CBS lista normas para produção de fanfilmes

imagesComo resultado da ação judicial entre a CBS/Paramount e Axanar Productions, visando a garantia dos direitos de propriedade autoral, os estúdios lançaram, esta semana, uma lista oficial de diretrizes para a produção de filme exclusivo por fãs, a chamada Star Trek Fan Films Guidelines. A lista de diretrizes incluem 10 regras de produções cinematográficas que o fãs devem seguir (se não quiserem ser processados), a começar por não incluir o nome “Star Trek” como parte do título.

“Ao longo dos anos, muitos de vocês têm expressado seu amor pela franquia através de esforços criativos, tais como filmes de fãs. Então, hoje, nós queremos mostrar o nosso apreço por trazer filmes de fãs de volta às suas raízes”, afirma o comunicado de imprensa dos estúdios.

As orientações, em parte, colocam um limite de tempo para as produções de fãs, e não permitem que tais produções incluam o nome “Star Trek“, exceto em uma legenda rotulada como filme de fã do tipo “Star Trek produção de fã”. Os requisitos também proíbem o uso itens piratas ou imitações no lugar de mercadoria oficial, disponível comercialmente. Além disso, há uma descrição detalhada do que significa ser produção “não-comercial”, outro requisito de filmes de fãs.

A lista completa e detalhada de diretrizes pode ser encontrada abaixo.

 

Diretrizes para evitar acusações:

  1. A produção por fã deve ser inferior a 15 minutos para uma única história independente, ou não mais que 2 segmentos, episódios ou partes, que não excedam 30 minutos no total, sem episódios, peças, sequências ou remakes adicionais.
  2. O título da produção por fã ou quaisquer partes não podem incluir o nome de “Star Trek”. No entanto, o título deve conter uma legenda com a frase: “STAR TREK  PRODUÇÃO DE FÔ em tipo simples. A produção por fã não pode usar o termo “oficial”, quer em seu título ou subtítulo ou em qualquer marketing, promoções ou mídia social para a produção.
  3. O conteúdo na produção deve ser original, não reproduções, recriações ou clips de qualquer produção Star Trek. Se houver conteúdo Star Trek de terceiros, todas as permissões necessárias para qualquer conteúdo de terceiros devem ser obtidas por escrito.
  4. Se a produção usar comercialmente uniformes, acessórios, brinquedos e adereços Star Trek, esses itens devem ser mercadorias oficiais e não itens piratas ou imitações de tais produtos disponíveis no mercado.
  5. A produção deve ser uma verdadeira produção de “fã”, ou seja, os criadores, atores e todos os outros participantes devem ser amadores, não podem ser recompensados por seus serviços, e não podem ser atual ou anteriormente empregados em qualquer das séries, filmes, produção de DVDs de Star Trek ou qualquer dos produtos da CBS ou licenciados pela Paramount Pictures.
  6. A produção deve ser não-comercial:
    • CBS e Paramount Pictures não se opõe a captação de recursos limitados para a criação de uma produção por fã, seja 1 ou 2 segmentos e coerente com estas orientações, desde que a quantidade total não exceda US $ 50.000, incluindo todas as taxas de plataforma, e quando a meta de US $ 50.000 for atingida, toda a angariação de fundos deve cessar.
    • A produção só deve ser exibida ou distribuída em uma base gratuíta e/ou compartilhada via serviços de streaming sem gerar receita.
    • A produção não pode ser distribuída em formato físico como DVD ou Blu-ray.
    • A produção não pode ser usada para gerar receitas de publicidade, mas limitando-se, através por exemplo, da utilização de anúncio pré ou pós vídeo on-line, com poster de publicidade, que esteja associado com a produção de fã.
    • Não é permitido que mercadorias ou serviços relacionados a produção de fã com Star Trek sejam oferecidos para venda ou dadas como prêmios, benefícios ou recompensas ou em conexão com a captação de recursos da produção de fã.
    • A produção não pode obter receita com a venda ou licenciamento de cenários, adereços ou fantasias criados pela produção de fãs.
  7. A produção deve ser familiar e adequada para apresentação pública. Os vídeos não devem incluir palavrões, nudez, obscenidade, pornografia, representações de drogas, álcool, tabaco, ou qualquer atividade nociva ou ilegal, ou qualquer material que seja ofensivo, fraudulento, difamatório, depreciativo, sexualmente explícito, ameaçador, odioso, ou qualquer outro conteúdo impróprio. O conteúdo da produção por fã não pode violar o direito de privacidade de qualquer indivíduo.
  8. A produção por fãs deve apresentar o seguinte aviso nos créditos na tela das produções e em qualquer material de marketing, incluindo o site da produção ou página que hospeda a produção de fã: “Star Trek e todas as marcas relativas, logotipos e personagens são de propriedade exclusiva da CBS Studios Inc. Esta produção de fã não é endossada, patrocinada, nem afiliada pela CBS, Paramount Pictures, ou qualquer outra franquia Star Trek, e é um filme não-comercial, feito por fã, para uso recreativo. Sua exposição ou distribuição comercial não é permitida. Nenhuma alegação de direitos independentes será reclamada junto a CBS ou Paramount Pictures”.
  9. Criadores de produções de fãs não devem buscar registrar suas obras, nem quaisquer elementos das obras, sob direitos autorais ou direito de marcas.
  10. produções por fãs não podem criar nem implicar qualquer associação ou endosso por parte da CBS ou Paramount Pictures.

