-for-the-star-trek-beyond-fan-event/

  10. E ele é trekker e muito gente Boa. Ele falava de star trek o tempo todo. Na época eu estava iniciando nesta jornada e entendia pouco, ele dizia brincando: “Você não é trekker, é um treco”. Abraço.

  11. Gustavo Leao | 3 de maio de 2016 at 3:32 pm |

    Ainda bem que ja tenho tudo em ingles em DVD e Blu-Ray comprado na Amazon.com

  12. Meu Deus que irado, eu como fã e amante das dublagens estarei no aguardo. Ainda bem que deixei por último as legendadas. São bons sinas para nossa querida Jornada. Ah e não curto legenda pq admirando as viagens e paisagens de onde nossa querida Enterprise passa eu não tenho tempo para ficar lendo legenda…. kkkk 😀

  13. Verdade!!!

  14. Verdade… adoro a maioria de nossas dublagens!

  15. Onde está esta opção da TNG por streaming? Retornou na Netflix?

  16. Que notícia fantástica, Salvador. Ainda hoje estava vendo a série animada e vi no Youtube, um trecho minúsculo da primeira dublagem. Agora, seria legal que a ultima temporada da Nova Geração fossem usadas as mesmas vozes que a VTI usava.

  17. Olá, Waldir! O Claro Video oferece TNG há pelo menos um ano. Não sei precisar pois só tomei conhecimento neste período, quando me tornei assinante. Tem todas as temporadas legendadas e as seis dubladas, porém o site é lento e o app para celular ou tablet idem (com paciência dá para suportar). A assinatura do Claro Vídeo custa R$ 19,90 por mês e o catálogo conta com outras séries sci-fi como Doctor Who, Além da Imaginação, Battlestar Galactica, Firefly e Lexx.

  18. KKK!
    Como você conhece essa galera da dublagem? Sou fan do Márcio Seixas!

  19. Salvador Nogueira | 3 de maio de 2016 at 7:09 pm |

    Pois é, Paulão! Não sei se vão conseguir. Se não conseguirem, será o terceiro conjunto de vozes em sete temporadas… De toda forma, o bom é ver o interesse sobre a franquia voltando também aqui no Brasil!

  20. Salvador Nogueira | 3 de maio de 2016 at 7:10 pm |

    É um possível cliente então, fora o Netflix. Mas parece um investimento grande demais para eles… a conferir.

  21. Espero eu que seja Netflix mesmo, a qualidade do site e dos apps é bem superior. Mas, venha de quem vier, o que mais importa é ver que não é só nos Estados Unidos que Star Trek está ganhando mais atenção, por aqui também. E, Salvador, sou grande fã seu. Vou ler logo mais seu prefácio em Portal do Tempo 😀

  22. Estou esperando uma informação para tentar confirmar pra onde esse trabalho está sendo feito. Ai vou publicar a notícia no meu site (www.bestv.com.br) citando você.

  23. Salvador Nogueira | 3 de maio de 2016 at 7:30 pm |

    Fico lisonjeado, Joel! Abraço!

  24. Conheci o Briggs na Universidade Federal do Rio de Janeiro, lá nos idos de mil novecentos e Picard tinha cabelo. Creio que foi em 1989 ou 90, a TNG estava iniciando por aqui, ele fazia a voz do Worf. Era um fã alcançando um sonho, fazer a voz de um personagem da franquia. Eu fazia Desenho Industrial, não lembro qual era o curso dele, nós dois tínhamos algumas disciplinas em comum. Depois perdemos contato por um tempo, e fui reencontrá-lo em uma reunião trekker em Niterói, ele na época fazia a voz do Quark e estava acompanhado da dubladora que fazia a Jadzia Dax, creio que ela era namorada dele. A Cristina Nastasi, tradutora de diversos livros de Star Trek, eu conheci nas reuniões do JETCOM, grupo trekker carioca.

  25. Já vi a série quase toda no passado. Recentemente estava revendo a TNG via Netflix desde a primeira temporada. Você acredita que quando chegou a vez de Inner Light, a meu ver o melhor episódio de todos, a Netflix tirou a série da grade? Rs. Obrigado pela informação, vou aguardar se a Netflix vai incluir a série novamente, caso contrário pensarei na Claro Vídeo. Abraço!

  26. Salvador Nogueira | 3 de maio de 2016 at 11:12 pm |

    Boa! Vi a nota lá! Se descobrir quem encomendou, contaê! Abraço!

  27. Isso de sair da grade é sacanagem. É como na TV, no canal SyFy, entra por um mês e fica vários fora. Não sei se a CBS pede muito ou se a emissora é que não dá o devido valor ao produto. Espero que, com esta nova série, as coisas mudem.

  28. Não sendo uma dublagem que às vezes o canal SyFy passa, se não me falha a memória, em Nemesis. Aquela é impossível de tolerar, parece brincadeira de mal gosto.

