Primeiras impressões: “Et in Arcadia Ego, Part I”

Em Primeiras impressões, coluna do Trek Brasilis, os colaboradores do site dão seus pitacos SEM SPOILERS sobre um episódio recém-lançado de Jornada nas Estrelas.

Episódio: “Et in Arcadia Ego, Part I” (Star Trek: Picard, 1×09)

Após um complicado trajeto, Picard e a tripulação chegam finalmente ao mundo natal do Soji, Coppelius. No entanto, com as aves de guerra romulanas atrás de deles, sua chegada só traz mais perigo à medida que a tripulação descobre mais do que o esperado sobre os habitantes do planeta.

O que achamos?


Salvador Nogueira
: “Et in Arcadia Ego, Part I” parece um episódio sem alma. Tem várias coisas nele de que eu gosto (e várias de que não gosto), quase todas mal executadas. Chega a ser esquisito, dado o histórico da série até aqui. Prepare-se para surpresas incluídas na marretada e um ritmo de andar de bêbado. Cambaleante.


Ricardo Delfin
: Um episódio de calmaria antes da tempestade. E, se você achava que já sabia tudo, estava errado.

 


Gustavo Gobbi
: Um elemento desnecessário aqui ou ali, mas em linhas gerais é um episódio cheio de surpresas. O fan service come solto e não há nada de errado nisso!

 


Susana Alexandria:
Episódio com sabor e atmosfera de A Nova Geração. Os minutos passam voando. Tem emoção, bons efeitos visuais e tema para reflexão que foge do maniqueísmo vilões e mocinhos. Mas é preciso aguardar a segunda parte para formar uma opinião.


Maria Lucia Racz
: O episódio é bem movimentado, com cenas muito bonitas. Alguns aspectos são um pouco “mágicos”, saídos não se sabe de onde. Mas em linhas gerais, foi um bom prólogo para o episódio final da temporada!

 


Roberta Manaa
: A primeira parte do episódio foi linda, mas no final virei time Zhat Vash de carteirinha. História muito clichê, já contada várias vezes. Raramente esse tipo de narrativa me convence, além de ser previsível. Estou triste em ver o rumo tomado pela série aos 44 do segundo tempo.


Ricardo Jurczyk
: Sinto um cheiro forte de clichê no ar, por mais que seja muito bom rever velhos conhecidos da franquia em tela.

 


Fernando Penteriche
: Um pouco decepcionado, pra quem espera por inovações. A trama segue um caminho convencional, e que lembra “Descent”, de A Nova Geração. Novamente seres cibernéticos ameaçando a vida orgânica na galáxia, e uma pinta de batalha de naves, como no final do segundo ano de Discovery. Espero estar errado.

 

Deixe também suas primeiras impressões do episódio na seção de comentários abaixo!

Be the first to comment on "Primeiras impressões: “Et in Arcadia Ego, Part I”"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*