A CBS e Paramount Pictures reservam-se no direito de rever, revogar e/ou retirar essas diretrizes a qualquer momento ao seu critério. Essas diretrizes não são uma licença e não constituem uma aprovação ou autorização para eventuais produções de fãs ou de renúncia a quaisquer direitos que a CBS ou Paramount Pictures possam ter com relação a fan fiction criado fora destas diretrizes.

De qualquer modo, tudo vai depender do rumo que o processo contra Axanar Productions vai tomar. A observação de que eles podem retirar ou rever estas normas a qualquer momento, mostra uma possibilidade de flexibilização do estúdio.

Só resta aguardar.

Fonte: TrekNews

30 Comments on "CBS lista normas para produção de fanfilmes"

  1. pra mim foram 10 torpedos fotônicos contra os fã filmes!!!
    Eu fiquei decepcionado…JJ e J Lin fizeram cena no evento paramount mas não conseguiram nada…

    Estas diretrizes engessam totalmente Axanar e o tom da matéria no site Star trek .com não parece indicar que vão fazer exceção para Axanar.

    I Stand with fan films against paramount e CBS

  2. Faltou mais um item: 11. Todos os roteiros devem ser datilografados em máquinas de escrever Remington 870.
    Dããã! Era melhor terem determinado que nada mais fosse produzido e ponto final.
    Esse é o resultado do medinho da competência dos produtores dos fãns films. Vai que sai melhor que os oficiais.

  3. Quanto temor em relação ao precedente que Axanar abriu.

    Se a CBS fosse justa, tais imposições valeriam apenas depois de uma certa data, bem no futuro, para que novas produções possam se adequar desde o inicio.

    E outra, quanto absurdo ! Quer dizer que os atores que participaram das séries não podem mais fazer participações especiais (item 5) ?

    O item 7 é tão generico e extenso, que dá a entender que a cerveja romulana está extinta (representação de alcool), ferenguis não podem mais contrabandear ( atividade nociva ou ilegal), e deve ter mais que não consigo pensar no momento.

  4. E enquanto isso a Disney/Lucasfilm fazendo premiação oficial de fanfilms e deixando os fãs votarem no site oficial de Star Wars!!
    Basicamente, Paramount e CBS querem que os fãs façam sci-fi genéricas.

  5. Que coisa mais inconveniente é chata. Não dá pra fazer quase nada: 15 minutos e sem possibilidade de continuação. Desagradável demais! Onde está a passagem para o universo espelho? Acho que vou pra lá, deve ser bem melhor a Paramount de lá.

  6. Bem, existem sérias acusações sobre o destino que o cara da Axanar deu ao dinheiro que foi doado para a produção do filme.

  7. Bom, pelo menos deveria valer a partir de…. E não retroagir.
    Quanto ao conteúdo, tudo é questionável, mas existem coisas bacanas sobre palavrões, pornografico, pirataria etc.
    Sufoca e muito produções de fãs.
    Sempre disse que o financiamento foi o coração da discórdia.
    Na prática, Star trek tende a acabar de vez, definhando aos poucos, e finalmente, esquecida.
    Muitas boas séries antigas tiveram o mesmo destino: terra de gigantes, túnel do tempo, os invasores e outras.
    Acho que o segmento que sofrerá mais será o de Games. Muitos jogos fracos de star trek foram salvos e tiveram uma excelente sobrevida devido aos mods. Bridge comnander foi um deles, o mod kobayashi maru salvou o game por anos.
    Houve um salto de qualidade incrível, muito superior ao jogo oficial original.
    Para complicar, muitos jovens se envolvem na área criativa de Games e softwares treinando em mods.muito deste pessoal, autodidata, tinha a paixão da série como motor para estimular seus estudos. Com o tempo, foram absorvidos pejas grandes empresas por terem fomentado o talento por próprios meios, pela paixão sobre a franquia.
    É incrível como uma regulamentação pesada poderá trazer consequências negativas para a própria franquia.
    Acertaram na forma mas pesaram no conteúdo.