  29. Aliás, eu assinei Netflix para assistir ST, tinha a TOS e a TNG completas, logo depois tiraram tudo.

  30. Assisti a TOS completa e as duas primeiras temporadas de TNG, aí me sacanearam legal retirando tudo do ar.

  31. Caramba, que legal! Obrigado!

  32. Eu gravei esse filme exibido no canal Paramount e fiquei abismado pela estupidez de quem autorizou a fazer isso. e para esconder a incompetência não tem a tradicional frase /versão Brasileira. É um horror tão grande quanto Batman e Robin que a Warner e a TNT passam…

  33. Salvador Nogueira | 4 de maio de 2016 at 1:58 pm |

    Você tem filhos, Gustavo? Isso faz toda a diferença, às vezes… 😛

  34. Gustavo Leao | 4 de maio de 2016 at 6:44 pm |

    Nao estou nem ai, Salvador. Dublagem acaba com as interpretacoes, o que empre foi o forte em STAR TREK – os atores. E ISSO faz toda a diferebnca.Meus filhos vao ter que aprender ingles como eu aprendi.

  35. Pelo que eu sei , o forte era a história… Shatner.

  36. Nao se conta uma boa historia com atores ruins.

  37. Salvador Nogueira | 5 de maio de 2016 at 11:10 am |

    Quando eu era moleque, vi muito Star Trek dublado. Isso permitiu que eu gostasse mais cedo da série e NÃO impediu que eu, mais tarde e mais maduro, visse e apreciasse as atuações originais. Foi-se o tempo em que a gente tinha de escolher se ia alugar o VHS dublado ou legendado. Agora vem tudo junto, e você pode ter duas experiências diferentes, sem que uma exclua a outra. Você aponta um falso dilema, Gustavo.

  38. Nao existe dilema. Apenas a minha escolha que é nunca asssitir filmes ou series dubladas. A dublagem brasileira é horrivel, perdeu toda a qualidade que tinha na decada de 70 e comeco da decada de 80. É uma pena que fas como essa Cristina e esse Guilherme tenham que se envolver nisso, mas alguem tem que pagar as contas de luz, agua e telefone, eu suponho. Para mim dublagem apenas deprecia a obra, seja ela americana, espanhola ou ate mesmo os animes japoneses. É uma pena, mas dublagem aqui em casa nao entra. Adoro a voz do Patrick Stewart e da Kate Mulgrew por exemplo, nao a dona maria que dublou ela na VTI-Rio. Nao é dilema, é escolha. Sem mais, Gus

    PS- Eu ja te disse que to trabalhando nos documentarios da 455 Films como FOR THE LOVE OF SPOCK como pesquisador e consultante ? Ja imaginou se eu nao falasse ingles fluentemente ? Proximo projeto : mais um documentario de Sr Shatner. E que venham outros.

  39. Boa noticia, porem a serie animada é duro de assistir em qualquer idioma

  40. O charme da série animada era ter as vozes do trio de ferro de Star Trek.
    Fico feliz pela lembrança, mas ficaria muito mais com uma nova produção da série animada.
    Com a computação gráfica, o custo seria bem reduzido.

  41. TAQUIPARIU!!!! Que notícia BOOOOOAAAAAAAA!!!!!!!!!!
    Eu sou fanzaço das dublagens de ST, e isso é uma dívida de longa data com os fans!!!!!!! No ENT acho que nunca nunhum estúdio se interessou em dublar até porque ela só foi exibida no Brasil pelo canal AXN (me corrijam se eu estiver errado) e eu acompanhei a primeira e segunda temp, toda semana lá…. As demais não consegui por causa de viagens a trabalho e acabei perdendo a sequencia porque ela entrou no formato de capítulos e ficou difícil de seguir ela não linear….
    É Ralph, serie obrigado a comprar mais 6 boxes dessas 3 séries outra vez!….. Só espero que nas vozes de TNG consigam juntar a mesma equipe (ou o máximo de participantes) que dublou da segunda até sexta temporadas! E que não me contrate ninguém que fez a dublagem de “Hermes & Renato” de Nemisis que apareceu no canal SyFy…. Tosca nos úrtimus…..

  42. Até que enfim!!!!!!!! Uma notícia de PESO para quem gosta de ST!!!!!!!!!!!!!

  43. Ademir Neni Antão Pereira | 29 de maio de 2016 at 6:57 am |

    Meus caros amigos, estou muito contente em ter achado este site. Estamos aí e se precisarem de alguma coisa aqui da Bahia/Salvador estou a disposição. Abraços a todos.

  44. Kevin Evangeliou | 25 de junho de 2016 at 11:47 pm |

    Sr. Desinformado, Cristina e Guilherme entraram SIM no ramo indiretamente por causa de Star Trek. Mas desde que eles iniciaram, lá se vão décadas de experiência e cada um deles possui suas profissões de tradutora e dublador respectivamente como principais fontes de renda, e Star Trek agora é uma mínima fração dos projetos com os quais se envolveram. Você pode trabalhar como pesquisador na área que quiser e ser fluente em que idioma desejar, mas enquanto não aprender a respeitar o trabalho alheio, você continuará sendo um ser humano de mentalidade medíocre que ainda não entendeu que sua síndrome de cult não vai te salvar das formigas te comendo no caixão. Tchau-tchau, floquinho de neve.

  45. ROFLMAO !!! – Rolling On the Floor Laughing My Ass Off.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*