REVIEW: Trilha sonora de “Star Wars Episódio 2”

REVIEW
Trilha sonora de “Star Wars Episódio 2 – Ataque dos Clones”
Por: Jorge Saldanha

Este ano marca o aguardado lançamento de mais um capítulo da saga Star Wars. E no que se refere à música, o grande compositor John Williams vem tentando não se deixar seduzir pelo lado negro da Força, ou melhor dizendo, pela repetição. Cada partitura de Williams para Star Wars vem sendo única e inconfundível, e neste sentido, o score para o novo Star Wars Episódio II: O Ataque dos Clones, mesmo contendo material presente nos scores anteriores (como Force Theme, The Imperial March, Trade Federation Theme) e apenas um grande novo tema, é diferente, e em parte superior ao do filme que lhe imediatamente antecedeu (A Ameaça Fantasma).

O álbum inicia com “Star Wars Main Title and Ambush On Coruscant”, na qual primeiramente ouvimos o conhecidíssimo tema da série, durante os letreiros de introdução. Logo em seguida a música entra em território desconhecido e torna-se sombria, melancólica, com o uso de sopros e cordas. A faixa seguinte apresenta a versão para concerto do tema principal do filme, “Across the Stars (Love Theme)”, que em seus pouco mais de cinco minutos de duração, é uma dos melhores composições de Williams para a série. É, indiscutivelmente, um tema de amor para Padmé e Anakin, mas que apresenta tons sombrios que refletem a personalidade em conflito do aprendiz Jedi.

No momento em que escrevo este comentário ainda não assisti ao filme, porém sei que se trata de um capítulo que, além desse romance proibido, terá muitas cenas de ação. E isto fica claro em faixas como “Zam the Assassin and the Chase Through Coruscant”, a mais longa do score com onze minutos de duração, onde Williams providencia variações de ritmo e instrumentação para musicar uma cena de perseguição aérea em Coruscant. Além de orquestra e percussão tradicionais, o compositor inova e em determinado ponto, pela primeira vez na série, utiliza uma guitarra elétrica, à qual se segue uma batida tribal.

Já em “Yoda and the Younglings” voltamos a diminuir de ritmo, e o conhecido tema de Yoda retorna de forma sutil, juntamente com o Force Theme. Após a curta “Departing Coruscant”, onde novamente ouvimos o Force Theme, chega “Anakin and Padme”, uma espécie de tema de amor secundário, lento e suave. “Jango’s Escape” nos traz de volta o material de ação, uma composição vibrante pontuada por trompas e percussão. Também aqui Williams compõe típica música Star Wars, mas que possui particularidades, como um certo clima oriental, que lhe dá um sabor de novo.

O romance volta em “The Meadow Picnic”, mais um love theme, com o uso adequado das cordas. Mais para o final retorna o tom dark, que nos sinaliza o final trágico do romance. Para uma cena de perseguição protagonizada por Obi-Wan e Jango Fett temos “Bounty Hunter’s Pursuit”, e dada a qualidade da música ouvida quando o caçador de recompensas surge, não resta dúvidas de que ele é um dos personagens em destaque no filme. O início e o final da faixa apresentam a orquestra em sua mais alta performance.

Após descansarmos um pouco na lenta “Return to Tatooine” (onde acordes de “Duel of The Fates” fazem-se presentes), “The Tusken Camp and the Homestead” nos reserva algumas surpresas. Após alguns sons tribais relativos aos Tuskens e o retorno do Force Theme, surge no score a primeira interpretação da Imperial March de O Império Contra-Ataca, que todos sabem, é o tema de Darth Vader/Anakin. Temos mais ação na longa (oito minutos) “Love Pledge and The Arena”. A faixa inicia lenta, como um típico tema romântico, mas que após o seu primeiro terço evolui para música mais acelerada. Quase ao seu final retorna o tema de “Across the Stars”, porém sem diminuir o dinamismo ouvido nos minutos que lhe antecederam.

Sem dúvida um dos pontos altos do filme e da trilha, “Confrontation with Count Dooku and Finale” inicia seus quase onze minutos de duração com uma destacada interpretação do Force Theme, e posteriormente adquire tons predominantemente sombrios. O coral faz sua intervenção, seguido por flauta e instrumentos de sopro. Em um crescendo, a música nos traz de volta e com grande força a “Imperial March” e notas de “Across the Stars”. Praticamente na metade da faixa inicia-se a tradicional suíte para os créditos finais, que como de praxe, reúne os principais temas da trilha, com ênfase em “Across the Stars”.

Nos EUA, além do CD regular, foram lançadas três edições limitadas de Attack of The Clones, com artworks diferenciadas e uma ótima faixa bônus, “On The Conveyor Belt”, que encerra o álbum de forma percussiva e dinâmica. No Brasil o CD foi lançado semana passada, e apresenta apenas uma opção de capa, com Yoda.

Jorge Saldanha é webmaster do site Scoretrack, especializado em trilhas sonoras do cinema

Be the first to comment on "REVIEW: Trilha sonora de “Star Wars Episódio 2”"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*