  8. O Alec Peters é fã e ex colaborador dos estudios Paramount.
    Ele foi até a Paramount e CBS antes de iniciar a produção e mostrou o projeto e nada foi exigido, nenhuma regra. Apenas proibiram que gerasse lucro.
    Como fez mais sucesso doque imaginavam e investiu as doações em qualidade pra produzir o fan film… Agora acusam de lucrar com um estudio montado para o filme.
    Só digo uma coisa…lamentável

  9. Paramount e CBS declaram guerra aos fan filmes

    CBS / Paramount Declare War on Star Trek Fan Films

    https://kryptonradio.com/2016/06/23/cbs-paramount-drop-hammer-trek-fan-films/

  10. A segunda parte de STAR TREK RENEGADES sera produzida em capitulos seguindo essas regras, um dos roteristas me disse. Ao que parece STAR TREK CONTINUES e STAR TREK INTREPID acabam de anunciar que nao vao produzir mais episodios. Obrigado, Paramerda, vc fede.

    Mais uma droga pra os 50 anos da serie.

  11. Esta “coisa” acabou de matar a vontade de fazer qualquer fanfilm ou fanfiction e acho que no fim parece o discurso do “petróleo é nosso”: “Eu não faço proveito, mas também ninguém poderá” ou ainda “É meu, pois que fique enterrado”.

    – Nas profundezas da mente dos Executivos de Parabounds e CBXse escutam a vozes cavernosas e draconianas, vindas da parte basal e instintiva do cérebro somente: “Nós quer comida … nós fome !!! Não perto … MEEEEU!!!” uga, uga.

  12. Isso que da confiar no JJ Abrams e no Justin Lin. Eles nao disseram no fan event que eles convenceram a Paratudo a dsistir de processar AXANAR. E agora isso ? Thanks, JJ; LOL

  13. Agora para encerrar, se a série 2017 não emplacar, pode-se dizer adeus a franquia e enterrá-la de vez.

  14. Renomeie para Galaxy Quest Renegades. De fato, todos os projetos deveriam fazê-lo a partir de agora, como protesto.

  15. Pelos excessos de Axanar, agora todos têm que pagar. Quem mais perde com isso? Os fãs, é claro. Mas, quem sabe a CBS/Paramount ainda voltam atrás, ou pelo menos relaxam algumas dessas regras.

  16. Com essas regras os fans filmes acabaram, se os filmes do cinema continuarem nessa toada e o seriado não for bom, só resta alguém comprar os direitos. Talvez daqui alguns anos o valor caia e aqueles que produzem fans filmes hoje se unam e comprem os direitos. Isso é, tudo depende de um milagre, agora.

  17. Maurício Monteiro | 25 de junho de 2016 at 10:21 pm |

    Torpedos Quantum, você quis dizer, né; porque o estrago foi, é e será imenso!

  18. Maurício Monteiro | 25 de junho de 2016 at 10:23 pm |

    São uns incompetentes medrosos, incapazes de reconhecer o talento de outros que não estejam “oficialmente ligados” ao estúdio.

  19. Maurício Monteiro | 25 de junho de 2016 at 10:25 pm |

    Bela homenagem aos 50 anos da franquia… Rodemberry, se estivesse vivo, agora mesmo é que teria um infarto.

  20. Rodemberry não era santo. Era estupidamente centralizador e barrava boas ideias que não eram “dele” Se estivesse vivo, TNG teria seguido outro caminho no segundo ano e possivelmente não existiria as demais séries.

    Eu já postei aqui que a melhor coisa para a franquia seria ela ser vendida para a Disney que sabe monetizar e valorizar. Mas infelizmente isto não vai ocorrer.

  21. Maurício Monteiro | 26 de junho de 2016 at 7:52 am |

    É, eu sei disso. Mas, imagine-se agora como criador/idealizador de um projeto inovador para sua época. Agora, imagine outros modificando e fazendo o que bem entendem com sua criação. Você tem direitos de opinar, mas é constantemente refutado. Ponto. Como se sentiria? É disso que estou falando. Eu sei que ele era osso duro (Wise chegou a dizer: “Meu Deus! Em todos esses anos, nunca ví algo assim antes!” referindo-se à teimosia de Gene quanto aos roteiros constantemente alterados. Quanto a vendê-la para a Disney, temos certeza de que as coisas tomariam outro rumo em vários quesitos: marketing (que na Paramount é pífio), divulgação e, principalmente, RESPEITO aos fãs (coisa que na Paramount/CBS não é pífio, é INEXISTENTE). Nisso, sou obrigado a concordar com você.

  22. André Prates | 26 de junho de 2016 at 4:05 pm |

    Estou seriamente pensando em boicotar Star Trek Beyond. E acho que todos deveriam fazer a mesma coisa.

  23. Os executivos de Star Trek (Para/CBS) acabam, com este documento terrível, de excluir a base de fãs de uma maneira nunca esperada.
    Éramos um peso em suas costas. E agora eles finalmente encontraram uma maneira de simplesmente se livrar de todos nós.
    Claro que podemos protestar: não assistir a qualquer nova encarnação de jornada, nem mesmo o novo filme.
    Eu não vou!
    E será pela primeira vez em décadas. Simplesmente porque, em décadas(!), sinto aversão quando penso em Jornada. E nunca pensei que isso pudesse um dia ocorrer.
    Tudo por causa deste documento espúrio e draconiano, que nos fez perceber quão insignificantes e sem voz somos para os estúdios.
    Advogados, vocês venceram!
    Executivos, vocês realmente não tem ideia do que fizeram…

  24. Khaaaaaaaannnnnnnnn!

  25. Agora que eles resolveram estabelecer diretrizes? E ainda querem engessar qualquer iniciativa de produção independente! que diretrizes são essas! O único item que gostei foi o 7.

  26. Leonardo. O Objetivo em relacionar conteúdo nocivo é quando o material produzido faz apologia ao que é considerado impróprio a apresentação pública a nível familiar. É como se fosse destinado a censura livre. Temos de lembrar que a forma de expressar do inglês encontra algumas variações na tradução não cabendo especificações no nosso idioma o que traz para eles não um conceito genérico mas com diretrizes definidas no qual a relatividade não se enquadra.

  27. Eu concordo até certo ponto. Mas no caso em questão, são regras da CBS para uso da propriedade intelectual (o que ela está certa em proteger) por terceiros.
    A questão aqui é que a empresa pode alegar a qualquer momento, que o capitão Fulano ao falar que adora cerveja romulana, está incentivando o consumo de bebidas alcoolicas para o publico infantil.
    Ou ainda, que o proprio capitão Fulano, ao dizer que jamais aceitará um klingon como cadete da federação, está sendo racista.
    Que dirá se alguem fizer um episodio com as femeas ferenguis, que vivem nuas e sem direito a propriedade e só podem falar com perimissão do marido… Aí nem Q salva.

  28. Vamos lá.Diretrizes: Para que se entenda como funciona esse princípio. Capitão Fulano diz que adora Cerveja Romulana- em que contexto de cena ele faz essa colocação? Ele é repreendido ou é chamado a atenção por um superior? Dependendo disso é que se cria as restrições a produção. Apologia a algo se faz quando se defende em função de restrições ou imposições.Existem outros fatores que são relacionados a esse princípio/diretriz. Não aceitar um Klingon como Cadete da Frota – Qual o motivo? Eles não gostam de receber ordens? São difíceis de se relacionarem com outros? No contexto tem que haver motivos não preferências ou conceitos de aparência ou coisa semelhante. Por exemplo ST no cinema e TNG falavam sobre o cheiro das naves e dos próprios Klingons e ninguém mencionou que isso poderia ser um preconceito. Com relação a nudez nesse caso poderia ser citado, velado, por se tratar de produção familiar tal exposição pode torcer conceitos básicos de decencia e pudor que não seria um preconceito e sim um princípio de convivência social. Lembre da 1a.Diretriz da Frota no que tange a costumes e forma de vida de outras civilizações.

  29. Até as regras de aquisição Ferengui possui termos mais amigáveis!

Leave a comment

Your email address will not be published.


*